Posts

,

13 truques ESSENCIAIS a aplicar nos seus jantares de Natal

Nesta época de Natal contam-se os almoços e jantares de natal, são resmas deles!

Comer fora de casa muitas vezes é um impedimento para começar uma perda de peso ou não ter uma alimentação saudável e equilibrada. Principalmente nesta época de Natal, em que há jantares a torto e a direito! Neste sentido, é fundamental que cada um de nós se consciencialize para escolhas alimentares saudáveis quando as refeições não são em casa.

Fora de casa É possível fazer escolhas alimentares saudáveis. Temos de ter em atenção o local escolhido (restaurantes/cafés/pastelarias), bem como os pratos que constam no menu. Já escrevi sobre a minha opinião sobre o dia da asneira, se quiserem leiam a publicação, aqui.

Lá porque temos jantares de Natal, e ainda bem que os temos, não temos de ter uma alimentação completamente desregulada e comer ´este mundo e o outro´! Desculpem lá, mas entre todas as opções que temos, dá sempre para fazermos uma escolha melhor! É como eu digo, vamos supor que os menu é bacalhau com natas, lasanha e arroz de pato… Na minha opinião devem escolher o arroz de pato! Claro que normalmente é sempre mais arroz que pato e que a quantidade que comemos é maior (mas ficam a saber que o arroz de pato não engorda desde que consumido na quantidade certa). Mas, perante o bacalhau com natas e a lasanha, torna-se uma melhor opção! E é só isto, nada mais!

 

No Restaurante:

  • Assim que chegar, peça uma sopa!
  • Recuse o pão, as azeitonas e os queijos da entrada. Aproveite para comer a sopa enquanto espera pela refeição. No máximo, peça um queijo fresco e pode até temperar com pimenta;
  • Se a refeição não lhe parecer a mais adequada, pode optar por pedir uma sopa para comer antes do prato principal e uma salada ou hortícolas para acompanhar;
  • Peça para lhe colocarem maior quantidade de horticolas ou salada, e reduzirem um pouco no arroz/massa/batata. Normalmente tenho sempre de pedir uma salada à parte porque a quantidade que servem acaba por ser pouca.
  • Faça escolhas: Se lhe apetece mesmo mesmo as entradas, tente optar por um prato mais saudável. Caso lhe apeteçam umas batatas-fritas, deixe as entradas de lado e a sobremesa. Caso lhe apeteça a sobremesa, já sabe, não abuse no resto.

Alterações ao prato:

  • Quando o prato que pediu não for dos mais adequados, peça para cozinharem o prato de uma forma diferente (Ex: Se o bife for frito, peça para grelhar, ou em cebolada);
  • Se o prato escolhido vier acompanhado com molhos, peça para estes serem servidos à parte. Opte por uma quantidade mais reduzida ou então por não utilizar;
  • Se o prato escolhido vier acompanhado, por exemplo com batatas fritas, peça para lhe substituírem por arroz ou outro tipo de hidratos de carbono. Se lhe apetecer mesmo as batatas-fritas, não acompanhe também com arroz.
  • Peça sempre legumes: Eu peço sempre legumes e nunca ninguém mos negou.

[Isto não significa que vão comer um prato sem sabor ou que não vos agrade. Significa sim algumas alterações que não custam nada e que mantêm a vossa refeição igualmente saborosa]

Escolhas saudáveis:

  • Tente optar sempre por pratos que sejam grelhados, cozidos ou estufados, em detrimento de fritos;
  • Não adicione molho ao seu prato (Não ponha a hipótese “É só um bocadinho”);
  • Comece sempre por uma sopa e termine a refeição com uma peça de fruta;
  • Não tenha pressa. Coma devagar, mastigue bem os alimentos, o que o permitirá perceber quando se encontra satisfeito.

Ficam aqui algumas publicações que vos pode ajudar no fim-de-semana:

Em casa, tenha uma alimentação SEMPRE saudável nesta época! Não tenha chocolates, rabanadas, sonhos… nada disso!!

E como os olhos também comem, uma das coisas que costumo ter em casa para as minhas refeições são pratos, tigelas, copos… ao meu gosto! Porque depois os pratos ficam logo com outro aspecto! Podem ver aqui alguns exemplos que seleccionei, que são mesmo a minha cara!

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!