Posts

, ,

4 truques que o vão ajudar a ter uma alimentação mais saudável

Existem vários truques que podemos aplicar diariamente e que nos ajudam a ter uma alimentação mais saudável. Às vezes são tão simples e nem nos apercebemos a diferença que faz no nosso dia-a-dia. Ou seja, muitas vezes acabamos por estar em ´piloto automático´e fazer as coisas por já estarmos habituados, não pensando no que podíamos fazer de diferente.

Por isso mesmo:

  • Saiba a quantidade que deve colocar no seu prato:

– Metade para as verduras e legumes, um quarto para os hidratos de carbono e proteína (claro que isto é na generalidade, e que tem de ser adaptado a cada um de vocês).

– Nada de colocar os legumes ou a salada num prato ou tigela à parte, porque de certeza que se o fizer, a quantidade de comida no prato será bem maior.

 

  • Utilize um spray para o azeite: Já pensou que se utilizar o comum galheteiro, é bem provável que sirva mais azeite do que realmente precisa? Se começar a utilizar um spray de certeza que se servirá em menor quantidade. Muitas vezes não temos noção da quantidade que utilizamos, e uma pequena mudança destas faz toda a diferença.

IMG_5112.JPG

  • Se for comer fora, comece por pedir uma sopa de legumes (sim, eu sou uma chata com a sopa). Além disso, peça sempre uma salada ou legumes à parte. Normalmente a quantidade que vem no prato é muito pouca e não chega para o que realmente necessita! Além disso, e se possível, peça para ser você a temperar.

IMG_2572.JPG

  • Organize-se para ir às compras no fim-de-semana:

– Claro que não é propriamente o programa que mais lhe apetece, mas é o que realmente precisa de fazer para conseguir organizar a sua semana e as suas refeições. Se não, chega a segunda-feira e não tem nada preparado, ou seja, lá vai ter de começar a semana a fazer erros alimentares.

– Uma das coisas que costumo fazer é ir às compras durante a semana na hora de almoço ou na ida para casa, para ficar logo despachado.

– Há alimentos que normalmente nunca me faltam em casa e que tenho a plena noção que me ajudam a ter uma semana mais saudável: legumes não perecíveis (couve lombarda, couve coração, cenouras, beterrabas). E porquê? Porque este tipo de legumes como não se estragam de um dia para o outro e aguentam muito, ajudam no final da semana a nunca faltar à refeição.

 

  • Tome sempre o pequeno-almoço em casa. Se é daquelas pessoas que se farta rapidamente, varie! 🙂 Faça panquecas, waffles, bolinho de aveia, papas de aveia… Há imensas formas de começar o seu dia. Além de saber realmente o que está a comer, e de que forma é que é confeccionado, poupa dinheiro, e não é pouco.

Waffles de alfarroba1.jpg

  • Exercite-se: Não é que uma coisa leve à outra, mas se praticar exercício físico, nem que sejam umas caminhadas, tudo melhora. Fica mais bem disposto, mais alegre, com mais energia e por isso, com mais vontade de ser saudável. E se não tem tempo para o fazer é porque o exercício físico não é uma prioridade na sua vida, porque quando for, organiza-se de outra forma para  o conseguir fazer. Está frio? Compre camisolas quentes de desporto. Chove? Existem impermeáveis… 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

5 truques para uma alimentação saudável em casal

Mas porque é que muitas vezes oiço que não é possível ter uma alimentação saudável quando o(a) seu(sua) parceiro(a) não a tem? Acho que temos de perceber que TODOS temos de ter uma alimentação saudável e não é apenas para um membro da família. 

No início da relação há vários jantares fora (com direito a entradas, prato, sobremesas e bebidas) e quando vão morar juntos, existe a adaptação à mudança e há partilha de refeições.  Claro que as coisas não mudam de um dia para o outro, mas se existir um esforço tudo se consegue!

De certeza que já pensou que a perda de peso, ou até mesmo, o controlo de peso é muito mais fácil quando existe uma ajuda mútua. É importante que tanto um, como outro, percebam a importância de ambos praticarem uma alimentação saudável. Mas claro que isto não significa que de vez em quando não se pise o risco. Tal como todos, se estiverem ao pé de nós a consumir um alimento que adoramos e que não devemos consumir diariamente, é bem mais difícil resistir. Além disso, e não falando apenas de peso, TODOS nós temos de ter uma alimentação saudável.

Não gosto quando muitas vezes me dizem ´mas então vou ter que fazer refeições diferentes para mim´…CLARO QUE NÃO! Era só o que mais faltava! A comida é igual para todos, com algumas diferenças mas nas quantidades… Porque não é porque queremos perder peso, que temos de fazer batatas-fritas, rissóis, croquetes, bacalhau com natas para os que vivem connosco… e porque não? Porque eles também não precisam e só lhes faz mal!

No entanto, nunca se esqueçam que o plano alimentar de cada um tem de ser individualizado, uma vez que as necessidades energéticas variam. Mas, é  importante que partilhem as refeições que realizam em conjunto, ou seja, as refeições são iguais para os dois. E ainda mais importante, perceber que se alguém do casal quer perder peso, o(a) companheiro(a) é fundamental para que esse objetivo seja cumprido e para que exista motivação.

  • Planeiem em conjunto: Falem entre os dois e definam as refeições para durante a semana. É importante que tanto um como outro façam refeições que lhes agrade, ou seja, um de vocês cede hoje, o outro, amanhã. Claro que não é para existiram refeições diferentes na família, pois se tal acontecer, não é sustentável ao longo do tempo.
  • Partilhem a cozinha: Aproveitem para cozinhar em conjunto. Além de ser uma ótima estratégia para partilhar a confeção das refeições, podem aproveitar para conversar e contar como correu o vosso dia. Preparem logo as marmitas e as lancheiras para o dia seguinte enquanto fazem o jantar.
  • Conversem: Se alguém do casal está a tentar perder peso, é fundamental que tal seja explicado ao parceiro.  Pode crer que é muito mais fácil para que este o ajude e incentive ao longo dos dias. Além disso, também pode ser uma boa estratégias para que todos em casa comecem a ter uma alimentação mais saudável. Pode ser que comece a receber mensagens durante o dia a dizer “Já bebeste água?” 🙂
  • Objetivos: Estabeleça objetivos com o(a) seu (sua) companheiro. Se ambos tiverem um objetivo comum, vão ambos querer cumpri-lo. Por exemplo, podem combinar tomar o pequeno-almoço juntos (caso o horário seja coincidente); prepará-lo de véspera ou até enviar fotografias do almoço um ao outro. Além disso, que tal combinarem 3x por semana caminhar a seguir ao jantar? Não façam da chuva o vosso problema, é só arranjarem um impermeável 🙂
  • Jantar fora: É possível! Cada vez mais existem restaurantes com menus saudáveis e que permitem ter uma refeição fora de casa igualmente saudável e saborosa, e além disso, romântica 🙂 Sentem-se e escolham o restaurante em conjunto, de acordo com os vossos gostos e de acordo com o menu. Se um membro do casal quiser uma sobremesa, é importante que exista um incentivo do outro lado para que não seja um doce ou um bolo, mas sim uma peça de fruta ou uma salada de fruta. Se for mesmo impossível, que tal partilharem? Até é mais romântico 🙂

Concordam? Vamos lá incentivar uma alimentação saudável para toda a gente aí em casa 🙂

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha