EU TAMBÉM SOU UMA PRIORIDADE

O Vasco É a prioridade, mas eu também sou uma prioridade 💪O meu bem-estar, a minha sanidade mental, a minha felicidade dependem também de continuar a manter os meus hábitos de vida! 🤗

Escrevo isto porquê?! Porque desde que fui mãe que tenho a plena noção que não é fácil…. MAS, pelo contrário, é super fácil ficarmos para último plano porque temos alguém que depende totalmente de nós! Mas mesmo assim, acho que é possivel, só temos mesmo é de querer! Temos de perceber o que é realmente importante na nossa vida e perceber de que forma é que damos a volta à ‘coisa’. Falo por mim… no primeiro mês foi para esquecer, é verdade, mas agora ao longo dos dias tudo tem melhorado! Ontem até fui jantar fora e o R ficou com o Vasco (fiquei 2h no jantar, depois tive de vir descansar ahah 💪💪💪). A vida mudou totalmente, mas há que arranjei estratégias para continuar a fazer o que tanto gostamos.

🥞Prefiro acordar cedo para conseguir tomar um bom pequeno-almoço…

🏃‍♀️Prefiro deixar a loiça por lavar e ir treinar…

😴Prefiro não ir passar fins-de-semana fora para garantir que o Vasco cria rotinas e dorme sempre bem…

🥕 Se antes já fazia comida em grandes quantidades, agora ainda mais (se acordo logo às 6h30 aproveito para despachar vida)

👬 Continuo a dar jantares em casa, mas talvez com um menu muito mais simples (também o importante é estarmos juntos)

🏃‍♀️ Antes treinava 45 minutos mas por enquanto não consigo: treino 20 a 30 minutos e já me dou por feliz …. isto tudo a amamentar de 3 em 3 horas e agora na saga ‘tira leite’ ahah 😅😅

O Vasco fica cansado de estar entre 4 paredes e adora ver as árvores e as folhas a mexer 🌳 Para isso, tenho de me conseguir orientar… tanto vou preparada para treinar, como levo o computador para trabalhar… e acho que é esse o caminho! Juntar o útil ao agradável e aproveitar para fazer dois em um 🤣 Para perceberem a coisa, e já que em jardins não há wi-fi, arranjei um router para levar e assim tenho acesso à internet 😅

Quem está comigo?! Quem está com vontade de arranjar estratégias e ter força para continuar a fazer o que sempre gostaram?! Não desistam, não se dêem por vencidos!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

1 responder
  1. Mónica Bandeiras says:

    Tem toda a razão Maria! Comecei a dar por mim quando percebi que havia deixado de ser a Mónica para passar a ser a mãe de R…. Eu sou a sua mãe de também do M e da M mas ainda sou eu…
    E para nos afirmarmos nada como tirar umas horas ( às vezes são só uns minutos)para cuidarmos de nós mesmas!

    Responder

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *