Futuras Mamãs | Cuidados a ter na alimentação

Hoje a publicação dedica-se às mamãs ou futuras mamãs 🙂

Uma das fases mais importantes na vida de uma mulher, a gravidez. Nesta fase, é fundamental ter em conta variados cuidados, e naturalmente, a alimentação durante esta fase. Um aconselhamento nutricional antes e durante a gravidez é de maior importância, o que permitirá garantir os nutrientes necessários nesta fase. As necessidades energéticas aumentam significativamente, tanto para a manutenção da nutrição materna como para a garantia  do adequado desenvolvimento do feto.

    • O ácido fólico é importante para a formação, crescimento e desenvolvimento dos tecidos do bebé, principalmente do tubo neural. Esta vitamina pode ser encontrada por exemplo nos hortícolas de folha verde escura (Agrião, couve-de-bruxelas, espargos), leguminosas e cereais integrais.
    • As necessidades em ferro também estão aumentadas nesta fase, uma vez que contribuem para o crescimento e metabolismo do bebé. Alguns dos alimentos ricos neste nutriente são os alimentos de origem animal (carne, peixe) e hortícolas de folha verde escura;
    • Uma adequada ingestão de iodo é necessária para completar as necessidades da grávida, para a maturação do sistema nervoso central do feto e para o seu adequado desenvolvimento. Pode ser encontrado em diversos alimentos, como o peixe, algas, carne, leite e derivados;

Um das coisas com que me deparo em consulta é a preocupação com o aumento de peso durante a gravidez. Antes de mais, não seja prisioneira do seu peso durante esta fase, fase esta tão importante para os futuros papás. No entanto, é essencial que tenha uma alimentação equilibrada, saudável e completa. Não se esqueça que durante a gravidez os seus hábitos alimentares se refletem não só no seu organismo, como no desenvolvimento do bebé. Não se esqueça que o ganho de peso na gravidez é normal, e tem mesmo de acontecer. Apesar de durante a gravidez ser necessário um maior aporte de nutrientes e energia, não pode ter a ideia que tem de comer por dois, ou seja, ingerir o dobro da quantidade de alimentos que comia antes de engravidar:

    • Não se preocupe com o ganho de peso semanal;
    • Como aconselho a qualquer paciente, não esteja mais de 3:30h. No entanto, ainda é mais importante que nesta fase não salte refeições;
    • Atenção ao tipo de alimentos que ingere e à sua quantidade;
    • Hidrate-se! Beba água ou infusões não açucaradas.
    • Coma bastantes legumes e fruta (2 a 3 peças), mas não se esqueça, bem lavados ou cozinhados. Se tiver dúvidas quando vai ao restaurante jantar, opte por não comer;
    • Cozinhe bem os alimentos: Não coma carne crua ou mal passada, nem ovos mal cozidos.
    • Opte por lacticínios magros e não açucarados;
    • Prefira carnes brancas como peru, frango ou coelho;
    • Por vezes os enjoos são regulares: coma regularmente e em pequenas quantidades;
    • Pratique exercício físico. Além de melhorar a sua saúde, permite controlar o aumento de peso;
    • Não consuma qualquer tipo de bebidas alcoólicas, nem durante a gravidez nem enquanto estiver a amamentar;
    • Evite os açúcares processados, como as bolachas, doces, sobremesas.
    • Se tem excesso de peso, não é a altura certa para pensar em perder peso. É importante que procure um profissional de nutrição que adeque a sua alimentação às suas necessidades energéticas. É o primeiro passo para começar a ter uma alimentação saudável e equilibrada 🙂
    • Sempre que tiver alguma dúvida, fale com o seu médico ou com o seu nutricionista.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

LOGO_HORZ_P&V.png