, ,

10 truques para poupar nas compras de Natal

Já têm as compras de supermercado todas despachadas? Ou ainda faltam algumas? Que tal termos atenção a alguns aspectos de forma a não gastarmos um exagero de dinheiro? Ora são as promoções, ora são as ilhas nos supermercados, tudo serve de desculpa para comprarmos!

Antes de passarmos às dicas, deixo aqui algumas publicações que vos podem interessar para esta época:

 

Sendo assim, aqui ficam algumas dicas importantes:

 

Planeie: Ir às compras sem qualquer tipo de organização não ajuda nada! É super importante termos uma pequena lista com o que nos falta em casa, senão é muito mais fácil comprar em demasia e alimentos de que não precisamos. Normalmente utilizo as notas do telefone ou então uma aplicação ´ourgroceries´ que me ajuda bastante. Pensem em tudo o que querem colocar em cima da mesa e façam uma lista com esses alimentos de forma a não se esquecerem de nada.

 

O mais natural possível: Outro aspeto super importante nas nossas compras é ir aos corredores/zonas que têm os alimentos mais naturais possíveis. Ou seja, deixar de lado os industrializados e processados, ou pelo menos, diminuir essa utilização. Podemos e devemos comprar fruta em vez de sumos de fruta, tomates em vez de polpa de tomate…e por aí em diante! Quanto temos ingredientes tiver na lista de ingredientes um alimento, melhor é. Não se esqueçam que lá por ter escrito no rótulo ´diet´ou ´light´não significa que pode ou deva fazer parte do seu dia-a-dia, pois garanto-lhe que não. Além disso, esses alimentos fazem com que seja um gasto extra, não sendo de todo preciso no nosso dia-a-dia.

 

Saia de casa sem fome: Eu sei que toda a gente já sabe isto, mas quantas vezes vai às compras com fome?!? Não pode ser! Nessa altura só nos apetece asneirada, é que é mesmo assim! Faça uma refeição antes de sair de casa, ou o almoço ou o lanche… não vá de barriga vazia porque não ajuda nada, o que muitas vezes resulta em comprar alimentos que não precisa e por isso mesmo gastar mais dinheiro. Para o natal é o mesmo! Se for com fome acaba por comprar várias embalagens de chocolates, batatas-fritas, rissóis, croquetes…! Não precisa de nada disso e nem são alimentos típicos desta época.

 

Data e hora marcada: Não faça compras quando está com pressa ou quando o supermercado está cheio de gente. Se for com tempo, a escolha alimentar será mais acertada.

 

Não se entusiasme por embalagens publicitárias atrativas: os hipermercados e as suas estratégias de marketing (preços mais baixos, embalagens apelativas) fazem com que diversas vezes caiamos na tentação de trazermos mais do que realmente precisamos. Então agora nesta época há imensas promoções e descontos, principalmente de alimentos que não interessam muito. Ora são chocolates, donuts… nem passe por esses corredores, vá em piloto automático! Não pondere as possibilidades: “No caso de” … “ Para o caso de receber uma visita”

 

Leve mais legumes e vegetais para casa: Passamos muito pouco tempo na zona dos produtos frescos. Vamos ter atenção a isso e analisar melhor todos os vegetais e legumes que temos à nossa disposição. Os legumes frescos são mais baratos que os legumes congelados, sendo por isso uma forma de poupar nas suas compras. No entanto, já sabem que é sempre bom ter uma ou duas embalagens de legumes congelados para quando não temos tempo para arranjar legumes frescos.

 

Compre simples: Opte por produtos simples. Iogurtes naturais ou de aroma, cereais sem adição de chocolate/morango, leite simples em vez de chocolate, são alguns exemplos. Quanto mais simples, mais barato. Se há alguma entrada que quer preparar com este tipo de produtos,  já sabe.

 

Não olhe apenas para a prateleira ao nível dos olhos: Normalmente, os hipermercados colocam os alimentos mais calóricos na prateleira ao nível dos olhos, uma vez que a nossa tendência é pegar no primeiro alimento que vemos, e não, analisar os restantes. Neste sentido, dê uma vista de olhos a todos os produtos, de forma a fazer a escolha mais acertada;

 

Experimente comprar online, a probabilidade de comprar apenas o necessário é maior, e por isso mesmo resulta numa grande poupança na carteira.

E não se esqueçam de incluir frutas, frutos vermelhos e/ou frutos secos na vossa mesa. Em vez de a encherem de chocolates, rissóis, croquetes.. tentem também fazer entradas e opções saudáveis. Podem ver nestas imagens algumas ideias e se carregarem têm acesso aos seus preços.

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *