, ,

Férias na praia | Refeições da Maria nestes quatro dias (Pequenos-almoços, lanches e refeições)

, ,

Partilha pessoal | 5 dias da semana (almoços, lanches e jantares) + 7 truques para vos ajudar a organizar a semana

 

A minha semana, mais uma semana, e desta vez, com vários almoços fora. Não é coisa que goste, porque prefiro comer em casa. Sei o que como, de que forma é confeccionado e faço as refeições à minha maneira. Quando é fora, não é tão controlado porque apesar de ter alguns cuidados com as refeições que escolho, nunca é realmente como eu gosto.
Pequeno-almoço: Tem vindo realmente a ser uma das refeições que ADORO, que me dá mesmo imenso prazer. Então se tiver mais tempo para conjugar todos os alimentos que gosto, ainda melhor. Esta semana foi desde panquecas de aveia (receita aqui), waffles (receita aqui), a ovos mexidos e/ou simplesmente iogurte com fruta e frutos secos (não tirei fotografia).

 

– Almoço/Jantar: Podem ver aqui as minhas refeições desta semana. Como disse, muitos deles foram fora, mas teve mesmo de ser. Foi desde salmão e bife grelhado, legumes salteados com ovos (no carro), e uma refeição quente do wok to walk com base de quinoa, cogumelos e peito de frango. Genteeee, tenho uma opinião bem formada das nossas refeições fora: só não comemos saudável se não quisermos. Podemos sempre pedir para fazer alterações ao prato, pedir mais legumes/salada e não optar pelas entradas e pela sobremesa. Aliás, e como podem ver na fotografia, para mim entradas é sinónimo de sopa.

 

– Lanches: Depende muito da minha tarde e das consultas, ou seja, se posso ou não fazer um lanche mais composto. Quando é mais a correr, normalmente levo bolachas de arroz, ovos cozidos e/ou frutos secos, que são alimentos bastante práticos e rápidos de comer. Quando tenho mais tempo, como ontem, optei por um lanche maravilhoso que foi queijo fresco com fruta (vejam a fotografia em baixo).

 

 

Além disso, nunca esquecer o exercício físico. Como costumo dizer, organizo-me consoante as consultas, ou seja, se sei que há um dia ou outro que dou consultas até mais tarde, corro dois dias seguidos. Num dia faço 5Km e noutro 8Km. Há muitas vezes em que me custa, é verdade, mas no final a sensação é ótima!

 

Agora aqui ficam vários truques que me ajudam a organizar a minha semana: 
 
Para o pequeno-almoço e lanches:
 
– Ter sempre em casa: Flocos de aveia, fruta, queijo fresco, frutos secos, iogurtes, abacate, ovos…são os alimentos que eu tenho sempre em casa. E porquê? Depois de manhã é só perceber o que me apetece e juntar! Não dá trabalho nenhum e é bem rápido juntar por exemplo iogurte, fruta e sementes. Fazer ovos mexidos ocupa sempre mais um bocadinho de tempo, mas na minha opinião, não é por aí… Ou seja, não dêem hipótese para não ter alimentos em casa que vos façam não tomar o pequeno-almoço e ir ao café ou então nem comer nada de manhã!
 
– Marmitas pequenas: ahaha podem crer que dá imenso jeito! E porquê? Não ocupa quase espaço nenhum e cabe nas malas e/ou pastas! Se não tiverem talvez não levem o lanche da manhã, já pensaram? Frutos secos, queijo da vaca, ovo cozido, cenouras cruas… tantaaa coisa que pode ser! Nem que seja só pegar no saco dos frutos secos e colocar na mala, tem de ser
 
– Porta-luvas com comida: E porquê? Não sei se vos acontece por vezes os vossos planos são alterados e secalhar vão mais tarde para casa, mas a mim acontece-me. E isso resulta em quê? Fome fome fome! E o que é que me safa? Os frutos secos ou as bolachas de arroz que tenho no carro! E porquê? Porque não quero mesmo passar por algum lado e ´comer qualquer coisa´.
 
Para as refeições:
 
– Alimentos práticos e rápidos de fazer, sempre! Ora bifes de peru ou de frango, ora ovos, perna de peru, latas de atum, salmão ou dourada. São alguns dos alimentos que comprei esta semana. Só para verem, comprei cerca de 1kg de bifes de frango, 5 postas de salmão e 4 douradas, ou seja, dá para vários dias caso não haja mais nada. Claro que não me apetece comer sempre a mesma coisa, mas realmente acho que por vezes, quando não há outra forma, lá terá de ser.
 
– Imaginação: Como não apetece comer sempre o mesmo, que tal ter imaginação para com os mesmos alimentos, fazer refeições diferentes? Por exemplos, os bifes de frango tanto dá para grelhar como dá para desfiar e fazer uma salada fresca (ainda por cima com este tempo é mesmo o que apeteceeeee). O salmão a mesma coisa: tanto para grelhar como para fazer uma salada fria ou até um arroz de salmão. O que acham?
 
– Pensar com a mínima com antecedência: Pessoal, isto é a chave! Deixar os alimentos a descongelar de manhã, o que é que custa? Senão é bem mais difícil preparar o jantar, não acham? Senão têm de optar por descongelar os alimentos no momento  através do microondas. Poderá ser uma hipótese mas seria melhor deixar a descongelar de manhã. No entanto, quando tal não acontecer a minha dica é: OVOS ou SALADA DE ATUM! Não há hipóteses para jantar sandes ou cereais, mesmo!
 
– Sopa pronta: Como já perceberam sou fã de sopa tanto no inverno como no verão. Acho que não há razão para não a comer em qualquer época do ano, a não ser que esteja numa esplanada com 40ºC! Agora, para conseguir comer sempre sopa antes do almoço e do jantar ela tem de ficar pronta ou ao fim-de-semana, ou então, num dia de semana em que tenha mais tempo, senão já sei que com o trabalho que temos, ninguém a irá fazer.
Sigam a nossa página no facebook e no instagram 😍
Para marcação de consultas e/ou informações:
Email: mariagama@poetenalinha.pt |
Telemóvel: +351 927 508 410

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

,

4 dicas para aumentar JÁ o consumo de legumes à refeição

Gente, hoje vou falar de legumes. E porquê? Porque às vezes acho que vocês não acompanham as refeições com a quantidade de legumes ou salada adequada porque não têm sabor! Pessoal, tem de vos dar prazer comer legumes ok?!? Mas também vos digo, têm de aprender a comer, não podem desistir de tentar porque os hábitos saudáveis também têm de ser criados!
 
Algumas dicas que acho importantes para conseguirmos fazer legumes saborosos:
  • Variar a confeção: Minha gente, claro que podem fazer cozidos, mas vamos admitir que comer legumes cozidos todos os dias, sem qualquer sabor não tem muita piada… concordam?!? Gosto de legumes cozidos com peixe cozido por exemplo, mas secalhar com uma carne já diria uns legumes estufados ou salteados. O que acham? 
  • Escolher os legumes certos: Claro que se andarem a comer os mesmos legumes já não há quem aguente passado uns tempos, certo? Eu falo por mim! Há tanta mas tanta variedade, só acho é que precisam de estar disponíveis para terem tempo para fazer a melhor escolha no momento da vossa compra: Cenoura, Beterraba, Espargos, Courgette, Brócolos, Couve-flor… tanta variedade! 
  • Inventar: Na minha opinião, dá para juntar tudo para cozinhar! É só cortar tudo em pedaços pequenos ou ao vosso gosto, colocar no tacho ou na wok e voilá… especiarias, ervas aromáticas, azeite… e está feito! Alho picado, coentros, salsa, são tudo adições que podemos fazer e que dão um ótimo sabor aos legumes!
 

Não desistam de comer legumes. Se queremos ser saudáveis, temos de querer mudar! Não há milagres. Na minha opinião, tem de existir sempre legumes à refeição e não há desculpa para não os ter. São bem mais importantes que fazer o arroz ou a batata, mas disso nunca nos privamos… não acham?

Ficam aqui algumas receitas de legumes:

Vejam as minhas refeições em baixo. Por acaso são todas com bife grelhado (coincidência), mas vejam as cores do prato. Estas cores significam nutrientes, vitaminas!! É disto que precisamos!

Escolham uma wok, uma frigideira ou uma panela para fazerem os vossos legumes. Não há nada que seja mais fácil. Outra dica é também optarem por legumes frescos embalados (utilizo muitas vezes), para quando não há tempo para arranjar os legumes. Se sabem que a vossa vida é cheia de trabalho, sem tempo, é essa a solução!

E assim, aqui ficam algumas sugestões de panelas que podem servir para a confeção de legumes:

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha