, , , ,

Omelete de claras com peru e tomate

Uma receita que podem experimentar e que acho que vão gostar! Bem simples e muito fácil de fazer 🙂

Ingredientes:

  • Claras (100ml) – deixo aqui em imagem um exemplo de claras que podem utilizar
  • Peru desfiado (30g)
  • Tomate (1/2)
  • Orégãos q.b

 

Modo de preparação e confeção:

  • Numa tigela bata as claras com um garfo até que elas fiquem “fofas”
  • Acrescente o peru, o tomate, o sal e os orégãos e misture bem todos os ingredientes.
  • Numa frigideira antiaderente bem quente, coloque a mistura anterior
  • Coloque o lume baixo e tampe a frigideira por cerca de 5 minutos. Após 5 minutos, verifique se está firme para virar com o auxílio de uma espátula.
  • Deixe cozinhar até ficar pronto, cerca de 3 minutos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

5 truques para controlar a vontade de comer doces na Páscoa

Pois bem, a minha maior dificuldade (sim, eu também as tenho), são as sobremesas. Eu sou mais de doces do que de salgados e acaba por ser um desafio quando as tenho à minha frente e tento resistir. No entanto, já há algum tempo que tenho vindo a fazer um trabalho nesse sentido, e o mais engraçado, é que tem resultado. Eu sei bem o que é estar com imensas sobremesas ao nosso lado e apetecer comer uma grande quantidade. Então agora vamos lá falar de alguns truques que vou aplicando:

 

FRACCIONAR REFEIÇÕES: Podem achar que não, mas estar bem ´comido´faz toda a diferença. Ou seja, fazer as refeições todas desde manhã até à hora de almoço/jantar faz toda a diferença. Porquê? Porque não chegamos esfomeados!! Se eu for cheia de fome para um jantar em que vai haver sobremesa é bem mais fácil que queira a sobremesa do que se estiver controlada. Por isso mesmo tentem fazer isso!! Nestes dias tem de fazer todas as refeições, não saltando nenhuma!

 

COMER BEM: Quem gosta muito de sobremesas de certeza que deve saber isto: Ah… vou comer pouco à refeição para depois tirar a barriga da miséria nas sobremesas! Adivinhei ou não? Hoje em dia eu faço questão de comer muito bem na refeição que está à minha frente de forma a que depois não consiga mesmo comer muitas sobremesas e em quantidades exageradas. Tentem fazer o mesmo, pois mesmo que queiram, não vão conseguir comer, ou seja, já vos vai estar a ajudar 🙂

 

LEVANTAR-SE: Podem rir-se de mim, mas é verdade! Por vezes levanto-me e vou arrumar a loiça por exemplo. Desta forma consigo não ficar a olhar para todas as sobremesas que estão em cima da mesa. Além disso, há imensas vezes que nós só comemos a sobremesa porque está mesmo a olhar para nós e não porque gostamos, é só mesmo porque sim. E essas não valem mesmo nada a pena.

 

PILOTO AUTOMÁTICO: Se não é para ser, não é! Ou seja, defino muito bem na minha cabeça como é que vai ser a minha semana e se há jantares pelo meio e ´quando´ é que me faz sentido optar por este tipo de alimentos. E digo-vos já, dá-me muito mais prazer ao fim-de-semana, ao pé da minha família e/ou amigos, do que durante a semana só porque sim. No entanto, não é só porque é fim-de-semana que o faço! Por isso mesmo, nestes dias , pensem o que é que vos faz sentido comer e não comam só porque sim. Valorizem esse momento, desfrutem e saboreiem.

 

EXERCÍCIO: E vocês perguntam, o que é que isso tem a ver? Tem, e não é pouco! Quando vou correr ou fazer PT fico com mais energia, mais bem disposta e com menos vontade das tais asneiras. Só nos faz bem e na minha opinião não há desculpas para não fazerem nem que seja uma caminhada estes dias, já que é fim-de-semana grande… não há tempo?! Não há tempo se não quiserem, isso sim. Aqui ficam mais alguns artigos que são mesmo o meu género e que vos podem também incentivar a praticar exercício, porque realmente sentirmo-nos bem faz toda a diferença.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

, , ,

Lasanha Low Carb

Aqui fica a tão pedida receita da Lasanha Low Carb! Ficou deliciosa e é uma forma meia que enganada de comer lasanha 🙂 Ou seja, é uma forma de variar, de comer a lasanha que tanto quer, só que com pequenas (grandes) alterações, mas que realmente a deixa mais saudável.

Vamos lá à receita:

Ingredientes:

  • Bifes de peru (400g)
  • Cogumelos (200g)
  • Cenoura (3)
  • Beringela (3)
  • Tomate fresco (2)
  • Cebola (2)
  • Cerveja (1)
  • Queijo ralado (1,5 embalagem)
  • Sal q.b
  • Pimenta preta q.b
  • Alho (3 dentes)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Modo de preparação e confeção:

  • Pique os tomates frescos e as cebolas no 1,2,3. Coloque na wok com 1 colher de sopa de azeite, sal q.b e cerveja e deixe refogar.
  • Pique os bifes de peru num processador de alimentos de forma a ficar em carne picada.
  • Coloque a carne de peru picada na wok, junte a pimenta preta e deixe cozinhar durante cerca de 15 minutos (vá mexendo).
  • Corte em fatias finas as cenouras, os cogumelos frescos e a beringela. Reserve.
  • Grelhe as fatias de beringela e comece por fazer uma camada no pirex de forno.
  • Coloque uma camada de cenoura, carne picada e depois cogumelos. Por cima, o queijo ralado.
  • Repita o processo mais uma vez para ter duas camadas de beringela, carne, cogumelos, cenoura e queijo ralado.
  • Coloque no forno cerca de 30 a 40 minutos e… delicie-se 🙂

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , , ,

Ideias de snacks para ter em cima da secretária

Passar o dia todo dentro do escritório é bastante comum, muitas vezes sem tempo para comer. Por isso mesmo, é importante que tenhamos alimentos no trabalho que nos permitam não passar o dia todo sem comer, ou então, a optar pela máquina automática ou pelo café na esquina do prédio. Quantas vezes passa muitas horas à secretária e se esquece de comer?! Quanto mais termos de nos levantar para preparar… Pense em alimentos práticos e transportáveis, que facilitem os seus snacks e que não dêem muito trabalho.

  • Frutos Secos: Pode ter sempre uma marmita com alguns frutos secos na sua secretária, desde que não sejam fritos nem salgados. No entanto, tem de ter cuidado com as doses que consome, uma vez que são alimentos calórico e com gordura.

IMG_3881.JPG

  • Bolachas de milho ou de arroz: Os pacotes grandes podem não ser muito práticos, mas agora já existem pacotes individuais. Não costumo sugerir bolachas de arroz ou de milho aos lanches, mas para quando não temos mais nada, acho que pode ser um alimento que pode estar sempre na nossa gaveta.

IMG_6399.JPG

  • Ovos: Uma boa opção para meio da manhã ou meio da tarde. Não custa nada a fazer e é super prático, uma vez que podem logo cozer logo 2 ou 3 ovos a contar com vários dias. É meio caminho andando para facilitar os seus lanches.

IMG_5887.JPG

  • Iogurte natural ou vegetal, queijo fresco ou vegetal, babybell): É só abrir e comer. Podem juntar com uma peça de fruta ou frutos secos por exemplo.

 

  • Fruta fresca, a qual pode associar por exemplo a frutos secos ou a um queijo fresco. Dependendo dos dias, pode ter as que são mais fáceis de comer como banana, maçã, pera. Além disso, caso não queira comer fruta fresca porque ´demora mais tempo, pode sempre optar por maçã cozida ou pera, que é só comer à colher.

12573717_1035181316525839_35639358967888611_n.jpg

  • Iogurte + flocos de aveia | Papas de aveia: Pode ir preparado de casa. Enquanto fazem o jantar no dia anterior, preparam o vosso frasco para o dia seguinte e ficam com o vosso lanche pronto. Para quem não conhece, aqui fica uma imagem em baixo. O truque é mesmo comprar uma ´carrada´de pacotes para ter sempre em casa, assim não há desculpas 🙂

IMG_1154.JPG

  • Panquecas: Façam em grande quantidade ao fim-de-semana e fica para vários dias. Claro que o objetivo não é para fazerem todos os dias senão acabam por ter bastante trabalho, é mesmo despachá-las para vários dias. Quem diz panquecas, diz bolo da caneca, waffles..

IMG_4529.JPG

  •  Palitos de cenoura ou de aipo, tomate cherry, frutos vermelhos: É que é só mesmo pegar e começar a comer! Podem até “mergulhar” em iogurte natural. Quando apetece “petiscar” podem ter frutos vermelhos em cima da mesa, assim vão comendo e não vos apetece outro tipo de alimentos.

tomate cherry, queijo fresco_Põe-te na linha.jpg

Facilitem, não compliquem nem arranjem desculpas.

Se por vezes não têm frigorífico no trabalho, levem covetes de gelo para acondicionar as vossas marmitas.

Caso queiram ter receitas novas para levarem para os vossos lanches, podem ver no meu E-BOOK, aqui 🙂

 

Acho que é fundamental preparar os lanches em casa e é o que eu costumo fazer! Só mesmo em raras excepções em que vão de viagem ou que vão de férias, poderá ser uma hipótese optarem por algum tipo de snack já preparado para vos facilitar a vida. Encontrei estes snacks de maçã desidratada, com diversos toppings, e que são constituídos apenas por maçã desidratada!

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

5 dicas para deixar de comer compulsivamente

Vamos lá falar de um tema que penso ser comum a muitos de vocês. Como evitar comer compulsivamente e o que podemos fazer no nosso dia-a-dia para tentarmos evitar isso.

Experimente! Estamos tão habituados a determinados tipos de alimentos que muitas vezes não variamos nada o nosso dia-a-dia. Adivinhei? Que tal começar a experimentar novos alimentos? Novos sabores? Novos aromas? Tem maior probabilidade de descobrir um alimento que adore e que seja saudável 🙂 Por exemplo, há uns tempos não me imaginava a comer ovos mexidos ao pequeno-almoço e agora adoro. Sinto que me controla bastante a vontade de comer ao longo do dia.

Construa a sua marmita com comida que goste! Quando fizer o seu jantar, tente cozinhar em quantidades suficientes para mais dias. Além disso, é importante que leve comida que lhe dê prazer, pois se levar um bife de peru grelhado com salada para o seu almoço, muitas vezes acontece que não lhe apeteça esse almoço e acaba por ir comer fora. É importante que leve um almoço ao seu gosto. Estufados e/ou guisados também são opções saudáveis, desde que não ingira o molho.

Arranje um escape que não seja a comida: Se pensarmos bem, muitas vezes a ingestão de comida está muito relacionada com um refúgio. Ou seja, quando estamos mais chateados/tristes/irritados, é bem provável que as opções alimentares não sejam as mais corretas, e que a quantidade ingerida seja bem maior do que normalmente. Qual é a minha dica?!? Nesses dias, em vez de se sentar a comer, vá dar uma caminhada, pegue num livro, vá passear com um amigo(a). Ou seja, vá relaxar de outra forma! Posso-vos dizer que isso também me acontece e o meu escape é a corrida. Sinto-me completamente renovada quando ao fim de um dia stressante vou correr nem que sejam 2km. Podem ver nesta publicação como comecei a praticar desporto, caso precisem de algumas dicas.

Dê uma volta à sua despensa: Primeiro que tudo, retire os inimigos de sua casa. É bem provável que nos dias em que está mais stressado acabe por os ir buscar. Se não os tiver, acaba por ir buscar algum tipo de alimento, mas mais saudável. Compre uma grande variedade de alimentos ´do bem´. As cores dos legumes, das frutas, a arrumação da nossa despensa também influencia, e bastante, a vontade de experimentar e de manter uma alimentação saudável.
Aceite as suas limitações: Cada vez mais refiro que temos de aceitar como somos e as nossas limitações. O que é que quero dizer com isto? Que temos de assumir que por vezes precisamos de um doce, ou de um alimento que nos conforte… sim, isso também me acontece! No entanto, e ao dizer que temos de assumir essas limitações do nosso organismo, também considero que temos de fazer escolhas conscientes e que podemos/devemos pensar de que forma é que podemos ´albradar´ a coisa e tentar optar por algo mais saudável. Por exemplo, quando me apetece um doce, em vez de optar por bolachas, bolos, produtos industrializados, muitas vezes opto por manteiga de amendoim. Ou seja, acabo por fazer o que me apetece, mas de forma mais consciente. Isso é meio caminho andado para nos sentirmos bem e não ficarmos com peso na consciência. Quero dizer com isto que… como é óbvio não é objetivo andar a comer manteiga de amendoim às colheradas antes de ir dormir, mas acaba por ser uma melhor opção comer um pouco de manteiga de amendoim com frutos secos do que comer meio pacote de bolachas! Costumo comprar a manteiga de amendoim da prozis, e deixo aqui em baixo na imagem um exemplo tanto de amendoim como de amêndoa! Podem por exemplo, juntar uma colher de flocos de aveia também.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

12 alimentos que não podem faltar em sua casa para ser SAUDÁVEL

Hoje em dia existe uma maior preocupação em ter uma alimentação saudável, o que me parece ótimo! Desde que, não seja apenas uma moda! No entanto, existem muitas pessoas que consideram que ter uma alimentação saudável é difícil e por isso mesmo com esta publicação quero mostrar que não é! Porque na realidade, essa dita alimentação saudável depende muito dos alimentos que temos em casa, uma vez que a nossa alimentação dependerá disso mesmo! Porque, apesar de até podermos ter de fazer algumas refeições fora de casa, podemos sempre fazer o pequeno-almoço em casa, e levar os snacks e lanches para o trabalho.

Assim, para facilitar a vossa vida em termos de organização, existem alguns alimentos que não podem faltar em casa uma vez que é meio caminho andado para que tudo corra bem! E já que estamos a entrar no fim-de-semana, nada melhor que ler já esta publicação para pôr em prática na ida às compras.

Flocos de aveia: Um tipo de cereal que dá imenso jeito para todas as receitas cá de casa. Ora para as panquecas, para os queques, para as waffles, uma vez que dá para utilizar em flocos ou então triturar para ficar em farinha. Além disso, e se pensarem, só para despachar é só colocar numa taça com iogurte e fruta e voilá… fica pronto para comer, ou para levar! Relativamente a outro tipo de cereais, é baixo em açúcar e possui proteína e fibra.

Ovos: Um alimento com grande valor nutricional e muito versátil. Dá para cozer, para fazer mexido e também serve para todas as receitas de snacks que podem ir fazendo ao longo da semana. Se não há tempo para fazer um jantar quando chegam a casa às 21h00, mexem uns ovos e já está! O mesmo para quando não têm lanches para levar para o trabalho: cozem dois ovos e já está! Facilitem ao máximo o vosso dia-a-dia e não compliquem, porque senão, é muito difícil.

Atum: Serve para despachar um almoço e/ou um jantar bem rápido. Se por vezes não há tempo, sabendo que têm uma lata de atum na dispensa, já sabem que pelo menos têm alguma coisa para comer e não estão constantemente a pensar ´e agora…? o que vou fazer quando chegar a casa para conseguir ter uma refeição saudável?’… pelo menos a mim descansa-me bastante porque sei que pelo menos tenho alguma coisa disponível.

Fruta: Muito versátil e fácil de transportar. Claro que existem frutas mais fáceis de transportar e de comer, como a banana, maçã ou pera e por isso mesmo podem sempre optar por este tipo de fruta quando o tempo é pouco. Num instante comem fruta e frutos secos, ou fruta e ovo cozido, sem nenhuma ciência. Podem deixar a fruta mais ´complicada´de consumir para quando estão em casa e podem descascar, lavar as mãos etc…

Legumes frescos: São mesmo obrigatórios e não podem faltar em casa. Sempre que vão ao supermercado podem aproveitar para trazer, de forma a nunca faltar em casa. Uma das dicas que dou é comprarem legumes frescos não perecíveis e que saibam que mais para o final da semana ainda é possível utilizar.. como por exemplo couve coração, couve lombarda, cenouras, courgetes.. é o que costumo fazer porque assim garanto que no final da semana ainda tenho legumes para fazer, uma vez que ficam ótimos salteados, por exemplo. No entanto, os restantes legumes podem ficar para o início da semana, como alface, agrião e espinafres.

Legumes Congelados: A teoria é bem diferente da prática, porque na realidade ter sempre legumes frescos seria o ideal. No entanto, nem sempre é possível ter tempo para chegar a casa e ter de arranjar legumes frescos para o jantar. Por isso mesmo, eu tenho sempre legumes congelados para me ´safar´ nesses dias, porque na verdade o que quero mesmo é ter legumes. Sendo assim, acho que deviam sempre comprar alguns legumes congelados para vos ajudar, uma vez que é fundamental para a organização da semana. Hoje em dia já existe ua grande variedade de legumes congelados e por isso mesmo, aproveitem para facilitar a vossa vida.

Batata-doce/Arroz/Massa: Outro alimento que não pode faltar e que também não se estrada de um dia para o outro, ou seja, dá para ter na dispensa algumas embalagens em vez de andar sempre a comprar. E além disso, podem sempre fazer em grande quantidade para vos dar para mais dias, para ajudar novamente, na organização da vossa semana. Agora… batatas-fritas e coisas de pacote… por favor, nem pensar!

Iogurtes: Tenho sempre em casa, iogurtes naturais. Nada de aromas, de pedaços ou de polpas. Se quiser adicionar alguma coisa, adiciono eu. São alimentos práticos e muito fáceis para andar sempre connosco, pelo que acho que pode ser um alimento interessante para nos facilitar os lanches e snacks. Ora para acompanhar uns frutos secos, ora para juntar flocos de aveia, num instante se prepara o lanche para o trabalho. Ter alimentos fáceis de levar e de preparar é meio caminho andado para tudo correr bem, já sabem.

Queijo fresco: Este já devem saber que adoro. Gosto imenso para acompanhar panquecas, ovos mexidos, fruta ou frutos secos. Normalmente até o levo sozinho e como à colher, gosto e não me faz confusão. Ou então, acompanho com uma peça de fruta por exemplo. É novamente fácil de transportar e de comer… mas no entanto há a questão da temperatura. Dependendo do tempo, podem optar por levar uma placa refrigeradora para manter a sua temperatura. Além disso, para quem adora queijo (como eu), é uma hipótese.

Frutos secos/Sementes: Este tipo de alimentos então nem se fala… super prático e que cabe em qualquer sítio. Podem ter sempre na mala, na gaveta do trabalho ou na mochila, para andarem sempre com alguma coisa quando apertar a fome. E rapidamente lhe juntam uma peça de fruta, um ovo cozido ou um iogurte por exemplo. Não há razão nenhum para andar a comer bolachas e bolachinhas, se temos alimentos tão mais interessantes nutricionalmente e que facilmente também os transportamos. E se por vezes a questão é o esquecimento, tenham sempre no trabalho ou então nem tirem da vossa mala.

Bifes de peru/frango: Pois é, se por vezes não vos apetece comer bife de peru ou de frango grelhado, a mim também não (apesar de gostar, não me apetece muito andar a comer isso todos os dias). No entanto, temos de perceber que é um tipo de alimento que é muito fácil de fazer e que é num instante que se prepara uma refeição, e é nisso que temos de pensar! Porque os nossos horários e a carga de trabalho muitas vezes não nos permitem ter almoços/jantares todos xpto, mas temos de nos conseguir ´safar´. Além disso, e tendo um pouco de imaginação, dá para fazer imensa coisa. Podem grelhar um bife um dia… desfiar no dia seguinte para uma salada quente… ou então fazer uma quiche por exemplo.

Salmão/Dourada/Robalo: O mesmo que referi para os bifes de frango ou de peru. São muito fáceis de fazer e de preparar. Tanto podem grelhar como até cozer, eu já o fiz. Apesar de gostar mais grelhado, quando não dá tempo, já cozi e fiz uma salada que resultou muito bem.

É só isto e nada mais do que isto! O que dá trabalho muitas vezes é pensar de que forma é que nos podemos organizar, porque depois de o fazermos é tipo ´piloto automático´. Outra das coisas que acaba por facilitar imenso toda esta gestão é também ter as marmitas ´certas´em casa, uma vez que por exemplo, não ter marmitas pequenas para levar os lanches ou snacks não ajuda nada. É importante ter esses utensílios de forma guardarem no frigorífico (panquecas, waffles.. ) e  levarem os lanches e não vos ocupar imenso espaço na mala. Aqui ficam alguns exemplos para que possam ver.

 

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

 

 

,

E-BOOK |12 receitas EXCLUSIVAS de pequeno-almoço

Pessoal, entrámos em 2018 cheios de energia e de motivação para um novo ano! Por isso mesmo, fiz um E-book especialmente para vocês! Pensei em fazer uma compilação de receitas exclusivas para experimentarem nos vosso dias! Espero que gostem!!! Tem o valor de 3,5€ e podem adquiri-lo carregando no botão em baixo.

Depois de carregarem no botão em baixo, o E-book irá ficar no ´carrinho´ no canto superior direito e aí sim, podem fazer o pagamento carregando no ´finalizar compra´. Alguma dúvida digam-me 🙂

Podem fazê-lo também através do MB WAY, pelo contacto 927508410 🙂

 

, , , ,

7 truques que me ajudam todas as semanas a ser mais SAUDÁVEL

Hoje é sobre mim, sobre os hábitos que me acompanham semana após semana, e por isso mesmo vou partilhar com vocês, para começarem a próxima semana da melhor forma! Se houver uma partilha entre nós, com motivação mútua, é bem mais fácil seguirmos um estilo de vida saudável, não acham? Quem é que deixa em comentários sobre os seus hábitos semanais? As suas dúvidas? As suas refeições?

Exercício físico: Comecei a fazer desporto há três anos. Comecei a correr, mas não gostava nada… de todo! Mas engraçado foi que fui começando a correr mais… comecei a ver alguns resultados e fiquei super motivada. Ainda me lembro de um dia em que consegui dar 17 voltas no mercado de benfica e fiquei toda contente! E se for fazer as contas secalhar foi tão pouquinhoooo 🙂 Como com o tempo comecei a gostar, depois foi tudo evoluindo e habituei-me.

Não quero que agora todos desatem a correr (está na moda não está? :)), mas sim que comecem a pensar no que gostam de fazer e o que é viável para a vossa vida. Uma vez que senti necessidade de complementar a corrida com alguma coisa, e depois de ter experimentado ginásio 100000x, tenho treino personalizado, que é realmente o que gosto e me motiva. O objetivo do meu blog é motivar-vos a conseguir ter um estilo de vida saudável e por isso deixo aqui o meu treino da sexta-feira para verem mais ou menos como é… e como me custa às vezes!! 🙂

Assim, e algumas dicas para vos ajudar:

  • Olho para a minha agenda e defino os dias em que vou correr, pois assim é mais fácil conseguir cumpri-lo. Fazer exercício é das coisas que mais gosto de fazer atualmente e que me deixam super bem-disposta e contente. É tudo uma questão de “querer”! Se às vezes não consigo correr durante o dia, corro ao fim-da-tarde/noite, mais no verão. Agora claro, nem todos os dias são como queremos e há dias em que não consigo ir… depois tento compensar.
  • Se não gostam/podem de correr, podem caminhar. Se não gostam/podem caminhar, podem nadar. Se não gostam/podem nadar, podem saltar à corda. Aconselhem-se e vejam qual o tipo de desporto mais adequado a vocês. Se não têm tempo, podem fazer um mini-ginásio em casa (há imensos utensílios que podem usar, corda para saltar, halter, tapete). Algumas dicas de como começar a praticar exercício físico e que me ajudaram, nesta publicação.
  • Organizem-se, vão às compras e preparem o saco de desporto para andar sempre com vocês no carro 🙂 Para correr comprei uns ténis e calças de desporto… faz a diferença, eu que o diga. Claro que podemos utilizar ´qualquer coisa´ para praticar desporto, mas sentirmo-nos bem e confortáveis faz toda a diferença, e por isso mesmo deixo aqui em baixo algumas ideias, algumas delas em promoção e que se carregarem têm acesso a mais.

 

 

Organizo a semana: Por vezes o tempo é curto, o cansaço é acumulado e pensar nas nossas refeições ou nos nossos lanches/snacks não é tarefa fácil e o que nos  apeteça fazer depois de um dia de trabalho. Mas na realidade, se nos organizarmos é muito mais fácil e não custa assim tanto. Além disso, quando o tempo é muito curto, com o trabalho excessivo, muitas vezes começamos a deixar algumas coisas para trás, e por vezes é a nossa alimentação. Mas, temos de lutar contra isso, ou pelo menos tentar 🙂

  • Vou às compras todas as semanas (ou pelo menos tento), com uma lista preparada para não deixar para para trás (compro imensos legumes (frescos e congelados), iogurtes, queijo fresco, frutos secos, carne/peixe, fruta, aveia, etc). Se já sei que o fim-de-semana vai ser complicado, tento passar no supermercado entre consultas para despachar algumas compras (este fim-de-semana estive num curso e por isso mesmo fui logo às compras na sexta-feira ao fim-da-tarde)
  • As refeições principais são sempre, ou quase sempre, pensadas no dia anterior à noite, e ponho a descongelar o que é preciso. Claro que por vezes têm de ser refeições muito simples porque não há tempo ou porque nem pensei no jantar, mas nesse dia saem bifes de peru, bifes de frango, ovos, atum ao natural, que são alimentos que se preparam num instante! Admito que por estes lados muitas vezes saem ovos … ovos … ovos, como podem ver em baixo. Esta semana cheguei super tarde na quarta-feira, e cheia de fome, então coloquei numa frigideira todos os legumes que tinha, uma lata de atum e um ovo… podem ver a fotografia em baixo 🙂 O que é que me fez aguentar até o jantar estar pronto? UM BALDE DE SOPA ahah 🙂 Se precisam de ideias de refeições podem ver aqui.
  • Os lanches vão sempre na marmita (ovos cozidos, frutos secos, bolachas de arroz…) Ideias de alimentos para andarem sempre connosco, aqui. No entanto, esta semana houve um dia em que fui lanchar ao café e optei por pão escuro e fiambre de aves. É como eu digo, em café ou pastelaria, a opção é sempre pão, e nunca bolos ou salgados.
  • Legumes estufados e/ou cozidos faço em grande quantidade e fica pronto para diversos dias. O mesmo se aplica ao resto, como fazer arroz em maior quantidade, batatas-doce, pernas de frango etc…Como é óbvio que gostava de conseguir cozinhar sempre todos os dias comida acabadinha de fazer que é bem mais saborosa… mas o meu pensamento é ´é a vida e tem de ser´… porque com os horários e a correria do dia-a-dia isso não é possível e não pode ser razão para deixar a alimentação saudável de lado.

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

, , ,

5 ideias de pequenos-almoços para experimentar ao domingo

Vejam estas ideias para o vosso pequeno-almoço de hoje! Que vos parece? Diferentes, saborosos, variados e cheios de cor  Tal como nos apetece logo de manhã 🙂 O mais chato pode ser ter de os fazer, mas mesmo assim não demora assim tanto tempo. Também podem sempre deixar preparado de véspera!

 Ovos mexidos com fruta e queijo fresco.

[Podem sempre variar o acompanhamento. Como vêm a primeira fotografia têm tomate cherry e a segunda tem frutos vermelhos.

É dos pequenos-almoços que mais gosto, a sério! ]

IMG_0976.JPGpoetenalinha_férias na praia (6).jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Panquecas (receita aqui)

[Eu gosto muito de começar assim o dia e é uma forma de variar. Além disso, a sua consistência acaba por ser parecida com a do pão, para quem gosta. Panquecas de aveia, de alfarroba, de arroz, há imensas formas de as fazer. Quem diz panquecas, diz waffles (receita aqui)]

IMG_1237.JPG

Pão, para quem gosta também poderá ser uma forma de começar o dia

[Eu não o costumo fazer, pois desabituei-me e percebi que quando o faço, fico com fome mais cedo. Em vez de colocarem sempre ou o queijo ou a manteiga, porque não tentar variar? Por exemplo, abacate e um ovo por cima, ou quem sabe, queijo fresco e fruta, queijo fresco/cabra/ovelha ou fiambre de aves]

[Se for ao café tomar o pequeno-almoço não tem de comer bolos ou salgados]

IMG_7202.JPG

Bolo da caneca, que me dizem? Rápido, fácil e saboroso.

[É uma forma de variar o consumo de aveia e começar o dia de forma diferente.

Este ´bolinho de aveia´ é de cacau (receita aqui), mas podem por exemplo fazer com alfarroba, é só adicionar uma colher de sobremesa]

Bolo de cacau1.jpg

Papas de aveia, para quem gosta de um pequeno-almoço cremoso e mais quente (receita aqui)

IMG_8201.JPG

O essencial é mesmo perceberem como é fundamental fazerem um pequeno-almoço saudável e equilibrado, sem escolhas incorretas, como por exemplo ir ao café e começar o dia com bolos ou com salgados. Se as férias fazem com que não estejam tão organizamos, o truque é levarem alimentos práticos para pelo menos poderem tê-los de manhã. Andar sempre com os ´vossos´alimentos facilita e muito a nossa alimentação, porque claro que se tivermos fome e não tivermos nada connosco, vamos optar pelo que há. Por isso mesmo andem sempre de mochila ou lancheira… ah e já agora, os seus filhos também, para se habituarem 🙂

E mais uma dica para sermos ´eternamente´saudáveis -> praticar exercício físico 🙂 Deixo aqui alguns produtos em promoção que são a minha cara e se carregarem tem acesso a mais 🙂

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

LOGO_HORZ_P&V.png

, , ,

Bolo de cenoura

Uma receita bem fácil de fazer e para quem quer experimentar um bolo de cenoura fit ahah 🙂 Podem fazer em maior quantidade e colocar em formas pequenas para ficar como em queques, para dar para durante a semana 🙂  Que vos parece?

E como sabem, sou fã de loiças e tento sempre que o empratamento fique de ´comer e chorar e por mais´. Deixo aqui alguns exemplos que são mesmo a minha cara (e que podem ser a vossa ahah), e se carregarem têm acesso a mais do género para tirar ideias. Alguns deles estão em desconto, por isso, aproveitem 🙂

 

 

Ingredientes:

  • Flocos de aveia ou farinha de aveia (80g)
  • Farinha de arroz (80g)
  • Maçã cozida (4)
  • Bebida vegetal (50ml)
  • Ovos (3)
  • Cenouras cruas ou cozidas (3 | 450g)
  • Fermento (1 colher de sopa)
  • Bicarbonato de sódio (1 colher de sopa)
  • Azeite (2 colheres de sopa)
  • Canela a gosto
  • Opcional (para os mais gulosos): Açúcar de coco (2 colheres de sopa)

 

Modo de preparação e confecção:

  • Coloque as cenouras no processador de alimentos e triture.
  • Junte as maçãs, a bebida vegetal, as gemas de ovo, o fermento, o bicarbonato de sódio, o azeite e a canela e misture tudo no processador.
  • Adicione a farinha e envolva até ficar uma mistura homogénea.
  • Numa tigela bata as claras de ovo e depois envolva com o preparado anterior.
  • Leve ao forno cerca de 30 a 45 minutos.

Cobertura de chocolate:

  • Derreta uma fila de chocolate negro com cerca de 50ml de bebida vegetal e coloque por cima do bolo.

Espero que gostem, que comentem e que partilhem! 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha