, , ,

4 truques ESSENCIAIS para emagrecer

Um tema que interessa a muita gente e um assunto que me dá muito gosto. Primeiro que tudo, quem quer perder peso tem de perceber que tem de alterar hábitos alimentares agora e daqui em diante, porque ´milagres ´não há 🙂 E como digo muitas vezes, pensem no que é um dia, chegarem ao peso que querem e manterem… com alguns erros alimentares, desde que equilibrados. E mais importante que tudo, não desistam! Porque senão, estão de desistir de vocês.
Antes de mais, partilho que fiz um ebook com 50 receitas de refeições principais, uma compilação de várias receitas para vos ajudar na cozinha 🙂 Já consegui fazer com que possam pagar por MbWay ou Referência multibanco, e por isso, podem fazer a vossa compra aqui. Mesmo assim, também podem fazer através de transferência bancária para PT50 0010 0000 5674 6740 0016 1 e depois enviar o comprovativo para mariagama@poetenalinha.pt.
 
Dietas radicais: Sim, perde-se muito peso. Sim, têm resultados extraordinários ao fim de uma ou duas semanas. Mas será que é sustentável ao longo do tempo?! Na minha opinião não, porque acima de tudo e mais importante, é aprendermos a comer. É percebermos que temos de alterar os hábitos alimentares que talvez estejam enraizados há muitos anos, ou seja, mudar para sempre. Além disso, e muitas vezes, o resultado depois desse peso todo perdido e uma vez que houve uma redução drástica em termos de alimentos e nutrientes, é querer voltar a comer ´este mundo e o outro´.
Desistir?! Nunca! Eu sei que é difícil por vezes não atingirmos os nossos objetivos e não perdemos o peso que tanto desejamos. Mas se pensarmos, a vontade de desistir não vai ajudar em nada. Aliás, só vai fazer com que esse objetivo não seja cumprido. Falo nisto relativamente ao peso como a outro assunto na nossa vida. Somos nós que estamos em questão, é a nossa saúde que está em jogo. Será que faz sentido, caso não vejamos resultados na perda de peso, começar a comer novamente salgados e batatas-fritas diariamente? Não me parece! Cada passo é um passo e o caminho faz-se caminhando. O mesmo relativamente ao exercício. Posso partilhar com vocês que agora vou ter de deixar a corrida de lado (por muito que me custe), mas já estou a pensar em alternativas e estou a pensar ir para a natação e continuar a fazer trx em casa. Se não dá de uma maneira, tem de dar de outra.
Metas: Pode ser uma ótima estratégia para nos motivarmos e vermos que conseguimos mudar. Mas as metas têm de ser reais, fazivéis e sustentáveis ao longo do tempo. Ou seja, nada de começar a pensar que a partir de agora vamos 7x por semana ao ginásio, vamos caminhar todos os dias e não vamos comer nada que não esteja escrito no plano alimentar, mesmo que seja o aniversário do nosso pai/filho ou namorado. Gente, o mais importante para perder peso é também ser feliz, não perder a vida social e sentirmo-nos bem. Ou seja, pensem em metas como: 3x semana vou ao ginásio, vou começar a beber 2L de água, não vou comer pão 1x semana e vou comer ovos mexidos ao pequeno-almoço à segunda-feira.
Ajuda: Quando precisamos de apoio é fundamental falar com as pessoas à nossa volta para perceberem a importância e o papel que podem ter. No que diz respeito à perda de peso, ainda mais. É importante que toda a gente esteja envolvida e não me digam ´ah mas eles não têm culpa de eu ter de perder peso´ porque sinceramente não percebo. Isso significa o quê? Que podem comer tudo o que quiserem? Que podem beber refrigerantes e comer gelado como sobremesa? Não me parece! Porque realmente não faz sentido e apesar de não terem de perder peso, têm de cuidar da sua saúde! Por exemplo, e para perceberem, na maioria dos jantares que dou, a sobremesa é fruta. E porquê? Porque a mim também me custa não comer sobremesa se a tiver a olhar para mim e por isso mesmo já defini que é assim, e devia ser sempre.

E claro que, e fundamental é a prática de exercício físico. Ajuda muito na perda de peso e não pense que tem de ir para o ginásio 2horas ou que fazer exercício físico é inviável porque pode apenas caminhar dia sim dia não e já ajuda.

Espero que tenham gostado! Comentem 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

2 respostas
  1. paula.mtc.ipn@gmail.com says:

    Olá Maria, “encontrei a” há pouco tempo, e estou aos poucos a mudar os meus hábitos alimentares e comecei a fazer caminhadas sempre que posso, para ja que tenho estado em casa tenho ido 5 a 6 dias por semana é claro que comecei por meia hora em plano, agora ja faço 1h a subir e tem dias que caminho 1:30h a 2h. Vou tentar manter as caminhadas e a alimentação mas sei que vai ser dificil, uma vez que sou auxiliar de cozinha e ao almoço nao será fácil pois a alimentação é a base de massa italiana ou seja cheia de bacon, queijos, fritos etc, poia almoço no restaurante somos obrigados. E os treinos vou ver se aguento levantar me cedo para caminhar antes de ir trabalhar, pois tenho um horario que é das 9h as 15h e das 18:30h as 23h e na hora da pausa tenho sempre que fazer as marmitas para o marido levar para o trabalho no dia seguinte e ele nao gosta de tudo o que estou a mudar com as suas receitas . Mas vou fazer um esforço. O que
    me aconselha em termos de gestão, pois normalmente folgo 2 dias a semana que uso para tratar de casa, roupas, compras etc. Bjs e desde ja obrigada.

    Responder

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *