, , ,

DIA DA ASNEIRA! Sim ou não?! Deixo a minha opinião!

Ora bem…hoje é sexta-feira e a probabilidade de alguns erros alimentares é maior. Acertei? Ou então, pelo menos, muitos de nós espera pelo fim-de-semana para comer certos alimentos que deixa de lado durante a semana e existe o pensamento de ´como é fim-de-semana´, é à  vontadinha. Normalmente existem festas de aniversários, jantares com família ou amigos, casamentos, baptizados… ou seja, uma diversidade de eventos que nos podem levar a ter uma alimentação diferente do que é habitual.

Se temos eventos especiais ao fim-de-semana, ou até durante a semana, considero que podemos fazer uma refeição diferente, de acordo com o que está disponível. Ou seja, e imaginemos que fazemos anos ou que o seu marido/a sua mulher ou os seus filhos fazem anos..claro que vamos comer um bocadinho do bolo de aniversário! Sou contra o fundamentalismo, o que acontece muitas vezes. No entanto, comer uma fatia de bolo é bem diferente de comer batatas-fritas à refeição e todas as sobremesas que existem em cima da mesa. São coisas bem distintas.

No entanto, se não existe qualquer evento importante ou em que faça “sentido” ter um tipo de alimentação diferente, porquê ter de o fazer? Isso também não me faz sentido. Ou seja, “se não existe razão” para comer uma sobremesa porque é que o temos de fazer? Porque é fim-de-semana?!?!? Não me parece… A minha sugestão é: Avaliem e se o fizerem, façam-no conscientemente! Não faz qualquer sentido ter dias intutulados para fazer asneiras. As asneiras ou erros alimentares devem acontecer quando fizer sentido e quando se proporcionar, mas claro, com conta peso e medida. Não é por ir jantar fora que temos de comer mal! Não é por ir a aniversários que temos de comer este mundo e o outro! Há sempre uma opção melhor a fazer e o segredo está aí!

Além disso, e sabendo que tais eventos existem, que tal organizarem-se com antecedência de forma a conseguirem praticar algum tipo de exercício? Ou seja, ir dar uma caminhada, ir ao ginásio, ir correr… consoante o que gostam e o vosso dia-a-dia. Como já vos disse, faz tudo parte de um estilo de vida, sem radicalismos. Podem ver como me organizo em dias de aniversário/casamentos nesta publicação. Como já disse também várias vezes, a forma como nos sentimos ao praticar desporto faz a diferença, e por isso deixo aqui algumas ideias de roupa de desporto que têm cores de que gosto e que estão em promoção 🙂

 

Na minha opinião, acho que há várias razões que nos fazem ter um fim-de-semana não saudável, e que para quem quer perder peso, ajuda portanto a aumentar de peso:

É o desenrasca:

  • ´Como estou de fim-de-semana e trabalho a semana inteira, não me apetece fazer comida ao fim-de-semana´. Minha gente, compreendo que queiram descansar ao fim-de-semana (tal como eu), mas isso não é desculpa para deixar os bons hábitos de lado! Até podem não querer ter trabalho a preparar refeições, mas se quiserem (e só vocês é que podem querer) ter uma alimentação saudável, podem bem fazer uma salada de atum, que demora 10 minutos a preparar, em vez de encomendarem uma pizza ou hamburguer´s! Para isso, encomendem frango de churrasco e façam um arroz (que demora 9 a 10 minutos até estar pronto)… e não me digam que abrir um pacote de batatas-fritas dá menos trabalho porque não aceito. Isto não significa que também não hajam erros, porque também os faço, mas isso é bem diferente de TODO o dia erros alimentares.

Sofá: 

  • Ora pois é! Há quem considere que o fim-de-semana é para descansar e por isso mesmo passa o dia todo de sofá. Certo? Concordo com a parte do descansar, mas discordo com a parte ´todo o dia de sofá´. Descansar é para cada um de nós o que quisermos que seja, ou seja, descansar até pode significar fazer uma caminhada ou uma corrida, pois vos garanto que relaxa e distrai bastante a nossa cabeça após uma semana de trabalho. Podem até passar o dia todo de sofá, mas acham que é uma hora de caminhada que vos vai fazer diferença? Normalmente aconselho a fazer logo de manhã para não influenciar a logística da família/casa.
  • Além disso, passar o dia de sofá a ver filmes muitas vezes é sinónio de ´petiscos´, o que também não contribui nada para o dito estilo de vida saudável. Que tal uns frutos secos com 1 quadrado de chocolate derretido para quando apetece um doce? Ou bolachas de arroz partidas com canela?

Comer e beber à fartazana:

  • É comum ao fim-de-semana pensar ´epa, estou mesmo a precisar de descansar, depois de uma semana de trabalho e por isso vou comer tudo o que me apetecer´. ERRADO! É assim, concordo que ao fim-de-semana hajam por vezes refeições e alimentos diferentes que durante a semana, semana esta em que a maioria das vezes andamos sempre a correr de um lado para o outro… mas à ´vontade´ não é à ´vontadinha´, até porque não faz sentido.
  • Para contrariar este sentimento, também durante a semana tem de fazer refeições do seu agrado e saborosas, de forma a ficar satisfeito com a sua alimentação, porque realmente se andar a cozidos e grelhados 5 dias da semana, 10 refeições, não há quem aguente!

Por isso mesmo, deixo algumas dicas para quando temos esse tipo de eventos na nossa casa:

  • Entradas: Qual é o problema de oferecer uma sopa aos convidados? Pois, não estamos habituados! Mas devíamos começar-nos a habituar! Primeiro ajuda a controlar imenso o que comemos de seguida e segundo, faz com que não comamos tantos petiscos. Queijo fresco com tomate cherry, palitos de cenoura, omelete de forno, cogumelos salteados, requeijão enrolado em pepino, ovos recheados… há bastantes opções de entradas! Vamos lá deixar de lado os rissóis, croquetes, pão de alho, chouriços…alimentos que não nos fazem bem nenhum, e que só nos fazem não comer o prato principal. Receitas: Chuchu recheado, Quiche de frango, Pimento recheado.

rolos de pepino.jpg

 

  •  Menu: Tenha em atenção o tipo de prato e opte por assados, estufados, grelhados ou cozidos. Deixe de lado os fritos (batatas fritas) e salteados. Lá porque talvez seja muita gente para o jantar, não precisa de fazer um bacalhau com natas ou uma lasanha. Porque não optar por fazer uma perna de peru, polvo/pota, pargo… há tantas opções! Depois é só fazer batata-doce (pode aproveitar o calor do forno) ou um arroz e legumes para acompanhar. Receitas: Strogonoff de frango, Salmão no forno com paprika, Lasanha low-carb, Chips de batata-doce, Perna de peru no forno.

IMG_0771.JPG

  • Sobremesa: Fruta fresca, cozida ou assada. Pode também optar por salada de fruta. Por exemplo, triturar um iogurte com manga e resulta em mousse de manga… Há sempre uma forma de agradar os convidados e não é preciso ter sempre sobremesas. Estamos é mal habituados 🙂 Ou quem sabe, fazer umas panquecas a acompanhar com puré de fruta e frutos secos e…para os mais gulosos, 1 fio de mel?

fruta assada.jpg

  • Saladas: Tempere com azeite e vinagre. Deixe de lado molhos de mostarda ou ketchup. Neste tempo as saladas não apetecem tanto porque está mais frio, mas pode sempre optar por um estufado de legumes ou legumes na wok. Fica super saboroso e é um ótimo acompanhamento para as refeições.
  • Bebidas: O melhor é a água já sabe. Senão beba 1 copo de vinho ou uma cerveja. Deixe de lado refrigerantes (se tiver mesmo de ser, opte por light ou zero). Porque não fazer um sumo de fruta natural ou uma limonada?
Espero que gostem, que comentem e que partilhem! 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

4 respostas
  1. Rosa Maria says:

    Acho que faz sentido em ocasiões especiais (como as referidas) comer alguma coisa que nos apetece mesmo. Uma asneirita vá. Agora se estamos a tentar fazer uma alimentação melhor, mais saudável, ter um dia na agenda para fazer asneiras, de facto não faz muito sentido.
    Como dizia a Isabel Silva numa das apresentações do livro, quando come um pastel de nata é um momento especial, se coemr todos os dias já nem sabe da mesma maneira.

    Responder
  2. Beatriz says:

    Para mim faz sentido de vez em quando sim. Tenho cuidado mas há momentos ou dias/ocasiões especiais em que não me nego a algo menos FIT.
    Também não vivemos só para que seja tudo certinho, estragos fazem falta. Desde que não se abuse claro…

    Responder

Trackbacks & Pingbacks

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *