5 formas saudáveis de cozinhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Aquela ideia de ter que andar sempre a comer grelhados e cozidos quando queremos ter uma alimentação saudável já devia ter passado de moda! Já devia mesmo, porque não é nada disso. Eu gosto muito de peixe cozido ou de bife grelhado, mas calma… não todos os dias! Além disso, se andarmos sempre a comer esse tipo de refeições é que temos a ideia de que temos uma alimentação restritiva e sem sabor nenhum.

E existem tantas formas de cozinhar saudáveis, que é uma questão de irmos sempre variando:

Saltear: Normalmente faço os legumes salteados na wok, utilizando azeite, ervas aromáticas, especiarias e um pouco de sal. Claro que, se abusarmos na quantidade de azeite que utilizamos, aí sim, deixa de ser uma confeção saudável, mas isso é como em tudo. Podem ver várias receitas de legumes para acompanhar as vossas refeições, aqui.

Cozer: Tanto para os legumes como para carne/peixe. Normalmente os legumes que cozo são mais brócolos, couve portuguesa, cenoura, nabo… de resto, faço mais salteados ou estufados. Quanto à carne, e até para facilitar as vossas refeições durante a semana, podem cozer carne, desfiar e guardar no congelador para quando não têm nada, fazerem por exemplo uma salada. Para o peixe, a mesma coisa.

Grelhar: Gosto muito de bifes grelhados com limão e ervas aromáticas por exemplo. Peixe grelhado também acho que é mesmo mesmo bom! Mas agora, andar sempre a comer grelhados acho que não é o mais adequado e é uma grande seca!

Assar: Frango assado, perna de peru, pargo, rolo de carne, rolo vegetariano… há imensas receitas que podemos fazer no forno. Além disso, a coisa boa é que ao mesmo tempo que preparamos as refeições principais no forno, podemos fazer batata-doce assada, panquecas de forno (receita aqui), muffins (receita aqui)… é uma questão de aproveitar o tempo e o calor do forno.

Guisar ou estufar: Frango guisado, almôndegas, caldeirada… são alguns exemplos. O problema não é optar por este tipo de confeção, é sim, a quantidade de gordura que utilizamos, bem como depois ir molhar o pão no molho que fica no tacho. Isso sim, tem de ser evitado. Não é por comer frango guisado (sem pele e sem molho), que lhe faz mal à dieta! Aliás, se variar este tipo de confeções, é muito mais fácil cumprir o plano alimentar porque sente que não está constantemente em restrição.

Para marcação de consultas comigo ou com alguma nutricionista da equipa podem fazê-lo diretamente no site, aqui neste menu. Caso não haja vaga um horário ou dia que dê para si, pode enviar mensagem privada para ajustarmos :) 

Convido a subscrever a newsletter em baixo para receber uma ementa gratuita e para ter acesso a conteúdos exclusivos :) 

.

Os mais vistos

Ebooks

Previous
Next

Newsletter

.

Sigam-me

Instagram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *