, , ,

4 DICAS PARA LEVAR UMA DIETA ATÉ AO FIM

Começando pelo inicio…quem quer perder peso tem de perceber que tem de alterar hábitos alimentares agora e daqui em diante, porque ´milagres ´não há. Pensem o que é, um dia, chegarem ao peso que querem e manterem… com alguns erros alimentares, desde que equilibrados. Mais importante que tudo, não desistam! Porque senão, estão de desistir de vocês. Quais são as vossas maiores dificuldades?! 🤔 Escrevam em baixo para depois fazer uma publicação sobre isso 👇

🍽 Dietas radicais: Sim, perde-se muito peso. Sim, têm resultados extraordinários ao fim de uma ou duas semanas. Mas será que é sustentável ao longo do tempo?! Na minha opinião não, porque acima de tudo e mais importante, é aprendermos a comer. É percebermos que temos de alterar os hábitos alimentares que estão enraizados há muitos anos, ou seja, mudar para sempre. Além disso, e muitas vezes, o resultado depois desse peso todo perdido e uma vez que houve uma redução drástica em termos de alimentos e nutrientes, é querer voltar a comer ´este mundo e o outro´.

💪Desistir?! Nunca! Eu sei que é difícil não atingirmos os nossos objetivos e não perdemos o peso que tanto desejamos. Um dos grandes problemas é querermos tudo para ´ontem´. Mas se pensarmos, desistir não vai ajudar em nada. Aliás, só vai fazer com que esse objetivo não seja cumprido. Falo nisto relativamente ao peso como a outro assunto na nossa vida. Somos nós que estamos em questão, é a nossa saúde que está em jogo. Será que faz sentido, caso não vejamos resultados na perda de peso, começar a comer novamente salgados e batatas-fritas diariamente? Não me parece! Se não conseguem cumprir a alimentação a 100%, cumpram a 80%… o que quero dizer é que até podem comer uma sobremesa, mas não é por isso que também precisam de comer as entradas. Ou seja, comecem na mesma por uma sopa de legumes, mesmo que no fim terminem com um doce. O mesmo relativamente ao exercício. Podem não conseguir fazer exercício diariamente, ou as três vezes que definiram, mas paciência… façam duas então! Cada passo é um passo e o caminho faz-se caminhando. …. continua nos comentários…

📍Metas: Pode ser uma ótima estratégia para nos motivados, mas têm de ser reais, fazíveis e sustentáveis ao longo do tempo. Ou seja, nada de começar a pensar que a partir de agora vamos 7x por semana ao ginásio, vamos caminhar todos os dias e não vamos comer nada que não esteja escrito no plano alimentar, mesmo que seja o aniversário do nosso pai/filho ou namorado. O mais importante para perder peso é também ser feliz, não perder a vida social e sentirmo-nos bem. Ou seja, pensem em metas como: 3x semana vou ao ginásio, vou começar a beber 2L de água, vou comer ovos mexidos ao pequeno-almoço à segunda-feira, vou comer sopa todos os dias ao almoço e ao jantar…

🆘️Ajuda: Quando precisamos de apoio é fundamental que falemos com as pessoas que estão ànossa volta para perceberem a importância e o papel que podem ter. No que diz respeito à perda de peso, ainda mais. É importante que todas as pessoas estejam envolvidas… e nunca podem pensar ´ah mas eles não têm culpa de eu ter de perder peso´ porque sinceramente não percebo. Isso significa o quê? Que podem comer tudo o que quiserem? Que podem beber refrigerantes e comer gelado como sobremesa? Não faz sentido, pois apesar de não terem de perder peso, têm de cuidar da sua saúde e ter uma alimentação saudável! Ou seja, a alimentação tem de ser familiar e para todos, e não apenas para quem quer perder peso.

Espero que tenham gostado!

Todos os dias sai uma publicação nova! Se subscreverem as notificações na campainha vermelha que se encontra do vosso lado direito em baixo, recebem uma notificação sempre que publicar. Além disso, podem-me seguir também no Facebook, Instagram e Youtube 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

3 respostas
  1. Raquel says:

    Obrigada Maria pelas tuas partilhas! São estratégias muito “terra à terra” e confesso que me têm ajudado imenso.
    Há anos que tento fazer “dietas” sem sucesso e a verdade é que foi quando aprendi a comer de uma forma equilibrada é que consegui alcançar os meus objetivos. Beijinho

    Responder
  2. ANABELA MEDINA DOS SANTOS says:

    Olá Maria, obrigada pelas estratégias sugeridas revejo-me nelas!… Não desistir e acreditar que conseguimos….
    Um bom dia

    Responder
  3. Isabel Palma Pelina says:

    Olá Maria, boa noite.
    Confesso que estou expectante faço ao seu blog. 🙂
    Ao longo dos anos, já fiz uma série de dietas, com mais ou menos sucesso, mas nunca duradouras…
    Mas nos últimos 4 anos, tenho tido uma relação com a comida, de compensação emocional à custa de alguns eventos menos bons.
    Só me apetece comer iogurtes, granola, frutas, batatas fritas e gelados… Ainda que não todos ao mesmo tempo, já contribuíram para um aumento de 30kg, neste espaço de tempo.
    Estou deserta de ideias para resolver este problema. Como posso parar esta relação desastrosa com a comida?
    Grata pela atenção, fico a aguardar notícias.

    Responder

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *