Partilha pessoal | A Maria é exatamente igual a vocês

poetenalinha_Nutricionista Maria Gama.jpg

Sou a Maria, sou Nutricionista e hoje falo um bocadinho de mim, pois não sou diferente de vocês. E o que é que quero dizer com isto? Que se não me organizar, se não pensar nas refeições antecipadamete ou se não for às compras, a probabilidade de não seguir uma alimentação saudável, ou seja, de fazer uma alimentação diferente da que costumo fazer, é elevada.

Não gosto muito de cozinhar, não. Não me apetece chegar a casa às 21h e fazer o jantar, não. Não me apetece ter de tirar tempo do meu domingo para fazer legumes, não. Mas qual é a solução? FAZER! Porque ninguém faz por mim. Ou seja, é preciso organização!

Assim, deixo algumas dicas do que costumo fazer:

    • Compras ao fim-de-semana sempre! Carrinho cheio de legumes (frescos e congelados), iogurtes, flocos de aveia, frutos vermelhos (estou fã), batata-doce (há uns tempos comprei 10Kg…exagero não é?!?!), bifes de peru/frango, ovos, peixe para cozer ou grelhar. Acredito (porque a mim também me acontece) que depois de um dia de trabalho não apeteça mesmo ir às compras, mas a questão é que não há solução. Por mais que esteja cansada, ganho forças e vou às compras.. e fico descansada o resto do fim-de-semana! É um instante, se tivermos a lista de compras e se soubermos o que temos de comprar.
    • Pensar com antecedência o dia seguinte: Se sabe que chega tarde, deixar logo a descongelar um bife ou uma posta de peixe para fazer. Não há desculpas para chegar a casa e comer uma sandes ou cereais. Claro que por vezes o dia não corre como o esperado e podemos não ter nada preparado para o jantar… mas então, saem uns ovos para o jantar ou uma lata de atum. Não demora tempo nenhum!
    • Quando faço acompanhamento (arroz ou batata-doce por exemplo), faço em grande quantidade a contar com mais dias. Claro que sabe muito melhor comer um arroz acabado de fazer, mas senão dá… não dá. E ainda mais fácil é abrir um pacote de batatas fritas (não dá trabalho nenhum), mas isso não é de todo opção.
    • Façam a carne/peixe também a contar com várias refeições! Não gostam de comer a mesma coisa durante 2 dias? Eu cá não me importo. Se vocês não gostam, a solução é mesmo terem de fazer as refeições.
    • Os lanches, ou preparo de manhã ou na noite anterior. Juntar flocos de aveia com iogurte e pegar numa peça de fruta demora o quê? 2 minutos? Fazer uma sandes demora o quê, 1minuto? Qual é a razão de irem às máquinas automáticas ou ao café comer um bolo? Cozer uns ovos, quanto tempo demora?
    • Deixar os erros alimentares para fora de casa e para dias especiais!
    • Andar com comida sempre no porta-luvas ou na mala.. assim no trajeto do trabalho até casa se estiver cheio de fome pode aproveitar para comer alguma coisa e não “atacar” o frigorífico quando chega a casa.

O mesmo para o exercício físico… Há sempre algum evento, algum encontro ou alguma tarefa que se sobrepõe à prática de exercício físico. Isto até a prática de exercício físico ser uma prioridade na vossa vida. Pois nessa altura, o tal evento ou o tal lanche fica para mais tarde. Mas como é óbvio, isto não significa deixarem de estar com as pessoas ou de irem a jantares.. O objetivo é apenas marcarem para outra hora de forma a conseguirem ir ao ginásio, ir correr ou andar…

Todos trabalhamos, todos temos as nossas ocupações, todos nós arranjamos desculpas para não conseguir fazer… Sejam mais fortes que a vossa maior desculpa!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

LOGO_HORZ_P&V.png