Posts

,

6 hábitos alimentares a incluir no dia-a-dia da mãe no pós-parto

Após o parto, a mãe dedica muito tempo à amamentação. É importante que nesta fase exista, tal como sempre, uma alimentação equilibrada, variada e completa. Por vezes existe a preocupação da mãe em perder o peso que ganhou durante a gravidez, mas esta perda de peso tem de ser sustentada e devagar.

  • Exagere nos legumes da refeição, não custa nada e torna as suas refeições muito mais saudáveis. Não obrigatoriamente legumes cozidos, mas sim de legumes estufados, na wok ou até salteados (com pouco azeite)
  • Prefira cereais integrais: Deixe o pão branco na prateleira do supermercado. Não pense em trazer “apenas um”, que está mesmo quentinho, para aquele dia. Opte por pão de sementes, integral ou escuro. Além disso, deixe o pão de lado às refeições principais.
  • Tem de comer fruta durante o dia. Pode optar por 2 peças de fruta entre as refeições, deixando-as de lado à refeição. Se está farta de fruta fresca, porque não cozer umas maçãs ou assar umas peras? A canela como topping dá-lhe um aroma e um sabor ótimo, colmatando também a vontade do doce muitas vezes presente.
  • Integre gorduras `boas`no seu dia-a-dia: Nozes, amêndoas, cajus, abacate são alguns exemplos. Pode comer por exemplo no lanche da manhã ou da tarde.
  • Beba água. Se não lhe apetece , opte por chás ou infusões (mas claro, sem açúcar). Tem mesmo de fazer um esforço para beber líquidos. Se se esquece, comece por beber um copo de água/chá sempre antes e depois de cada refeição.
  • Assim que estiver recuperada e com autorização do seu médico, organize-se e pense numa atividade física que gostasse de fazer. Caminhadas pode ser o início.. Não gosta de caminhada? Inscreva-se na natação. Não gosta de natação? Compre uma bicicleta e aproveite para dar umas pedaladas enquanto vê televisão. Há sempre opções.

A alimentação da mãe é fundamental também para a nutrição do bébé, pelo que se quiser perder peso, o importante é comer alimentos que lhe façam bem, e deixar de lado alimentos altamente calóricos e que não fazem bem a ninguém.

Não se esqueça que, ter uma alimentação saudável é:

  • Comer bem!!!
  • Comer todos os alimentos de forma adequada e equilibrada: Dependendo dos nossos gostos e de alguma patologia que possamos ter, podemos comer pão, cereais, lacticíneos, fruta, arroz/massa/batata, peixe/carne assada/guisada/estufada/cozida/grelhada, legumes ou saladas, frutos secos, ovos…
  • Comer frequentemente, de acordo com o nosso dia-a-dia (pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, lanche, jantar e se necessário, ceia);
    Incluir sopa ao almoço e ao jantar (o que é que custa? Não arranjem desculpas para não comer este alimento, ou é porque está calor ou é porque ficam cheios e já não conseguem comer o segundo prato…). Irá ajudar-nos a manter a saciedade ao longo do dia. Mas, se um dia não lhe apetecer, não tem de comer!
  • Deixar de lado alimentos processados, como bolos de pastelaria, bolachas, donuts, bolicaos etc…Podem crer que isso sim, pode ficar de lado, e para sempre! Pois não faz falta nenhuma! Não comer pão e depois comer bolos?!? Não!
  • Reduzir a quantidade de gordura que utilizamos para fazer as nossas refeições;
  • Não comer pão à refeição. E porquê? Porque já comemos ou arroz, ou massa, ou batata-doce, ou grão ou feijão… Que tal deixarmos para os intervalos das refeições?
Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!