,

MARIA, TENS DESEJOS? NÃO, SEMPRE TIVE!

Para quem me acompanha, já deve saber que estou de bebé… 🙂 Hoje escrevo sobre uma questão que me têm colocado várias vezes… Se agora, com a gravidez, tenho desejos..?! Em que a minha resposta É…. NÃO, SEMPRE TIVE!

Falando um bocadinho sobre isto, e para quem o tema interessar ou para quem está na mesma situação, antes de mais é realmente importante perceber que o corpo vai sofrendo alterações. Mas como eu tenho vindo a dizer, acho que estamos mesmo ´programadas´ para a maternidade 🙂 No início, até aos primeiros três meses tive alguns enjoos, o que me fazia não querer determinado tipo de alimentos. Ou seja, tive algumas aversões, no sentido de não conseguir comer alguns alimentos como por exemplo, salmão, dourada…. ahah ou seja, muitos dos alimentos que devia! MAS, fui sempre fazendo um trabalho nesse sentido, de tentar perceber se no dia seguinte já me apetecia ou não… e com o tempo, foi passando. Agora, às 23 semanas (5 meses e meio mais ou menos), já como de tudo e nada me faz confusão.

Na época dos enjoos, apetecia-me muito hidratos de carbono e os enjoos pareciam que só passavam quando comesse alguma coisa mais doce, como por exemplo, torradas com mel. É um tipo de lanche que não costumo fazer, mas que nessa altura acabei por fazer, e realmente ficava melhor. Agora que estou de bebé tenho dito várias vezes que acho super importante o acompanhamento nutricional, não só por toda a importância que a alimentação saudável tem nesta fase, mas também para ajudar as futuras mamãs nestes dias. Eu acabei por escolher as torradas com mel, mas acredito que muitas mulheres possam não ter acesso a determinados alimentos, vão ao café e optam por um bolo ou um croassaint… o que não é de todo o mais indicado. Ou seja, o acompanhamento pelo nutricionista de forma a dar dicas e truques para essas alturas, é, na minha opinião fundamental… tanto para tentar manter uma alimentação saudável como para existir uma monitorização do aumento de peso.

Quanto aos desejos, e como já referi em cima, não tenho, sempre tive, a vida toda. Ou seja, sempre tive dias em que me apetecia mesmo mesmo um gelado, saía de casa e ia comer um gelado. Falo de gelados porque na verdade são a minha perdição. Não é por estar grávida que isso me acontece, porque sempre me aconteceu… ! E agora também acontece… mas para mim, nada tem haver com estar de bebé, mas sim com vontades (que sempre tive). Acredito que possam existir muitas mulheres que têm diversas ´vontades´, mas acho que também é importante termos sempre presente que, apesar de fazermos erros alimentares, como toda a gente os faz, não nos podemos desculpar com a gravidez… porque na verdade, se temos um bebé dentro de nós, além de nos preocuparmos com a nossa saúde, temos a responsabilidade de nos preocupar com a saúde dele! Aquela conversa do ´agora tens de comer por dois´ é uma conversa que me irrita bastante, porque na verdade, eu tenho de NUTRIR dois, e não, comer por dois. Por isso mesmo, volto a frisar a importância de ter alguém que acompanhe a gravidez, para conseguir dar combinações e dicas para ´colmatar´a vontade do doce ou do salgado… 🙂

Se me apetece mesmo mesmo um gelado, eu vou comê-lo. Tenho é de ter plena noção que o como e que depois já chega. Ou seja, o pensamento tem de ser o mesmo como senão estivesse grávida.. porque senão vou estar constantemente a desculpar-me. Nesta publicação podem ver os meus truques para resistir a doces durante o dia, e aplica-se a qualquer pessoa. Quais são as vossas maiores dificuldades? Existe algum tema sobre este assunto que gostassem que eu falasse? Estou a preparar um workshop sobre o tema de alimentação saudável na gravidez, com uma surpresa muito especial e está quase a ser divulgado.

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *