, , ,

6 MITOS DA ALIMENTAÇÃO QUANDO QUEREMOS PERDER PESO

  • Não posso comer cenoura cozida:

Se analisarmos a composição nutricional da cenoura, verificamos que a cenoura crua tem 19Kcal/100g e a cenoura cozida tem 17Kcal/100g. Quanto aos hidratos de carbono, a cenoura crua tem 4,4g/100g e a cenoura cozida tem 3,6g/100g!  Acha mesmo que deve deixar de comer este alimento? Se comparar com uma maçã, esta contém 14g de açúcar por 100g, por exemplo. E se comparar com pasteis de nata ou bolos (que muitas vezes nem é falado em consulta), nem se fala. Será que faz sentido desaconselhar o consumo de hortícolas quando se está num processo de perda de peso?! Na minha opinião não! São muito importantes para uma alimentação equilibrada e variada, e não são, de todo, o problema que nos leva a não perder peso.

  • Não posso comer sopa com batata:

Vamos lá falar de um tema que já estou para escrever há imenso tempo… A bela da batata na sopa e a ´problemática toda´ à sua volta. Aconselho comer sopa todos os dias?! SIM! Aconselho comer sopa fora?! SIM! Aconselho comer sopa em restaurantes?! SIM! Mas oh Maria… a sopa nos restaurantes tem batata e isso engorda, é o que eu oiço muitas vezes nas consultas de nutrição… E sinceramente, acho que este assunto devia ser desmitificado e não deveria haver este medo, que para mim, não faz sentido nenhum!Pois bem, antes de mais, e penso que concordam comigo… Antes de pensarmos na batata que a sopa tem, temos sim de pensar na manteiga, nas azeitonas, no pão, nas chamuças e nos rissóis, que vêm para a mesa como entrada quando comemos fora. E mesmo que tenhamos na cabeça que não vamos comer entrada, caso venham para a mesa, tenho quase a certeza que difícil resistir (dependendo da motivação) e que muitas vezes vamos ´picar qualquer coisa´. Se pedirmos uma sopa e as restantes pessoas que nos acompanham estiverem a comer as entradas, torna-se muito mais fácil não as comermos porque acabamos por estar entretidos e não estamos só a ´olhar´.Além disso, a maioria de nós, quando come as entradas, muitas vezes deixa metade do prato principal e não consegue acabar tudo. No entanto, se comermos apenas a sopa, secalhar já não deixamos a comida no prato. Isso já me aconteceu a mim, e passo a explicar: Está tudo a comer entradas e eu não como, ou como uma sopa. Vem um prato (bem cheio), com carne, arroz e legumes… a Maria come tudo e referem ´Maria, estavas com fome´ e eu penso para mim ´a diferença foi que eu não comi as entradas (que não fazem falta nenhuma), e então comi a comida´. É essa a diferença! E na verdade, na minha opinião, é muito mais importante comer a comida no prato do que todas as coisas que nos põem à frente como entradas e que a nível nutricional não têm interesse (que fique claro que estou a falar do nosso dia-a-dia e não de exceções, porque eu também como rissóis ou croquetes em dias especiais, como casamentos, batizados… e quando digo dias especiais, é porque considero que ir jantar fora é para estar com os amigos e não é propriamente uma razão para estar constantemente a comer mal).Outra razão para dizer para comermos sopa no restaurante prende-se com as ´vontades´ que muitas vezes nos dão. Ou seja, se comermos sopa, até podemos comer batatas-fritas a seguir, mas secalhar em vez de uma travessa, comemos só metade! Além disso, se comermos sopa, a vontade de comer a sobremesa no fim também diminui porque acabamos por ficar mais cheios. MAS ATENÇÃO, eu estou a falar do nosso quotidiano e não de um dia em que faça sentido comer a sobremesa! Ou seja, para mim, a sopa é nossa amiga seja onde for!Ou sou eu que tenho muita sorte, ou na maioria das vezes que vou comer fora a sopa NÃO É EMBATATADA! Normalmente é uma sopa de legumes, que até pode ter alguma batata, mas que não será o seu maior constituinte! E digo-vos já que vou a todo o tipo de restaurantes/tascas, por isso a probabilidade de ter mais batata até poderia ser elevada. Sabem o que é que eu costumo dizer muitas vezes?! Ter uma alimentação saudável é bem mais fácil do que a maioria de nós pensa! Porque se colocássemos em prática pequenos truques todos os dias, depois não tínhamos de andar todos aí a pensar que ter uma alimentação saudável é passar fome, é deixar de comer doces, é andar a comer cozidos e grelhados… PORQUE NÃO É!Se todo o problema fosse a batata que a sopa tem, estávamos nós todos muito bem! Para mim, todos nós deveríamos comer sempre sopa, estejamos a tentar perder peso ou não, desde crianças a idosos, ao almoço e ao jantar.

  • Arroz, massa, batata, feijão, grão, ervilhas…. Mas posso comer? Mais uma vez existe sempre a ideia de que não se pode comer este tipo de alimentos quando se está num programa de perda de peso (publicação aqui)

– Normalmente quem quer perder peso começa logo a pensar ´aííí agora não posso comer mais pão, arroz, massa….´… ´agora acabaram-se os hidratos…´Só de pensar nisto muitos de vocês já começam a sofrer e a pensar que não são capazes. Ou então, são capazes, mas durante um curto período de tempo. Antes de mais, têm de começar a perceber o que é realmente necessário fazer para perder peso, e que não são os hidratos de carbono que não vos deixam perder peso, desde que sejam consumidos equilibradamente… como é ÓBVIO! Sinceramente, faz-me confusão pensar como é que antes de pensarem em cortar hidratos de carbono, não consideram que o primeiro passo é deixar de lado bolachas, bolachinhas, merendas, folhados, croquetes, rissóis, pastéis de nata, cereais açucarados, refrigerantes e sumos… ! Isto sim, é fundamental para se perder peso, e acima de tudo, para sermos saudáveis! AGORA, pode ser necessário um ajuste na quantidade de hidratos de carbono consumidos, mas não é de TODO, necessário um corte radical na vossa alimentação! Porque muitas vezes oiço o seguintes ´já não como arroz nem massa às refeições´, mas o meu lanche são umas bolachinhas… qual é o sentido de isso faz? Não faz! ´Não como arroz ao jantar´… ´Só janto uma sopa´… mas depois antes de ir para a cama, lá vai de torradas ou de bolachas… Mais valia jantar, e bem!Por isso mesmo, se para vos mostrar que não é necessário esse corte, aqui ficam algumas dicas/truques de como podemos manter a ingestão de hidratos de carbono, e sim, ser possível perder peso!

– COMECE PELOS LEGUMES: Ora pois bem, porque é que eu sugiro começarem por este alimento? A maioria das vezes, temos  mais olhos que barriga e começando logo pelo arroz/massa ou batata, ainda nos apetece mais. Se, no entanto, começarmos pelos legumes, parece que nos acalma e que depois, a quantidade que ingerirmos já é diferente. Além disso, nunca esquecer os legumes no prato, que muitas vezes não existem, e aí é que está o erro! Normalmente temos sempre a carne/peixe, arroz/batata ou massa e pensamos… já não tenho tempo para fazer legumes… por isso, é importante que comecem a pensar de forma diferente!

– ESCOLHA OS CERTOS: Comer arroz, batata ou massa normal, ou seja, sem adições, é bem diferente do que optar por batata-frita ou por uma carbonara cheia de natas! Por isso mesmo, têm de perceber que é possível comer hidratos de carbono, mas que o mais simples é sempre o melhor. Não é comer arroz que o engorda, desde que seja consumido de forma equilibrada! Agora, optar por uma massa que está cheia de natas, bacon ou chouriço, já é bem diferente! Por isso mesmo, prefira arroz, esparguete, batata-doce, quinoa… sem molhos e sem essas adições! É como costumo dizer, o que engorda não é a batata, são as 10 batatas que comemos, e o pãozinho no molho!

  • Comer só cozidos e grelhados: Não, não temos. Podemos variar entre cozidos, grelhados, assados, guisados, estufados. Muitas vezes o problema passa por molharmos o pão no molho e envolver a refeição toda no molho de confeção. Até porque, na minha opinião, fazendo refeições diferentes e variadas reflete-se muito mais na adesão ao plano alimentar. Agora claro, é sempre importante ter em consideração de que forma se faz este tipo de pratos.
  • Deixar de comer pão ou cereais: Muitas vezes associamos o pão a um dos alimentos que não podemos consumir, uma vez que existe sempre aquela ideia que é o responsável pelo aumento de peso! Mas será mesmo assim? Ou será que consumido em quantidades equilibradas e de acordo com as necessidades energéticas, poderá ser incluído num dia alimentar saudável? Sim! Até porque existem diferentes tipos de pão e alguns deles são claramente melhores opções que outros. Além disso, com tanta diversidade, torna-se confuso realizar a melhor escolha. Um pão mais escuro ou de farinha integral será uma melhor opção, pois a fibra presente nestas versões está ligada a diversos benefícios para a saúde. A
  • Ao fim de semana é o dia da asneira:Claro que ao fim-de-semana é mais propício fazermos asneiras e fugirmos à alimentação que temos durante a semana. Mas, no entanto, não podemos “estragar tudo” e estar a pensar durante a semana inteira “ao fim de-semana posso fazer o dia da asneira”. Se tivermos um jantar ou um aniversario, que tal pensar “Do que está na mesa, o que é que eu gosto mais?”. O importante é que coma de tudo um pouco, mas com moderação. Além disso, se houver um fim-de-semana em que não aniversários ou jantares, qual é a razão para cometer um erro alimentar? Só porque sim? Além disso, e como digo várias vezes, se tiver um aniversário de alguém a uma quarta-feira, vai deixar de comer o bolo de aniversario porque o dia da asneira é no sábado?! Não fará mais sentido comer, quando lhe fizer sentido e quando a situação se proporcionar? Sem exageros claro!

E mais dois pontos fundamentais que acho que não se podem esquecer:

– VALORIZE O QUE COME: Como sabem, não sou muito a favor de bolachas, porque na realidade acho que não nos acrescentam muito em termos nutricionais. Além disso, é totalmente diferente comer hidratos de carbono vindos de bolachas ou vindo de arroz ou massa por exemplo. Isto porque, a maioria das bolachas acabam por ter na sua composição nutricional uma elevada quantidade de gordura e de açúcar. Ou seja, não faz sentido substituir um alimento por outro.

 

– NÃO SE ESQUEÇA DO ACOMPANHAMENTO FUNDAMENTAL: Uma refeição tem de ser constituída, além dos hidratos de carbono, por sopa de legumes, proteína e legumes! Ou seja, se consumirmos estes alimentos juntamente com os hidratos de carbono (Desde que na quantidade certa), não é necessário retirá-los da nossa alimentação! No entanto, se por outro lado, deixarmos de lado a sopa e os legumes, vamos comer mais arroz ou batata, e aí sim, consumir mais do que necessitamos! E sinceramente, é o que acontece na maioria das casas… e por isso mesmo, um consumo exagerado e depois muitas vezes, associam isso ao aumento de peso! Mas na realidade o que acontece é que a refeição não é adequada! E não vale a pena dizerem que não comem mais arroz ou batata quando não comem legumes porque é mesmo isso que acontece! Tenho a perfeita noção de que, quando não como sopa e/ou legumes, como mais do resto! Deixem de querer as ditas dietas milagrosas e foquem-se em querer mudar os vossos hábitos alimentares! Não é uma pequena porção de hidratos de carbono que engorda, desde que equilibrada, claro! O que engorda é sim, as bolachinhas, o pão nos molhos, os folhados …

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

0 respostas

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *