Posts

,

4 dicas essenciais para aplicarem às refeições principais

Isto por aqui não anda fácil (desculpem, mas ora está ora não está 😅) e por isso tenho andado meia desaparecida… se não fizer stories já sinto que estou em falta com vocês 🤦‍♀️ A noite de ontem foi uma maravilhaaaa, ou não 😴

Que hábitos é que têm às vossas refeições? Contem-me lá 😅 Por aqui há alguns truques que são diários e hoje a partilha é sobre isso ✌

#1 Fome desmedida: o primeiro passo para tudo correr bem é não chegar ao jantar cheios de fome 🤦‍♀️ Senão… Não vai correr bem ahah Por isso mesmo é que acho importante irmos comendo ao longo do dia para nos ajudar a manter a saciedade 😋 Fazem isso?! Se tiver cheia de fome, como logo uma sopa ✌

#2 Sopa: Maria és uma chata com a sopa 🤦‍♀️ Pois sou, pois sou, pois sou 😅 Considero um hábito essencial às refeições e para quem não o tem, aproveitar este tempo mais por casa para tentar alterar isso 🍵 Claro que percebo se não quiserem comer sopa com 40⁰C, mas a celebre frase ‘não como sopa no verão’ para mim não pega 🤪

#3 Legumes ou salada: Todos os dias, a todas as refeições ✌ Façam em maior quantidade e guardem no frigorífico. Tenham congelados para os dias em que não há tempo. Garantam que têm em casa uma boa quantidade para não vos faltar 🥗 Cozidos, salteados ou assados, é à vontade do freguês 😅

#4 Comida BOA: já passou a moda dos cozidos e dos grelhados 😅 Vamos lá a ter prazer às refeições principais porque isso é meio caminho andado para se sentirem satisfeitos ✌ Eu gosto muito de um peixe cozido ou bife grelhado, mas q.b 😅

E agora… contem-me lá quais são as vossas dificuldades?! 👇 Assim posso tentar arranjar estratégias para vos ajudar 😘

Para quem ainda não sabe, tenho vários ebooks: 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€), 50 receitas de refeições principais (3,50€), ementa mensal I e II de refeições principais, com receitas (3,0€), ementa mensal I e II de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€) e 80 receitas de panquecas (3,0€). Quem quiser é só adquirir por aqui.

Um beijinho,

Maria

, ,

5 truques para uma alimentação saudável em casal

Mas porque é que muitas vezes oiço que não é possível ter uma alimentação saudável quando o(a) seu(sua) parceiro(a) não a tem? Acho que temos de perceber que TODOS temos de ter uma alimentação saudável e não é apenas para um membro da família. 

Andei estes dias a preparar este miminho para vocês e espero que gostem 🙂 Já há muito tempo que me diziam que gostavam de ter uma compilação das minhas receitas em suporte digital ou em livro, então lembrei-me de fazer este E-book com a maioria das receitas que têm disponíveis no meu site, o qual tem o valor de 2,50€. Vejam aqui como o podem adquirir.

No início da relação há vários jantares fora (com direito a entradas, prato, sobremesas e bebidas) e quando vão morar juntos, existe a adaptação à mudança e há partilha de refeições.  Claro que as coisas não mudam de um dia para o outro, mas se existir um esforço tudo se consegue!

De certeza que já pensou que a perda de peso, ou até mesmo, o controlo de peso é muito mais fácil quando existe uma ajuda mútua. É importante que tanto um, como outro, percebam a importância de ambos praticarem uma alimentação saudável. Mas claro que isto não significa que de vez em quando não se pise o risco. Tal como todos, se estiverem ao pé de nós a consumir um alimento que adoramos e que não devemos consumir diariamente, é bem mais difícil resistir. Além disso, e não falando apenas de peso, TODOS nós temos de ter uma alimentação saudável.

Não gosto quando muitas vezes me dizem ´mas então vou ter que fazer refeições diferentes para mim´…CLARO QUE NÃO! Era só o que mais faltava! A comida é igual para todos, com algumas diferenças mas nas quantidades… Porque não é porque queremos perder peso, que temos de fazer batatas-fritas, rissóis, croquetes, bacalhau com natas para os que vivem connosco… e porque não? Porque eles também não precisam e só lhes faz mal!

No entanto, nunca se esqueçam que o plano alimentar de cada um tem de ser individualizado, uma vez que as necessidades energéticas variam. Mas, é  importante que partilhem as refeições que realizam em conjunto, ou seja, as refeições são iguais para os dois. E ainda mais importante, perceber que se alguém do casal quer perder peso, o(a) companheiro(a) é fundamental para que esse objetivo seja cumprido e para que exista motivação.

  • Planeiem em conjunto: Falem entre os dois e definam as refeições para durante a semana. É importante que tanto um como outro façam refeições que lhes agrade, ou seja, um de vocês cede hoje, o outro, amanhã. Claro que não é para existiram refeições diferentes na família, pois se tal acontecer, não é sustentável ao longo do tempo.
  • Partilhem a cozinha: Aproveitem para cozinhar em conjunto. Além de ser uma ótima estratégia para partilhar a confeção das refeições, podem aproveitar para conversar e contar como correu o vosso dia. Preparem logo as marmitas e as lancheiras para o dia seguinte enquanto fazem o jantar.
  • Conversem: Se alguém do casal está a tentar perder peso, é fundamental que tal seja explicado ao parceiro.  Pode crer que é muito mais fácil para que este o ajude e incentive ao longo dos dias. Além disso, também pode ser uma boa estratégias para que todos em casa comecem a ter uma alimentação mais saudável. Pode ser que comece a receber mensagens durante o dia a dizer “Já bebeste água?” 🙂
  • Objetivos: Estabeleça objetivos com o(a) seu (sua) companheiro. Se ambos tiverem um objetivo comum, vão ambos querer cumpri-lo. Por exemplo, podem combinar tomar o pequeno-almoço juntos (caso o horário seja coincidente); prepará-lo de véspera ou até enviar fotografias do almoço um ao outro. Além disso, que tal combinarem 3x por semana caminhar a seguir ao jantar? Não façam da chuva o vosso problema, é só arranjarem um impermeável 🙂
  • Jantar fora: É possível! Cada vez mais existem restaurantes com menus saudáveis e que permitem ter uma refeição fora de casa igualmente saudável e saborosa, e além disso, romântica 🙂 Sentem-se e escolham o restaurante em conjunto, de acordo com os vossos gostos e de acordo com o menu. Se um membro do casal quiser uma sobremesa, é importante que exista um incentivo do outro lado para que não seja um doce ou um bolo, mas sim uma peça de fruta ou uma salada de fruta. Se for mesmo impossível, que tal partilharem? Até é mais romântico 🙂

Concordam? Vamos lá incentivar uma alimentação saudável para toda a gente aí em casa 🙂 O mesmo para o exercício! Sou a favor de que o casal pratique exercício físico e que se motiva mutuamente!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram ? Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

4 truques que o vão ajudar a ter uma alimentação mais saudável para SEMPRE

Existem vários truques que podemos aplicar diariamente e que nos ajudam a ter uma alimentação mais saudável. Às vezes são tão simples e nem nos apercebemos a diferença que faz no nosso dia-a-dia. Ou seja, muitas vezes acabamos por estar em ´piloto automático´e fazer as coisas por já estarmos habituados, não pensando no que podíamos fazer de diferente.

Por isso mesmo:

  • Saiba a quantidade que deve colocar no seu prato:

– Metade para as verduras e legumes, um quarto para os hidratos de carbono e proteína (claro que isto é na generalidade, e que tem de ser adaptado a cada um de vocês).

– Nada de colocar os legumes ou a salada num prato ou tigela à parte, porque de certeza que se o fizer, a quantidade de comida no prato será bem maior.

  • Utilize um spray para o azeite: Já pensou que se utilizar o comum galheteiro, é bem provável que sirva mais azeite do que realmente precisa? Se começar a utilizar um spray de certeza que se servirá em menor quantidade. Muitas vezes não temos noção da quantidade que utilizamos, e uma pequena mudança destas faz toda a diferença.
  • Se for comer fora, comece por pedir uma sopa de legumes (sim, eu sou uma chata com a sopa). Além disso, peça sempre uma salada ou legumes à parte. Normalmente a quantidade que vem no prato é muito pouca e não chega para o que realmente necessita! Além disso, e se possível, peça para ser você a temperar.
  • Organize-se para ir às compras no fim-de-semana:

– Claro que não é propriamente o programa que mais lhe apetece, mas é o que realmente precisa de fazer para conseguir organizar a sua semana e as suas refeições. Se não, chega a segunda-feira e não tem nada preparado, ou seja, lá vai ter de começar a semana a fazer erros alimentares.

– Uma das coisas que costumo fazer é ir às compras durante a semana na hora de almoço ou na ida para casa, para ficar logo despachado.

– Há alimentos que normalmente nunca me faltam em casa e que tenho a plena noção que me ajudam a ter uma semana mais saudável: legumes não perecíveis (couve lombarda, couve coração, cenouras, beterrabas). E porquê? Porque este tipo de legumes como não se estragam de um dia para o outro e aguentam muito, ajudam no final da semana a nunca faltar à refeição.

 

  • Tome sempre o pequeno-almoço em casa. Se é daquelas pessoas que se farta rapidamente, varie! 🙂 Faça panquecas, waffles, bolinho de aveia, papas de aveia… Há imensas formas de começar o seu dia. Além de saber realmente o que está a comer, e de que forma é que é confeccionado, poupa dinheiro, e não é pouco.
  • Exercite-se: Não é que uma coisa leve à outra, mas se praticar exercício físico, nem que sejam umas caminhadas, tudo melhora. Fica mais bem disposto, mais alegre, com mais energia e por isso, com mais vontade de ser saudável. E se não tem tempo para o fazer é porque o exercício físico não é uma prioridade na sua vida, porque quando for, organiza-se de outra forma para  o conseguir fazer. Está frio? Compre camisolas quentes de desporto. Chove? Existem impermeáveis… 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

MASSADA DE PEIXE

Aqui fica a tão pedida receita da massada de peixe! Muito saborosa, com um peixe maravilhoso e que podem fazer para um jantar de amigos ou de família 🙂 Acho que todos vão adorar. 

Ingredientes:

  • Peixe Seriolela (compro o peixe congelado nesta peixaria, que é ótima)
  • Massa cotovelinhos (1 chávena)
  • Tomates (3 maduros)
  • Cebolas(2)
  • Dentesde alho
  • Louro
  • Vinho(1/2)
  • Salq.b
  • Azeiteq.b

Modo de preparação e confeção:

  • Num tacho comece por colocar os tomates triturados, a cebola picada, os dentes de alho, o sal e o louro e deixe refogar. Coloque um pouco de vinho.
  • Coloque o peixe no preparado anterior e deixe cozinhar. Reserve num prato.
  • Acrescente a massa e se necessário adicione água para cozer a massa.
  • Por fim, coloque o peixe e sirva! 
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

    A semana da Maria + 7 dicas para vos ajudar a organizar a semana

    A minha semana, mais uma semana, com as fotografias para vos dar ideias. É sempre bom partilharmos entre nós as refeições, dicas e ideias para uma semana saudável. Ficam a saber aqui como costumam ser as minhas refeições e de que forma me organizo.

    Pequeno-almoço: Tem vindo realmente a ser uma das refeições que ADORO, que me dá mesmo imenso prazer. Então se tiver mais tempo para conjugar todos os alimentos que gosto, ainda melhor. Depende muito de como é a minha manhã: Vai desde ovos mexidos com abacate e fruta, a iogurte natural com fruta e frutos secos.

    IMG_4594.JPG

    IMG_4721.JPG

    IMG_4665.JPG

    IMG_4831.JPG

    Almoço/Jantar: Podem ver aqui as minhas refeições desta semana. Sempre sopa e depois foi desde salmão grelhado, polvo e pargo no forno, frango assado, sempre sempre com legumes salteados ou salada. Às vezes também acontece não haver paciência e/ou tempo para cozinhar e vou buscar frango de churrasco. Ou faço arroz ou batata-doce para acompanhar. Genteeee, tenho uma opinião bem formada das nossas refeições fora: só não comemos saudável se não quisermos. Podemos sempre pedir para fazer alterações ao prato, pedir mais legumes/salada e não optar pelas entradas e pela sobremesa.

    IMG_4681.JPG

    IMG_4701.JPG

    IMG_4652.JPG

    IMG_4805.JPG

    FullSizeRender.jpg

    Lanches: Depende muito da minha tarde e das consultas, ou seja, se posso ou não fazer um lanche mais composto. Quando é mais a correr, normalmente o que levo mais são ovos, bolachas de arroz e/ou frutos secos, que são alimentos bastante práticos e rápidos de comer. Quando almoço mais tarde e o lanche também atrasa, caso esteja em casa pelas 18h00 como uma sopa.

    Ceia: Quando há fome, há que comer! Agora acho que é importante distinguir fome de vontade de comer. Esta semana quando tive fome juntei iogurte grego natural com amoras e sementes de girassol.

    IMG_4874.JPG

    Agora aqui ficam vários truques que me ajudam a organizar a minha semana:

     
    Para o pequeno-almoço e lanches:
    – Ter sempre em casa: Flocos de aveia, fruta, queijo fresco, frutos secos, iogurtes, abacate, ovos…são os alimentos que eu tenho sempre em casa. E porquê? Depois de manhã é só perceber o que me apetece e juntar! Não dá trabalho nenhum e é bem rápido juntar por exemplo iogurte, fruta e sementes. Fazer ovos mexidos ocupa sempre mais um bocadinho de tempo, mas na minha opinião, não é por aí… Ou seja, não dêem hipótese para não ter alimentos em casa que vos façam não tomar o pequeno-almoço e ir ao café ou então nem comer nada de manhã!
    – Marmitas pequenas: ahaha podem crer que dá imenso jeito! E porquê? Não ocupa quase espaço nenhum e cabe nas malas e/ou pastas! Se não tiverem talvez não levem o lanche da manhã, já pensaram? Frutos secos, queijo da vaca, ovo cozido, cenouras cruas… tantaaa coisa que pode ser! Nem que seja só pegar no saco dos frutos secos e colocar na mala, tem de ser
    – Porta-luvas com comida: E porquê? Não sei se vos acontece por vezes os vossos planos são alterados e secalhar vão mais tarde para casa, mas a mim acontece-me. E isso resulta em quê? Fome fome fome! E o que é que me safa? Os frutos secos ou as bolachas de arroz que tenho no carro! E porquê? Porque não quero mesmo passar por algum lado e ´comer qualquer coisa´
     
    Para as refeições:
    – Alimentos práticos e rápidos de fazer, sempre! Ora bifes de peru ou de frango, ora ovos, perna de peru, latas de atum, salmão ou dourada. São alguns dos alimentos que comprei esta semana. Só para verem, comprei cerca de 1kg de bifes de frango, 5 postas de salmão e 4 douradas, ou seja, dá para vários dias caso não haja mais nada. Claro que não me apetece comer sempre a mesma coisa, mas realmente acho que por vezes, quando não há outra forma, lá terá de ser.
    – Imaginação: Como não apetece comer sempre o mesmo, que tal ter imaginação para com os mesmos alimentos, fazer refeições diferentes? Por exemplos, os bifes de frango tanto dá para grelhar como dá para desfiar e fazer uma salada fresca (ainda por cima com este tempo é mesmo o que apeteceeeee). O salmão a mesma coisa: tanto para grelhar como para fazer uma salada fria ou até um arroz de salmão. O que acham?
    – Pensar com a mínima com antecedência: Pessoal, isto é a chave! Deixar os alimentos a descongelar de manhã, o que é que custa? Senão é bem mais difícil preparar o jantar, não acham? Senão têm de optar por descongelar os alimentos no momento  através do microondas. Poderá ser uma hipótese mas seria melhor deixar a descongelar de manhã. No entanto, quando tal não acontecer a minha dica é: OVOS ou SALADA DE ATUM! Não há hipóteses para jantar sandes ou cereais, mesmo!
    – Sopa pronta: Como já perceberam sou fã de sopa tanto no inverno como no verão. Acho que não há razão para não a comer em qualquer época do ano, a não ser que esteja numa esplanada com 40ºC! Agora, para conseguir comer sempre sopa antes do almoço e do jantar ela tem de ficar pronta ou ao fim-de-semana, ou então, num dia de semana em que tenha mais tempo, senão já sei que com o trabalho que temos, ninguém a irá fazer.
    E claro que nunca esquecer o exercício físico. Se me acompanham, já devem ter visto que agora não posso correr. Mas como costumo dizer, temos de arranjar uma solução… Continuo com o trx e agora comecei a andar de bicicleta. Custa-me não poder correr (a sério), mas pelo menos posso andar de bicicleta, é nisso que penso. Há sempre solução, há sempre forma de resolver as situações, o importante é um sorriso na cara e motivação.
    Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!