Posts

, ,

9 estratégias para controlar a TPM

A TPM, pelo menos para mim, descontrola-me toda. E fico tão irritada com isso ahah 🙂 Mas é que é mesmo verdade, sei perfeitamente quando estou nessa fase porque fico com imenso apetite e parece que nunca estou satisfeita! Já para não falar de que só me apetecem doces.

Síndrome pré-menstrual é muitas vezes uma fase complicada para a maioria das mulheres. Por acaso eu não fico irritada (talvez um pouco mais sensível), mas a maioria das mulheres tem vários sintomas como irritação, ansiedade, tristeza… ? Como eu costumo dizer, temos de aceitar isso porque somos assim, ou seja, começar as ´limitações´do nosso corpo e nada mais que isso! Ou seja, perceber de que forma é que podemos lidar com isso e arranjar estratégias para controlar todos os sintomas que temos. E se for preciso um dia fazer a ´tal asneira´façam-na… é a vida! Só têm de saber é que depois ´fecha a loja´!

 

Neste período existe a diminuição do níveis de algumas hormonas, como a seretonina, a qual é responsável por exemplo pelo humor e apetite. Desta forma, é importante ingerir alimentos que contribuam para a sua síntese. Por isso mesmo, pode amenizar os sintomas da TPM através da alimentação, por exemplo através de:

  • Alimentos ricos em magnésio, como sementes, frutos secos (amêndoas e pinhões) e leguminosas  (feijão, lentilhas, ervilhas)
  • Ingerir alimentos ricos em zinco, como por exemplo cavala, sardinha, camarão, carne de vaca, frango e de peixe, fígado, gérmen de trigo, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes.
  • Consumir alimentos ricos em cálcio, como lacticínios e derivados, bem como, brócolos, couve galega e rúcula.
  • Vitamina C: laranja, kiwi, couve portuguesa, couve-lombarda, brócolos, couve de bruxelas.

Não consuma alimentos ricos em sal, uma vez que potencia a retenção de líquidos, tão frequente nesta época. Além disso, e como sempre, pode optar por substituir o sal na sua alimentação por ervas aromáticas e especiarias.

Além disso, é fundamental que para que, para controlar a sua fome ao longo do dia:

  • Faça várias refeições, não passando muitas horas sem comer;
  • Realize lanches que contribuam para a sua saciedade, e não apenas uma peça de fruta ou um ´iogurtinho´;
  • Andar sempre com a marmita atrás para levar vários alimentos que podem servir para os lanches;
  • Comer sempre sopa ao almoço e ao jantar,  seguido de prato principal (Senão a fome ao fim-da-tarde aperta);

Sendo frequente a vontade de doces nesta altura, é importante que o consigamos fazer mas sem qualquer “peso na consciência” de estarmos a fugir à nossa alimentação saudável. Claro que pode sempre tentar fazer opções mais saudáveis, e por isso mesmo veja alguns exemplos:

  • Frutos secos + 1 quadrado de chocolate derretido por cima
  • Panqueca de alfarroba + 1 colher de chá de mel
  • Banana aquecida com canela
  • Bolo de pera (Receita aqui), e pode acompanhar por exemplo com chocolate preto derretido

Além disso, não se esqueça das regras principais de uma alimentação saudável, fundamentais a que consiga controlar o seu dia alimentar. Além disso, a prática de exercício ajuda imenso também, tanto na sua energia ao longo do dia, como a controlar a irritação que muitas vezes é comum… ou seja, ao seu bem-estar! Nem que seja uma pequena caminhada.

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!