, , ,

8 exemplos de snacks para um filme na tarde de SÁBADO

Fim-de-semana,  que vontade de sentar no sofá a ver um filme. Muitas vezes, estando mais relaxados, digam-me lá se não vos apetece comer ´qualquer coisa´?!? Não dá aquela vontade de doce ou de petiscar? Eu acho que sim, ou que pelo menos é mais provável.

Assim, aqui ficam algumas ideias para vos ajudar:

  • Palitos de cenoura ou pepino + molho de iogurte
  • Mistura de frutos secos + 1 maçã verde com canela
  • 1 Queijo fresco Montiqueijo +  Nozes + 1 banana
  • Bolachas de arroz desfeitas + canela (parecem pipocas)
  • Panquecas de aveia (Receita aqui) enroladas com 1 peça de fruta e iogurte
  • Granola + 1 quadrado de chocolate negro por cima (Podem fazer a vossa própria granola, receita aqui. E caso vos apetece com chocolate, é só derreterem e colocar por cima)
  • Bolo da caneca (receita aqui). Pode fazer com cacau para dar sabor achocolatado 🙂
  • Banana aquecida com canela + frutos secos + 1 quadrado de chocolate derretido

É uma questão de pensarmos como podemos comer alguma coisa de diferente e que nos dê prazer, sem ser bolachas recheadas, donuts, 1 tabelete de chocolate etc… Podem fazer uns snacks todos xpto para estarem a ver um filme, empratado de forma a que os ´olhos também comem´e voilá 🙂

 

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

10 truques para poupar nas compras de Natal

 

Já têm as compras de supermercado todas despachadas? Ou ainda faltam algumas? Que tal termos atenção a alguns aspectos de forma a não gastarmos um exagero de dinheiro? Ora são as promoções, ora são as ilhas nos supermercados, tudo serve de desculpa para comprarmos!

Antes de passarmos às dicas, deixo aqui algumas publicações que vos podem interessar para esta época:

 

Sendo assim, aqui ficam algumas dicas importantes:

 

Planeie: Ir às compras sem qualquer tipo de organização não ajuda nada! É super importante termos uma pequena lista com o que nos falta em casa, senão é muito mais fácil comprar em demasia e alimentos de que não precisamos. Normalmente utilizo as notas do telefone ou então uma aplicação ´ourgroceries´ que me ajuda bastante. Pensem em tudo o que querem colocar em cima da mesa e façam uma lista com esses alimentos de forma a não se esquecerem de nada.

 

O mais natural possível: Outro aspeto super importante nas nossas compras é ir aos corredores/zonas que têm os alimentos mais naturais possíveis. Ou seja, deixar de lado os industrializados e processados, ou pelo menos, diminuir essa utilização. Podemos e devemos comprar fruta em vez de sumos de fruta, tomates em vez de polpa de tomate…e por aí em diante! Quanto temos ingredientes tiver na lista de ingredientes um alimento, melhor é. Não se esqueçam que lá por ter escrito no rótulo ´diet´ou ´light´não significa que pode ou deva fazer parte do seu dia-a-dia, pois garanto-lhe que não. Além disso, esses alimentos fazem com que seja um gasto extra, não sendo de todo preciso no nosso dia-a-dia.

 

Saia de casa sem fome: Eu sei que toda a gente já sabe isto, mas quantas vezes vai às compras com fome?!? Não pode ser! Nessa altura só nos apetece asneirada, é que é mesmo assim! Faça uma refeição antes de sair de casa, ou o almoço ou o lanche… não vá de barriga vazia porque não ajuda nada, o que muitas vezes resulta em comprar alimentos que não precisa e por isso mesmo gastar mais dinheiro. Para o natal é o mesmo! Se for com fome acaba por comprar várias embalagens de chocolates, batatas-fritas, rissóis, croquetes…! Não precisa de nada disso e nem são alimentos típicos desta época.

 

Data e hora marcada: Não faça compras quando está com pressa ou quando o supermercado está cheio de gente. Se for com tempo, a escolha alimentar será mais acertada.

 

Não se entusiasme por embalagens publicitárias atrativas: os hipermercados e as suas estratégias de marketing (preços mais baixos, embalagens apelativas) fazem com que diversas vezes caiamos na tentação de trazermos mais do que realmente precisamos. Então agora nesta época há imensas promoções e descontos, principalmente de alimentos que não interessam muito. Ora são chocolates, donuts… nem passe por esses corredores, vá em piloto automático! Não pondere as possibilidades: “No caso de” … “ Para o caso de receber uma visita”

 

Leve mais legumes e vegetais para casa: Passamos muito pouco tempo na zona dos produtos frescos. Vamos ter atenção a isso e analisar melhor todos os vegetais e legumes que temos à nossa disposição. Os legumes frescos são mais baratos que os legumes congelados, sendo por isso uma forma de poupar nas suas compras. No entanto, já sabem que é sempre bom ter uma ou duas embalagens de legumes congelados para quando não temos tempo para arranjar legumes frescos.

 

Compre simples: Opte por produtos simples. Iogurtes naturais ou de aroma, cereais sem adição de chocolate/morango, leite simples em vez de chocolate, são alguns exemplos. Quanto mais simples, mais barato. Se há alguma entrada que quer preparar com este tipo de produtos,  já sabe.

 

Não olhe apenas para a prateleira ao nível dos olhos: Normalmente, os hipermercados colocam os alimentos mais calóricos na prateleira ao nível dos olhos, uma vez que a nossa tendência é pegar no primeiro alimento que vemos, e não, analisar os restantes. Neste sentido, dê uma vista de olhos a todos os produtos, de forma a fazer a escolha mais acertada;

 

Experimente comprar online, a probabilidade de comprar apenas o necessário é maior, e por isso mesmo resulta numa grande poupança na carteira.

E não se esqueçam de incluir frutas, frutos vermelhos e/ou frutos secos na vossa mesa. Em vez de a encherem de chocolates, rissóis, croquetes.. tentem também fazer entradas e opções saudáveis.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

, , , ,

7 truques que me ajudam todas as semanas a ser mais SAUDÁVEL

Hoje é sobre mim, sobre os hábitos que me acompanham semana após semana, e por isso mesmo vou partilhar com vocês, para começarem a próxima semana da melhor forma! Se houver uma partilha entre nós, com motivação mútua, é bem mais fácil seguirmos um estilo de vida saudável, não acham? Quem é que deixa em comentários sobre os seus hábitos semanais? As suas dúvidas? As suas refeições?

Exercício físico: Comecei a fazer desporto há três anos. Comecei a correr, mas não gostava nada… de todo! Mas engraçado foi que fui começando a correr mais… comecei a ver alguns resultados e fiquei super motivada. Ainda me lembro de um dia em que consegui dar 17 voltas no mercado de benfica e fiquei toda contente! E se for fazer as contas secalhar foi tão pouquinhoooo 🙂 Como com o tempo comecei a gostar, depois foi tudo evoluindo e habituei-me.

Não quero que agora todos desatem a correr (está na moda não está? :)), mas sim que comecem a pensar no que gostam de fazer e o que é viável para a vossa vida. Uma vez que senti necessidade de complementar a corrida com alguma coisa, e depois de ter experimentado ginásio 100000x, tenho treino personalizado, que é realmente o que gosto e me motiva. O objetivo do meu blog é motivar-vos a conseguir ter um estilo de vida saudável e por isso deixo aqui o meu treino da sexta-feira para verem mais ou menos como é… e como me custa às vezes!! 🙂

Assim, e algumas dicas para vos ajudar:

  • Olho para a minha agenda e defino os dias em que vou correr, pois assim é mais fácil conseguir cumpri-lo. Fazer exercício é das coisas que mais gosto de fazer atualmente e que me deixam super bem-disposta e contente. É tudo uma questão de “querer”! Se às vezes não consigo correr durante o dia, corro ao fim-da-tarde/noite, mais no verão. Agora claro, nem todos os dias são como queremos e há dias em que não consigo ir… depois tento compensar.
  • Se não gostam/podem de correr, podem caminhar. Se não gostam/podem caminhar, podem nadar. Se não gostam/podem nadar, podem saltar à corda. Aconselhem-se e vejam qual o tipo de desporto mais adequado a vocês. Se não têm tempo, podem fazer um mini-ginásio em casa (há imensos utensílios que podem usar, corda para saltar, halter, tapete). Algumas dicas de como começar a praticar exercício físico e que me ajudaram, nesta publicação.
  • Organizem-se, vão às compras e preparem o saco de desporto para andar sempre com vocês no carro 🙂 Para correr comprei uns ténis e calças de desporto… faz a diferença, eu que o diga. Claro que podemos utilizar ´qualquer coisa´ para praticar desporto, mas sentirmo-nos bem e confortáveis faz toda a diferença.

Organizo a semana: Por vezes o tempo é curto, o cansaço é acumulado e pensar nas nossas refeições ou nos nossos lanches/snacks não é tarefa fácil e o que nos  apeteça fazer depois de um dia de trabalho. Mas na realidade, se nos organizarmos é muito mais fácil e não custa assim tanto. Além disso, quando o tempo é muito curto, com o trabalho excessivo, muitas vezes começamos a deixar algumas coisas para trás, e por vezes é a nossa alimentação. Mas, temos de lutar contra isso, ou pelo menos tentar 🙂

  • Vou às compras todas as semanas (ou pelo menos tento), com uma lista preparada para não deixar para para trás (compro imensos legumes (frescos e congelados), iogurtes, queijo fresco, frutos secos, carne/peixe, fruta, aveia, etc). Se já sei que o fim-de-semana vai ser complicado, tento passar no supermercado entre consultas para despachar algumas compras (este fim-de-semana estive num curso e por isso mesmo fui logo às compras na sexta-feira ao fim-da-tarde)
  • As refeições principais são sempre, ou quase sempre, pensadas no dia anterior à noite, e ponho a descongelar o que é preciso. Claro que por vezes têm de ser refeições muito simples porque não há tempo ou porque nem pensei no jantar, mas nesse dia saem bifes de peru, bifes de frango, ovos, atum ao natural, que são alimentos que se preparam num instante! Admito que por estes lados muitas vezes saem ovos … ovos … ovos, como podem ver em baixo. Esta semana cheguei super tarde na quarta-feira, e cheia de fome, então coloquei numa frigideira todos os legumes que tinha, uma lata de atum e um ovo… podem ver a fotografia em baixo 🙂 O que é que me fez aguentar até o jantar estar pronto? UM BALDE DE SOPA ahah 🙂 Se precisam de ideias de refeições podem ver aqui.
  • Os lanches vão sempre na marmita (ovos cozidos, frutos secos, bolachas de arroz…) Ideias de alimentos para andarem sempre connosco, aqui. No entanto, esta semana houve um dia em que fui lanchar ao café e optei por pão escuro e fiambre de aves. É como eu digo, em café ou pastelaria, a opção é sempre pão, e nunca bolos ou salgados.
  • Legumes estufados e/ou cozidos faço em grande quantidade e fica pronto para diversos dias. O mesmo se aplica ao resto, como fazer arroz em maior quantidade, batatas-doce, pernas de frango etc…Como é óbvio que gostava de conseguir cozinhar sempre todos os dias comida acabadinha de fazer que é bem mais saborosa… mas o meu pensamento é ´é a vida e tem de ser´… porque com os horários e a correria do dia-a-dia isso não é possível e não pode ser razão para deixar a alimentação saudável de lado.

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

 

, , ,

COME LÁ, É SÓ UM BOCADINHO!

Se há discurso que me irrita profundamente é a conversa do ´mas é só um bocadinho´…E hoje decidi escrever sobre isso. Antes de mais, acho que ninguém tem de comentar o que é que os outros comem, tal como não têm de comentar a roupa, o cabelo,a maquilhagem, se estão com mais peso, se estão mais magros… na verdade acho que hoje em dia toda a gente fala de tudo e de todos, enquanto na verdade, e na minha opinião não deveria ser assim. Nós temos de ser responsáveis pelas nossas decisões e não tentar ´desviar´ quem está à nossa volta, quem está a tentar perder peso, quem está a tentar ser mais saudável… ainda por cima, porque vos garanto que este processo não é fácil para a maioria das pessoas!

E porque é que esta conversa me tira do sério?!

  • TEM DE VALER A PENA:  Se num dia há um pão de pó e no dia seguinte eu sei que vai haver serradura… eu vou ter de comer o pão de ló (que não aprecio) só porque sim? Se prefiro comer a serradura, que adoro? Faz sentido?! Só porque sim?! Como já disse várias vezes, eu não gosto de ´fingir que como´… quando é para comer é para comer a sério! Sou uma pessoa como outra qualquer e há muitas coisas menos boas que eu também gosto de comer… É como o exemplo de comer uma pizza… Eu adoro pizza e queijo, por isso quando vou comer uma pizza, a maioria das vezes como com extra queijo! Por isso mesmo, as pessoas podem não preferir comer hoje, porque preferem comer no fim-de-semana com a própria família e relaxados, essa escolha tem de ser individual! Eu, pessoalmente, prefiro fazer ´asneiras´ ao fim-de-semana, ao pé dos meus, relaxada e a ver um filme, do que num dia de trabalho à hora de almoço só porque sim.
  • VOCÊS É QUE SABEM QUANDO DEVEM COMER: Epa, eu é que sei quando é que quero comer, e o que quero comer. E não tem de ser ninguém a dizer quando é que eu o devo ou não fazer. E isto não está relacionado com radicalismo nem nada disso… se eu não quero comer um dia porque não me apetece, não tenho de o fazer só porque sim… Aliás. ou só porque os outros estão a comer! E sabem porquê… porque na minha opinião sincera, a maioria das pessoas que está sempre a dizer ´come lá, come lá´, quer ter alguém que a acompanhe… ou seja, quase que uma razão para o fazer, e isso não está certo para a pessoa que está num processo de reeducação alimentar.
  • É SÓ UM BOCADINHO: É só um bocadinho hoje, certo! É só um bocadinho amanhã, certo! É só um bocadinho no sábado, certo! Ou seja, é só um bocadinho quase todos os dias! E o problema está mesmo aí. O problema não é comer entradas, batatas-fritas ou sobremesas esporadicamente… o problema é quando é dia após dia, quase todos os dias. Por isso mesmo, a conversa de ´é só um bocadinho´ depende da semana da PRÓPRIA PESSOA! Porque se eu sei que vou comer amanhã alguma coisa que eu adoro, e que prefiro comer ´à grande e à francesa´, não tenho de comer só hoje um bocadinho porque x ou y me diz. É uma das grandes questões que me falam em consulta… a questão de haver sempre bolachas, bolachinhas, o carro dos bolos no trabalho.. e que depois quando não querem optar por esse tipo de alimentos, a conversa do ´anda lá, é só hoje´.
  • É SÓ UM BOCADINHO DE… SOPA?! É só um bocadinho de bolo, é só um rissól.. é só um bocadinho disto e daquilo! Será que alguma vez vou ouvir dizer alguém ´anda lá, come lá só um bocadinho de sopa, faz-te bem´. Gostava muito, mas não me parece! Porque sinceramente parece que quando falamos em termos de alimentação, que a maioria das pessoas em vez de ajudar quem precisa de ajuda, só desajuda. Porque é que essa conversa tem de ser sempre para as coisas menos boas, e não pode ser para as coisas que realmente nos fazem bem? Acho que ficávamos todos a ganhar! A perda de peso é um tema sensível e que é difícil para muitas pessoas, e por isso mesmo, a função de TODAS as pessoas à sua volta é AJUDAR! É fazer com que essas pessoas se sintam apoiadas e sintam que são capazes… não o contrário! E não falando apenas de perda de peso, ter um estilo de vida saudável tem de ser aceite por todos, tal como outra escolha qualquer claro.

Desculpem este discurso todo, mas tinha de ser. Este tipo de comentários deixam-me chateada, porque na verdade não percebem o mal que fazem às pessoas que estão à vossa volta. Eu própria digo em consultas para quando apetecer comer determinada sobremesa, as pessoas comerem! De forma consciente e tranquila… mas quando elas quiserem! E não se esqueçam, tudo isto que eu escrevo é porque eu também já passei por um processo de perda de peso, ou seja, sei bem o que é isto tudo do que falo! Deixem os vossos comentários! Também sentem isto? Costuma acontecer com vocês? Quais são as vossas estratégias?

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

4 erros comuns quando quer emagrecer

Muitas vezes queremos perder peso, ou até mantê-lo, mas não nos apercebemos de alguns erros que por vezes fazemos no dia-a-dia e que podem influenciar bastante os nosso resultados. Por isso mesmo, hoje deixo quatro erros dos quais me apercebo que acontecem frequentemente.

  • Passar o dia sem comer: Se saltar refeições ou passar o dia a comer “qualquer coisa”, como uma sopa e uma peça de fruta ao almoço, não vai acabar em bom resultado. Vai chegar ao fim da tarde cheio de fome, comendo demasiado ao fim-da-tarde ou até à noite. Além disso, a vontade por alimentos altamente calóricos, ricos em açúcar e em gordura vai aumentar. Quantas vezes almoçamos só uma saladinha?
  • Os produtos integrais emagrecem: Não. Os produtos integrais apresentam uma maior quantidade de fibra que nos ajuda a aumentar a saciedade ao longo do dia. No entanto, e tal como os outros produtos, contêm calorias, açúcar, gordura e têm de ser comidos com contenção e de acordo com as quantidades devidas. Não vá em conversas, tenha sempre em atenção os rótulos dos alimentos, pois existe uma grande maioria de alimentos altamente calóricos.
  • Ao fim de semana é o dia da asneira: Claro que ao fim-de-semana é mais propício fazermos asneiras e fugirmos à alimentação que temos durante a semana. Mas, no entanto, não podemos “estragar tudo” e estar a pensar durante a semana inteira “ao fim de-semana posso fazer o dia da asneira”. Se tivermos um jantar ou um aniversario, que tal pensar “Do que está na mesa, o que é que eu gosto mais?”. O importante é que coma de tudo um pouco, mas com moderação. Além disso, se houver um fim-de-semana em que não aniversários ou jantares, qual é a razão para cometer um erro alimentar? Só porque sim? Podem ver a minha opinião sobre o dia da asneira, aqui.
  • Sumos naturais: Quantas laranjas utilizam para fazer um sumo natural? 2 ou 3? Além da remoção da fibra presente na fruta, já pensou que se no seu plano alimentar estiver definido que pode comer 2 peças de fruta por dia, se fizer um sumo de laranja esgota as outras peças de fruta para o resto do dia. Além disso, a fruta dá imenso jeito para levar para os snacks da manhã e da tarde. Isto não quer dizer que de vez em quando não o faça 🙂

Estes são alguns dos erros comuns que são falados em consulta. É importante que em consulta exista a definição dos objetivos pessoais de cada um, criando e planeando estratégias que ajudem ao seu alcance.

Uma das dificuldades que também existe é a vontade por doces. Normalmente eu acabo por me ´vingar´ em manteiga de amendoim (esta) que me acalma logo 🙂 Com o cupão poetenalinha têm 10% de desconto nas compras online.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

6 dicas para não aumentar de peso no inverno

O tempo frio e a chuva já nos convidam a ficar mais vezes em casa, aconchegados no sofá e com apetite para alguns alimentos mais reconfortantes. Normalmente a nossa alimentação nesta época temos mais vontade de petiscar, levando-nos a optar, por vezes, por alimentos mais calóricos, ricos em açúcar e gordura, o que pode contribuir para o aumento do nosso peso.

Por isso mesmo, temos de contrariar este efeito com hábitos e opções saudáveis no nosso dia-a-dia.

  • Realize lanches entre as refeições: Não pode haver a desculpa “Não tenho fome”; “Tenho tanto trabalho que me esqueço de comer”. Defina estratégias para não passar intervalos muito grandes sem comer: utilize o alarme no telemóvel ou um post it no ecrã do computador. Se tal não acontecer é muito provável que chegue a uma altura do dia em que perde o controlo e ingere alimentos em maior quantidade ou faz opções menos saudáveis.  Frutos secos com queijo fresco ou ovo cozido são boas alternativas aos lanches mais comuns.
  • Opte por alimentos quentes: É importante o consumo de água ao longo do dia, que é, por vezes, deixada de lado nesta época mais fria. Pode sentir-se mais reconfortado com chás e/ou infusões, café e/ou água morna. Mas claro, sem açúcar. Inicie as suas refeições sempre com uma quente sopa de legumes, uma ótima opção para esta época. Um alimento quente, aconchegante, cheio de vitaminas e minerais. Se comer uma sopa antes do prato principal ficará muito mais saciado, ingerindo menor quantidade no total da refeição.
  • Prefira alimentos ricos em fibra: Pão escuro, aveia, arroz/massa integral, leguminosas (feijão, grão, ervilhas, lentilhas, quinoa), sementes e vegetais, são alguns exemplos dos alimentos que pode incluir no seu dia alimentar. Ajudam-nos a manter a saciedade, o que nos pode ajudar a evitar alimentos ricos em gordura e açúcar.
  • Consuma hortícolas: Se neste tempo frio não apetecem saladas, pode optar por legumes estufados, refogados ou cozidos. Abóbora, cenoura, courgette, chuchu ou brócolos são exemplos da imensa variedade de hortícolas que podemos incluir no nosso dia-a-dia. É importante que aumente o consumo destes alimentos, ricos em vitaminas e minerais, fundamentais a todas as funções do seu organismo.
  • Adoce o seu dia com poucas calorias: Deixe os bolos de pastelaria, as bolachas e as sobremesas de lado. Quando lhe der aquela vontade de um “docinho”, opte por fruta cozida ou assada. Já experimentou maçã, pera ou marmelo assado ou mesmo, dióspiro com canela?
  • Mexa-se! Organize-se e pense em que dias da semana pode praticar uma atividade física a seu gosto. Não gosta de ginásio? Vá dar uma caminhada. Não gosta de caminhada? Inscreva-se na natação. Não gosta de natação? Compre uma bicicleta e aproveite para dar umas voltas ao ar livre com familiares e amigos. Há sempre opções. Ou porque está frio ou a chover, muitas vezes optamos por ficar em casa e não praticar exercício físico. Não arranje desculpas, opte pelo ginásio ou por comprar um impermeável para poder fazer exercício físico ao ar livre. Além disso, a prática de exercício físico além de nos aquecer, faz-nos sentir cheios de energia e bem-dispostos.

Mantenha todos estes hábitos no seu dia-a-dia. São fundamentais para termos uma vida saudável e mantermos o nosso peso controlado durante estes meses mais frios.

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

5 passos para um fim-de-semana saudável

Sente que o problema é ao fim-de-semana? É nesses dias que lhe apetece “pisar o risco”? Tem festas, jantares, aniversários? Pense que há sempre forma de aproveitar o fim-de-semana da melhor forma, sem deitar a perder tudo o que andou a fazer durante a semana. Claro que ao fim-de-semana é sempre mais difícil manter a alimentação que temos durante a semana, mas é possível. Além disso, o importante é quando fazemos uma “asneira”, que esta seja consciente! O que quero dizer com isto? Que não coma todos os alimentos que estão à nossa frente só porque sim!

 

E não se esqueçam que no dia 2 de dezembro vai haver um workshop sobre ´Como planear uma semana saudável´. Podem ver todas as informações aqui.

 

1. Mantenha os horários e as refeições: Claro que, se calhar não acorda tão cedo como durante a semana, mas é importante que faça todas as suas refeições e não 3 durante todo o dia.

 

2. Não deixe o ginásio, a caminhada, a corrida ou os exercícios de lado. Se se mantiver ativo irá sentir-se muito melhor e com muito mais energia, além de ajudar a controlar o seu peso. Não se desculpe com o frio ou com a chuva, o impermeável tem a sua função! 🙂 Se sabe que vai ter um dia diferente amanhã, que tal marcar já na agenda que de manhã vai dar uma caminhada?!?

 

3. Tem um jantar ou uma festa? Não vá com fome! Se assim for, vai para o jantar e acaba por comer maior quantidade de comida. Tem de lanchar e não pensar “como vou ter um jantar não vou comer nada à tarde”. Truque: Coma uma sopa antes de sair de casa. Se for jantar fora, veja algumas dicas aqui. Se for em sua casa, há imensas formas de agradar os convidados mas com alguns cuidados na refeição!

 

4. Comeu uma sobremesa? Ao fim-de-semana a vontade de “sair da linha” é maior e pode acontecer. Se tiver um jantar e acabar por comer uma sobremesa ou um doce, não pense: Perdido por 100, perdido por 1000. Comeu, tudo bem, mas siga em frente e volte novamente à sua alimentação! Qual é o problema de comer essa sobremesa? Não pode ficar com peso na consciência e marterizar-se por isso! Se comeu, no dia seguinte vai manter a sua alimnetação e vai dar uma caminhada 🙂

5. Gosta de ver um filme a comer alguma coisa? Opte por snacks saudáveis: Que tal desfazer bolachas de milho ou de arroz com canela? Ficam como pipocas 🙂 Ou então frutos secos também será uma boa opção. Mais ideias, aqui.

Durante a semana consegue manter a sua alimentação dentro dos eixos? Isso mesmo! 🙂

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

6 razões que podem estar a dificultar a sua perda de peso

Existem imensos fatores que podem contribuir para que não tenhamos uma alimentação saudável e por isso mesmo, que não permitam que percamos peso, ou até que o mantenhamos. Por vezes, nem pensamos neles. Aliás, nem nos apercebemos que eles existem uma vez que fazem parte do nosso dia-a-dia.

Será que se identifica com alguns dos aspectos que apresento de seguida? Se sim, tome uma atitude! Escreva já na sua agenda que amanhã não o vai fazer 🙂

    • Acorda sem tempo: Sim, se acorda atrasado para o trabalho é bem provável que pegue numas bolachinhas e coma à pressa antes de sair de casa! Por isso mesmo: Não deixe que isso aconteça! Duas hipóteses: Ou acorda mais cedo para que consiga realizar esta refeição ou prepara de véspera. Há imensas hipóteses de pequenos-almoços, pode ver algumas ideias aqui.
    • Chega tarde a casa: Claro, é normal que depois de um dia de trabalho só lhe apetece chegar a casa e descansar. Mas, se não tiver o jantar pronto qual é o resultado? Comer “qualquer coisa”. É fundamental que prepare as suas refeições de véspera e que aproveite o fim de semana para o fazer. Ideias para manter um jantar saudável, aqui.
    • Almoça fora: Se for sozinho pode ser que faça uma escolha acertada. Mas, e se forem vários colegas a almoçar? “É só hoje, não faz mal”. Tente levar o almoço de casa (a sua saúde e a sua carteira agradecem 🙂 ). Aqui ficam algumas dicas para quando vai almoçar fora.
    • Passa horas sem comer: Pois, isto acontece várias vezes! Passa horas sem comer (ou porque não levou lanche, ou porque tem muito trabalho ou apenas porque não lhe apetece) e depois o resultado: Está cheio de fome e apetece-lhe comer tudo o que lhe aparecer à frente.
    • Ofertas no local de trabalho: Bolachinhas, chocolates, bolos, salgados.. Existe uma panóplia imensa de alimentos que por vezes são oferecidos no seu local de trabalho. Dica: Motivação! Persistência! Além disso, a marmita! Se tiver os seus lanches todos preparados, é muito mais fácil que não caia na tentação. Agora, se estiver horas sem comer e sem nada para lanchar, claro, aí será mais difícil.
    • Hora de ver televisão: Tem de se distrair! Pode fazer palavras cruzadas, croché, ler… Arranje alguma coisa que não lhe faça estar sempre a pensar em “petiscar” alguma coisa. E além disso, tem de jantar como deve de ser!
    • E claro, exercício físico: Normalmente quando começamos a praticar exercício físico muitas vezes damos tudo no primeiro treino, ficamos todos doridos e deixamos de o fazer durante uns dias. Não pode ser! Peça ajuda a um profissional de desporto, que o oriente nesse sentido. Segunda, quarta e sexta-feira vai caminhar durante 30 minutos, escreva já! Vão ver que se vão sentir tão bem e tão enérgicos que vai começar a fazer parte da vossa semana. Tal como várias coisas na nossa vida (descansar, comer, passear etc) são prioridades, o exercício tem de estar no mesmo patamar!  Compre roupa que vos faça sentir bem: Claro que podemos utilizar qualquer tipo de roupa para praticar desporto, mas na realidade, se tivermos uma calças confortáveis (por exemplo agora no inverno as de licra dão imenso jeito), ténis adequados ao exercício, camisolas e top´s (no caso das raparigas) de uma cor gira etc… sentimo-nos muito melhor para tal.

Concorda? Faça uma reflexão e pense se alguns destes aspectos estão a influenciar a sua alimentação diária. E, se tiverem, tome uma atitute e planeie a melhor forma de os contrariar! 🙂 Aqui ficam algumas promoções de artigos de desporto em desconto que podem crer aproveitar.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

7 truques que me ajudam a organizar a semana

Hoje vou escrever sobre como organizo a minha semana. Antes de mais, e como digo, é mesmo mesmo importante conseguir ir às compras ao fim-de-semana ou tirar um bocadinho durante a semana para conseguir ir às compras. Quando consigo ter um furo durante a semana e ir ao supermercado fico tão feliz, consigo logo despachar algumas coisas que me dão imenso jeito. Se começar a minha semana sem nada no frigorífico, sem saber o que fazer para as minhas refeições principais fico um bocado stressada… porque sei que tenho de arranjar maneira de conseguir manter a minha alimentação, mas que tenho que inventar!
E por isso é que digo que meio caminho andado para conseguirmos ter uma alimentação saudável é realmente termos tudo disponível em casa, porque senão, com o trabalho que temos, com as horas tardias a que chegamos a casa, aliado ao cansaço de uma semana, secalhar é mais fácil ´sair qualquer coisa´ para o jantar.
Sendo assim, como é que me costumo organiza? Admito que não planeio as refeições semanais, apesar de saber que iria ajudar imenso nas compras! E novidade das novidades, dia 2 de dezembro vai haver mais uma edição do Workshop ´Como planear uma semana saudável´ das 14h30 às 18h00. Para inscrições é só enviarem email para mariagama@poetenalinha.pt. Mas, organizo-me da seguinte maneira:
Para o pequeno-almoço e lanches:
  • Ter sempre em casa: Flocos de aveia, fruta, queijo fresco, frutos secos, iogurtes, abacate, ovos, manteiga de amendoim da prozis (com o cupão poetenalinha têm 10% de desconto, podem fazê-lo aqui)…são os alimentos que eu tenho sempre em casa. E porquê? Depois de manhã é só perceber o que me apetece e juntar! Não dá trabalho nenhum e é bem rápido juntar por exemplo iogurte, fruta e sementes. Fazer ovos mexidos ocupa sempre mais um bocadinho de tempo, mas na minha opinião, não é por aí… Ou seja, não dêem hipótese para não ter alimentos em casa que vos façam não tomar o pequeno-almoço e ir ao café ou então nem comer nada de manhã!
  • Marmitas pequenas: ahaha podem crer que dá imenso jeito! E porquê? Não ocupa quase espaço nenhum e cabe nas malas e/ou pastas! Se não tiverem talvez não levem o lanche da manhã, já pensaram? Frutos secos, queijo da vaca, ovo cozido, cenouras cruas… tantaaa coisa que pode ser! Nem que seja só pegar no saco dos frutos secos e colocar na mala, tem de ser!
  • Porta-luvas com comida: E porquê? Não sei se vos acontece por vezes os vossos planos são alterados e se calhar vão mais tarde para casa, mas a mim acontece-me. E isso resulta em quê? Fome fome fome! E o que é que me safa? Os frutos secos ou as bolachas de arroz que tenho no carro! E porquê? Porque não quero mesmo passar por algum lado e ´comer qualquer coisa´.

Para as refeições:
  • Alimentos práticos e rápidos de fazer, sempre! Ora bifes de peru ou de frango, ora ovos, perna de peru, latas de atum, salmão ou dourada. São alguns dos alimentos que comprei esta semana. Só para verem, às vezes compro cerca de 1kg de bifes de frango, 5 postas de salmão e 4 douradas, ou seja, dá para vários dias caso não haja mais nada. Claro que não me apetece comer sempre a mesma coisa, mas realmente acho que por vezes, quando não há outra forma, lá terá de ser.
  • Imaginação: Como não apetece comer sempre o mesmo, que tal ter imaginação para com os mesmos alimentos, fazer refeições diferentes? Por exemplos, os bifes de frango tanto dá para grelhar como dá para desfiar e fazer uma salada fresca (ainda por cima com este tempo é mesmo o que apeteceeeee). O salmão a mesma coisa: tanto para grelhar como para fazer uma salada fria ou até um arroz de salmão. O que acham?
  • Pensar com a mínima com antecedência: Pessoal, isto é a chave! Deixar os alimentos a descongelar de manhã, o que é que custa? Senão é bem mais difícil preparar o jantar, não acham? Senão têm de optar por descongelar os alimentos no momento  através do microondas. Poderá ser uma hipótese mas seria melhor deixar a descongelar de manhã. No entanto, quando tal não acontecer a minha dica é: OVOS ou SALADA DE ATUM! Não há hipóteses para jantar sandes ou cereais, mesmo!
  • Sopa pronta: Como já perceberam sou fã de sopa tanto no inverno como no verão. Acho que não há razão para não a comer em qualquer época do ano, a não ser que esteja numa esplanada com 40ºC! Agora, para conseguir comer sempre sopa antes do almoço e do jantar ela tem de ficar pronta ou ao fim-de-semana, ou então, num dia de semana em que tenha mais tempo, senão já sei que com o trabalho que temos, ninguém a irá fazer.

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha