, , ,

Ano Novo, Vida Nova… SERÁ?!

Quem é que de vocês nunca pensou “Ano Novo, Vida Nova”? Quem é não começa logo a pensar em novos projetos, em novos objetivos, em mudanças tanto a nível pessoal como profissional?

Não começam a pensar que vão ter mais cuidado com a alimentação? Que vão começar a ir ao ginásio ou a fazer desporto? Que vão poupar dinheiro? Que vão viajar? Acho ótimo! Eu também costumo escrever os meus objetivos, tanto a nível profissional como pessoal e colo com fita-cola na parede do escritório para olhar todos os dias para eles. E sabem, muitas vezes olho e vejo que alguns foram ficando esquecidos, mas o que importa é que outros foram cumpridos!

Para quem quer começar a ter uma alimentação mais saudável em 2020, no dia 9 de janeiro vou estar a dar um workshop com o tema ´Guia para uma alimentação saudável´. Neste workshop irei falar sobre como deve ser o nosso dia-a-dia, que escolhas devemos fazer diariamente, que opções devemos tomar perante uma panóplia de produtos, que cuidados devemos ter ao analisar rótulos alimentares e vou terminar com a confeção de diversas receitas. Para quem muitas vezes tem dúvidas sobre como começar a ter uma alimentação saudável, quais os primeiros passos, quais as primeiras trocas a fazer no dia-a-dia, quais as escolhas corretas no supermercado e de que forma devemos cozinhar… é sobre isso tudo que vamos falar no workshop! Podem ver todas as informações aqui.

A grande questão é quando o ano vai passando e os objetivos vão ficando esquecidos… E aqui, na minha opinião, tem de existir um comprometimento da vossa parte com vocês mesmos! Não faz sentido estarmos super motivados em janeiro de 2020 e depois esquecer isso tudo! Porque se realmente quisermos e tivermos motivação conseguimos! Eu comecei a correr em Janeiro de 2015 (um dos objetivos definidos para esse ano era começar a fazer desporto, e como vêm agora, ainda continuo) ?

No caso da perda de peso, isto acontece muito! É um dos objetivos de muitas pessoas no início do ano, mas depois com o passar do tempo, lá se vai…E sabem porque é que isso acontece? Porque na realidade vocês têm de perceber que têm de mudar! Que têm realmente de querer mudar, para sempre! E com isto não quero dizer que tem de ser um sacrifício e que têm de passar fome, como na maioria das vezes se ouve por aí. Apenas têm de fazer alterações e adaptações na sua alimentação, consoante o seu dia-a-dia e as suas preferências. Por isso mesmo, esqueça a palavra dieta e lembre-se do real objetivo… começar a ter uma ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL que o levará a perder peso, para SEMPRE!

GENTE, não há milagres! Mesmo que percam 10kg com a dieta xpto, se voltarem aos hábitos antigos, se voltarem a ingerir uma maior quantidade de energia durante o dia do que a que gastam, vão aumentar novamente de peso.

Além disso, o que me faz sentido é que todos tenhamos uma alimentação saudável, todos sem excepção. Todos temos a mania de dizer “há tanta gente magrinha que pode comer o que quiser, que inveja”! ERRADO! Ser magrinho não significa ser saudável, e aí está a diferença.

Se quer perder peso, não tente fazê-lo sozinho, mas sim com a ajuda de um profissional de nutrição. É importante que tenha um plano alimentar de acordo com as suas preferências, um profissional de nutrição disponível e que esteja pronto para o ajudar e motivar… que estejam juntos no percurso que é a mudança e alteração de comportamentos alimentares… Não perca peso de qualquer forma, não faça dietas malucas! O mesmo se diz para se quiser começar a ser mais saudável, se quiser começar a comer melhor ou se tiver alguma doença em que faça sentido fazer alterações alimentares para a sua melhoria.

Se quer começar no ginásio, não comece 7 dias por semana! Isso vai ser sol de pouca dura…! Comece por definir na agenda que vai 3 dias por semana, escreva a vermelho para não passar despercebido! Compre roupa com que se sinta bem! Coloque músicas no seu telefone, e avance! Não me digam que está frio e que está a chover.. é verdade que está, mas eu também já fui comprar calças e uma camisola térmica por causa disso mesmo!

Para quem precisar de motivação em termos de receitas, pode adquirir os meus ebooks…. ou de pequenos-almoços saudáveis, ou refeições, ou ementas mensais… tem muito por onde escolher e pode ver todos aqui.

Quando se sentir desmotivado passe pelo Põe-te na linha, veja as dicas e ideias que temos para partilhar consigo. Envie mensagens ou deixe comentários, tire dúvidas e peça ideias ?

Mas…Acredite em si! Porque consegue!

E já sabe, se precisar de ajuda quanto à sua alimentação e quiser marcar uma consulta de nutrição, pode enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

5 truques ESSENCIAIS para não petiscar tudo quando chega a casa

Ora pois bem… Muitas vezes uma das dificuldades quanto à alimentação saudável é o fim da tarde, não é verdade? E porquê? Será que não pode estar relacionado com passar o dia a comer pouco ou muitas horas entre as refeições principais? Quantas vezes come 1 peça de fruta a tarde toda? Ou umas tostinhas? Ou bebe um iogurte? Pense nisso! Normalmente após esta modificação no plano alimentar as diferenças são significativas e a vontade de “comer tudo” passa. Ainda por cima a essa hora, ao fim da tarde, só apetecem coisas que não devemos: pão, queijo, bolachas etc etc…

Para quem não sabe, tenho vários e-books, que podem adquirir aqui

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal I e II de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal I e II de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

– 80 receitas de panquecas (3,0€)

Assim:

  • Não passe mais de 3h sem comer! Faça um esforço e ande com snacks ou lanches bastante práticos e que consiga comer quando não é possível fazer um intervalo no trabalho (Ideias aqui).
  • Nada de bolachinhas ou só um iogurte ao pequeno-almoço! Tem de começar bem o dia e de forma equilibrada! Papas de aveia, Ovos mexidos, Cereais integrais são alguns exemplos (Ideias de pequenos-almoços, aqui).
  • Almoce bem! Nada de saladinhas ou só uma sopa ao almoço. Ninguém se alimenta com isso, vai passar a tarde cheio de fome e assim que chega a casa…É possível almoçar bem e saudável em quase todos os sítios. Em Portugal há sempre uma forma de comer carne/peixe, acompanhar com salada/legumes e arroz, por exemplo.
  • Se só chega a casa por volta das 19h/20h, talvez signifique que precise de dois lanches da parte da parte. Se tal não acontecer, chega a casa cheio de fome e nessa altura os alimentos que lhe apetecem podem ser ricos em açúcar e em gordura. Além disso, é importante que os seus lanches estejam bem definidos, de forma a ter prazer a comer e que mantenha a sua saciedade ao longo do dia.
  • Sopa em casa, sempre! A minha estratégia é chegar a casa e comer logo a sopa, antes do jantar. É mesmo o melhor que fazemos. Deste modo faz com que não ande a petiscar tudo o que lhe aparece à frente. Para muitos a sopa no verão não sabe bem, mas agora não há desculpas.

Além disso, podem sempre tentar que o vosso escape deixe de ser a comida e passe a ser outra coisa… como por exemplo, ir dar uma caminhada quando chegarem a casa, de forma a relaxar de um dia stressante de trabalho! Quem sabe?! Garanto-vos que faz muito bem e que relaxa bastante!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram ? Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , , ,

Maria, podemos marcar consulta de nutrição para depois do Natal?

Uma alimentação saudável é um estilo de vida, é querer ser saudável. Como já partilhei com vocês, e como Nutricionista que sou, pratico uma alimentação saudável. Isto não significa que de vez em quando também não faça os meus erros alimentares, que não me dê a ´parvoice´ (desculpem o termo, mas é mesmo assim), e que deixe de comer tudo o que faz mal, e que eu sei que faz mal.

Claro que nesta época existem mais almoços e jantares, com vários alimentos altamente calóricos à nossa volta e que por vezes é difícil resistir. Apesar de podermos comer de forma diferente, não há razão para fazermos erros alimentares desde dia 1 de dezembro a dia 1 de janeiro. Ou seja, não há razão para pensarmos que neste mês a alimentação saudável pode ser deixada de lado e por isso mesmo, não faz sentido nenhum uma consulta de nutrição. A alimentação saudável é um estilo de vida, é o que nós queremos para nós e nada mais que isso.

Para vos ajudar a ter um mês de dezembro mais equilibrado, preparei um ebook com diversas dicas e truques para esta época. Além disso, tem diversas receitas tradicionais, mas adaptadas. Podem adquirir aqui:

Por isso mesmo, qual a razão para neste mês deixarmos de lado a nossa preocupação com a alimentação e não fazer sentido ser acompanhado por um profissional de nutrição? Há alguma razão para comermos todos os dias arroz doce? Há razão para comermos ferrero rocher todos os dias? Há razão para deixarmos de lado a sopa às refeições? Parece-me que não (ou então sou eu que não percebo). Nos dias em que tenho jantares de natal (ou almoços), ou na ceia do dia 24 de dezembro e/ou almoço do dia 25 de dezembro, eu também como o que tenho de comer, e o que me apetece! Até posso partilhar com vocês que ADORO serradura (sim, eu sei que não é típico mas a família gosta 🙂 ) e que como! Mas não é por isso que agora todos os dias vou andar a comer ´este mundo e o outro´.

Apesar dos erros alimentares associados a esta época, podemos:

  • Ter um pequeno-almoço saudável: Tem de começar o seu dia a comer umas rabanadas? Espero que não! Temos de começar o nosso dia-a-dia de forma saudável e principalmente durante a semana, na nossa correria diária, qual a razão para começar esta refeição logo com asneiras? Pode ver várias ideias aqui.
  • Meio da manhã e lanche da tarde saudável: Tudo bem que agora os colegas podem levar algumas bolachas ou doces para o trabalho, mas tem de as comer? Não pode ficar para os dias de festa? Tem de comer só porque sim? Tem de levar as suas marmitas para conseguir às tentações que estão à sua volta. Se não lhe fizer sentido comer uns chocolates a meio da manhã, porque tem de os comer?  Só porque lá estão?! É o que eu digo, o problema não é o Natal, são os dias até lá! Ideias aqui.
  • Almoço/jantar de natal da empresa ou de amigos: Talvez seja a refeição em que é mais difícil resistir às tentações, mas tente então organizar a refeição, consoante o que mais gosta.

– Comece sempre com uma sopa. Custa alguma coisa? Não arranje desculpas para não comer este alimento, ou é porque está calor ou é porque ficam cheios e já não conseguem comer o segundo prato (mas depois há sempre espaço para a sobremesa, não é verdade?). Assim deixa de lado os rissóis, croquetes ou chamuças!

– Em vez de comer batatas-fritas e arroz, porque não optar só pelo arroz? Além disso, o tipo de prato pode ser de confeção simples, deixando de lado lasanhas ou bacalhau com natas, e optando por assados, guisados, grelhados.

– Quanto à sobremesa, pode optar por uma salada de frutas, mas se a sua perdição é mesmo a sobremesa, o melhor é mesmo ter mais cuidado com o prato principal. Nada mais que isso!

– Se precisa de dicas para ter uma alimentação mais saudável quando vai comer fora, veja aqui.

  • Fazer exercício físico: Se sabe que acaba por fazer mais erros alimentares porque não se obriga a ir dar uma caminhada e ir ao ginásio? Acaba por ajudar a controlar o seu peso nesta altura e a sentir-se ativo. Eu sou uma chata com o exercício físico, estou constantemente a falar nisso, mas é mesmo para vos ajudar!

Agora e importante, uma alimentação saudável inclui por vezes fazer um erro alimentar. Um dia não são dias, mas o problema é quando este tipo de erros alimentares são constantes e diariamente. Não é por dias festivos que deixa de ter uma alimentação saudável! O importante é saber que no dia seguinte não irá fazer novamente nenhum erro alimentar e até pode ir dar uma caminhada. Tudo com conta, peso e medida.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

6 DICAS PARA COMPENSAR OS EXCESSOS DO FIM-DE-SEMANA

Por vezes ao fim-de-semana existem alguns excessos alimentares. E muitas vezes a preocupação em ficar ´na linha´novamente durante a semana é comum. Por isso mesmo… Muitas vezes pensamos: “Agora tenho de compensar tudo tudo durante a semana”, o que é pensamento este errado! O que tem de fazer é começar e manter a sua alimentação saudável, é sempre isto com que luto sempre nas consultas de nutrição!

  • Fraccione as refeições: Planeie as suas refeições: Deixe as refeições principais pensadas de véspera e leve sempre os seus lanches para o trabalho. Não passe mais de 3h sem comer. Tem dúvidas do que pode fazer ao pequeno-almoço? Veja aqui. Nos lanches da manhã e da tarde? Veja aqui. Cereais integrais, lactícineos, frutas, frutos secos, gelatina, ovo cozido são alguns exemplos.
  • Não tenha um défice energético, através de uma redução repentina de calorias (ou seja, não passe o dia a comer sopa ou a comer saladas). Faça refeições completas, equilibradas e variadas. Precisa de ideias de refeições para levar para o trabalho? Pode ver aqui. Se passar o dia todo sem comer chega ao fim da tarde/noite cheio de fome e acaba por fazer vários erros alimentares, se calhar sem se aperceber.
  • Não elimine os hidratos de carbono, pois muitas vezes acaba o dia cheio de fome e aí sim, acaba por comer o que não deve (se tem dúvidas quanto às quantidades, consulte um profissional de nutrição). Pode apenas fazer uma redução, desde que controlado. Pode optar por um jantar mais leve, como por exemplo: sopa de legumes + carne/peixe acompanhado com uma grande variedade de vegetais.
  • Faça uma seleção dos alimentos que deve consumir (deixe de lado alimentos com elevado teor em gordura e açúcares). Prefira carnes brancas, peixe, pão ou cereais integrais, iogurtes magros ou naturais, fruta, legumes, verduras. Massa, arroz ou batata doce para acompanhar as refeições. E leguminosas? Gosta? Feijão, grão, ervilhas, também são uma boa ideia.
  • Aposte na hidratação: É importante que potencie o consumo de água no dia a dia. Se não aprecia água pode aromatizar a água com fruta ou então optar por chás frios. Se é daquelas pessoas que se esquece de beber água, coloque alarmes para o relembrar.
  • Exercício físico: Não há desculpas para não o fazer. Nem que sejam 30 minutos a caminhar já é um bom começo. Organize a sua semana no sentido de conseguir fazê-lo, antes ou depois do trabalho. Na semana passada definir fazer 3x por semana exercício e fiz, é o importante: definirem os vossos objetivos e colocarem na agenda. Como costumo dizer, e para quem ainda não tem esse hábito, acho importante terem a roupa adequada para isso, uma vez que faz a diferença para que se sintam bem.

Para informações ou marcação de consultas podem enviar email para mariagama@poetenalinha.pt ou através do formulário em baixo:

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube ? Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, ,

4 ATITUDES FUNDAMENTAIS PARA O MOTIVAR A FAZER EXERCÍCIO FÍSICO

Como sabem (caso já me sigam a algum tempo), nem sempre fiz exercício físico. Comecei a fazê-lo mais à séria há cerca de 4 anos, e desde aí já considero que é um hábito instituído. Não acho que seja fácil começarmos a gostar se não estamos habituados, mas acho que é possível… porque na verdade, eu sou a prova disso. Não gostava de correr, e hoje em dia é uma das coisas que me dá imenso prazer. Faz-me relaxar e espairecer a cabeça! Agora com o nascimento do Vasco ainda não posso correr e é uma coisa que me custa bastante, mas que tenho de aceitar. Por isso mesmo, vou fazer as aulas de recuperação pós-parto e treinar em casa até lá…

Ao não poder correr, podia desanimar e não fazer mais nada… mas na verdade, o que tenho feito quando acontecessem contratempos acaba por ser arranjar soluções para continuar. Já corri.. quando me lesionei, andei de bicicleta, comecei a fazer treino de força.. quando há menos tempo para ir ao ginásio, treino em casa.. e por aí em diante!

Claro que não há dias fáceis, em que não nos apetece fazer exercício… mas não há problema! Nesse dia, não vamos. Temos é de saber que no dia seguinte temos de ir e que não podemos continuar a não ir… ou seja, temos de ir buscar forças, nem que seja para uma caminhada! O caminho não é, querer ir 2h para o ginásio quando a motivação está lá em baixo… na minha opinião, é sim, fazer o mais simples, mas fazer alguma coisa! Por isso mesmo, alguns truques que me ajudam a motivar para praticar exercício:

  • ACEITAR: O que é que eu quero dizer com isto? Aceitar o que gostamos de fazer, ou não. Aceitar o que podemos fazer, ou não. Aceitar o tempo que temos para fazer exercício… ou seja, aceitar na verdade, a nossa vida (no entanto, e quando digo aceitar, não é dizer que não temos tempo e deixar por isso, o exercício de lado). Se não gosta de correr, porque é que tem de correr?! Se não gosta de ginásio, porque tem de ir para o ginásio?! Se não consegue treinar ao fim-da-tarde, tudo bem… há-de arranjar outra hora. Por exemplo, eu agora não posso correr e por mais que me custe, tive de aceitar isso… porquê?! Porque senão aceitasse ia deixar o exercício de lado, porque na verdade, só queria correr.
  • ESTRATÉGIAS: Talvez o mais desafiante, uma vez que por vezes é difícil aceitar a nossa vida e o nosso dia-a-dia. Mas, na minha opinião é sempre possível, de uma forma ou de outra… fácil não é, mas é possível. Arranjar estratégias para conseguirmos ser ativos pode passar por várias coisas: subir escadas em vez de elevador ou escadas rolantes, ir dar uma volta depois de jantar, deixar o carro mais longe do sítio para onde vamos, ir ao mercado a pé… etc etc etc. Se nos é impossível ir ao ginásio porque faz com que percamos muito tempo, é aceitar isso, e arranjar uma estratégia: por exemplo, ir dar uma caminhada ao pé de casa, que facilita muito mais o nosso dia.
  • ALTERNATIVAS: Porque muitas vezes só gostamos de determinada coisa e não queremos sequer pensar em ter outra opção. Isso é meio caminho andado para deixar de lado o exercício físico e voltar a uma vida sedentária. Dou-vos o meu exemplo: já estive lesionada de uma perna e de um joelho e sempre disse que o que queria era correr… mas se assim fosse, tinha de ficar parada. Nessa altura optei pela bicicleta. Agora quando estive grávida e não podia correr, mais uma vez, ou aceitava ou então ficava parada. Optei por caminhadas e por treino de força. Claro que não é fácil, mas é a solução. Agora com o pós-parto não posso correr novamente (e custou-me imenso sabê-lo, podem ver aqui o que escrevi sobre isso) e o treino tem de ser adaptado… o que é que eu podia fazer?! Ou chorar todos os dias por isso, ou tomar uma atitude, enfrentar e arranjar uma solução… e foi o que fiz, estou nas aulas de recuperação pós-parto!
  • ROUPA: Não é futilidade, pelo menos para mim. E porquê? Porque todos nós gostamos de nos ver bonitos. Para ir caminhar ou ao ginásio, umas calças e uma t-shirt servem. E antes, era assim que eu ia. Hoje em dia, já comprei algumas peças de roupa que me fazem sentir bem melhor. Acho fundamental que o façam, porque em termos motivacionais faz toda a diferença. A maioria da minha roupa é da prozis (têm 10% de desconto se usarem o cupão poetenalinha) Até comprei alguma roupa para depois do parto, para me sentir bem nesta fase 🙂

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem! Que mais truques têm?!

E novidades, já temos datas para os workshops online e podem ver todas as informações aqui:

Para inscrições ou informações basta enviar email para mariagama@poetenalinha.pt ou através do formulário:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

5 HÁBITOS QUE NÃO PODEM FALTAR NAS SUAS REFEIÇÕES

Há hábitos essenciais e que temos de manter sempre sempre sempre às nossas refeições! Não há razão para não mantermos, mesmo que os dias fujam da nossa rotina 🙂 Quais são os vossos hábitos diários? Contem-me tudo! Por isso mesmo, hoje partilho alguns hábitos que acho que são essenciais manter sempre, e para sempre!

FOME DESMEDIDA: Antes de mais, não podem chegar às refeições principais com uma fome gigante, senão vai correr mal! Acho que é muito importante que façam pequenos snacks entre as refeições para isso não acontecer, ou seja, deve ser um hábito diário que praticam, de forma a vos ajudar! 

SOPA: Podem-me chamar a Nutricionista da sopa, mas é mesmo isso! Se há hábito que não pode faltar às vossas refeições é comer um prato de sopa de legumes antes do prato principal. E para mim, seja em casa ou seja no restaurante… e o problema não é a batata na sopa dos restaurantes, ou pelo menos para mim, não o é (podem ler a minha opinião sobre isso, aqui). Se tiverem este hábito, podem crer que ajuda imenso a controlar as quantidades de comida que acabam por comer, e é muito mais provável que não queiram as sobremesas ou doces ou as próprias entradas que muitas vezes existem às refeições! E todos nós devíamos comer sopa, desde os mais pequenos aos mais graúdos, sem exceção! E sabem que mais? Faz-me muita confusão ver todas as crianças a comerem as entradas nos restaurantes e não pedirem sopa para elas… aliás, existir muitas vezes a pergunta ´queres sopa?`… porque não deveria ser uma pergunta, deveria ser um hábito adquirido!

LEGUMES OU SALADA: Parece que pode haver tudo à refeição, mas que os legumes ou a salada podem passar o lado, não percebo bem porquê! Temos de fazer o arroz ou a batata, mas para os legumes já não temos tempo… ou seja, tempo para o resto arranjamos, para a sopa e para os legumes, nem por isso. Não concordo! Acho que se temos tempo para o resto, temos também de ter para estes alimentos que são fundamentais a uma vida saudável. Claro que por vezes a logística é difícil, mas por isso mesmo é que sou a favor de termos legumes congelados em casa para os dias em que o tempo é pouco… porque vos garanto, colocar a cozer uns brócolos congelados é bem mais rápido do que fazer um arroz ou batatas (com isto não quero dizer que o arroz ou as batatas não são igualmente importantes).

ÁGUA: Pois bem, água é o que devemos beber à refeição! Claro que se formos a uma festa e nos apetecer algo de diferente, também pode ser uma opção… mas em casa, seja durante a semana ou ao fim-de-semana, devemos sim, beber água! Nada de refrigerantes ou sumos… Muitas vezes é a conversa de ´é só ao fim-de-semana´… e depois o problema é… é tudo ao fim-de-semana! E na verdade, os hábitos saudáveis devem fazer parte do dia-a-dia e não podem ser vistos como um sacrifício.

FRUTA: Há quem se preocupe em comer fruta depois da refeição… não sei bem porquê! Claro que não devemos andar a comer 10 peças de fruta por dia, mas quando as comemos, depende do dia alimentar de cada um de vocês. Ainda para mais, com a fruta que temos agora, a fruta de verão, sabe super bem terminar a refeição com uma peça de fruta, mas isso depende dos vossos gostos. Deixar de comer fruta e depois ir ao gelado, ou ao chocolate, ou às bolachas.. parece-me que não é uma troca correta. Não é por comerem fruta ao jantar que vão engordar.. até porque muitas vezes acaba por nos acalmar e relaxar, ficando satisfeitos e não optando por outro tipo de alimentos. 

O que acham? Concordam? Deixem os vossos comentários! 🙂

E novidades, já temos datas para os workshops online e podem ver todas as informações aqui:

Para inscrições ou informações basta enviar email para mariagama@poetenalinha.pt ou através do formulário:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

3 motivos que estragam a sua dieta

Ora bem, vamos lá falar de alguns factos reais que fazem com que saia da sua alimentação saudável! Não acha que acontece muitas vezes? Deixar de ter uma alimentação saudável e de por isso, aumentar de peso, sem saber porquê? Então veja bem se estes pontos que falo em baixo não influenciam!

´Ah, hoje não tenho legumes e não vou fazer que dá muito trabalho´: Não! É meio caminho andado para os deixar de fazer, e mais grave, deixar de os comer diariamente! Tenha sempre em casa legumes congelados ou frescos prontos para ser um instante a preparar. Além disso, começar a introduzir este tipo de alimentos ao pequeno-almoço ou nos lanches da manhã/tarde, como cenouras ou tomate cherry. Sem falar da sopa, que como já sabem, não pode faltar. Se o problema for a sua confeção, porque está farto de legumes cozidos, opte por estufados, salteados ou no forno. Há sempre forma de inovar e de fazer legumes simples. Eu costumo utilizar as embalagens já preparadas frescas que é só colocar na wok ou então fazer uma salada.

 

´Não tenho tempo para ir ao ginásio e/ou caminhar´: Gente, como eu digo sempre, realmente só temos tempo para praticar exercício físico se realmente for uma prioridade para nós e quisermos mesmo fazê-lo (claro que, não estou a falar daqueles dias em que acontecem contratempos e que os nossos planos saem furados). Logo de manhã, hora de almoço, fim da tarde ou à noite, são sempre opções, consoante o vosso dia-a-dia. Agora claro, o resto do dia tem de ficar organizado se forem ao ginásio à hora de almoço, ou seja, têm de levar o almoço já preparado e pronto a comer. Além disso, nem que seja ir correr ao ginásio 20 minutos e depois aproveitam os restantes 40 minutos para um banho rápido e irem almoçar.

´Tenho um trabalho para entregar, não vou almoçar não tenho tempo´: Pois é, não almoçar não ajuda nada. E porquê? Porque depois a fome vai apertar (e não digam que não), e vão optar por comer ´qualquer coisa´, ou seja, ou uma sandes, ou um folhado, ou o que for mais fácil e estiver mais acessível. Se sabem que o vosso trabalho tem desses dias, optem por se organizar e planear, de forma a levarem uma marmita com um almoço que vos permita estar a trabalhar. Claro que o objetivo seria fazerem uma pausa para almoçar, mas se às vezes não dá, a marmita é a solução. Há imensas ideias possíveis e simples que podem ver aqui. 

Eu sei que por vezes não é fácil termos um dia alimentar como gostávamos, muito associado ao trabalho, ao stress, à pressão ou às horas tardias que chegamos a casa e com o que depois ainda temos de fazer. No entanto, acho que é importante não esquecer que não podemos desistir de nós, da nossa saúde. E qualquer alteração que consigamos fazer já é muito bom. O caminho faz-se caminhando e não de um dia para o outro, por mais que às vezes queiramos tudo para ´ontem´. E como já disse variadas vezes, a organização é mesmo, o essencial. E na minha opinião, começar a praticar exercício físico é meio caminho andando: ajuda-nos a relaxar, a abstrair do dia-a-dia, a ´não pensar em nada´ e também pensar no que queremos fazer, mudar e alterar a nossa vida… pelo menos é o que me acontece a mim… parece que quando vou correr, renasço 🙂

Uma dica para a prática de exercício físico é roupa que vos faça sentir bem: Podemos utilizar qualquer tipo de roupa para praticar desporto, qualquer coisa que esteja lá por casa serve. Mas na realidade, ora para rapaz ora para rapariga, se tivermos uma calças confortáveis, ténis adequados ao exercício, camisolas e top´s (no caso das raparigas) de uma cor gira e que nos sintamos bem, faz diferença. Apesar de achar que temos de nos sentir bem de qualquer maneira, gosto de ter uma roupa que goste para correr.

E novidades, já temos datas para os workshops online e podem ver todas as informações aqui:

  • Como planear uma alimentação saudável no dia 21 de novembro de 2020
  • Natal saudável no dia 5 de dezembro de 2020
  • Guia para uma alimentação saudável no dia 9 de janeiro de 2021

Para inscrições ou informações basta enviar email para mariagama@poetenalinha.pt ou através de:

Nos envie um email

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, , ,

4 erros comuns quando quer emagrecer

Muitas vezes queremos perder peso, ou até mantê-lo, mas não nos apercebemos de alguns erros que por vezes fazemos no dia-a-dia e que podem influenciar bastante os nosso resultados. Por isso mesmo, hoje deixo quatro erros dos quais me apercebo que acontecem frequentemente.

  • Passar o dia sem comer: Se saltar refeições ou passar o dia a comer “qualquer coisa”, como uma sopa e uma peça de fruta ao almoço, não vai acabar em bom resultado. Vai chegar ao fim da tarde cheio de fome, comendo demasiado ao fim-da-tarde ou até à noite. Além disso, a vontade por alimentos altamente calóricos, ricos em açúcar e em gordura vai aumentar. Quantas vezes almoçamos só uma saladinha?
  • Os produtos integrais emagrecem: Não. Os produtos integrais apresentam uma maior quantidade de fibra que nos ajuda a aumentar a saciedade ao longo do dia. No entanto, e tal como os outros produtos, contêm calorias, açúcar, gordura e têm de ser comidos com contenção e de acordo com as quantidades devidas. Não vá em conversas, tenha sempre em atenção os rótulos dos alimentos, pois existe uma grande maioria de alimentos altamente calóricos.
  • Ao fim de semana é o dia da asneira: Claro que ao fim-de-semana é mais propício fazermos asneiras e fugirmos à alimentação que temos durante a semana. Mas, no entanto, não podemos “estragar tudo” e estar a pensar durante a semana inteira “ao fim de-semana posso fazer o dia da asneira”. Se tivermos um jantar ou um aniversario, que tal pensar “Do que está na mesa, o que é que eu gosto mais?”. O importante é que coma de tudo um pouco, mas com moderação. Além disso, se houver um fim-de-semana em que não aniversários ou jantares, qual é a razão para cometer um erro alimentar? Só porque sim? Podem ver a minha opinião sobre o dia da asneira, aqui.
  • Sumos naturais: Quantas laranjas utilizam para fazer um sumo natural? 2 ou 3? Além da remoção da fibra presente na fruta, já pensou que se no seu plano alimentar estiver definido que pode comer 2 peças de fruta por dia, se fizer um sumo de laranja esgota as outras peças de fruta para o resto do dia. Além disso, a fruta dá imenso jeito para levar para os snacks da manhã e da tarde. Isto não quer dizer que de vez em quando não o faça 🙂

Estes são alguns dos erros comuns que são falados em consulta. É importante que em consulta exista a definição dos objetivos pessoais de cada um, criando e planeando estratégias que ajudem ao seu alcance.

E novidades, já temos datas para os workshops online e podem ver todas as informações aqui:

Para inscrições ou informações basta enviar email para mariagama@poetenalinha.pt ou através do formulário:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

7 DICAS PARA PERDER PESO E NUNCA MAIS ENGORDAR

Como costumo dizer… perder peso toda a gente perde… ! Mas manter esse peso… será que toda a gente o faz?! Vamos lá então fazer sobre isso. Começar uma dieta, seja ela a da alface, do repolho ou da cenoura… toda a gente começa! Está motivado, faz tudo o que é sugerido pelo nutricionista (a), e perde peso. Até aí … tudo bem! E depois…? Depois desse peso perdido consegue mantê-lo?! Depois de perder 10, 20 ou 30kg, se as coisas que fez durante a sua perda de peso não lhe fizer sentido, vão voltar novamente aos hábitos anteriores, e aí não há milagres! Além disso, e não falando apenas da palavra peso (kg), temos de nos preocupar em prevenir a doença e contribuir para a nossa saúde! Porque aquela conversa de ´aííííí que sorte, aquele(a) pode comer tudo o que quer porque é magrinho(a)´, já passou de moda.  Lá porque uma pessoa tem o peso adequado, não significa de todo, que seja saudável.

Antes de mais, para quem não sabe, tenho vários e-books:

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

Quem quiser, é só enviar-me mensagem privada ou comprar aqui.

Por isso mesmo, vamos lá a alguns hábitos que vocês têm de manter sempre, seja porque querem perder peso, manter o peso ou apenas ser saudáveis:

  • Tomar o pequeno-almoço, e em casa: Por mim poderiam tomar o pequeno-almoço onde quisessem, desde que existissem as opções corretas, o que muitas vezes não acontece. Se depois dos nossos objetivos estarem cumpridos, começarmos novamente a ir ao café tomar o pequeno-almoço e/ou o lanche, vamos novamente começar com os hábitos menos saudáveis. Até me podem dizer que quase nunca optam por um bolo de pastelaria, mas um dia vai acontecer… Além disso, o típico pão com manteiga e o galão… parece-me que existem escolhas alimentares mais saudáveis e que são muito fáceis de fazer, desde que em casa. Já para não falar no que gastam ao fim do mês… Às vezes em consulta faço as contas do dinheiro que é gasto fora, e muitas vezes ninguém se apercebe do dinheirão que gastam! E que poderia ser gasto noutras coisas: viagens, jantar fora, ir ao cinema… tanta coisa!
  • É só hoje:É só hoje, NADA! Vamos lá ver uma coisa: O ´é só hoje´ faz sentido em festas, aniversários, dias especiais… e não só porque sim! Senão, passa a ser a regra e não a excepção! E este discurso é para todos, e não só para quem tem objetivos de perda de peso.
  • Refrigerantes ou sumos: Nem que seja ´light´ou ´zero´faz sentido andar a beber. E porquê? Porque apesar de não ter açúcar, tem outros ingredientes que nada de bom têm para a nossa saúde. Ou seja, o que devemos beber diariamente é agua e nada mais que isso! Caso, de vez em quando queiram variar, começar o dia de uma forma diferente, podem sempre fazer um sumo de laranja natural, por exemplo.
  • Legumes: Quantas vezes se senta à mesa sem uma porção de legumes no seu prato? Ou é porque não gosta de vários legumes, ou porque não tem tempo, ou porque o resto da família não come… E aqui está a grande questão, toda a gente em casa tem de comer legumes (salvo excepções em que não seja aconselhado o consumo de legumes)! Ou seja, é um hábito familiar e não um hábito que tem de ser adquirido apenas por quem quer perder peso… E se não há tempo, há sempre a opção de ter legumes congelados. E se não há tempo, porque é que há sempre tempo para fazer arroz, batata ou massa?! Se há tempo para uma coisa, há tempo para outra. Agora claro… se começamos a comer legumes porque queremos perder peso e depois deixamos este hábito de lado mais uma vez, é óbvio que irá comer mais dos restantes alimentos (e não vale a pena dizer que não).
  • Sopa: Sim Maria, sopa sopa sopa! Estás sempre a falar nisso. Pois estou! E porquê? Porque acho que é um alimento essencial à alimentação saudável e que nos ajuda imenso a controlar a fome e a saciedade. Chego a casa cheia de fome e como logo uma sopa, aguento-me até ao jantar sem problema nenhum. Se chegar a casa e comer outro alimento, não fico satisfeita e continua a apetecer-me comer mais! Já para não falar de que se comer sopa, come menos da refeição principal e controla muito a sua fome após a refeição. Mais um hábito que deve ser familiar, e não individual. E mesmo que seja em restaurante, é para o fazer! E vocês dizem-me:´Mas a sopa do restaurante tem batata´, e eu respondo… secalhar até tem, mas comparado com as entradas ou com os erros alimentares que fará à tarde ou ao fim-da-tarde, é o mal menor.
  • Bolachas e bolachinhas: Quem é seguido por mim sabe que não sou muito a favor de bolachas, apenas como ´escape´ quando não há mais nada, ou seja, ter umas bolachas de arroz ou de milho no porta luvas para alguma situação em que não tem mais nada. Não vá em conversas de ´sem açúcar´, ´light´, ´zero´…. porque até pode não ter açúcar, mas em termos de nutrientes existem alimentos muito melhores. Já para não falar de que não fica satisfeito com uma ou duas bolachas, e acaba por comer 1/2 pacote ou o pacote inteiro! Poderá haver excepções em que será uma estratégia levar este tipo de alimentos, mas não andar com bolachas na mala para o lanche da manhã ou da tarde.
  • Exercício: A prática de exercício físico é fundamental para todos nós. Seja para perda de peso, como para manter o peso, como para ser saudável, ter mais energia e vitalidade. E quando ´não conseguimos´ praticar exercício físico (claro que a modalidade terá de ser dependente de cada pessoa), é porque não é uma prioridade na nossa vida, e nada mais que isso! A prática de exercício não tem de ser um sacrifício e não tem de ser 3h no ginásio, 7 dias por semana. Ou seja, o exercício é que tem de encaixar na vossa vida e não, mudar a vossa vida toda por causa do exercício! De manhã, hora de almoço, assim que sair do trabalho (e leva a roupa para o trabalho), em casa… há imensas opções, e todas viáveis. Pode até existir um dia em que não consegue ir, ou está triste ou chateado e não lhe apetece.. tudo bem, não vai! Mas tem de perceber que no dia seguinte terá que ir, sem desculpas e com compromisso marcado.

Comentem, partilhem comigo as vossas dúvidas 🙂

Subscrevam as notificações na campainha vermelha do lado direito para ficarem sempre a par de tudo o que vou partilhando!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

5 trocas essenciais para um pequeno-almoço mais saudável

Ora vamos lá falar da primeira refeição do dia, o pequeno-almoço. Têm dificuldades em escolher o que comem de manhã? Que combinações podem fazer? Coloquem todas as vossas questões em comentários. Aproveito para dizer que ontem lancei um ebook para um Natal mais saudável, em que dou diversas dicas e truques para esta época. Podem adquirir aqui.

Há imensos aspectos fundamentais que devemos ter em atenção no pequeno-almoço, e que muitas vezes não nos apercebemos de que estamos a fazer mal. É fundamental fazer determinadas trocas que nos irão permitir ter uma vida mais saudável e caso exista a vontade de perder peso, vai também ajudar.

Escolha pão escuro e deixe o pão branco de lado. Não pense em trazer “apenas um”, que está mesmo quentinho, para aquele dia. Opte por pão de sementes, integral, de centeio ou de mistura.

Cereais de pequeno-almoço? Opte por flocos de aveia. cereais de pequeno-almoço, muitas vezes incluídos na nossa alimentação, já para não dizer diariamente. A maioria dos cereais são uma bomba de açúcar, ou seja, é fundamental que tenham atenção à ingestão desse alimento no vosso dia-a-dia. É fundamental que o nosso pequeno-almoço (como todas as nossas refeições) não seja rico em açúcar! Se quiserem ver a publicação sobre os rótulos de cereais de pequeno-almoço, vejam aqui.

Se bebe leite, opte por leite magro simples: Nada de leite com chocolate, nem que seja um ´bocadinho´. Esse tipo de alimentos não são para entrar em nossa casa pois não nos fazem bem nenhum. Se não gostam de leite simples, experimentem por exemplo com canela ou com café. Eu como não gosto de leite, simplesmente não o bebo.

Iogurtes? Naturais ou de aromas, sem pedaços! O truque é optar sempre sempre pelo mais simples. Por isso mesmo, não há cá iogurtes com pedaços ou com sementes. Todas as adições que queiram fazer, façam-nas em casa. Só o facto de comprarmos iogurtes com pedaços ou com sementes já aumenta a quantidade de açúcar presente nesse alimento. Se quiserem ver a publicação sobre os rótulos de iogurtes, vejam aqui.

Laranja em vez de sumo de laranja: Quantas laranjas utilizam para fazer um sumo natural? 2 ou 3? Além da remoção da fibra presente na fruta, já pensou que se no seu plano alimentar estiver definido que pode comer 2 peças de fruta por dia, se fizer um sumo de laranja esgota as outras peças de fruta para o resto do dia. Além disso, a fruta dá imenso jeito para levar para os snacks da manhã e da tarde.

Subscrevam a newsletter, pode ser que na sexta-feira recebam alguma coisa no vosso email:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde