Posts

, ,

O QUE NÃO PODE FALTAR CÁ EM CASA

Olá olá. Hoje decidi escrever um bocadinho sobre como me organizo aqui em casa em termos de compras. Admito que agora com o Vasco a logística é completamente diferente e muito mais desafiante. Primeiro, porque não quero ir com ele às compras (se já é cansativo ir sozinha, quanto mais com um bebé), e depois porque para eu ir, ele tem de ficar com o R (o que também não é fácil por causa das ´maminhas´).

Mesmo assim, temos conseguido fazer compras semanalmente. Quando nos falta uma coisa ou outra, ou vai o R. antes de vir para casa, ou então, quando ele chega, vou eu num instante. Mas tentamos que isso não aconteça, uma vez que é perca de tempo.

Verdade verdadinha é… pensamos que vamos ao mercado no sábado de manhã os três, mas quando está na hora de ir o Vasco fica com sono… qual é o resultado?! Já não vamos! Mas agora o que fizemos foi… um fica com o Vasco, o outro vai ao mercado. Porque as compras têm mesmo de ser feitas! Precisamos mesmo de começar a semana minimamente organizados… ou seja, pelo menos com os alimentos em casa! Estamos a ver qual a melhor estratégia para isto acontecer, uma vez que agora ainda queremos aproveitar mais o fim-de-semana!

Sendo assim, como é que funciona aqui em casa:

  • LISTA DE COMPRAS: Este item ainda temos de melhorar, mas fazemos sempre uma lista para tentar que não falte nada. Mas, mesmo assim, falta sempre qualquer coisa. Como sugestão da Vânia do Made By Choices, vou fazer uma lista de compras mensal/semanal e ir sempre apontando o que falta (podem ver aqui a publicação).
  • ONDE VAMOS: Estamos a tentar ao máximo deixar de ir às grandes superfícies comerciais para comprar frutas e legumes e tentar ir aos mercados. No entanto, vamos sempre ao supermercado para comprar iogurtes, queijo fresco etc… em baixo vou escrever sobre o que compramos semanalmente cá para casa. Por isso mesmo, o mercado de benfica foi onde fomos este fim-de-semana e havia coisas ótimas!
  • IR, TER DE IR, E IR: Não nos apetece ir, claro que não. É fim-de-semana, queremos aproveitar o tempo em família e deixar a confusão de lado. Mas mesmo assim, temos a plena noção de que temos de ir, senão começamos a semana todos desorganizados. Se formos passar o fim-de-semana fora, antes de voltarmos passamos no supermercado. Senão, tentamos ir logo de manhã ao sábado ou no domingo (antigamente ia durante a semana, mas com o Vasco tivemos de mudar a logística).
  • COMPRAS: O que é que nunca pode faltar cá em casa?! Deixo-vos de seguida tudo o que compramos ou que fazemos questão de ter:
  1. Flocos de aveia: Um tipo de cereal que dá imenso jeito para todas as receitas cá de casa. Ora para as panquecas, para os queques, para as waffles, uma vez que dá para utilizar em flocos ou então triturar para ficar em farinha. Além disso, e se pensarem, só para despachar é só colocar numa taça com iogurte e fruta e voilá… fica pronto para comer, ou para levar! Relativamente a outro tipo de cereais, é baixo em açúcar e possui proteína e fibra.
  2. Ovos: Um alimento com grande valor nutricional e muito versátil. Dá para cozer, para fazer mexido e também serve para todas as receitas de snacks que podem ir fazendo ao longo da semana. Se não há tempo para fazer um jantar quando chegam a casa às 21h00, mexem uns ovos e já está! O mesmo para quando não têm lanches para levar para o trabalho: cozem dois ovos e já está! Facilitem ao máximo o vosso dia-a-dia e não compliquem, porque senão, é muito difícil.
  3. Atum: Serve para despachar um almoço e/ou um jantar bem rápido. Se por vezes não há tempo, sabendo que têm uma lata de atum na dispensa, já sabem que pelo menos têm alguma coisa para comer e não estão constantemente a pensar ´e agora…? o que vou fazer quando chegar a casa para conseguir ter uma refeição saudável?’… pelo menos a mim descansa-me bastante porque sei que pelo menos tenho alguma coisa disponível.
  4. Fruta: Muito versátil e fácil de transportar. Claro que existem frutas mais fáceis de transportar e de comer, como a banana, maçã ou pera e por isso mesmo podem sempre optar por este tipo de fruta quando o tempo é pouco. Num instante comem fruta e frutos secos, ou fruta e ovo cozido, sem nenhuma ciência. Podem deixar a fruta mais ´complicada´de consumir para quando estão em casa e podem descascar, lavar as mãos etc…
  5. Legumes frescos: São mesmo obrigatórios e não podem faltar em casa. Sempre que vão ao supermercado podem aproveitar para trazer, de forma a nunca faltar em casa. Uma das dicas que dou é comprarem legumes frescos não perecíveis e que saibam que mais para o final da semana ainda é possível utilizar.. como por exemplo couve coração, couve lombarda, cenouras, courgetes.. é o que costumo fazer porque assim garanto que no final da semana ainda tenho legumes para fazer, uma vez que ficam ótimos salteados, por exemplo. No entanto, os restantes legumes podem ficar para o início da semana, como alface, agrião e espinafres.
  6. Legumes Congelados: A teoria é bem diferente da prática, porque na realidade ter sempre legumes frescos seria o ideal. No entanto, nem sempre é possível ter tempo para chegar a casa e ter de arranjar legumes frescos para o jantar. Por isso mesmo, eu tenho sempre legumes congelados para me ´safar´ nesses dias, porque na verdade o que quero mesmo é ter legumes. Sendo assim, acho que deviam sempre comprar alguns legumes congelados para vos ajudar, uma vez que é fundamental para a organização da semana. Hoje em dia já existe uma grande variedade de legumes congelados e por isso mesmo, aproveitem para facilitar a vossa vida. A qualquer supermercado que vou compro o que há disponível… alho francês, couve de bruxelas, feijão verde…
  7. Batata-doce/Arroz/Massa: Outro alimento que não pode faltar e que também não se estrada de um dia para o outro, ou seja, dá para ter na dispensa algumas embalagens em vez de andar sempre a comprar. E além disso, podem sempre fazer em grande quantidade para vos dar para mais dias, para ajudar novamente, na organização da vossa semana. Agora… batatas-fritas e coisas de pacote… por favor, nem pensar!
  8. Iogurtes: Tenho sempre em casa, iogurtes naturais. Nada de aromas, de pedaços ou de polpas. Se quiser adicionar alguma coisa, adiciono eu. São alimentos práticos e muito fáceis para andar sempre connosco, pelo que acho que pode ser um alimento interessante para nos facilitar os lanches e snacks. Ora para acompanhar uns frutos secos, ora para juntar flocos de aveia, num instante se prepara o lanche para o trabalho. Ter alimentos fáceis de levar e de preparar é meio caminho andado para tudo correr bem, já sabem.
  9. Queijo fresco: Este já devem saber que adoro. Gosto imenso para acompanhar panquecas, ovos mexidos, fruta ou frutos secos. Normalmente até o levo sozinho e como à colher, gosto e não me faz confusão. Ou então, acompanho com uma peça de fruta por exemplo. É novamente fácil de transportar e de comer… mas no entanto há a questão da temperatura. Dependendo do tempo, podem optar por levar uma placa refrigeradora para manter a sua temperatura. Além disso, para quem adora queijo (como eu), é uma hipótese.
  10. Frutos secos/Sementes: Este tipo de alimentos então nem se fala… super prático e que cabe em qualquer sítio. Podem ter sempre na mala, na gaveta do trabalho ou na mochila, para andarem sempre com alguma coisa quando apertar a fome. E rapidamente lhe juntam uma peça de fruta, um ovo cozido ou um iogurte por exemplo. Não há razão nenhum para andar a comer bolachas e bolachinhas, se temos alimentos tão mais interessantes nutricionalmente e que facilmente também os transportamos. E se por vezes a questão é o esquecimento, tenham sempre no trabalho ou então nem tirem da vossa mala.
  11. Bifes de peru/frango: Pois é, se por vezes não vos apetece comer bife de peru ou de frango grelhado, a mim também não (apesar de gostar, não me apetece muito andar a comer isso todos os dias). No entanto, temos de perceber que é um tipo de alimento que é muito fácil de fazer e que é num instante que se prepara uma refeição, e é nisso que temos de pensar! Porque os nossos horários e a carga de trabalho muitas vezes não nos permitem ter almoços/jantares todos xpto, mas temos de nos conseguir ´safar´. Além disso, e tendo um pouco de imaginação, dá para fazer imensa coisa. Podem grelhar um bife um dia… desfiar no dia seguinte para uma salada quente… ou então fazer uma quiche por exemplo.
  12. Salmão/Dourada/Robalo: O mesmo que referi para os bifes de frango ou de peru. São muito fáceis de fazer e de preparar. Tanto podem grelhar como até cozer, eu já o fiz. Apesar de gostar mais grelhado, quando não dá tempo, já cozi e fiz uma salada que resultou muito bem.

Todos os dias sai uma publicação nova! Se subscreverem as notificações na campainha vermelha que se encontra do vosso lado direito em baixo, recebem uma notificação sempre que publicar. Além disso, podem-me seguir também no Facebook, Instagram e Youtube 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

,

AS MINHAS COMPRAS DO FIM-DE-SEMANA

As compras ficaram feitas, mas começámos a semana completamente desorganizados 🙄 E porquê?! Porque também gosto de ‘lareu’ 🤩

Faço questão de ir às compras todas as semanas, apesar de agora ser uma logística completamente diferente.

Normalmente agora vai o R e eu fico com o Vasco, consoante a hora da ‘maminha’ 😂 Ou então, quando faltam pequenas coisas, vou ali ao supermercado ao fim da tarde para sair um bocadinho de casa 👜

Este fim-de-semana fomos ao mercado de benfica e comprámos os legumes! Um dos nossos objetivos é mesmo ir todos os sábados ao mercado, e tentar deixar de comprar no supermercado 👌 No domingo à tarde passamos pelo @lidlportugal e despachámos o que faltava!

O que é que não pode faltar cá em casa?!

✔Iogurtes naturais sólidos (grego ligeiro do @lidlportugal) e líquidos magro de aromas (compramos do @continente@corposdanone_pt@lidl ou @leite.mimosapt)

✔Queijo fresco @montiqueijo

✔ Queijo fatiado @queijolimiano (Normalmente não tenho em casa, mas tem-me apetecido imenso, ando cheia de fomeeee 🤱)

✔ Ovos … Depois, nunca podem faltar legumes e fruta! Vou comprando consoante o que existe e o que é da época 👌 Este fim-de-semana foram grelos, framboesas, courgetes, tomate cherry, abacate, tomate coração de boi, espargos, abóbora, banana ✌ As uvas são do quintal, as maçãs de trás os montes, as romãs e marmelos da praia do Ribatejo ✌✌ Que qualidade!Agora ainda queremos aproveitar mais o fim-de-semana, já que durante a semana quase não estamos juntos, e por isso fazemos questão de sair! Sábado e domingo passámos o dia quase todo fora e então… nada de #mealprep 😐

Ainda ontem estávamos a conversar sobre isso… vamos ter de arranjar mais estratégias para nos organizarmos e termos sempre as nossas refeições prontas… vai ter de ser! Até porque se agora o Vasco só tem 🍼🍼, daqui a uns meses também já começa a comer…aí é que vai ser! Ahah

Aceitam-se truques para conseguir ser ainda mais despachada a organizar tudo!

Já aderi às compras online, já faço snacks em grande quantidade… tento aproveitar o tempo todo! Mas pode sempre haver dicas preciosas e eu quero saber todas!

Podem ver mais publicações sobre este tema:

Todos os dias sai uma publicação nova! Se subscreverem as notificações na campainha vermelha que se encontra do vosso lado direito em baixo, recebem uma notificação sempre que publicar. Além disso, podem-me seguir também no Facebook, Instagram e Youtube 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

9 dicas essenciais para conseguir fazer compras saudáveis

Para uma alimentação completa e equilibrada é muito importante planearmos as nossas refeições. Porquê? Porque senão torna-se difícil conseguirmos chegar a casa tarde e manter um jantar saudável por exemplo… 🙂

  • A redução do número de refeições durante o dia é um dos erros alimentares mais observados, passando por isso muitas horas sem comer. É importante que tente realizar 5 a 6 refeições diárias, não ficando mais de 3h30m sem comer. Senão, ao fim-da-tarde vai estar cheio de fome e é mais difícil controlar o que vai comer.
  • Caso a sua tarde seja bastante longa, pode até chegar a realizar dois lanches. Assim, é muito mais fácil controlar o apetite e não chegar cheio de fome ao fim da tarde, com vontade de “comer tudo e mais alguma coisa” .Ou seja, evita a ingestão de uma grande quantidade de alimentos e calorias numa só refeição. Para exemplos de lanches, veja esta publicação. 

 

E hoje que é sexta-feira, que tal organizar-se neste fim-de-semana e preparar a semana que aí vem? Assim:

  • Planeie as suas refeições semanais antes de ir às compras (Exemplo: frango guisado, peru no forno, coelho, dourada grelhadicda, peixe espada no forno, salmão grelhado, omelete de espinafres). Pode ver aqui uma ideia de ementa semanal.
  • Estipule um orçamento, pois assim é fiel aos produtos necessários e não compra tudo o que está no supermercado (promoções etc)
  • Faça sempre uma lista de compras com os artigos necessários. Além de evitar que compre produtos desnecessários, ajuda a que não se esqueça realmente do que é indispensável. Se quiser saber quais os alimentos que para mim não podem faltar em casa, veja esta publicação.
  • Não vá com fome, pois a quantidade de compras realizadas será mais impulsiva e muitas vezes, pouco saudáveis;
  • Não se entusiasme por embalagens publicitárias atrativas: os hipermercados e as suas estratégias de marketing (preços mais baixos, embalagens apelativas) fazem com que diversas vezes caiamos na tentação de trazermos mais do que realmente precisamos;
  • Leve mais legumes e vegetais para casa: Passamos muito pouco tempo na zona dos produtos frescos. Vamos ter atenção a isso e analisar melhor todos os vegetais e legumes que temos à nossa disposição;
  • Vegetais e Legumes enlatados: Aproveite esta opção para conseguir ter em casa uma diversidade elevada deste tipo de produtos. Assim, quando não tiver vegetais ou legumes frescos em casa, pode sempre optar pelos enlatados;
  • Compre simples: Opte por produtos simples. Iogurtes naturais ou de aroma, cereais sem adição de chocolate/morango, leite simples em vez de chocolate, são alguns exemplos;
  • Não olhe apenas para a prateleira ao nível dos olhos: Normalmente, os hipermercados colocam os alimentos mais calóricos na prateleira ao nível dos olhos, uma vez que a nossa tendência é pegar no primeiro alimento que vemos, e não, analisar os restantes. Neste sentido, dê uma vista de olhos a todos os produtos, de forma a fazer a escolha mais acertada;

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

, ,

3 dicas para facilitar a sua ida ao supermercado

  • Planeie: Ir às compras sem qualquer tipo de organização não ajuda nada! Temos de ir porque começa uma nova semana, vamos a correr e sem saber o que temos realmente de comprar. A mim também já me aconteceu. Depois chego a casa e fico toda irritada porque me esqueci de X ou de Y. Nunca vos aconteceu? É super importante termos uma pequena lista com o que nos falta em casa, senão é muito mais fácil comprar em demasia e alimentos de que não precisamos. Normalmente utilizo as notas do telefone ou então uma aplicação ´ourgroceries´ que me ajuda bastante.
  • O mais natural possível: Outro aspeto super importante nas nossas compras é ir aos corredores/zonas que têm os alimentos mais naturais possíveis. Ou seja, deixar de lado os industrializados e processados, ou pelo menos, diminuir essa utilização. Podemos e devemos comprar fruta em vez de sumos de fruta, tomates em vez de polpa de tomate…e por aí em diante! Quanto temos ingredientes tiver um alimentos, melhor é. Não se esqueçam que lá por ter escrito no rótulo ´diet´ou ´light´não significa que pode ou deva fazer parte do seu dia-a-dia, pois garanto-lhe que não.
  • Saia de casa sem fome: Eu sei que toda a gente já sabe isto, mas quantas vezes vai às compras com fome?!? Não pode ser! Nessa altura só nos apetece asneirada, é que é mesmo assim! Faça uma refeição antes de sair de casa, ou o almoço ou o lanche… não vá de barriga vazia porque não ajuda nada.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , , ,

5 alimentos proíbidos no carrinho das compras

Vamos lá falar de um assunto muito importante, o que comprar, ou não, quando vamos às compras. Primeiro que tudo, temos de ir às compras ´focados´, ou seja, saber o que vamos lá fazer, o que vamos lá comprar… não ir para lá passear 🙂 E porquê? Porque senão começamos a andar de corredor em corredor, a olhar de prateleira em prateleira e a ponderar em trazer mais alimentos dos que tínhamos programado.

Ah… e já agora, não vá nem com fome (faz toda a diferença) e não vá sem lista de compras. Ora porque se vai esquecer do que lhe faz falta, ora porque vai passar pelos corredores que não precisa.

  • Batatas-fritas: ´Ah.. mas às vezes não há tempo de fazer arroz então é mais fácil´…Nem pensar! Fazer arroz demora cerca de 10 minutos e se já o tiverem feito (façam em grande quantidade), não demora tempo nenhum. É só mesmo aquecer.
  • Bolachas: Ninguém precisa de bolachas. Nem nós, nem os nossos filhos e nem sobrinhos. Se quiser comprar alguns bolachas, aconselho as bolachas de arroz.
  • Refeições congeladas: Eu percebo que trabalhamos muitas horas e que por vezes não há tempo para nada. Mas realmente, o valor nutricional das refeições congeladas não tem qualquer benefício à nossa saúde. Será que nos dias em que não há tempo, não pode fazer uma omelete? Grelhar um bife? Já não digo fazer um assado porque demora mais tempo… No entanto, aconselho sempre a terem legumes pré-congelados. Apesar de recomendar legumes frescos, como demoram mais tempo a preparar, pelo menos nos dias em que não tem tempo, é só cozer os pré-congelados.
  • Donuts, bolicaos, croassaints: Antes de mais respondam-me à questão…Qual é a razão para levarem estes alimentos para casa?!?! Este tipo de alimentos não pode fazer parte das nossas compras nem da nossa alimentação. São ricos em gordura e açúcar, tendo um valor calórico muito elevado. Não pode servir de lanches, nunca. Se precisam de ideias para lanches, vejam esta publicação. Pode crer que sai muito mais barato e que lhe faz muito melhor. Diariamente não temos noção do que este tipo de alimentos faz à nossa saúde.
  • Molhos (maionese, ketchup): Sabem que ao adicionar este tipo de alimentos às vossas refeições aumentam bastante a quantidade de gordura que ingerem? Se querem refeições com sabor, temperem com ervas aromáticas ou especiarias , façam marinadas com vinho e alho por exemplo e confecionem o alimento no tempo correto.

O importante é mesmo saberem que combinações fazer e de que forma podem fazer com que as vossas refeições e lanches sejam saborosos e ao vosso gosto. Estes alimentos de que falei não devem mesmo entrar em casa, pois são alimentos que não são incluídos numa alimentação saudável.

Lancei um E-BOOK com 12 receitas de pequenos almoços para vocês, uma surpresa para este ano! Se quiserem ter acesso, vejam aqui. No dia 26 de maio, e esta notícia é em primeira mão para vocês, vai haver workshop sobre como planear a nossa semana! Quem tiver interesse em participar, pode já enviar um email para mariagama@gmail.com 🙂

E agora falando do que compro sempre quando vou ao supermercado, são marmitas em vidro… sempre que lá vou acabo por comprar uma, de forma a substituir as marmitas em plástico que tenho! É ótimo para acondicionar os alimentos e os guardar no frigorífico.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

12 alimentos que não podem faltar em sua casa para ser SAUDÁVEL

Hoje em dia existe uma maior preocupação em ter uma alimentação saudável, o que me parece ótimo! Desde que, não seja apenas uma moda! No entanto, existem muitas pessoas que consideram que ter uma alimentação saudável é difícil e por isso mesmo com esta publicação quero mostrar que não é! Porque na realidade, essa dita alimentação saudável depende muito dos alimentos que temos em casa, uma vez que a nossa alimentação dependerá disso mesmo! Porque, apesar de até podermos ter de fazer algumas refeições fora de casa, podemos sempre fazer o pequeno-almoço em casa, e levar os snacks e lanches para o trabalho.

Assim, para facilitar a vossa vida em termos de organização, existem alguns alimentos que não podem faltar em casa uma vez que é meio caminho andado para que tudo corra bem! E já que estamos a entrar no fim-de-semana, nada melhor que ler já esta publicação para pôr em prática na ida às compras.

Flocos de aveia: Um tipo de cereal que dá imenso jeito para todas as receitas cá de casa. Ora para as panquecas, para os queques, para as waffles, uma vez que dá para utilizar em flocos ou então triturar para ficar em farinha. Além disso, e se pensarem, só para despachar é só colocar numa taça com iogurte e fruta e voilá… fica pronto para comer, ou para levar! Relativamente a outro tipo de cereais, é baixo em açúcar e possui proteína e fibra.

Ovos: Um alimento com grande valor nutricional e muito versátil. Dá para cozer, para fazer mexido e também serve para todas as receitas de snacks que podem ir fazendo ao longo da semana. Se não há tempo para fazer um jantar quando chegam a casa às 21h00, mexem uns ovos e já está! O mesmo para quando não têm lanches para levar para o trabalho: cozem dois ovos e já está! Facilitem ao máximo o vosso dia-a-dia e não compliquem, porque senão, é muito difícil.

Atum: Serve para despachar um almoço e/ou um jantar bem rápido. Se por vezes não há tempo, sabendo que têm uma lata de atum na dispensa, já sabem que pelo menos têm alguma coisa para comer e não estão constantemente a pensar ´e agora…? o que vou fazer quando chegar a casa para conseguir ter uma refeição saudável?’… pelo menos a mim descansa-me bastante porque sei que pelo menos tenho alguma coisa disponível.

Fruta: Muito versátil e fácil de transportar. Claro que existem frutas mais fáceis de transportar e de comer, como a banana, maçã ou pera e por isso mesmo podem sempre optar por este tipo de fruta quando o tempo é pouco. Num instante comem fruta e frutos secos, ou fruta e ovo cozido, sem nenhuma ciência. Podem deixar a fruta mais ´complicada´de consumir para quando estão em casa e podem descascar, lavar as mãos etc…

Legumes frescos: São mesmo obrigatórios e não podem faltar em casa. Sempre que vão ao supermercado podem aproveitar para trazer, de forma a nunca faltar em casa. Uma das dicas que dou é comprarem legumes frescos não perecíveis e que saibam que mais para o final da semana ainda é possível utilizar.. como por exemplo couve coração, couve lombarda, cenouras, courgetes.. é o que costumo fazer porque assim garanto que no final da semana ainda tenho legumes para fazer, uma vez que ficam ótimos salteados, por exemplo. No entanto, os restantes legumes podem ficar para o início da semana, como alface, agrião e espinafres.

Legumes Congelados: A teoria é bem diferente da prática, porque na realidade ter sempre legumes frescos seria o ideal. No entanto, nem sempre é possível ter tempo para chegar a casa e ter de arranjar legumes frescos para o jantar. Por isso mesmo, eu tenho sempre legumes congelados para me ´safar´ nesses dias, porque na verdade o que quero mesmo é ter legumes. Sendo assim, acho que deviam sempre comprar alguns legumes congelados para vos ajudar, uma vez que é fundamental para a organização da semana. Hoje em dia já existe uma grande variedade de legumes congelados e por isso mesmo, aproveitem para facilitar a vossa vida.

Batata-doce/Arroz/Massa: Outro alimento que não pode faltar e que também não se estrada de um dia para o outro, ou seja, dá para ter na dispensa algumas embalagens em vez de andar sempre a comprar. E além disso, podem sempre fazer em grande quantidade para vos dar para mais dias, para ajudar novamente, na organização da vossa semana. Agora… batatas-fritas e coisas de pacote… por favor, nem pensar!

Iogurtes: Tenho sempre em casa, iogurtes naturais. Nada de aromas, de pedaços ou de polpas. Se quiser adicionar alguma coisa, adiciono eu. São alimentos práticos e muito fáceis para andar sempre connosco, pelo que acho que pode ser um alimento interessante para nos facilitar os lanches e snacks. Ora para acompanhar uns frutos secos, ora para juntar flocos de aveia, num instante se prepara o lanche para o trabalho. Ter alimentos fáceis de levar e de preparar é meio caminho andado para tudo correr bem, já sabem.

Queijo fresco: Este já devem saber que adoro. Gosto imenso para acompanhar panquecas, ovos mexidos, fruta ou frutos secos. Normalmente até o levo sozinho e como à colher, gosto e não me faz confusão. Ou então, acompanho com uma peça de fruta por exemplo. É novamente fácil de transportar e de comer… mas no entanto há a questão da temperatura. Dependendo do tempo, podem optar por levar uma placa refrigeradora para manter a sua temperatura. Além disso, para quem adora queijo (como eu), é uma hipótese.

Frutos secos/Sementes: Este tipo de alimentos então nem se fala… super prático e que cabe em qualquer sítio. Podem ter sempre na mala, na gaveta do trabalho ou na mochila, para andarem sempre com alguma coisa quando apertar a fome. E rapidamente lhe juntam uma peça de fruta, um ovo cozido ou um iogurte por exemplo. Não há razão nenhum para andar a comer bolachas e bolachinhas, se temos alimentos tão mais interessantes nutricionalmente e que facilmente também os transportamos. E se por vezes a questão é o esquecimento, tenham sempre no trabalho ou então nem tirem da vossa mala.

Bifes de peru/frango: Pois é, se por vezes não vos apetece comer bife de peru ou de frango grelhado, a mim também não (apesar de gostar, não me apetece muito andar a comer isso todos os dias). No entanto, temos de perceber que é um tipo de alimento que é muito fácil de fazer e que é num instante que se prepara uma refeição, e é nisso que temos de pensar! Porque os nossos horários e a carga de trabalho muitas vezes não nos permitem ter almoços/jantares todos xpto, mas temos de nos conseguir ´safar´. Além disso, e tendo um pouco de imaginação, dá para fazer imensa coisa. Podem grelhar um bife um dia… desfiar no dia seguinte para uma salada quente… ou então fazer uma quiche por exemplo.

Salmão/Dourada/Robalo: O mesmo que referi para os bifes de frango ou de peru. São muito fáceis de fazer e de preparar. Tanto podem grelhar como até cozer, eu já o fiz. Apesar de gostar mais grelhado, quando não dá tempo, já cozi e fiz uma salada que resultou muito bem.

É só isto e nada mais do que isto! O que dá trabalho muitas vezes é pensar de que forma é que nos podemos organizar, porque depois de o fazermos é tipo ´piloto automático´. Outra das coisas que acaba por facilitar imenso toda esta gestão é também ter as marmitas ´certas´em casa, uma vez que por exemplo, não ter marmitas pequenas para levar os lanches ou snacks não ajuda nada. É importante ter esses utensílios de forma guardarem no frigorífico (panquecas, waffles.. ) e  levarem os lanches e não vos ocupar imenso espaço na mala.

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

 

 

, ,

3 dicas para comprar cereais no supermercado

E hoje é dia de…dia de… rótulos! Hoje sobre cereais de pequeno-almoço, muitas vezes incluídos na nossa alimentação, já para não dizer diariamente. Primeiro que tudo, e antes de vos falar sobre a sua composição, comecem a seguir as seguintes dicas:
  • Desconfiem sempre! Sabem bem que há bastantes alimentos na moda, e por isso mesmo, as marcas têm de se adaptar e produzir produtos que estejam adequados à época.
  • Escolham sempre os mais simples: Se quiserem adicionar fruta, façam-no em casa. Se quiserem juntar sementes, façam-no em casa… etc etc…
  • Tenham em atenção os rótulos: Claro que não quero que percam um tempo infinito a olhar para os rótulos de todas as embalagens, mas hoje em dia os rótulos estão disponíveis na internet. Ou então, se já forem com os cereais que vão comprar definidos, não ponham em hipótese experimentar outros. Analisem primeiro e depois é que compram.

Agora vejamos a tabela seguinte:

Consoante o que disse anteriormente,e se repararem, a maioria dos cereais são uma bomba de açúcar, ou seja, é fundamental que tenham atenção no momento de escolha. Se repararem, flocos de aveia é completamente diferente de granola de aveia…Vejam a diferença de açúcar presente. Se quiserem fazer granola, façam-na em casa. Podem ver uma receita de granola caseira, aqui. O mesmo para o tipo de cereais que tem chocolate, ou não. Se existir um dia em que vos esteja mesmo a apetecer, juntem vocês raspas de chocolate negro. Podem crer que é muito mais saudável.
E agora dou-vos as datas dos próximos workshops, com o tema ´Como planear uma semana saudável, de segunda a sexta-feira, do pequeno-almoço ao jantar´:
  • 19 de junho das 18h30 às 22h00 na Cru Kitchen, Lisboa (informações aqui)
  • 23 de junho das 10h00 às 13h30 na Oficina Zen, Porto (informações aqui)

Para inscrições enviem email para mariagama@poetenalinha.pt ou através do formulário em baixo:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha