, ,

6 razões que podem estar a dificultar a sua perda de peso

Existem imensos fatores que podem contribuir para que não tenhamos uma alimentação saudável e por isso mesmo, que não permitam que percamos peso, ou até que o mantenhamos. Por vezes, nem pensamos neles. Aliás, nem nos apercebemos que eles existem uma vez que fazem parte do nosso dia-a-dia.

Será que se identifica com alguns dos aspectos que apresento de seguida? Se sim, tome uma atitude! Escreva já na sua agenda que amanhã não o vai fazer 🙂

    • Acorda sem tempo: Sim, se acorda atrasado para o trabalho é bem provável que pegue numas bolachinhas e coma à pressa antes de sair de casa! Por isso mesmo: Não deixe que isso aconteça! Duas hipóteses: Ou acorda mais cedo para que consiga realizar esta refeição ou prepara de véspera. Há imensas hipóteses de pequenos-almoços, pode ver algumas ideias aqui.
    • Chega tarde a casa: Claro, é normal que depois de um dia de trabalho só lhe apetece chegar a casa e descansar. Mas, se não tiver o jantar pronto qual é o resultado? Comer “qualquer coisa”. É fundamental que prepare as suas refeições de véspera e que aproveite o fim de semana para o fazer. Ideias para manter um jantar saudável, aqui.
    • Almoça fora: Se for sozinho pode ser que faça uma escolha acertada. Mas, e se forem vários colegas a almoçar? “É só hoje, não faz mal”. Tente levar o almoço de casa (a sua saúde e a sua carteira agradecem 🙂 ). Aqui ficam algumas dicas para quando vai almoçar fora.
    • Passa horas sem comer: Pois, isto acontece várias vezes! Passa horas sem comer (ou porque não levou lanche, ou porque tem muito trabalho ou apenas porque não lhe apetece) e depois o resultado: Está cheio de fome e apetece-lhe comer tudo o que lhe aparecer à frente.
    • Ofertas no local de trabalho: Bolachinhas, chocolates, bolos, salgados.. Existe uma panóplia imensa de alimentos que por vezes são oferecidos no seu local de trabalho. Dica: Motivação! Persistência! Além disso, a marmita! Se tiver os seus lanches todos preparados, é muito mais fácil que não caia na tentação. Agora, se estiver horas sem comer e sem nada para lanchar, claro, aí será mais difícil.
    • Hora de ver televisão: Tem de se distrair! Pode fazer palavras cruzadas, croché, ler… Arranje alguma coisa que não lhe faça estar sempre a pensar em “petiscar” alguma coisa. E além disso, tem de jantar como deve de ser!
    • E claro, exercício físico: Normalmente quando começamos a praticar exercício físico muitas vezes damos tudo no primeiro treino, ficamos todos doridos e deixamos de o fazer durante uns dias. Não pode ser! Peça ajuda a um profissional de desporto, que o oriente nesse sentido. Segunda, quarta e sexta-feira vai caminhar durante 30 minutos, escreva já! Vão ver que se vão sentir tão bem e tão enérgicos que vai começar a fazer parte da vossa semana. Tal como várias coisas na nossa vida (descansar, comer, passear etc) são prioridades, o exercício tem de estar no mesmo patamar!  Compre roupa que vos faça sentir bem: Claro que podemos utilizar qualquer tipo de roupa para praticar desporto, mas na realidade, se tivermos uma calças confortáveis (por exemplo agora no inverno as de licra dão imenso jeito), ténis adequados ao exercício, camisolas e top´s (no caso das raparigas) de uma cor gira etc… sentimo-nos muito melhor para tal.

Concorda? Faça uma reflexão e pense se alguns destes aspectos estão a influenciar a sua alimentação diária. E, se tiverem, tome uma atitute e planeie a melhor forma de os contrariar! 🙂 Aqui ficam algumas promoções de artigos de desporto em desconto que podem crer aproveitar. Se carregarem nas imagens têm acesso à descrição do produto bem como a mais do mesmo género (desculpem as cores rosa, mas eu adoroooo 😉 )

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

3 motivos que estragam a sua dieta

Ora bem, vamos lá falar de alguns factos reais que fazem com que saia da sua alimentação saudável! Não acha que acontece muitas vezes? Deixar de ter uma alimentação saudável e de por isso, aumentar de peso, sem saber porquê? Então veja bem se estes pontos que falo em baixo não influenciam!

´Ah, hoje não tenho legumes e não vou fazer que dá muito trabalho´: Não! É meio caminho andado para os deixar de fazer, e mais grave, deixar de os comer diariamente! Tenha sempre em casa legumes congelados ou frescos prontos para ser um instante a preparar. Além disso, começar a introduzir este tipo de alimentos ao pequeno-almoço ou nos lanches da manhã/tarde, como cenouras ou tomate cherry. Sem falar da sopa, que como já sabem, não pode faltar. Se o problema for a sua confeção, porque está farto de legumes cozidos, opte por estufados, salteados ou no forno. Há sempre forma de inovar e de fazer legumes simples. Eu costumo utilizar as embalagens já preparadas frescas que é só colocar na wok ou então fazer uma salada.

 

´Não tenho tempo para ir ao ginásio e/ou caminhar´: Gente, como eu digo sempre, realmente só temos tempo para praticar exercício físico se realmente for uma prioridade para nós e quisermos mesmo fazê-lo (claro que, não estou a falar daqueles dias em que acontecem contratempos e que os nossos planos saem furados). Logo de manhã, hora de almoço, fim da tarde ou à noite, são sempre opções, consoante o vosso dia-a-dia. Agora claro, o resto do dia tem de ficar organizado se forem ao ginásio à hora de almoço, ou seja, têm de levar o almoço já preparado e pronto a comer. Além disso, nem que seja ir correr ao ginásio 20 minutos e depois aproveitam os restantes 40 minutos para um banho rápido e irem almoçar.

´Tenho um trabalho para entregar, não vou almoçar não tenho tempo´: Pois é, não almoçar não ajuda nada. E porquê? Porque depois a fome vai apertar (e não digam que não), e vão optar por comer ´qualquer coisa´, ou seja, ou uma sandes, ou um folhado, ou o que for mais fácil e estiver mais acessível. Se sabem que o vosso trabalho tem desses dias, optem por se organizar e planear, de forma a levarem uma marmita com um almoço que vos permita estar a trabalhar. Claro que o objetivo seria fazerem uma pausa para almoçar, mas se às vezes não dá, a marmita é a solução. Há imensas ideias possíveis e simples que podem ver aqui. 

Eu sei que por vezes não é fácil termos um dia alimentar como gostávamos, muito associado ao trabalho, ao stress, à pressão ou às horas tardias que chegamos a casa e com o que depois ainda temos de fazer. No entanto, acho que é importante não esquecer que não podemos desistir de nós, da nossa saúde. E qualquer alteração que consigamos fazer já é muito bom. O caminho faz-se caminhando e não de um dia para o outro, por mais que às vezes queiramos tudo para ´ontem´. E como já disse variadas vezes, a organização é mesmo, o essencial. E na minha opinião, começar a praticar exercício físico é meio caminho andando: ajuda-nos a relaxar, a abstrair do dia-a-dia, a ´não pensar em nada´ e também pensar no que queremos fazer, mudar e alterar a nossa vida… pelo menos é o que me acontece a mim… parece que quando vou correr, renasço 🙂

Uma dica para a prática de exercício físico é roupa que vos faça sentir bem: Podemos utilizar qualquer tipo de roupa para praticar desporto, qualquer coisa que esteja lá por casa serve. Mas na realidade, ora para rapaz ora para rapariga, se tivermos uma calças confortáveis, ténis adequados ao exercício, camisolas e top´s (no caso das raparigas) de uma cor gira e que nos sintamos bem, faz diferença. Apesar de achar que temos de nos sentir bem de qualquer maneira, gosto de ter uma roupa que goste para correr. Deixo aqui algumas ideias que são a minha cara, e caso queiram ver mais, é só carregarem nas imagens em baixo. Coloquei um impermeável de propósito porque como vem aí a chuva, não existirem desculpas para não fazer desporto 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, , ,

7 truques que me ajudam a organizar a semana

Hoje vou escrever sobre como organizo a minha semana. Antes de mais, e como digo, é mesmo mesmo importante conseguir ir às compras ao fim-de-semana ou tirar um bocadinho durante a semana para conseguir ir às compras. Quando consigo ter um furo durante a semana e ir ao supermercado fico tão feliz, consigo logo despachar algumas coisas que me dão imenso jeito. Se começar a minha semana sem nada no frigorífico, sem saber o que fazer para as minhas refeições principais fico um bocado stressada… porque sei que tenho de arranjar maneira de conseguir manter a minha alimentação, mas que tenho que inventar!
E por isso é que digo que meio caminho andado para conseguirmos ter uma alimentação saudável é realmente termos tudo disponível em casa, porque senão, com o trabalho que temos, com as horas tardias a que chegamos a casa, aliado ao cansaço de uma semana, secalhar é mais fácil ´sair qualquer coisa´ para o jantar.
Sendo assim, como é que me costumo organiza? Admito que não planeio as refeições semanais, apesar de saber que iria ajudar imenso nas compras! Mas, organizo-me da seguinte maneira:
Para o pequeno-almoço e lanches:
  • Ter sempre em casa: Flocos de aveia, fruta, queijo fresco, frutos secos, iogurtes, abacate, ovos…são os alimentos que eu tenho sempre em casa. E porquê? Depois de manhã é só perceber o que me apetece e juntar! Não dá trabalho nenhum e é bem rápido juntar por exemplo iogurte, fruta e sementes. Fazer ovos mexidos ocupa sempre mais um bocadinho de tempo, mas na minha opinião, não é por aí… Ou seja, não dêem hipótese para não ter alimentos em casa que vos façam não tomar o pequeno-almoço e ir ao café ou então nem comer nada de manhã!
  • Marmitas pequenas: ahaha podem crer que dá imenso jeito! E porquê? Não ocupa quase espaço nenhum e cabe nas malas e/ou pastas! Se não tiverem talvez não levem o lanche da manhã, já pensaram? Frutos secos, queijo da vaca, ovo cozido, cenouras cruas… tantaaa coisa que pode ser! Nem que seja só pegar no saco dos frutos secos e colocar na mala, tem de ser!
  • Porta-luvas com comida: E porquê? Não sei se vos acontece por vezes os vossos planos são alterados e se calhar vão mais tarde para casa, mas a mim acontece-me. E isso resulta em quê? Fome fome fome! E o que é que me safa? Os frutos secos ou as bolachas de arroz que tenho no carro! E porquê? Porque não quero mesmo passar por algum lado e ´comer qualquer coisa´.

Para as refeições:
  • Alimentos práticos e rápidos de fazer, sempre! Ora bifes de peru ou de frango, ora ovos, perna de peru, latas de atum, salmão ou dourada. São alguns dos alimentos que comprei esta semana. Só para verem, às vezes compro cerca de 1kg de bifes de frango, 5 postas de salmão e 4 douradas, ou seja, dá para vários dias caso não haja mais nada. Claro que não me apetece comer sempre a mesma coisa, mas realmente acho que por vezes, quando não há outra forma, lá terá de ser.
  • Imaginação: Como não apetece comer sempre o mesmo, que tal ter imaginação para com os mesmos alimentos, fazer refeições diferentes? Por exemplos, os bifes de frango tanto dá para grelhar como dá para desfiar e fazer uma salada fresca (ainda por cima com este tempo é mesmo o que apeteceeeee). O salmão a mesma coisa: tanto para grelhar como para fazer uma salada fria ou até um arroz de salmão. O que acham?
  • Pensar com a mínima com antecedência: Pessoal, isto é a chave! Deixar os alimentos a descongelar de manhã, o que é que custa? Senão é bem mais difícil preparar o jantar, não acham? Senão têm de optar por descongelar os alimentos no momento  através do microondas. Poderá ser uma hipótese mas seria melhor deixar a descongelar de manhã. No entanto, quando tal não acontecer a minha dica é: OVOS ou SALADA DE ATUM! Não há hipóteses para jantar sandes ou cereais, mesmo!
  • Sopa pronta: Como já perceberam sou fã de sopa tanto no inverno como no verão. Acho que não há razão para não a comer em qualquer época do ano, a não ser que esteja numa esplanada com 40ºC! Agora, para conseguir comer sempre sopa antes do almoço e do jantar ela tem de ficar pronta ou ao fim-de-semana, ou então, num dia de semana em que tenha mais tempo, senão já sei que com o trabalho que temos, ninguém a irá fazer.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

5 trocas fundamentais para um pequeno-almoço mais saudável

Ora vamos lá falar da primeira refeição do dia, o pequeno-almoço. Têm dificuldades em escolher o que comem de manhã? Que combinações podem fazer? Coloquem todas as vossas questões em comentários
Há imensos aspectos fundamentais que devemos ter em atenção no pequeno-almoço, e que muitas vezes não nos apercebemos de que estamos a fazer mal. É fundamental fazer determinadas trocas que nos irão permitir ter uma vida mais saudável e caso exista a vontade de perder peso, vai também ajudar.

Escolha pão escuro e deixe o pão branco de lado. Não pense em trazer “apenas um”, que está mesmo quentinho, para aquele dia. Opte por pão de sementes, integral, de centeio ou de mistura.

Cereais de pequeno-almoço? Opte por flocos de aveia. cereais de pequeno-almoço, muitas vezes incluídos na nossa alimentação, já para não dizer diariamente. A maioria dos cereais são uma bomba de açúcar, ou seja, é fundamental que tenham atenção à ingestão desse alimento no vosso dia-a-dia. É fundamental que o nosso pequeno-almoço (como todas as nossas refeições) não seja rico em açúcar! Se quiserem ver a publicação sobre os rótulos de cereais de pequeno-almoço, vejam aqui.

Se bebe leite, opte por leite magro simples: Nada de leite com chocolate, nem que seja um ´bocadinho´. Esse tipo de alimentos não são para entrar em nossa casa pois não nos fazem bem nenhum. Se não gostam de leite simples, experimentem por exemplo com canela ou com café. Eu como não gosto de leite, simplesmente não o bebo.

Iogurtes? Naturais ou de aromas, sem pedaços! O truque é optar sempre sempre pelo mais simples. Por isso mesmo, não há cá iogurtes com pedaços ou com sementes. Todas as adições que queiram fazer, façam-nas em casa. Só o facto de comprarmos iogurtes com pedaços ou com sementes já aumenta a quantidade de açúcar presente nesse alimento. Se quiserem ver a publicação sobre os rótulos de iogurtes, vejam aqui.

Laranja em vez de sumo de laranja: Quantas laranjas utilizam para fazer um sumo natural? 2 ou 3? Além da remoção da fibra presente na fruta, já pensou que se no seu plano alimentar estiver definido que pode comer 2 peças de fruta por dia, se fizer um sumo de laranja esgota as outras peças de fruta para o resto do dia. Além disso, a fruta dá imenso jeito para levar para os snacks da manhã e da tarde.

Já viram o E-book que lancei? Tem lá 12 receitas exclusivas de pequeno-almoço para experimentarem! É só acederem por aqui.

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde
,

4 dicas para manter o peso que perdeu

Quando quer perder peso, tem realmente de querer mudar! De querer alterar hábitos alimentares e os seus estilos de vida. Mas muitas vezes, sem a preocupação de posteriormente o conseguir manter. Antes de perder peso, pense em querer ser saudável, em ter um estilo de vida saudável.

    • Cuidado com as dietas radicais: Se quer perder peso tem de o fazer acompanhado por um profissional de nutrição e de acordo com as suas necessidades energéticas e o seu dia-a-dia. Não pode querer perder todo o peso que tem a mais em um ou dois meses, peso esse que foi ganhando ao longo de meses, ou até anos. A motivação é um pilar fundamental no processo de perda de peso e por isso mesmo muitas vezes consegue seguir uma dieta bastante restritiva. No entanto, o pior é quando se farta e desiste.
    • Hábitos que tem de manter para sempre: Comece por uma sopa antes das refeições. Inclua sempre legumes ou salada nas suas refeições. Deixe o pão de lado nas refeições principais. Beba água. Evite os molhos. Tempere com azeite e vinagre as saladas e legumes. Evite as sobremesas após as refeições. Café e chá sim, mas sem açúcar.
    • Objetivos: Tenha os seus objetivos semanais sempre bem definidos (pode ver a publicação aqui). Escreva na sua agenda em que dias vai ao ginásio ou fazer uma caminhada. O mau tempo não é desculpa para deixar de fazer exercício: existem empermeáveis e no ginásio não chove 🙂 Ande sempre com uma garrafa de água na mala ou na pasta e ponha lembretes no telemóvel para não se esquecer de a beber.
    • Não arranje desculpas: Não lhe apetece preparar os seus lanches porque está cansado? Não lhe apetece ir ao ginásio porque anda cheio de trabalho? Não deixe que o seu corpo vença! Se o fizer vai perder os bons hábitos e depois é muito mais difícil retomar. Se não vai um dia fazer exercício, obrigue-se a ir no seguinte. Ou então, vá dar uma caminhada.