, , ,

Sopa de brócolos

Podem aproveitar e fazer dois em um: Legumes para o jantar e aproveitar para fazer sopa. A água (cheia de vitaminas e minerais) é um desperdício ir para o lixo, pois dá tanto para sopas como para purés. É mesmo assim, poupar tempo, eletricidade e gás na confeção das nossas refeições. Se quiserem saber como faço os legumes estufados, vejam aqui. Há quem não goste dos talos dos legumes para comer a acompanhar com as refeições, por isso mesmo, são ótimos para colocar na base de uma sopa.

Ingredientes:

  • Courgette (3)
  • Cebola (1)
  • Brócolos (1 molho)
  • Cenouras (3)
  • Azeite (1 colher de sopa)
  • Sal q.b

Modo de Preparação e Confeção:

  • Corte as courgettes, as cebolas e as cenouras e coloque a cozer numa panela ou num tacho. Coloque cerca de 500ml de água (claro que depende do gosto de casa um, se preferem mais líquido ou mais cremoso);
  • Quando o preparado anterior estiver cozido (cerca de 30/40minutos), passe tudo com a varinha mágica;
  • No final, adicione 1 colher de sopa de azeite e mexa a sopa.

Pronto a comer! 🙂 Façam sopa a contar com vários dias!

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

Fontes de cálcio para além do leite, iogurte ou do queijo

Muitas vezes existe a preocupação de consumir cálcio em pequenas quantidades quando não consumimos lacticíneos. No entanto, existem diversos alimentos que podemos consumir para obtermos cálcio da nossa alimentação. Assim sendo, aqui ficam alguns alimentos que devem privilegiar caso não consumam leite, iogurtes ou queijos. Claro que é importante termos em atenção que não consumimos diariamente 100g de canela, mas que por exemplo 100g de brócolos já é fácil de consumir… Mas mesmo assim, podemos potenciar a inclusão de alguns alimentos no dia-a-dia. Vejam a tabela em baixo: 

cálcio nos alimentos_poetenalinha.jpg

Podemos ver pela tabela que os vegetais de folha escura, os legumes e o marisco contém cálcio. Além disso, algumas especiarias também têm este mineral, ou seja, podemos sempre adicioná-los às nossas refeições. Será que a dúvida é como incluir? Ora vejamos:

  • Aproveitar para fazer sopa de agrião, espinafres, couve galela;
  • Sempre que comemos uma salada fria, podemos colocar salsa ou coentros picados por cima;
  • Incluir frutos secos nos vossos pequenos-almoços, meios da manhã ou lanches, juntando por exemplo uma peça de fruta, ovo cozido etc. Carregando na imagem em baixo têm acesso a diversos frutos secos, com o preço incluído, onde podem ter noção da variedade existente.

Posso também referir que a canela, pimenta moída e farinha de alfarroba contêm boas quantidades de cálcio, mas acabamos por não consumir uma grande quantidade deste alimento diariamente, ou seja, para consumirmos 100g de canela demoramos bastante tempo, pois cada frasquinho tem 40g (imaginem quanto tempo demoramos a consumir um frasco). Mesmo assim:

  • Quando comemos fruta podemos colocar um pouco de canela;
  • Podemos colocar pimenta por cima das nossas refeições (no bacalhau costumo colocar);

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! 

, , ,

A SEMANA DA MARIA | REFEIÇÕES + EXERCÍCIO

Hoje vou falar sobre a minha semana, em termos de alimentação e de exercício físico! Ou seja, vou-vos falar de tudoooo… 🙂 Foi uma semana importante para mim, na terça-feira fui à kuriakos tv falar sobre o meu projeto e sobre mim. Podem ver um excerto da entrevista, aqui

 

Quanto aos meus hábitos semanais, vamos lá então…

Pequeno-almoço: Normalmente vario durante a semana, ora com panquecas, bolo da caneca, pão de frigideira, batidos… consoante o que me apetece naquele dia. Na minha opinião, o pequeno-almoço é uma refeição essencial para mantermos uma alimentação saudável, uma vez que nos ajuda a manter a saciedade ao longo do dia… muitas vezes, passar esta refeição à frente faz com que a meio da manhã ou ao almoço a fome seja maior, e acabamos por comer mais. Qual é a vossa refeição preferida? Eu admito que uma das minhas preferidas é mesmo o pequeno-almoço! Conseguem ver nas imagens em baixo os meus pequenos-almoços desta semana, e vou-vos deixar as receitas (é só carregarem em cima do nome):

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Almoço/Jantar: Costumo almoçar sempre em casa ou levar a marmita, e jantar é que vai variando, consoante os eventos sociais 🙂 Não tirei fotografias a todos os pratos, mas deixo-vos aqui algumas das minhas refeições. As restantes passaram por peru no forno com salada, bife grelhado com salada… e sempre sopa, já sabem. Por vezes as refeições principais são a maior dificuldade, mas no entanto, acho que o truque é mesmo ter os alimentos certos em casa, para nos permitir ter um almoço/jantar saudável. Deixo-vos aqui algumas publicações que vos podem ajudar:

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quanto às refeições desde manhã até ao jantar, a maioria das vezes faço sempre a mais para dar para mais dias! Deixo aqui um exemplo de marmita que tenho, a maioria em vidro,para guardar sempre no frigorífico ou no congelador.

                                                                                                                               

 

Exercício físico: É fundamental que adaptem o exercício físico ao vosso dia-a-dia, aos vossos horários e à vossa disponibilidade. Senão, nada feito.  Esta semana foi só corrida e crossfit, hoje. Com trabalho à hora de almoço não consegui ir ao crossfit, e por isso mesmo fiz mais corrida. Mesmo assim, não corri todos os dias que queria, mas por vezes é mesmo assim. O importante é não desistir e saber sempre que se não formos um dia, vamos no seguinte 🙂 Na segunda-feira fomos correr eram 20h00 e foram 8km, soube mesmo bem porque já não estava muito calor! Na Quarta-feira fui correr 10km e hoje foi então crossfit. Agora só falta organizar o exercício para o fim-de-semana! Se precisam de motivação para praticar exercício físico, deixo-vos aqui

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Espero que tenham gostado, que partilhem e que comentem!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt ou através do seguinte formulário:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

Bolo na caneca sem glúten

Sai um bolo na caneca para uma semana cheia de energia e boa disposição 👌 Para quando não há panquecas e apetece alguma coisa do género, não há melhor! E a receita?! Podem ver em vídeo, aqui, mas deixo-vos aqui passo a passo 👇

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de farinha de amêndoa @origensbio
  • 1 ovo
  • 1/2 maçã vermelha

Modo de preparação e confeção:

  • Começar por misturar a farinha de amêndoa com o ovo batido até ficar bem envolvido;
  • Juntar a maçã cortada em pedaços pequenos e envolver bem;
  • Levar ao microondas cerca de 4 minutos na potência máxima.

Servir a gosto como mais gostarem  Escolhi queijo fresco @montiqueijo e manteiga de amendoim Até podem fazer em maior quantidade e guardar no frigorífico. Normalmente guardo sempre em recipientes de vidro como podem ver em baixo:

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscreveram o meu canal de Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

5 dicas ESSENCIAIS para quem não tem paciência para cozinhar

Ter uma alimentação saudável não é possível apenas para quem gosta de cozinhar. Tenho de vos admitir que por acaso, tenho vindo a gostar mais de cozinhar, uma vez que ao fazer receitas novas para partilhar com vocês, e ao ficarem saborosas, dá-me gozo 🙂 No entanto, e antes não gostando tanto de estar na cozinha, não era razão para não ter refeições saudáveis. Até porque se repararem, a maioria das minhas refeições são super simples de fazer e de preparar.

Tal como a vocês, também não me apetece chegar a casa às 21h00 e fazer o jantar, seria muito mais fácil optar por alguma coisa embalada. No entanto, isso não é de todo opção, nem para mim, nem para ninguém!  Claro que temos de ter bom senso, e chegando a casa pelas 20h00 ou 21h00 e ainda querer ir fazer um prato de forno pode não ser de todo viável porque só estaremos a jantar por volta das 22h00 ou 23h00 e até lá, cheios de fome. Como eu digo sempre, temos de ter noção de como é a nossa vida e os nossos horários, aceitar isso e arranjar estratégias que nos permitam ser mais saudáveis, perante a nossa realidade.

Por isso mesmo, no meu caso ,tento deixar as coisas minimamente preparadas ou fazer em maior quantidade para me dar para mais vezes. Caso não consiga mesmo, vou buscar um frango de churrasco ou grelho uns bifes (podem ver aqui os meus hábitos semanais, de forma a perceberem como é que me organizo e de que forma e que consigo ter, por exemplo, sempre legumes preparados).

Sendo assim:


Faça compras
:

– O que quero dizer com isto? Que temos de fazer compras para o mês ou ir ao supermercado todas as semanas. Se não gosta de cozinhar, convém que tenha uma grande variedade de alimentos disponíveis para que possa chegar a casa e ter uma refeição saudável e quem sabe, preparar para o almoço do dia seguinte.. Se tal não acontecer, só de pensar que ainda tem de pensar no que vai ter de fazer para o jantar e como o vai confeccionar ainda torna tudo mais difícil. A forma de o conseguir é mesmo ter coisas simples em casa e rápidas de fazer, como bifes de peru/frango, ovos, latas de atum ao natural. Se deixarem a descongelar depois é só fazer e não demora assim tanto tempo. Claro que o objetivo não é fazerem bifes grelhados todos os dias, mas para quando não têm mesmo paciência é ótimo para ´safar´.

– Para não andar sempre a comer o mesmo, a minha dica é: Hoje chega a casa e lá vai ter de comer uns bifes grelhados porque não tem nada pronto… MAS, pode também ter deixado uma perna de peru a descongelar, e aproveita para a fazer logo, para ficar para amanhã ao jantar… Voltamos à conversa de ser melhor acabadinho de fazer, concordo… mas às vezes não dá. E se não dá, temos de comer as refeições de um dia para o outro. É a vida!
Pré-prepare refeições:

– Se tiver refeições congeladas torna tudo mais fácil. Pode crer. Imagine aqueles dias em que chega a casa sem paciência para nada, perto das 20h/21h e só lhe apetece descansar? Se tiver legumes e arroz congelado (sim, eu sei que o arroz acabadinho de fazer é bem mais saboroso), é só descongelar e quem sabe, juntar uma lata de atum?!? Abrir uma lata de atum não dá assim tanto trabalho… certo? Ou seja, tire da ideia pizzas congeladas, lasanhas etc etc…

Aumente a quantidade de comida cozinhada: Costumo fazer jantar a pensar logo no almoço do dia seguinte, o que me facilita muito. É importante que façam o mesmo, principalmente para quem leva marmita para o trabalho. Optem sempre por levar sopa (não vos faz mal nenhum, só vos faz é bem), prato principal e terminar o almoço com uma peça de fruta.
– Fiz hambúrgueres de peru e espinafres no outro dia (podem ver a receita aqui) para o jantar e aproveitar para fazer logo em grande quantidade, deu para cerca de 13 hambúrgueres, os quais congelei e assim dão para alguma ocasião em que não tenha nada pronto.

Legumes preparados/congelados: Se tiver os legumes já lavados e arranjados torna tudo mais fácil. Claro que arranjar e cozinhar legumes todos os dias, não me parece! Ou então, para quem gosta de cozinhar e/ou tem tempo, tudo bem. Além disso, tenho sempre sacos de legumes congelados que dão sempre jeito. É um instante a cozinhar.

Material de cozinha: Pode parecer que não, mas faz toda a diferença porque vos ajuda na preparação e confeção das receitas. Formas de silicone, colheres de pau, liquidificadora, varinha mágica, colheres de silicone para ´rapar´ os preparados… Os utensílios adequados porque facilitam imenso na cozinha. Por exemplo, eu tenho várias formas de silicone para conseguir fazer os meus queques em grande quantidade e não fazer poucos. Por exemplo, também tenho o utensílio que permite tirar a água da alface quando a lavamos, o que facilita o processo, tenho vários frascos de vidro de conservação para guardar tudo, tenho uma spiralizer que também ajuda a variar as refeições…  Tigelas tenho várias porque assim posso fazer granola, massa das panquecas… Tenho vários frascos para guardar os flocos de aveia e/ou bolachas que vou fazendo (Podem carregar nas imagens , para terem acesso a mais do mesmo género).

 

 

 

Quem não tem uma paixão pela cozinha tem de ser bem mais organizado, mas é possível. Só temos de ter presente que temos de seguir os princípios mais simples de alimentação saudável, como comer sopa às refeições principais, uma fonte de proteína, hidratos de carbono e legumes. Para isso, é pensar de que forma o podemos fazer da forma mais simples possível para não dar trabalho.

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscreveram o meu canal de Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

, , ,

5 truques para não petiscar tudo quando chega a casa

Ora pois bem… Muitas vezes uma das dificuldades quanto à alimentação saudável é o fim da tarde, não é verdade? E porquê? Será que não pode estar relacionado com passar o dia a comer pouco ou muitas horas entre as refeições principais? Quantas vezes come 1 peça de fruta a tarde toda? Ou umas tostinhas? Ou bebe um iogurte? Pense nisso! Normalmente após esta modificação no plano alimentar as diferenças são significativas e a vontade de “comer tudo” passa. Ainda por cima a essa hora, ao fim da tarde, só apetecem coisas que não devemos: pão, queijo, bolachas etc etc…

Assim:

  • Não passe mais de 3h sem comer! Faça um esforço e ande com snacks ou lanches bastante práticos e que consiga comer quando não é possível fazer um intervalo no trabalho (Ideias aqui).
  • Nada de bolachinhas ou só um iogurte ao pequeno-almoço! Tem de começar bem o dia e de forma equilibrada! Papas de aveia, Ovos mexidos, Cereais integrais são alguns exemplos (Ideias de pequenos-almoços, aqui).
  • Almoce bem! Nada de saladinhas ou só uma sopa ao almoço. Ninguém se alimenta com isso, vai passar a tarde cheio de fome e assim que chega a casa…É possível almoçar bem e saudável em quase todos os sítios. Em Portugal há sempre uma forma de comer carne/peixe, acompanhar com salada/legumes e arroz, por exemplo.
  • Se só chega a casa por volta das 19h/20h, talvez signifique que precise de dois lanches da parte da parte. Se tal não acontecer, chega a casa cheio de fome e nessa altura os alimentos que lhe apetecem podem ser ricos em açúcar e em gordura. Além disso, é importante que os seus lanches estejam bem definidos, de forma a ter prazer a comer e que mantenha a sua saciedade ao longo do dia.
  • Sopa em casa, sempre! A minha estratégia é chegar a casa e comer logo a sopa, antes do jantar. É mesmo o melhor que fazemos. Deste modo faz com que não ande a petiscar tudo o que lhe aparece à frente. Para muitos a sopa no verão não sabe bem, mas agora não há desculpas.

Além disso, podem sempre tentar que o vosso escape deixe de ser a comida e passe a ser outra coisa… como por exemplo, ir dar uma caminhada quando chegarem a casa, de forma a relaxar de um dia stressante de trabalho! Quem sabe?! Garanto-vos que faz muito bem e que relaxa bastante! Aqui ficam alguns exemplos de artigos em desconto que são mesmo a minha cara. Podem carregar para ver mais do mesmo género.

 

 

 

Para quem ainda não sabe, no dia 26 de maio venham ter comigo para mais um workshop! Desta vez com o tema ´ Como planear uma semana saudável, de segunda-feira a sexta-feira, do pequeno-almoço ao jantar ´, das 10h00 às 13h30, na Cool Cook Lisboa, em Santos. Uma das grandes dificuldades é o planeamento semanal das nossas refeições e por isso mesmo, nada melhor que um workshop onde irei falar sobre esse tema. Para saberem todas as informações do workshop, vejam aqui.Para quem ainda não sabe, no dia 26 de maio venham ter comigo para mais um workshop! Desta vez com o tema ´ Como planear uma semana saudável, de segunda-feira a sexta-feira, do pequeno-almoço ao jantar ´, das 10h00 às 13h30, na Cool Cook Lisboa, em Santos. Uma das grandes dificuldades é o planeamento semanal das nossas refeições e por isso mesmo, nada melhor que um workshop onde irei falar sobre esse tema. Para saberem todas as informações do workshop, vejam aqui.

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

PANQUECAS DE CENOURA E BANANA

Que receita tão boa, e que vão adorar! Nada complicada, super fácil de fazer!

Ingredientes:

  • Cenouras cruas (360g)
  • Banana madura (2)
  • Água/Bebida vegetal/Leite magro (100ml)
  • Farinha de espelta (80g) – ou outra farinha à escolha
  • Ovos (2)
  • Canela q.b
  • Fermento (1 colher de café)

Modo de preparação e confeção:

  • Comece por triturar as cenouras num processador de alimentos;
  • Junte as bananas e triture tudo até ficar uma mistura homogénea;
  • De seguida, junte os restantes ingredientes, volte a triturar até envolver bem
  • Numa frigideira anti-aderente bem quente e sem qualquer adição de gordura, coloque o preparado anterior. Normalmente uma colher de servir sopa é suficiente para cada panqueca, dependendo do seu gosto pessoal quanto à grossura da panqueca.
  • Quando começar a formar bolhas à superfície, vire do outro lado e é um instante até estar pronto 🙂

E como acho que os utensílios que utilizamos fazem muita diferença, aqui ficam várias ideias que são mesmo a minha cara (vários deles estão em desconto, é só carregarem para verem). Além disso, podem fazer panquecas em grande quantidade e guardar em marmitas, é como eu faço em casa!

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

Vídeo | A minha semana

Esta semana preparei uma surpresa para vocês e criei um vídeo com a minha semana! Podem ver aqui.

Espero que gostem!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

, , ,

Pão de batata-doce

Foi uma receita que experimentei, que seria para bolo, mas que virou pão! Fica melhor como pão do que como bolo porque não é doce 🙂

Ingredientes:

  • Batata doce cozida sem casca (730 g)
  • Farinha de trigo sarraceno (160 g)
  • Farinha de arroz (140 g)
  • Bebida vegetal (300 ml)
  • Ovos (3)
  • Tâmaras (8)
  • Fermento q.b
  • Bicarbonato de sódio q.b
  • Canela (2 colheres de sopa)
  • Azeite (1 colher de sopa)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Modo de preparação e confeção:

  • Pré-aqueça o forno a 180ºC
  • Comece por reduzir a batata-doce a puré no processador de alimentos. Reserve.
  • Junte todos os ingredientes secos numa tigela (farinhas, fermento, bicarbonato de sódio e a canela) e misture.
  • Bata os ovos com a bebida vegetal e o azeite, e junte à mistura anterior, mexendo até ficar homogéneo.
  • No processador de alimentos triture as tâmaras com um pouco de água até ficar líquido e junte.
  • Por fim, junte o puré de batata-doce e envolva tudo.
  • Leve ao forno cerca de 45 minutos a 180ºC.
  • Deixe arrefecer e corte em fatias fininhas. Pode guardar em marmitas ou congelar para ter para o resto da semana.
Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

 

, ,

Panquecas de courgete no forno

 

Mais uma receita de panquecas no forno para facilitar a vossa semana!

Ingredientes:

  • Farinha de trigo sarraceno (100g)
  • Courgete (1)
  • Laranja (1)
  • Ovo (1)

Modo de preparação e confeção:

  • Colocar tudo no liquidificador e triturar até obter uma mistura homogénea.
  • Colocar num pirex de ir ao forno, ou numa forma de silicone e levar ao forno cerca de 20 a 30 minutos 🙂

Depois já sabem, podem cortar e guardar em marmitas para ficar para a semana toda!

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha