, , ,

Frittata de espinafres e batata-doce

Mais uma receita para porem em prática, mais uma ideia para as vossas refeições principais! Além de saborosa, não dá trabalho nenhum (tal como eu gostooooo). Apesar de considerar que para uma alimentação saudável é fundamental estarmos minimamente organizados, não é preciso termos muito trabalho e passarmos horas na cozinha… mas sim, ter imaginação e perceber que combinações é que podemos fazer entre os ingredientes para nos permitir isso mesmo… alimentação saudável, saborosa e sem muito trabalho!

Vamos lá passar à receita:

Ingredientes:

  • Ovos inteiros (6)
  • Claras de ovos (3)
  • Batata-doce cozida (1)
  • Queijo parmesão ralado (1/2 chávena)
  • Pimenta preta (1 Colher de chá)
  • Tomate cherry (1 chávena)
  • Cebola (1/2)
  • Cogumelos (6)
  • Espinafres (1 chávena cheia)
  • Orégãos (2 colheres de sopa)
  • Alho (2 dentes)
  • Pimenta preta q.b
  • Sal q.b

 

Modo de preparação e confeção:

  • Bata os ovos com as claras e misture o queijo parmesão e os orégãos.
  • Numa frigideira, salteie os tomates cherry, a os espinafres, os cogumelos, o alho e a cebola com 1 fio de azeite, cerca de 4 a 5 minutos.
  • Esmague a batata-doce e adicione à frigideira, envolvendo com os restantes ingredientes.
  • Adicione os ovos por cima e deixe cozinhar até ficar pronto. Pode colocar uma tampa por cima para ajudar a cozinhar.
  • Corte em fatias e sirva com uma salada.

 

Espero que tenham gostado, que experimentem e que partilhem!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

14 truques para preparar as suas férias SAUDÁVEIS

Hoje partilho com vocês como me organizo quando vou de férias e de que forma é que tento que elas se mantenham saudáveis. Este sábado vou de férias e por isso mesmo, há que organizar tudo! Caso vão de viagem, é importante que se organizem para os dias fora, bem como para o dia de viagem. Caso tal não aconteça, vão acabar por ir ao café/restaurante comprar “qualquer coisa” para comer.

Primeiro que tudo, e como sempre, é preciso organização e neste caso penso que o mais importante é planear com antecedência. Claro que é chato andar carregado com alimentos e com marmitas e snacks, mas não pode ser uma desculpa para não ter uma alimentação saudável nestes dias., uma vez que há alimentos super práticos de levar e de transportar. No sábado desvendo-vos para onde vou, apesar de neste post ficarem com algumas pistas! 🙂

Pois bem, aqui fica uma lista do que vou levar e que acho importante para estas mini-férias:

  • Frutos secos (nozes, avelãs, cajus…): Preciso de andar sempre com snacks durante o dia, e assim os frutos secos não ocupam quase espaço nenhum na mochila. Além disso, são um alimento que ajuda na saciedade e que me permite controlar a fome durante o dia! Já tinha muita coisa em casa, mas ontem fui despachar o resto ao jumbo. Acabei por comprar um mix de frutos secos para não estar sempre a comer os mesmos, mas como gosto imenso de noz e caju, comprei um de cada, podem ver aqui quais são.

 

  • Fruta: Vou levar para a viajem de carro maçãs e bananas, para o dia de sábado. Depois quando lá chegarmos vamos às compras e então aproveito para comprar mais, para todos os dias que lá vou estar. Acho que vou optar mais por maçã ou banana pela praticabilidade destas frutas.
  • Barras: Como sabem, não é um alimento que consuma diariamente. No entanto, e para quem me segue, já sabe que sou a favor do equilíbrio e para estes dias que vou estar fora vão dar imenso jeito, para conseguir comer rápido como snack e ter energia ao mesmo tempo. Vou levar algumas do celeiro e da Gold Nutrition.
  • Ovos: Vai ser um dos alimentos presentes como snacks, e que vou levar cozidos para o dia de viagem. Além de ser um alimento que sacia, é novamente bastante prático e que se come num instante (sem sujar grande coisa). No destino, será de certeza utilizado como snack ou então como pequeno-almoço.
  • Enfrascado de aveia: Vão ser várias horas de viagem e por isso mesmo, tenho de levar bastante comida. Assim sendo, para meio da manhã ou da tarde, vai sair enfrascado de aveia como podem ver na fotografia em baixo. Além disso, vou levar flocos de aveia para os pequenos-almoços/snacks para lá durante o dia.

  • Água: Fundamental a qualquer viagem e por isso mesmo, já que são várias horas até chegar ao destino, vou levar 1,5L de água para ir bebendo durante todo o dia.

 

  • Protetor solar: Um estilo de vida saudável engloba várias vertentes e para o destino onde vou a proteção solar é fundamental! Já sabem para onde vou? 🙂 Eu ainda por cima preciso de ter muito cuidado com a minha pele, é que é mesmo isso! Comprei o protetor solar Cosmia (que ainda não conhecia), e aproveitei para comprar dois, para experimentar. Já que uso proteção solar todos os dias, fica já despachado.

 

Agora, deixo as minhas dicas essenciais para vocês aplicarem quando forem de viagem ou de férias:
Dicas para antes da partida:
  • Faça as suas refeições e snacks no dia anterior à viagem. Se deixar para o próprio dia, com tanta coisa para organizar, algo vai ficar para trás. Exemplo: Levar aveia para os meus pequenos-almoços. No dia seguinte é só juntar 1 iogurte.
  • Compre diversos lanches que sejam fáceis de transportar na mala: cenouras, fruta (fácil de comer – maçã, pêra, banana), frutos secos (nozes, amêndoas), fruta desidratada, bolachas de milho/arroz (sacos individuais); vaca que ri, iogurtes bebíveis, ovos cozidos, latas de atum, latas de grão cozido. Por exemplo para viajar de avião costumo levar bolachas de arroz, frutos secos, fruta e ovo cozido (sim, passa na segurança!)
  • Pense quantas horas irá estar fora de casa e faça as contas aos lanches que serão precisos para todo o dia. Se o almoço é às 13h e o jantar apenas por volta das 21h, tem de fazer dois lanches. Mais vale levar a mais do que a menos! Podem sempre levar a mais para uma emergência.
  • Não se esqueça da garrafa de água! Tem de estar sempre hidratado.
  • Agora com as férias e calor, também não esquecer os cremes solares. Todos estes aspectos fazem parte de uma vida saudável, não descurando a proteção solar!

 

Dicas para o destino:

  • Ir às compras assim que chegar ao seu destino: Pelo menos para comprar fruta, água, ovos e snacks para os dias seguintes;
  • Tomar o pequeno-almoço antes de sair de casa/hotel: Por vezes no hotel nem sempre existem opções saudáveis, mas dentro do que o houver, tente fazer as melhores escolhas (não tenha o pensamento perdido por 100 perdido por 1000).
  • Andar sempre com água e lanches na sua mochila: de certeza que diminui a probabilidade de passar pelos cafés e optar por refrigerantes ou sumos (ainda por cima em locais onde o calor é imenso) e de snacks menos saudáveis. Frutos secos, ovos cozidos, iogurte líquido, queques de aveia são algumas opções.
  • Se quiser levar uma sandes para o seu almoço,aproveite para utilizar pão do tipo integral e acrescentar sempre alguns legumes ou verduras (Ex: Pão Integral, Atum, Tomate, Alface);
  • Quando almoçar/jantar fora, peça sempre uma salada ou verduras para acompanhar o prato principal. Se possível, inicie com uma sopa de legumes, que normalmente é sempre possível

[Dentro de uma escolha errada, há sempre uma opção mais saudável]

 

Para quem não vai almoçar a casa e tem de fazer esta refeição no restaurante/centro comercial:

  • Foque-se!
  • Dê uma volta no centro comercial, nas redondezas da rua e tente fazer uma escolha saudável para realizar a sua refeição: Se quer dicas para quando vai almoçar fora, veja esta publicação.
  • Deixe de lado as publicidades GIGANTES de promoções de fast food e tente ver que tipo de restaurantes lhe proporcionam uma alimentação saudável.
  • Coma bem! Não opte apenas por uma sopa e uma peça de fruta, senão o resultado será imensa fome a meio da tarde.
Acredito que, quando vamos de férias ou de viagem se torne mais difícil resistir a tentações a que normalmente não estamos expostos, mas mesmo assim é sempre possível fazermos escolhas acertadas. Lá porque vamos de férias, não tem de ser uma desculpa para “quando vou de férias não tenho acesso a alimentos saudáveis”. Que tipo de férias costuma ter?

Vai fazer praia? Pode levar sempre a sua lancheira atrás, com alimentos que lhe permita manter uma alimentação saudável. Por exemplo:

  • Snacks (Fruta; Bolachas de milho/arroz; Ovos cozidos; Iogurtes naturais ou de aromas; Palitos de cenoura ou pepino, Tomate cherry, Queijo fresco)
  • Almoço: Salada fria (massa espiral/couscous | atum ao natural/frango desfiado/peixe desfiado/ovo cozido/delicias do mar | alface, tomate, cebola, beterraba, pimento vermelho, couve coração, courgete)
Vai para um hotel com tudo incluído? Pode não ter todos os alimentos pretendidos, mas acredito que tenha alguns. Pode exemplo:
  • Pode comer pão ou cereais ao pequeno-almoço. Se colocar manteiga, não coloque fiambre nem queijo e vice-versa. Além disso, ninguém o impede de levar por exemplo os seus flocos de aveia 🙂
  • Às refeições principais peça a opção do menu que não inclua fritos e molhos. Se tiver batatas fritas, pode pedir para substituírem por arroz (já fiz isso bastantes vezes).
  • Peça sempre que lhe tragam legumes ou salada a acompanhar. Para os lanches, pode sempre andar com a sua lancheira, com algumas ideias aqui.
Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”. No entanto, e como é óbvio, em férias apetece sempre jantar fora e sair um bocadinho da linha, mas ninguém diz para não o fazer… Só que com conta peso e medida 🙂
Se come alguma coisa de diferente ao almoço, já não o faça ao jantar… Se come um gelado à tarde, deixe a sobremesa de lado ao jantar e vá dar uma caminhada…
Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”.
Nas férias é a melhor altura para começar a praticar exercício físico. Tempo não lhe falta! Defina um horário e vá todos os dias fazer uma caminhada. No meu caso, como vou para o desporto, as corridas vão ficar de lado. Por isso mesmo, vou ´apetrechada´de roupa de desporto (mochila, soutien, leggins) e roupa quente… que já ouvi dizer que está um gelo!!! E por isso mesmo, mais algumas sugestões de produtos que vos podem ajudar para as férias e que estão em desconto:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , , ,

Queques de abóbora, batata-doce e aveia

Ingredientes:

  • Batata-doce cozida (160g)
  • Abóbora cozida (160g)
  • Flocos de aveia/farinha de aveia (150g)
  • Nozes q.b
  • Stevia (20g)
  • Ovos (2)
  • Raspas de uma laranja
  • Fermento (1 colher de chá)

Modo de preparação e confeção:

  • Pré-aquecer o forno a 180ºC;
  • Colocar a batata-doce e a abóbora cozida numa tigela e esmagar ou triturar;
  • Juntar as nozes picadas;
  • Juntar os flocos de aveia e mexer até obter uma mistura homogénea;
  • Adicionar os ovos e mexer.
  • Raspar uma laranja e mexer;
  • Juntar a stevia e o fermento em pó;
  • Colocar num tabuleiro de ir ao forno (eu utilizo uma toalha de silicone, que comprei com a miss_tupperware, podem ver aqui)
  • Levar ao forno cerca de 30/45 minutos.

Depois é só servirem um prato todo giro para os vossos convidados 🙂 Aqui ficam algumas ideias:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

5 ideias de jantares para a sua semana

Muitas vezes a questão ´jantar´ é uma preocupação, ora porque não temos ideias, ora porque não temos tempo ou apenas porque não temos cabeça para pensar nisso. No entanto, e apesar de saber que muitas vezes a vida é uma correria, é fundamental que esta refeição esteja sempre presente e que seja nutricionalmente adequada, não optanto (NUNCA), por uma sandes ou salgados. Por isso mesmo, deixo aqui algumas ideias de jantares que são fáceis de preparar e de fazer 🙂

Frango grelhado + Legumes salteados + Ovo escalfado

(costumo comprar os legumes já prontos do Lidl, para ter sempre em casa

para quando não tenho tempo para arranjar legumes frescos e cozinhar)

IMG_20170911_133429-01 (1).jpeg

Ovos mexidos ou em omelete com legumes a gosto

(É só uma questão de variar: na da esquerda tenho courgete, alho francês

e cebola e na fotografia da direita é cebola e tomate)

IMG_4087.JPGIMG_3898.JPG

Peixe assado com batatas a acompanhar com salada ou legumes

(A minha dica é deixarem sempre descongelado de um dia para o outro para facilitar.

Normalmente ponho cebola às rodelas e baixo, pimento e tomate. Coloco o peixe e as batatas e vai ao forno.

Gosto muito de utilizar o forno porque é só colocar lá dentro e fazer, não tenho de me preocupar com mais nada 🙂 )

IMG_3846.JPG

Esparguete de courgette e cenoura com carne à bolonhesa

(Podem ver a receita aqui)

IMG_7677.JPGIMG_7651.JPG

Bife grelhado com legumes, o mais fácil de todos

IMG_8181.JPGIMG_1016.JPG

Espero que vos ajude nesta semana!! E agora, quem já fez exercício hoje?! Eu já andei pelos caminhos de Monsanto e foram 10 Km 🙂 Aqui ficam alguns artigos em promoção que são mesmo a minha cara, e que podem ser a vossa também! Se carregarem nas imagens, têm acesso a mais produtos do género.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

Bolachas de aveia a maçã

Que tal aproveitarem estes dias para fazerem umas bolachas de aveia e maçã? Podem também experimentar com outros alimentos, como abóbora ou marmelo, alimentos desta época! 🙂

Ingredientes:

    • Maçã cozida (2)
    • Flocos de aveia (10 colheres de sopa)
    • Sementes de sésamo (3 colheres de sopa)
    • Sementes de papoila (2 colheres de sopa)
    • Amêndoa triturada (5 colheres de sopa)
    • Farelo de trigo (5 colheres de sopa)
    • Ovos (2)
    • Azeite (1 colher de sopa)

Modo de Preparação e Confeção:

    • Pré-aqueça o forno a 180ºC;
    • Adicione os flocos de aveia, as sementes, a amêndoa triturada e o farelo de trigo mexa bem até ficar envolvido;
    • Adicione os dois ovos e mexa até ficar uma mistura homogénea;
    • Esmague a maçã cozida num prato e adicione ao preparado anterior:
    • Faça pequenas bolinhas com a ajuda de uma colher e disponha num tabuleiro de forno;
    • Leve ao forno durante cerca de 20/30 minutos

Pronto!!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

Partilha pessoal | A minha evolução no desporto + 6 dicas para vos motivar

Para os muitos que me acompanham e que me seguem, já devem saber que quando comecei a correr não era de todo o que gostava de fazer. Isso mudou! Faço questão de vos falar da minha evolução na corrida deste o início para perceberem que as coisas não começam de um dia para o outro e que muitas vezes também me apeteceu desistir, que o gosto que tenho agora pelo exercício físico não surgiu de um momento para o outro, mas foi surgindo. É preciso organização, motivação, e acima de tudo superação!

Para vos conseguir escrever tive a ver a minha atividade na aplicação que uso e vejam:

 

  • Outubro de 2017: 6´18 – Total de 96,76 Km
  • Setembro de 2017: 5´58 – Total de 45,34 Km
  • Agosto de 2017: 5´46 – Total de 66,55Km
  • Julho de 2017: 5´38 – Total de 81,52 Km
  • Junho de 2017: 5´38 – Total de 61,53 Km
  • Maio de 2017: 5´22 – Total de 5,44 Km
  • Abril de 2017: 5´32 – Total de 100,9 Km
  • Março de 2017: 5´48 – Total de 23,94Km
  • Janeiro de 2017: 5´20 – Total de 90,75Km
  • Dezembro de 2016: 5´18 – Total de 115,4Km
  • Novembro de 2016: 5´27 – Total de 117,9Km
  • Outubro de 2016: Média de 5´29 – Total de 99,05Km
  • Setembro de 2016: Média de 5´29 – Total de 68,70 Km
  • Agosto de 2016: Média de 5´31 – Total de 63,36 Km
  • Julho de 2016: Média de 6´21 – Total de 11,54 Km
  • Junho de 2016: Média de 6´33 – Total de 62,98 Km
  • Fevereiro de 2016: Média de 5´33 – Total de 14,04 Km
  • Janeiro de 2016: Média de 5´24 – Total de 132,3 Km
  • Dezembro de 2015: Média de 5´41 – Total de 157,3 Km
  • Novembro de 2015: Média de 6´06 – Ttotal de 31,65 Km
  • Setembro de 2015: Média de 11´54 – Total de 15,83 Km
  • Junho de 2015: Média de 5´38 – Total de 5,37 Km
  • Maio de 2015: Média de 7´26 – Total de 46,52 Km
  • Abril de 2015: Média de 6´40 (6 minutos e 40s por Km) – Total de 40,75 Km

 

Ou seja, as coisas vão-se fazendo. Há corridas em que o tempo é maior, há lesões em que temos de ficar parados durante uns meses, há dias em que estamos mais cansados, há semanas em que só conseguimos fazer duas corridas. Hoje em dia organizo-me de forma diferente e admito que priorizo o exercício físico na minha semana, mas antes não era assim. Ainda me lembro quando comecei, que consegui dar 18 voltas ao mercado de benfica e que fiquei toda radiante, toda contente!! No início chegava completamente estafada a casa e não conseguia fazer mais nada, era correr, tomar um banho e deitar-me de sofá. Mas o engraçado agora é que tal já não é assim, porque o meu corpo foi-se habituando.

Por exemplo, se repararem agora o meu ritmo é mais lento de há uns meses para cá, mas isso não quer dizer que seja mau. E porquê? Comecei a treinar em Monsanto, ou seja, deixei de correr em estrada, em piso plano. Treinar neste tipo de piso como é Monsanto exige mais de mim, é um treino mais duro e por isso é normal que a velocidade não seja tanta.

Por isso mesmo, algumas dicas para quando falta a motivação para a prática de exercício físico:

    • Se não conseguem levantar-se às 6h da manhã para pratica exercício físico (como eu), agendem uma hora ao fim-da-tarde ou à noite. O exercício físico tem de ser adaptado ao seu dia-a-dia, porque senão é sol de pouca dura! Eu agora consigo ir dois dias por semana porque combinei com amigos fazê-los e assim é o compromisso e não falto. Pode ser uma estratégia, arranjarem alguém que vos acompanhe.
    • Definam na vossa agenda os dias em que vão praticar exercício físico, ou seja, fechem mesmo esse horário para o fazerem. Assim não dá aso a que marquem outras coisas nessas horas.
    • Definam quantos dias querem pratica exercício físico: Se definem 4x por semana e por acaso não conseguem ir num dia, nem que depois vão dar uma caminhada em dois dias seguidos! Além disso, e se estão no início, não pensem logo em ir 7x semana, porque no início isso é muito bonito, mas muitas vezes não é sustentável ao longo do tempo.
    • O cansaço psicológico das horas de trabalho é completamente diferente do cansaço do exercício físico: O melhor que podem fazer depois de um dia de trabalho, de ansiedade ou de preocupação, é mesmo sair de casa e nem que seja fazer uma caminhada!
    • É difícil porque têm de preparar o jantar? Acredito porque também tenho de o fazer! Mas o segredo está na organização… Se deixarem tudo minimamente preparado de véspera, grelhar um bife ou abrir uma lata de atum não custa nada nem demora tempo nenhum! Muitas vezes já fui correr às 20h30/21h00 (agora no inverno e com a corrida de manhã já não tenho ido), e jantava sempre quando chegava a casa. Como sempre digo, se tiver que ter um arroz feito para 3 ou 4 dias, tem de ser. Podem ver aqui mais dicas para um jantar saudável quando chegamos tarde a casa.
    • Criem os vossos objetivos pessoais: Já pensaram nisso? Muitas vezes só consigo correr 30 minutos na hora de almoço e então vou à mesma e penso ´hoje vou tentar correr mais rápido para fazer um melhor tempo´. Podem escrever os vossos objetivos numa folha como por exemplo, andar 2km em vez de em 20 minutos, em 18 minutos.

 

Além disso, e ajuda sempre, vão comprar roupa de desporto vos agrade e que vos faça sentir bem enquanto o fazem, por vezes influencia e dá-nos motivação!

 

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

 

, ,

Ideias de BRUNCH

Sábado, um dia ótimo para variar as nossas refeições! Concordam? Sair da rotina, fazer uma refeição em família, na conversa e a contar como foi a semana… Uma boa desculpa para algum tempo passado à mesa 🙂 E hoje é o que vai acontecer por aqui. Depois conto-vos tudo tudo.
Alguns exemplos do que costumo fazer é:
  • Bolo de aveia e pera (sem açúcar)
  • Ovos mexidos: Normalmente faço só mesmo ovos simples, mas também gosto de juntar cebola e coentros. Outra ideia que também podem gostar é fazer cogumelos salteados para acompanhar, fica ótimo! É só colocar um bocadinho de azeite e alho picado na wok… deixar cozinhar, e voilá.
  • Guacamole: Por acaso nunca fui muito fã de abacate, mas pensei `epa vamos lá tentar arranjar uma maneira de gostar do sabor´e consegui… com guacamole. Se quiserem a receita, está aqui. Gosto de acompanhar com os ovos mexidos, com panquecas ou até com bolachas de arroz.
  • Panquecas: Há imensas variedades de panquecas para surpreenderem o pessoal aí de casa.. 🙂 Aqui ficam algumas receitas:
  • Waffles, receitas aqui. Gosto de comer queijo fresco, iogurte ou fruta.
  • Granola: Podem utilizar para acompanhar um iogurte natural e fruta.
  • Torradas de batata-doce, é só DEMAIS! É tão fácil de fazer e uma forma de variar. É só cortar as batatas-doces na longitudinal e colocar na torradeira, cerca de 2 a 3 vezes. Fica ótimo ou com guacamole ou queijo fresco.

Todas estas ideias são adaptáveis ao que vocês gostam. É só terem imaginação e perceber como podem fazer alterações consoantes os gostos aí de casa.

 
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!