Posts

, ,

4 TRUQUES ESSENCIAIS PARA UMAS FÉRIAS SAUDÁVEIS

Já andam todos de férias?! ✌ Por aqui já estamos na Ilha Graciosa para aproveitar mais um ano ?

Primeiro que tudo é preciso organização e neste caso penso que o mais importante é planear com antecedência. Claro que é chato andar carregado com alimentos e com marmitas e snacks, mas.. é a vida ?

  1.  SNACKS: Deixar tudo pronto no dia anterior à viagem. Se deixar tudo para o dia da viagem, fica tudo por fazer! A nossa viagem foi na terça e eu aproveitei para fazer os muffins de maçã, granola e um bolo para levar na viagem. Cozi ovos, que deixei no frigorifico ?‍♀️ Acabou por dar para a viagem e para os primeiros dias, que agora a adaptação ainda é mais desafiante com o nosso pequeno Vasco ?Pode sempre levar a mais para dar pelo menos para o primeiro e segundo dia.
  2.  COMPRAS: Assim que chegar ao destino! No nosso caso, a mana Gama já tinha ido às compras para o jantar de terça e para quarta, o que nos ajudou bastante, ainda por cima porque o avião atrasou imenso ?‍♀️ No dia seguinte a chegarmos, fomos logo às compras para ficar com as coisas despachadas e conseguirmos ter os alimentos a que estamos habituados.
  3. COZINHAR: Claro que não apetece cozinhar muito nas férias e o melhor seria descansar… mas se não o fizermos, ninguém faz por nós. E eu não abdico dos meus hábitos saudáveis (apesar de alguns erros alimentares, claro). E como sabem, o melhor é mesmo despachar trabalho. Quando fazem uma coisa, façam logo duas ou três. Eu ontem fiz sopa, e aproveitei para saltear legumes. Hoje fiz uma segunds rodada de sopa, para congelar, e ao mesmo tempo legumes novamente. Já fiz panquecas, em que preparei a massa e deixei no frigorífico para ir apanhar sol e fazer depois.
  4. OPÇÕES: Nas férias há sempre espaço para comer iguarias típicas. Eu cá, adoro moreia frita, e vou comer claro! Mais alguém fã?!✌ Uma coisa é comer a moreia, entradas e saídas.. ? Outra, é comer a moreia, deixar os queijinhos e a sobremesa! Ou seja, aquela conversa ‘Como estou de férias vou comer tudo porque mereço’, a mim não me convence. Temos sempre opções mais saudáveis onde quer que vamos.. Podemos pedir sopa, ou não. Podemos pedir legumes, ou não. Podemos beber água, ou não…

Desejo-vos umas ótimas férias 🙂

Deixo-vos aqui os ebooks que tenho vindo a desenvolver e que podem ser um aliado nas vossas férias se quiserem experimentar receitas diferentes ou então, se quiserem ter uma ementa definida para não terem de pensar muito:

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal I e II de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal I e II de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

– 80 receitas de panquecas (3,0€)

Para adquirir é através deste link.

A MINHA PRIMEIRA SEMANA DE FÉRIAS

Então malta, como vão essas férias por aí?! Por aqui vão muito bem! Um ano totalmente diferente, agora com o Vasco, em que a logística é muito maior, mas tudo se faz! Estou na Ilha Graciosa, Açores! É o nosso destino de férias de verão preferido, com o mar ao pé de casa, e com a tranquilidade que precisamos para descansar. E vocês perguntam como têm sido os meus hábitos alimentares por cá… e eu respondo… exatamente iguais aos de Lisboa, com algumas excepções, como também acontece por lá!

PREVENIR: Se me seguem no instagram, viram que trouxe várias coisas no avião: bolo de chocolate, muffins de maçã e canela, frutos secos, granola e fruta… porquê?! Porque se antes já trazia, agora com o Vasco, não sabendo como as coisas vão correr, mais vale prevenir que remediar. Ou seja, garanti que o nosso pequeno-almoço do dia seguinte à viagem estava salvaguardado e os snacks também… além disso, ter comida para o avião… até porque o voo atrasou imenso e sinceramente estar a gastar dinheiro no aeroporto não é de todo a nossa ´cena´. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

COMPRAS:  Assim que chegámos, no dia seguinte (porque o avião atrasou no dia em que chegámos), fomos às compras! Ovos, fruta (maçãs, kiwis, meloa, melancia), legumes (alho francês, cenoura, courgetes, cebolas, abóbora), peixe fresco (lírio) e carne (hamburgueres, frango), iogurtes, queijo fresco, manteiga… de resto já tínhamos em casa. É fundamental ir às compras para conseguir manter os nossos hábitos… senão, nada feito! 

SOPA: Fiz logo duas sopas para ficar despachado… além disso, somos 5 e por isso é a contar com mais pessoas! A primeira sopa fiz com 3 courgetes, 3 cenouras, 2 alhos francês e 1 cebola. A segunda foi com abóbora, 3 cenouras, 1 courgete e 1 cebola… em ambas, sal e azeite! Sendo a logística mais desafiante, agora ainda tento aproveitar melhor o tempo, ou seja, cortar logo os legumes e pôr a fazer a sopa e deixar os legumes para saltear logo de parte dentro de uma marmita no frigorífico (caso não dê para fazer logo de seguida). 

Este slideshow necessita de JavaScript.

LEGUMES: Exatamente o mesmo que a sopa. Estou constantemente a fazer porque prefiro que sobre do que falte. Ou seja, enquanto estamos a acabar os mais antigos, já temos mais no frigorífico. Só para perceberem como é que facilito as coisas, no primeiro dia os legumes foram apenas couve lombarda salteada com sal e azeite… que não fica nada de especial, mas pelo menos, temos legumes para acompanhar as refeições. Os outros que fiz foi com alho francês, cenoura e couve lombarda. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

PEQUENOS-ALMOÇOS: Semelhante a Lisboa porque os hábitos se mantêm. Ovos mexidos com fruta, iogurte com fruta e granola, iogurte com fruta e flocos de aveia. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

REFEIÇÕES PRINCIPAIS: Normalmente sempre sopa a iniciar a refeição e depois tem sido muito à base de peixe frescoooo.. que é uma maravilha! Já fizemos lírio no forno com batatas e legumes e massada de peixe. Frango assado, hamburgueres, strogonoff de frango, carne à bolonhesa. Sempre com legumes ou salada a acompanhar. Ou seja os hábitos mantêm-se exatamente iguais e isso é que é importante! 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há sempre forma de conseguirmos manter uma alimentação saudável e equilibrada quando estamos de férias, ou pelo menos tentar. Claro que as refeições são diferentes e que não vamos mudar a logística da família toda para conseguirmos fazer tudo o que queremos, ou pelo menos se torna difícil. Ainda para mais, depende muito do sítio para onde vamos, do preço dos alimentos e das refeições e a disponibilidade dos alimentos. Mas pelo menos, ficar em Portugal e fazer um destino de praia ou de campo, dá sempre para isso. Eu tenho o direito de manter a minha alimentação saudável onde quer que seja e com quem seja ?

Também vos posso dizer que nas férias pode ser mais provável que existam erros alimentares devido à descontração em que estamos, e eu já os fiz como viram ontem pela minha publicação no facebook e instagram. Mas e então?! Faz parte. Equilibro a seguir. Tenho refeições saudáveis a maioria das vezes, faço exercício físico. A palavra-chave é MODERAÇÃO.

Espero que tenham gostado!

, , ,

4 dicas para férias saudáveis na praia

Férias pela praia, quem não gosta?! E de que forma é que conseguimos manter uma alimentação saudável?! Vou partilhar com vocês como é que me organizo em termos de refeições e dos lanches para a praia. Como há muitas pessoas que tiraram férias nesta semana, são sempre importante estas dicas.

Um pequeno-almoço com ovos mexidos, queijo fresco e frutos vermelhos, deixa-me super saciada. Nas viagens para o local de destino costumo levar bolachas de arroz, fruta, frutos secos caso me dê fome.

Há sempre forma de conseguirmos manter uma alimentação saudável e equilibrada quando estamos de férias (Claro que, dependendo do sítio para onde vamos, do preço dos alimentos e das refeições…eu sei disso). Mas pelo menos, ficar em Portugal e fazer um destino de praia ou de campo, dá sempre para isso. Quando vão com pessoas, partilhem sempre o que é que gostam de ter para comer, de forma a toda a gente saber. Não pensem que vocês é que estão ´errados´, porque não! Eu tenho o direito de manter a minha alimentação saudável onde quer que seja e com quem seja 🙂

Também vos posso dizer que nas férias pode ser mais provável que existam erros alimentares devido à descontracção em que estamos. E por isso também vos digo que como gelados ou outro tipo de alimento que me dá muito prazer. Mas e então?! Faz parte. Equilibro a seguir. Tenho refeições saudáveis a maioria das vezes, faço exercício físico. A palavra-chave é MODERAÇÃO.

Como podem ver as fotografias em baixo, algumas refeições das minhas férias:

  • Pequeno-almoço: Panquecas no dia anterior (aliás, até deu para mais dias) e depois estava logo pronto no dia seguinte. Acompanhei com iogurte natural e com fruta, neste caso pêssego, já que é uma fruta que gosto imenso e que está na sua época. Houve um dia em que acompanhei com ovos mexidos. Ovos mexidos com fruta e iogurte também faz parte do ritual.

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

  • Meio da manhã/tarde: Fruta (maçãs), ovo cozido, bolachas de milho e uma salada de atum e tomate. Este tipo de snacks não dá trabalho nenhum a preparar. Cozemos logo 5 ovos duma vez, ou seja, dá para algumas vezes. O mesmo para a salada de atum, que se pode fazer em maior quantidade, sobrar do almoço e então é só colocar na marmita e levar. Não acham que é fácil? Acham que dá assim tanto trabalho? Ou será que não está relacionado com o que realmente queremos levar e comer?! Hoje em dia é raro ver alguém sem lancheiras, a grande questão está na escolha que fazemos. Se olharmos ao nosso redor é bem mais provável ver sair da lancheira sandes, bolachas, batatas fritas… E ainda por cima, para quem passa o dia todo na praia, acabam por, em termos nutricionais, as refeições não serem nada de ´jeito´.

 

Ideias de almoço/Jantar:

  • Salada de couscous com frango, cenoura e cogumelos
  • Salada de atum, tomate, alface, espinafres, ovo cozido, batata-cozida e cenoura cozida
  • Carne à bolonhesa
  • No domingo, foi como que um brunch, pelo que foram ovos mexidos com fruta e iogurte (como eu gostoooo)

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Acompanhar sempre ou com salada de alface, espinafres e tomate ou legumes (couve coração e courgete, partir tudo aos bocadinhos e colocar no tacho com água, azeite e sal. Ou seja, ficamos com um panelão de legumes).

Uma coisa que por vezes não existe é a sopa, e que me faz falta. Por isso, muitas vezes acabo por ir comer uma sopa ao restaurante. A seguir fomos para casa fazer o jantar para comer. Estranho ir só comer uma sopa ao restaurante? Não me parece! Soube-me pela vida!

E por fim, em termos de exercício físico: Tem de ficar definido à priori. Ou querem fazer, ou não querem! Definam os dias, o exercício que vão fazer e vão… nada vos prende! Ou seja, ter definido quantos dias por semana queremos correr, ou então, quantos dias seguidos no máximo é que não fazemos exercício e depois temos de nos obrigada. Porque realmente ´se não formos nós a fazer, ninguém faz´.

E já que falamos em férias e em ´carregar´ alimentação saudável, há sacos e lancheiras super giras. Eu tenho a lancheira ´BeFit Bags´da prozis (esta) que dá para levar imensa comida e ajuda imenso. Ou seja, para quem tem uma família grande ou apenas para quem passa o dia todo fora de casa, pode ser uma ótima opção para conseguir transportar tudo. Com o cupão POETENALINHA têm 10% de desconto, se quiserem aproveitar.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

14 truques para preparar as suas férias SAUDÁVEIS

Hoje partilho com vocês como me organizo quando vou de férias e de que forma é que tento que elas se mantenham saudáveis. Este sábado vou de férias e por isso mesmo, há que organizar tudo! Caso vão de viagem, é importante que se organizem para os dias fora, bem como para o dia de viagem. Caso tal não aconteça, vão acabar por ir ao café/restaurante comprar “qualquer coisa” para comer.

Primeiro que tudo, e como sempre, é preciso organização e neste caso penso que o mais importante é planear com antecedência. Claro que é chato andar carregado com alimentos e com marmitas e snacks, mas não pode ser uma desculpa para não ter uma alimentação saudável nestes dias., uma vez que há alimentos super práticos de levar e de transportar. No sábado desvendo-vos para onde vou, apesar de neste post ficarem com algumas pistas! 🙂

Pois bem, aqui fica uma lista do que vou levar e que acho importante para estas mini-férias:

  • Frutos secos (nozes, avelãs, cajus…): Preciso de andar sempre com snacks durante o dia, e assim os frutos secos não ocupam quase espaço nenhum na mochila. Além disso, são um alimento que ajuda na saciedade e que me permite controlar a fome durante o dia! Já tinha muita coisa em casa, mas ontem fui despachar o resto ao jumbo. Acabei por comprar um mix de frutos secos para não estar sempre a comer os mesmos, mas como gosto imenso de noz e caju, comprei um de cada, podem ver aqui quais são.

 

  • Fruta: Vou levar para a viajem de carro maçãs e bananas, para o dia de sábado. Depois quando lá chegarmos vamos às compras e então aproveito para comprar mais, para todos os dias que lá vou estar. Acho que vou optar mais por maçã ou banana pela praticabilidade destas frutas.
  • Barras: Como sabem, não é um alimento que consuma diariamente. No entanto, e para quem me segue, já sabe que sou a favor do equilíbrio e para estes dias que vou estar fora vão dar imenso jeito, para conseguir comer rápido como snack e ter energia ao mesmo tempo. Vou levar algumas do celeiro e da Gold Nutrition.
  • Ovos: Vai ser um dos alimentos presentes como snacks, e que vou levar cozidos para o dia de viagem. Além de ser um alimento que sacia, é novamente bastante prático e que se come num instante (sem sujar grande coisa). No destino, será de certeza utilizado como snack ou então como pequeno-almoço.
  • Enfrascado de aveia: Vão ser várias horas de viagem e por isso mesmo, tenho de levar bastante comida. Assim sendo, para meio da manhã ou da tarde, vai sair enfrascado de aveia como podem ver na fotografia em baixo. Além disso, vou levar flocos de aveia para os pequenos-almoços/snacks para lá durante o dia.

  • Água: Fundamental a qualquer viagem e por isso mesmo, já que são várias horas até chegar ao destino, vou levar 1,5L de água para ir bebendo durante todo o dia.

 

  • Protetor solar: Um estilo de vida saudável engloba várias vertentes e para o destino onde vou a proteção solar é fundamental! Já sabem para onde vou? 🙂 Eu ainda por cima preciso de ter muito cuidado com a minha pele, é que é mesmo isso! Comprei o protetor solar Cosmia (que ainda não conhecia), e aproveitei para comprar dois, para experimentar. Já que uso proteção solar todos os dias, fica já despachado.

 

Agora, deixo as minhas dicas essenciais para vocês aplicarem quando forem de viagem ou de férias:
Dicas para antes da partida:
  • Faça as suas refeições e snacks no dia anterior à viagem. Se deixar para o próprio dia, com tanta coisa para organizar, algo vai ficar para trás. Exemplo: Levar aveia para os meus pequenos-almoços. No dia seguinte é só juntar 1 iogurte.
  • Compre diversos lanches que sejam fáceis de transportar na mala: cenouras, fruta (fácil de comer – maçã, pêra, banana), frutos secos (nozes, amêndoas), fruta desidratada, bolachas de milho/arroz (sacos individuais); vaca que ri, iogurtes bebíveis, ovos cozidos, latas de atum, latas de grão cozido. Por exemplo para viajar de avião costumo levar bolachas de arroz, frutos secos, fruta e ovo cozido (sim, passa na segurança!)
  • Pense quantas horas irá estar fora de casa e faça as contas aos lanches que serão precisos para todo o dia. Se o almoço é às 13h e o jantar apenas por volta das 21h, tem de fazer dois lanches. Mais vale levar a mais do que a menos! Podem sempre levar a mais para uma emergência.
  • Não se esqueça da garrafa de água! Tem de estar sempre hidratado.
  • Agora com as férias e calor, também não esquecer os cremes solares. Todos estes aspectos fazem parte de uma vida saudável, não descurando a proteção solar!

 

Dicas para o destino:

  • Ir às compras assim que chegar ao seu destino: Pelo menos para comprar fruta, água, ovos e snacks para os dias seguintes;
  • Tomar o pequeno-almoço antes de sair de casa/hotel: Por vezes no hotel nem sempre existem opções saudáveis, mas dentro do que o houver, tente fazer as melhores escolhas (não tenha o pensamento perdido por 100 perdido por 1000).
  • Andar sempre com água e lanches na sua mochila: de certeza que diminui a probabilidade de passar pelos cafés e optar por refrigerantes ou sumos (ainda por cima em locais onde o calor é imenso) e de snacks menos saudáveis. Frutos secos, ovos cozidos, iogurte líquido, queques de aveia são algumas opções.
  • Se quiser levar uma sandes para o seu almoço,aproveite para utilizar pão do tipo integral e acrescentar sempre alguns legumes ou verduras (Ex: Pão Integral, Atum, Tomate, Alface);
  • Quando almoçar/jantar fora, peça sempre uma salada ou verduras para acompanhar o prato principal. Se possível, inicie com uma sopa de legumes, que normalmente é sempre possível

[Dentro de uma escolha errada, há sempre uma opção mais saudável]

 

Para quem não vai almoçar a casa e tem de fazer esta refeição no restaurante/centro comercial:

  • Foque-se!
  • Dê uma volta no centro comercial, nas redondezas da rua e tente fazer uma escolha saudável para realizar a sua refeição: Se quer dicas para quando vai almoçar fora, veja esta publicação.
  • Deixe de lado as publicidades GIGANTES de promoções de fast food e tente ver que tipo de restaurantes lhe proporcionam uma alimentação saudável.
  • Coma bem! Não opte apenas por uma sopa e uma peça de fruta, senão o resultado será imensa fome a meio da tarde.
Acredito que, quando vamos de férias ou de viagem se torne mais difícil resistir a tentações a que normalmente não estamos expostos, mas mesmo assim é sempre possível fazermos escolhas acertadas. Lá porque vamos de férias, não tem de ser uma desculpa para “quando vou de férias não tenho acesso a alimentos saudáveis”. Que tipo de férias costuma ter?

Vai fazer praia? Pode levar sempre a sua lancheira atrás, com alimentos que lhe permita manter uma alimentação saudável. Por exemplo:

  • Snacks (Fruta; Bolachas de milho/arroz; Ovos cozidos; Iogurtes naturais ou de aromas; Palitos de cenoura ou pepino, Tomate cherry, Queijo fresco)
  • Almoço: Salada fria (massa espiral/couscous | atum ao natural/frango desfiado/peixe desfiado/ovo cozido/delicias do mar | alface, tomate, cebola, beterraba, pimento vermelho, couve coração, courgete)
Vai para um hotel com tudo incluído? Pode não ter todos os alimentos pretendidos, mas acredito que tenha alguns. Pode exemplo:
  • Pode comer pão ou cereais ao pequeno-almoço. Se colocar manteiga, não coloque fiambre nem queijo e vice-versa. Além disso, ninguém o impede de levar por exemplo os seus flocos de aveia ?
  • Às refeições principais peça a opção do menu que não inclua fritos e molhos. Se tiver batatas fritas, pode pedir para substituírem por arroz (já fiz isso bastantes vezes).
  • Peça sempre que lhe tragam legumes ou salada a acompanhar. Para os lanches, pode sempre andar com a sua lancheira, com algumas ideias aqui.
Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”. No entanto, e como é óbvio, em férias apetece sempre jantar fora e sair um bocadinho da linha, mas ninguém diz para não o fazer… Só que com conta peso e medida ?
Se come alguma coisa de diferente ao almoço, já não o faça ao jantar… Se come um gelado à tarde, deixe a sobremesa de lado ao jantar e vá dar uma caminhada…
Não arranje desculpas para não conseguir, mas sim uma forma de o conseguir! E o mais fácil é realmente organizar-se e andar sempre com “comida atrás”.
Nas férias é a melhor altura para começar a praticar exercício físico. Tempo não lhe falta! Defina um horário e vá todos os dias fazer uma caminhada. No meu caso, como vou para o desporto, as corridas vão ficar de lado. Por isso mesmo, vou ´apetrechada´de roupa de desporto (mochila, soutien, leggins) e roupa quente… que já ouvi dizer que está um gelo!!! E por isso mesmo, mais algumas sugestões de produtos que vos podem ajudar para as férias e que estão em desconto:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

Férias nos Açores | Refeições da Maria na primeira semana de férias (Pequenos-almoços, lanches e refeições)