, ,

6 dicas para pôr em prática nas suas próximas férias

Já voltámos das mini-férias (com muita pena minha), e agora já estamos na rotina do dia-a-dia. ADOREI ir à neve e quero voltar voltar voltar!! Comecei o ano passado e nunca pensei que iria gostar tanto.. mas é verdade! E acho que o que me influenciou muito é fazer exercício diariamente nos meus dias. Vou-vos contar tudo sobre as minhas férias e como é possível ter umas férias saudáveis, mesmo fora dos nossos hábitos.

 

Sendo assim, passos essenciais para umas férias saudáveis:

  • LEVAR LANCHES PARA A VIAGEM: Se não o fizer, não tem nada para comer durante a sua viagem e vai dar mau resultado! Levei frutos secos, ovos cozidos e salada de quinoa com atum ao natural. E para isso ser possível, levei pratos de talheres para conseguir comer durante a viagem. Acham que custa assim tanto? Não, não custa. É só uma questão de organização e de vos fazer sentido!
  • COMPRAS ASSIM QUE CHEGAR: Assim que chegámos a Granada fomos às compras! Fizemos a lista de compras no caminho e assim foi só chegar, comprar e tudo despachado. Comprámos pão de sementes, flocos de aveia, ovos, espinafres, couve kale, queijo, fiambre de aves, peru, frango, carne de vaca, arroz, esparguete, queijo fresco, grão de bico, latas de atum, iogurtes naturais, leite magro, bebida vegetal, cenouras, fruta (maçãs, banana, tangerina, kiwi)…
  • REFEIÇÕES PRINCIPAIS: 

Durante a viagem definimos as refeições que íamos fazer de forma a ficar tudo organizado. Senão, no próprio momento iam faltar ingredientes e teríamos de andar de um lado para o outro, o que não calha nada bem. Cada duas pessoas definiram as refeições principais que iriam fazer, e combinámos que haveria sempre legumes a acompanhar. Posso partilhar com vocês que ao jantar acabava por comer a proteína acompanhada apenas por legumes, menos no penúltimo dia em que também comi arroz (quanto mais dias passavam, mais fome tinhaaaaa 🙂 )

Este slideshow necessita de JavaScript.

Almoços e snacks: Foram entre sandes de húmus com espinafres, queijo fresco com espinafres e tomate, pasta de atum (feita com iogurte natural) com espinafres e tomate. Se me seguem, sabem que não gosto de almoçar sandes, mas neste ambiente era o que faria sentido e o mais fácil. Além de poupar dinheiro (porque se tivesse que almoçar na estância, ficava muito caro), podíamos almoçar rápido para continuar nas pistas. Além disso, não é por almoçar 3 dias sandes que há problema… até porque o resto do dia era todo controlado e ao jantar fazíamos questão de ter uma refeição equilibrada. Para meio da tarde, tinha sempre uma peça de fruta e frutos secos e depois quando chegava a casa comia mais alguma coisa, dependendo do que me apetecia. Podem ver em baixo todos os jantares. Querem as receitas?! Se sim, deixem em comentário! 🙂

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

  • PEQUENO-ALMOÇO: Não é difícil manter os nossos hábitos ao pequeno-almoço mesmo fora de casa, é só querer! Os meus pequenos-almoços foram entre ovos mexidos com espinafres e cogumelos, papas de aveia, iogurte com flocos de aveia, queijo fresco e fruta… ou seja, igual a quando estou em Portugal. Por isso mesmo, não arranjem desculpas para quando vão de férias terem de alterar estes hábitos. Além disso, ir de férias, para mim, é ter uma alimentação saudável (com algumas excepções), porque é o estilo de vida que eu quero para mim, hoje e sempre! Podem ver todas as fotografias em baixo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • EXERCÍCIO FÍSICO: Neste caso foram férias de exercício físico, pelo que não precisava de fazer mais. No entanto, para quem não vai para um destino de férias que inclua exercício, é sempre importante que defina na agenda em que dias o consegue fazer. O que importa é fazer, nada mais! Tempo não lhe falta! Defina um horário e vá todos os dias fazer uma caminhada. Podem-me ver a fazer skiiii! Quando vejo a câmara fico nervosa ahah 🙂

 

E agora podem ver também uma MEGA QUEDA!!! 🙂

  • PROTEÇÃO SOLAR: Um estilo de vida saudável engloba várias vertentes e para o destino onde vou a proteção solar é fundamental! Comprei o protetor solar Cosmia (que ainda não conhecia), e adorei! ahah já saia de casa morena porque o protetor tem cor, ou seja, é demais!! 🙂

 

  • ERROS ALIMENTARES: Faz parte e toda a gente os faz, e quem disser que não, eu não acredito. Além disso, e tendo a consciência que tenho uma alimentação saudável diariamente, não é por fazer um ou outro erro alimentar que me faz mal. Ou seja, quando os faço, é de forma consciente e porque quero mesmo!! Bebi chocolate quente e fomos às pizzas no último dia para a despedida. Soube bem?! Muito bem!
Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”. No entanto, e como é óbvio, em férias apetece sempre jantar fora e sair um bocadinho da linha, mas ninguém diz para não o fazer… Só que com conta peso e medida 🙂
Se come alguma coisa de diferente ao almoço, já não o faça ao jantar… Se come um gelado à tarde, deixe a sobremesa de lado ao jantar e vá dar uma caminhada… Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”.
Espero que tenham gostado da publicação, das minhas dicas e da minha partilha! Comentem e coloquem as vossas sugestões!
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

Pudim de chia

A tão pedida receita do pudim de chia! Uma ideia de pequeno-almoço ou de lanche, diferente e que pode ser feito no dia anterior para o pequeno-almoço seguinte. Ou seja, rápido, fácil e transportável também 🙂

Ingredientes:

  • Sementes de chia (3 colheres de sopa)
  • Bebida vegetal ou leite magro (200ml)
  • Manteiga de amendoim (1 colher de sobremesa)
  • Banana (1/2)
  • Frutos vermelhos (a gosto)

Modo de preparação:

  • Colocar o leite num frasco juntamente com as sementes de chia e mexer bem;
  • Colocar no frigorífico e deixar repousar algumas horas (pode fazer à noite para comer ao pequeno-almoço do dia seguinte)
  • Servir com frutas a gosto.

Neste caso fiz num copo, mas vocês podem fazer num frasco como apresento em baixo e colocar no frigorífico, uma vez que fica tapado e fica melhor conservado. Se carregarem na imagem, vejam vários tipo de copos/frascos que existem e que vos podem ser úteis.

 

Neste caso, acompanhei com banana, manteiga de amendoim e frutos vermelhos.

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

Creme de courgette, nabo e coentros

Cá vai a receita da sopa de courgete e coentros MEGA cremosa 🙂 Eu gosto de fazer sopas a ´olhómetro´, porque acho que para fazer uma sopa saborosa não é preciso muito. Agora sim, a junção por exemplo de alho ou de coentros dá logo um sabor ótimo. Fiz a sopa na KCook Multi da Kenwood, o que facilita a sua confecção, mas para quem não tem, é só reproduzir a receita no tacho. A única sugestão que vos dou é colocarem os coentros só no final e triturar, para ficar mesmo com o seu sabor, e depois adicionarem o azeite.

Tempo de preparação: 10 minutos

Tempo de confeção: 30 minutos

Dose: Até 8 pessoas

 

Ingredientes:

  • Courgete (2)
  • Nabo (1)
  • Alho francês (1)
  • Cebola (1)
  • Alho (4 dentes)
  • Azeite q.b
  • Coentros (1 molho)
  • Água q.b
  • Sal q.b

 

Preparação:

  • Colocar a lâmina na taça;
  • Inserir o disco de corte grosso e colocar o Direct Prep na KCook Multina posição 2 e cortar as curgetes, nabo, alho francês e cebola para a taça.

Confeção:

  • No programa Sopas, selecionar a opção Sopas rápidas. Juntar aos ingredientes já cortados (courgetes, nabo, alho francês, cebola), os dentes de alho e sal. Cobrir com água, apenas até 3/4 dos legumes. Deixar fazer.
  • No final colocar o azeite e o molho de coentros e pressionar o botão chop para triturar.

E agora já sabe, é só servir num prato de sopa que também nos ´encha os olhos´, porque faz toda a diferença!! 🙂 Podem carregar na imagem em baixo que têm acesso aos descontos que existem.

 

 

Deixe as sopas de lado de compra, quanto menos alimentos processados tivermos na nossa alimentação melhor! É verdade que fazer sopa dá trabalho, mas pode fazer em grande quantidade e congelar. Deixo aqui duas receitas:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

 

, ,

14 truques para preparar as suas férias SAUDÁVEIS

Hoje partilho com vocês como me organizo quando vou de férias e de que forma é que tento que elas se mantenham saudáveis. Este sábado vou de férias e por isso mesmo, há que organizar tudo! Caso vão de viagem, é importante que se organizem para os dias fora, bem como para o dia de viagem. Caso tal não aconteça, vão acabar por ir ao café/restaurante comprar “qualquer coisa” para comer.

Primeiro que tudo, e como sempre, é preciso organização e neste caso penso que o mais importante é planear com antecedência. Claro que é chato andar carregado com alimentos e com marmitas e snacks, mas não pode ser uma desculpa para não ter uma alimentação saudável nestes dias., uma vez que há alimentos super práticos de levar e de transportar. No sábado desvendo-vos para onde vou, apesar de neste post ficarem com algumas pistas! 🙂

Pois bem, aqui fica uma lista do que vou levar e que acho importante para estas mini-férias:

  • Frutos secos (nozes, avelãs, cajus…): Preciso de andar sempre com snacks durante o dia, e assim os frutos secos não ocupam quase espaço nenhum na mochila. Além disso, são um alimento que ajuda na saciedade e que me permite controlar a fome durante o dia! Já tinha muita coisa em casa, mas ontem fui despachar o resto ao jumbo. Acabei por comprar um mix de frutos secos para não estar sempre a comer os mesmos, mas como gosto imenso de noz e caju, comprei um de cada, podem ver aqui quais são.

 

  • Fruta: Vou levar para a viajem de carro maçãs e bananas, para o dia de sábado. Depois quando lá chegarmos vamos às compras e então aproveito para comprar mais, para todos os dias que lá vou estar. Acho que vou optar mais por maçã ou banana pela praticabilidade destas frutas.
  • Barras: Como sabem, não é um alimento que consuma diariamente. No entanto, e para quem me segue, já sabe que sou a favor do equilíbrio e para estes dias que vou estar fora vão dar imenso jeito, para conseguir comer rápido como snack e ter energia ao mesmo tempo. Vou levar algumas do celeiro e da Gold Nutrition.
  • Ovos: Vai ser um dos alimentos presentes como snacks, e que vou levar cozidos para o dia de viagem. Além de ser um alimento que sacia, é novamente bastante prático e que se come num instante (sem sujar grande coisa). No destino, será de certeza utilizado como snack ou então como pequeno-almoço.
  • Enfrascado de aveia: Vão ser várias horas de viagem e por isso mesmo, tenho de levar bastante comida. Assim sendo, para meio da manhã ou da tarde, vai sair enfrascado de aveia como podem ver na fotografia em baixo. Além disso, vou levar flocos de aveia para os pequenos-almoços/snacks para lá durante o dia.

  • Água: Fundamental a qualquer viagem e por isso mesmo, já que são várias horas até chegar ao destino, vou levar 1,5L de água para ir bebendo durante todo o dia.

 

  • Protetor solar: Um estilo de vida saudável engloba várias vertentes e para o destino onde vou a proteção solar é fundamental! Já sabem para onde vou? 🙂 Eu ainda por cima preciso de ter muito cuidado com a minha pele, é que é mesmo isso! Comprei o protetor solar Cosmia (que ainda não conhecia), e aproveitei para comprar dois, para experimentar. Já que uso proteção solar todos os dias, fica já despachado.

 

Agora, deixo as minhas dicas essenciais para vocês aplicarem quando forem de viagem ou de férias:
Dicas para antes da partida:
  • Faça as suas refeições e snacks no dia anterior à viagem. Se deixar para o próprio dia, com tanta coisa para organizar, algo vai ficar para trás. Exemplo: Levar aveia para os meus pequenos-almoços. No dia seguinte é só juntar 1 iogurte.
  • Compre diversos lanches que sejam fáceis de transportar na mala: cenouras, fruta (fácil de comer – maçã, pêra, banana), frutos secos (nozes, amêndoas), fruta desidratada, bolachas de milho/arroz (sacos individuais); vaca que ri, iogurtes bebíveis, ovos cozidos, latas de atum, latas de grão cozido. Por exemplo para viajar de avião costumo levar bolachas de arroz, frutos secos, fruta e ovo cozido (sim, passa na segurança!)
  • Pense quantas horas irá estar fora de casa e faça as contas aos lanches que serão precisos para todo o dia. Se o almoço é às 13h e o jantar apenas por volta das 21h, tem de fazer dois lanches. Mais vale levar a mais do que a menos! Podem sempre levar a mais para uma emergência.
  • Não se esqueça da garrafa de água! Tem de estar sempre hidratado.
  • Agora com as férias e calor, também não esquecer os cremes solares. Todos estes aspectos fazem parte de uma vida saudável, não descurando a proteção solar!

 

Dicas para o destino:

  • Ir às compras assim que chegar ao seu destino: Pelo menos para comprar fruta, água, ovos e snacks para os dias seguintes;
  • Tomar o pequeno-almoço antes de sair de casa/hotel: Por vezes no hotel nem sempre existem opções saudáveis, mas dentro do que o houver, tente fazer as melhores escolhas (não tenha o pensamento perdido por 100 perdido por 1000).
  • Andar sempre com água e lanches na sua mochila: de certeza que diminui a probabilidade de passar pelos cafés e optar por refrigerantes ou sumos (ainda por cima em locais onde o calor é imenso) e de snacks menos saudáveis. Frutos secos, ovos cozidos, iogurte líquido, queques de aveia são algumas opções.
  • Se quiser levar uma sandes para o seu almoço,aproveite para utilizar pão do tipo integral e acrescentar sempre alguns legumes ou verduras (Ex: Pão Integral, Atum, Tomate, Alface);
  • Quando almoçar/jantar fora, peça sempre uma salada ou verduras para acompanhar o prato principal. Se possível, inicie com uma sopa de legumes, que normalmente é sempre possível

[Dentro de uma escolha errada, há sempre uma opção mais saudável]

 

Para quem não vai almoçar a casa e tem de fazer esta refeição no restaurante/centro comercial:

  • Foque-se!
  • Dê uma volta no centro comercial, nas redondezas da rua e tente fazer uma escolha saudável para realizar a sua refeição: Se quer dicas para quando vai almoçar fora, veja esta publicação.
  • Deixe de lado as publicidades GIGANTES de promoções de fast food e tente ver que tipo de restaurantes lhe proporcionam uma alimentação saudável.
  • Coma bem! Não opte apenas por uma sopa e uma peça de fruta, senão o resultado será imensa fome a meio da tarde.
Acredito que, quando vamos de férias ou de viagem se torne mais difícil resistir a tentações a que normalmente não estamos expostos, mas mesmo assim é sempre possível fazermos escolhas acertadas. Lá porque vamos de férias, não tem de ser uma desculpa para “quando vou de férias não tenho acesso a alimentos saudáveis”. Que tipo de férias costuma ter?

Vai fazer praia? Pode levar sempre a sua lancheira atrás, com alimentos que lhe permita manter uma alimentação saudável. Por exemplo:

  • Snacks (Fruta; Bolachas de milho/arroz; Ovos cozidos; Iogurtes naturais ou de aromas; Palitos de cenoura ou pepino, Tomate cherry, Queijo fresco)
  • Almoço: Salada fria (massa espiral/couscous | atum ao natural/frango desfiado/peixe desfiado/ovo cozido/delicias do mar | alface, tomate, cebola, beterraba, pimento vermelho, couve coração, courgete)
Vai para um hotel com tudo incluído? Pode não ter todos os alimentos pretendidos, mas acredito que tenha alguns. Pode exemplo:
  • Pode comer pão ou cereais ao pequeno-almoço. Se colocar manteiga, não coloque fiambre nem queijo e vice-versa. Além disso, ninguém o impede de levar por exemplo os seus flocos de aveia 🙂
  • Às refeições principais peça a opção do menu que não inclua fritos e molhos. Se tiver batatas fritas, pode pedir para substituírem por arroz (já fiz isso bastantes vezes).
  • Peça sempre que lhe tragam legumes ou salada a acompanhar. Para os lanches, pode sempre andar com a sua lancheira, com algumas ideias aqui.
Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”. No entanto, e como é óbvio, em férias apetece sempre jantar fora e sair um bocadinho da linha, mas ninguém diz para não o fazer… Só que com conta peso e medida 🙂
Se come alguma coisa de diferente ao almoço, já não o faça ao jantar… Se come um gelado à tarde, deixe a sobremesa de lado ao jantar e vá dar uma caminhada…
Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”.
Nas férias é a melhor altura para começar a praticar exercício físico. Tempo não lhe falta! Defina um horário e vá todos os dias fazer uma caminhada. No meu caso, como vou para o desporto, as corridas vão ficar de lado. Por isso mesmo, vou ´apetrechada´de roupa de desporto (mochila, soutien, leggins) e roupa quente… que já ouvi dizer que está um gelo!!! E por isso mesmo, mais algumas sugestões de produtos que vos podem ajudar para as férias e que estão em desconto:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

Chips de Batata-doce

Cá em casa adoramos de batata-doce. Seja de que forma for, é bom a qualquer altura! E como muitas vezes fazemos cá em casa e me perguntam como, aqui fica a receita, que é super simples e não dá assim tanto trabalho.

Ingredientes:

  • Batata-doce
  • Tomilho q.b
  • Azeite

Modo de preparação e confeção:

  • Pré-aquecer o forno a 180ºC.
  • Antes de mais tem de lavar bem as batatas-doces e cortar em fatias finas (eu utilizo a minha Kenwood Robot kCook Multi CCL401WH, que tem um utensílio próprio para cortar as batatas, o que dá imenso jeito, que podem ver em baixo no vídeo).
  • Depois é colocar papel de prata no tabuleiro de forno e espalhar as rodelas de batata-doce.
  • Temperar com azeite e com tomilho e deixar no forno cerca de 30 minutos.

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

Queques de aveia e cenoura

Ingredientes

  • Farinha de aveia (1 chávena almoçadeira | 150g)
  • Cenoura (1/2)
  • Laranja (raspa e sumo)
  • Mel (1 colher de sopa)
  • Fermento (1 colher de chá)
  • Ovos (3)
  • Azeite (1 colher de sopa)

 

Preparação

  • Pré-aquecer o forno a 200ºC.
  • Começar por bater as claras em castelo.
  • Triturar a cenoura num processador de alimentos e juntar as gemas e o mel, mexendo até ficar homogéneo, e por fim o azeite.
  • Misturar a farinha e o fermento ao preparado anterior.
  • Devagar, envolver as claras em castelo ao preparado anterior.
  • Distribuir por formas de silicone e levar ao forno a 180ºC durante cerca de 25 minutos.

 

Aqui fica um exemplo de flocos de aveia caso queiram ver. Para quem quiser adicionar claras de ovo, é uma forma de aumentar a proteína destes queques. Agora costumo sempre ter em casa, de forma a utilizar nas minhas receitas. Além disso, e para os mais gulosos, um bocadinho de manteiga de amendoim por cima é MARAVILHOSO 🙂 Normalmente compro a da Prozis, e por isso deixo aqui em baixo (podem carregar para ver mais tipos de manteiga: há de amendoim, amêndoa, caju). Tenham cuidado com os rótulos, já sabem!

 

 

Põe.te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

7 dicas ESSENCIAIS para EMAGRECER e NUNCA mais engordar

Malta, como costumo dizer… perder peso toda a gente perde… ! Mas manter esse peso… será que toda a gente o faz?! Vamos lá então fazer sobre isso. Começar uma dieta, seja ela a da alface, do repolho ou da cenoura… toda a gente começa! Está motivado, faz tudo tudo tudo o que é sugerido pelo nutricionista (a), e perde peso. Até aí … tudo bem! E depois…? Depois desse peso perdido consegue mantê-lo?! Percebe porque é que deve fazer algumas escolhas em detrimento de outras?! Na minha consulta digo muitas vezes que, antes de fazerem o que eu ´sugiro´, porque sou eu que sugiro, têm de perceber se isso vos faz sentido ou não… ou seja, pensarem sobre isso e se querem realmente manter isso, SEMPRE! E porquê?! Porque depois de perder 10, 20 ou 30kg, se as coisas que falamos em consulta não vos fazem sentido, vão voltar novamente aos hábitos anteriores, e aí não há milagres! Além disso, e não falando apenas da palavra peso (kg), temos de nos preocupar em prevenir, prevenir a doença e contribuir para a nossa saúde! Porque aquela conversa de ´aííííí que sorte, aquele(a) pode comer tudo o que quer porque é magrinho(a)´, já passou de moda.  Lá porque uma pessoa tem o peso adequado, não significa de todo, que seja saudável.

Desculpem este discurso todo, mas acho que só assim é que percebem o que eu quero dizer 🙂

Por isso mesmo, vamos lá a alguns hábitos que vocês têm de manter sempre, seja porque querem perder peso, manter o peso ou apenas ser saudáveis:

  • Tomar o pequeno-almoço, e em casa: Por mim poderiam tomar o pequeno-almoço onde quisessem, desde que existissem as opções corretas, o que muitas vezes não acontece. Se depois dos nossos objetivos estarem cumpridos, começarmos novamente a ir ao café tomar o pequeno-almoço e/ou o lanche, vamos novamente começar com os hábitos menos saudáveis. Até me podem dizer que quase nunca optam por um bolo de pastelaria, mas um dia vai acontecer… Além disso, o típico pão com manteiga e o galão… parece-me que existem escolhas alimentares mais saudáveis e que são muito fáceis de fazer, desde que em casa. Já para não falar no que gastam ao fim do mês… Às vezes em consulta faço as contas do dinheiro que é gasto fora, e muitas vezes ninguém se apercebe do dinheirão que gastam! E que poderia ser gasto noutras coisas: viagens, jantar fora, ir ao cinema… tanta coisa!
  • É só hoje: É só hoje, NADA! Vamos lá ver uma coisa: O ´é só hoje´ faz sentido em festas, aniversários, dias especiais… e não só porque sim! Senão, passa a ser a regra e não a excepção! E este discurso é para todos, e não só para quem tem objetivos de perda de peso.
  • Refrigerantes ou sumos: Nem que seja ´light´ou ´zero´faz sentido andar a beber. E porquê? Porque apesar de não ter açúcar, tem outros ingredientes que nada de bom têm para a nossa saúde. Ou seja, o que devemos beber diariamente é agua e nada mais que isso! Caso, de vez em quando queiram variar, começar o dia de uma forma diferente, podem sempre fazer um sumo de laranja natural, por exemplo.
  • Legumes: Quantas vezes se senta à mesa sem uma porção de legumes no seu prato? Ou é porque não gosta de vários legumes, ou porque não tem tempo, ou porque o resto da família não come… E aqui está a grande questão, toda a gente em casa tem de comer legumes (salvo excepções em que não seja aconselhado o consumo de legumes)! Ou seja, é um hábito familiar e não um hábito que tem de ser adquirido apenas por quem quer perder peso… E se não há tempo, há sempre a opção de ter legumes congelados. E se não há tempo, porque é que há sempre tempo para fazer arroz, batata ou massa?! Se há tempo para uma coisa, há tempo para outra. Agora claro… se começamos a comer legumes porque queremos perder peso e depois deixamos este hábito de lado mais uma vez, é óbvio que irá comer mais dos restantes alimentos (e não vale a pena dizer que não).
  • Sopa: Sim Maria, sopa sopa sopa! Estás sempre a falar nisso. Pois estou! E porquê? Porque acho que é um alimento essencial à alimentação saudável e que nos ajuda imenso a controlar a fome e a saciedade. Chego a casa cheia de fome e como logo uma sopa, aguento-me até ao jantar sem problema nenhum. Se chegar a casa e comer outro alimento, não fico satisfeita e continua a apetecer-me comer mais! Já para não falar de que se comer sopa, come menos da refeição principal e controla muito a sua fome após a refeição. Mais um hábito que deve ser familiar, e não individual. E mesmo que seja em restaurante, é para o fazer! E vocês dizem-me:´Mas a sopa do restaurante tem batata´, e eu respondo… secalhar até tem, mas comparado com as entradas ou com os erros alimentares que fará à tarde ou ao fim-da-tarde, é o mal menor.
  • Bolachas e bolachinhas: Quem é seguido por mim sabe que não sou muito a favor de bolachas, apenas como ´escape´quando não há mais nada, ou seja, ter umas bolachas de arroz ou de milho no porta luvas para alguma situação em que não tem mais nada. Não vá em conversas de ´sem açúcar´, ´light´, ´zero´…. porque até pode não ter açúcar, mas em termos de nutrientes existem alimentos muito melhores. Já para não falar de que não fica satisfeito com uma ou duas bolachas, e acaba por comer 1/2 pacote ou o pacote inteiro! Poderá haver excepções em que será uma estratégia levar este tipo de alimentos, mas não andar com bolachas na mala para o lanche da manhã ou da tarde.
  • Exercício: A prática de exercício físico é fundamental para todos nós. Seja para perda de peso, como para manter o peso, como para ser saudável, ter mais energia e vitalidade. E quando ´não conseguimos´praticar exercício físico (claro que a modalidade terá de ser dependente de cada pessoa), é porque não é uma prioridade na nossa vida, e nada mais que isso!

– A prática de exercício não tem de ser um sacrifício e não tem de ser 3h no ginásio, 7 dias por semana. Ou seja, o exercício é que tem de encaixar na vossa vida e não, mudar a vossa vida toda por causa do exercício! De manhã, hora de almoço, assim que sair do trabalho (e leva a roupa para o trabalho), em casa… há imensas opções, e todas viáveis. Pode até existir um dia em que não consegue ir, ou está triste ou chateado e não lhe apetece.. tudo bem, não vai! Mas tem de perceber que no dia seguinte terá que ir, sem desculpas e com compromisso marcado.

– Pode parecer fútil, mas sentirmo-nos bem a praticar exercício é fundamental. E desde que comecei a praticar desporto que percebi isso. Podemos treinar de qualquer maneira e com t-shirts antigas que temos lá para casa. Mas termos roupa que gostamos, com as nossas cores preferidas, os utensílios necessários para levar o telemóvel, ter auriculares para ouvir música, luvas para o frio etc etc é essencial. E é essencial porquê? Porque se vamos desconfortáveis, é mais uma razão para não querermos voltar a fazê-lo! Deixo aqui alguns artigos que acho interessantes e que também tenho para quando vou correr e/ou fazer PT. Estão em desconto e se carregarem podem ver mais desse género.

, ,

4 truques que o vão ajudar a ter uma alimentação mais saudável

Existem vários truques que podemos aplicar diariamente e que nos ajudam a ter uma alimentação mais saudável. Às vezes são tão simples e nem nos apercebemos a diferença que faz no nosso dia-a-dia. Ou seja, muitas vezes acabamos por estar em ´piloto automático´e fazer as coisas por já estarmos habituados, não pensando no que podíamos fazer de diferente.

Por isso mesmo:

  • Saiba a quantidade que deve colocar no seu prato:

– Metade para as verduras e legumes, um quarto para os hidratos de carbono e proteína (claro que isto é na generalidade, e que tem de ser adaptado a cada um de vocês).

– Nada de colocar os legumes ou a salada num prato ou tigela à parte, porque de certeza que se o fizer, a quantidade de comida no prato será bem maior.

 

  • Utilize um spray para o azeite: Já pensou que se utilizar o comum galheteiro, é bem provável que sirva mais azeite do que realmente precisa? Se começar a utilizar um spray de certeza que se servirá em menor quantidade. Muitas vezes não temos noção da quantidade que utilizamos, e uma pequena mudança destas faz toda a diferença.

IMG_5112.JPG

  • Se for comer fora, comece por pedir uma sopa de legumes (sim, eu sou uma chata com a sopa). Além disso, peça sempre uma salada ou legumes à parte. Normalmente a quantidade que vem no prato é muito pouca e não chega para o que realmente necessita! Além disso, e se possível, peça para ser você a temperar.

IMG_2572.JPG

  • Organize-se para ir às compras no fim-de-semana:

– Claro que não é propriamente o programa que mais lhe apetece, mas é o que realmente precisa de fazer para conseguir organizar a sua semana e as suas refeições. Se não, chega a segunda-feira e não tem nada preparado, ou seja, lá vai ter de começar a semana a fazer erros alimentares.

– Uma das coisas que costumo fazer é ir às compras durante a semana na hora de almoço ou na ida para casa, para ficar logo despachado.

– Há alimentos que normalmente nunca me faltam em casa e que tenho a plena noção que me ajudam a ter uma semana mais saudável: legumes não perecíveis (couve lombarda, couve coração, cenouras, beterrabas). E porquê? Porque este tipo de legumes como não se estragam de um dia para o outro e aguentam muito, ajudam no final da semana a nunca faltar à refeição.

 

  • Tome sempre o pequeno-almoço em casa. Se é daquelas pessoas que se farta rapidamente, varie! 🙂 Faça panquecas, waffles, bolinho de aveia, papas de aveia… Há imensas formas de começar o seu dia. Além de saber realmente o que está a comer, e de que forma é que é confeccionado, poupa dinheiro, e não é pouco.

Waffles de alfarroba1.jpg

  • Exercite-se: Não é que uma coisa leve à outra, mas se praticar exercício físico, nem que sejam umas caminhadas, tudo melhora. Fica mais bem disposto, mais alegre, com mais energia e por isso, com mais vontade de ser saudável. E se não tem tempo para o fazer é porque o exercício físico não é uma prioridade na sua vida, porque quando for, organiza-se de outra forma para  o conseguir fazer. Está frio? Compre camisolas quentes de desporto. Chove? Existem impermeáveis… 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

5 truques para controlar os seus erros alimentares ao fim-de-semana

Passou mais uma semana a correr! Porque acho que é importante partilhar com vocês que também faço os meus ´erros alimentares´, ou seja, que também sou igual a vocês e que também gosto deste tipo de refeições, aqui fica esta publicação. Partilho antes do fim-de-semana para verem como me organizo e começarem já a pôr em prática estas dicas. É tudo uma questão de equilíbrio de do sentido que as opções que fazemos fazem na nossa vida. Já escrevi sobre o dia da asneira, a minha opinião sobre isso, e podem ver aqui. Por isso mesmo, algumas dicas para quando sabem que o fim-de-semana vai ser diferente, com ´direito´a alguns erros alimentares.

Mantenha as suas refeições: Claro que, se calhar não acorda tão cedo como durante a semana, mas é importante que faça todas as suas refeições e não 3 durante todo o dia. Não pode pensar ´ah como tenho um jantar hoje, vou passar o dia todo sem comer para depois aproveitar´! Se tal acontecer chegamos cheios de fome ao jantar e comemos muito mais do que necessitamos, é uma verdade. Isto não significa não comer o que está na mesa do jantar de aniversário ou na festa, significa sim ter contenção e fazer escolhas. O truque está mesmo no equilíbrio. E já sabe a minha dica, se estiver em casa, coma uma sopa antes de sair de casa.

Ande sempre com alimentos: Frutos secos, fruta, ovos, iogurtes, queijo da vaca… são alguns exemplos de alimentos que podem andar com vocês, dependendo do local onde se encontram e das temperaturas. Pelo menos fruta e frutos secos é com o que ando sempre. Vamos supor que comem às 10h00 da manhã, saem de casa para ir passear e o almoço onde vão, é almoço ajantarado e por isso é só às 16h00… ficam esse tempo todo sem comer?!? Qual é que acham que é o resultado? Uma fome giganteeeee, ou não? Se andarem com alguns alimentos sempre comem alguma coisa antes do almoço e não chegam la ´esfomeados com vontade de ´comer este mundo e o outro´.

Comeu uma sobremesa? E qual é o problema???? Ao fim-de-semana a vontade de “sair da linha” é maior e pode acontecer. Se tiver um jantar e acabar por comer uma sobremesa ou um doce, não pense: Perdido por 100, perdido por 1000. Comeu, tudo bem, mas siga em frente e volte novamente à sua alimentação! Qual é o problema de comer essa sobremesa? Não pode ficar com peso na consciência e marterizar-se por isso! Como já disse, a chave é mesmo a moderação. Eu também como sobremesas e faço asneiras, mas depois volto à minha alimentação normal e faço questão de fazer exercício físico. Agora, uma coisa é comer uma sobremesa de vez em quando, outra coisa é andar a fazer asneiras todos os dias, isso é bem diferente!

Foque-se: Sou a primeira a dizer que cometo erros alimentares, mas quando os tenho de cometer. Ou seja, quando me dá prazer e de forma a que usufrua o melhor que conseguir. Vamos supor que tenho um almoço fora (só porque sim)… qual é a razão para comer as batatas-fritas ou a sobremesa?! Só porque sim? Costumo dizer que se e para fazer uma asneira, é para fazer a sério. No entanto, se tiver um jantar de família ou com amigos, descontraída sem o stress do dia-a-dia, e houver lá o tal cheesecake que eu tanto gosto, podem crer que vou comer. Assim, se estivermos focados e se conseguirmos perceber o que realmente vale a pena, é muito mais fácil.

Não deixe o ginásio, a caminhada, a corrida ou os exercícios de lado. Se se mantiver ativo irá sentir-se muito melhor e com muito mais energia, além de ajudar a controlar o seu peso. Se sabe que vai ter um dia diferente amanhã, que tal marcar já na agenda que de manhã vai dar uma caminhada?!? Claro que muitas vezes tal não é possível. Às vezes também não consigo correr os dias, que gostava, mas o que tento fazer é organizar a agenda com antecedência e se já sei que vai haver dois ou três dias em que não consigo ir, tento fazer nos dias todos antes. Podem ver alguns produtos em promoção, e caso carreguem vão ter a mais produtos do mesmo género.

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
 
, , ,

2 alimentos que não deve comer antes de dormir + 5 ideias de snacks para a ceia

Existe muita gente que tem dificuldade em escolher que alimentos deve comer à noite, quando a fome aperta antes de ir dormir. Pois bem, se quiserem saber algumas ideias, leiam esta publicação.

Por vezes há alimentos que nos apetecem MESMO MESMO à noite… não concordam que nos apetece muito mais asneiras à noite do que durante o dia?!? Sentados no sofá, a ver um filme ou uma série.. calhava mesmo bem aquele alimentos xpto…Quanto ao que não devem mesmo comer, aqui ficam:
  • Bolachas: Antes de mais, não sou fã de bolachas pois acho que não nos fazem falta nenhuma! Aquela bolachinha maria ou torrada antes de dormir?! Não, não é de todo uma boa opção. Podem ver vários rótulos de bolachas, aqui. Bolachas estão carregadas de açúcar e gordura, não sendo de todo um alimento a incluir na nossa alimentação quanto mais antes de dormir. Caso lhe apetece algum alimento crocante, opte por bolachas de arroz ou frutos secos.
  • Doces: É mesmo a essa hora que lhe apetece aquele chocolate que está na despensa? Ou é mesmo a essa hora que vai para a despensa ver que alimento doce é que a vai satisfazer? Se lhe apetece um doce à noite, pense `apetece-me um doce, mas então vou comer alguma coisa doce mas mais saudável´. Banana esmagada com canela, ou maçã cozida com canela… e acompanhar com uns frutos secos. O que vos parece? A alteração de comportamentos alimentares por vezes é difícil, mas é só até começar.
E agora, algumas ideias:
  • 1 chá de camomila + Frutos secos
  • 1 iogurte natural + 1 colher de chá de canela
  • 1/2 queijo fresco + 1 mix de sementes + canela
  • Bolachas de arroz + Queijo fresco
  • Bolo da caneca

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!