, ,

AS MINHAS 50 REFEIÇÕES CONGELADAS PARA O PÓS-PARTO

Agora com a gravidez, fizemos imensa comida para congelar! Com toda a logística que é necessária, foi uma ótima opção de forma a conseguir manter a alimentação saudável nos primeiros tempos. Esta tarefa foi dividida pela família (mana, pais e nós), e ajudou imenso porque sabemos que temos imensas marmitas com refeições preparadas… ou seja, vai ser só descongelar e aquecer! Realmente a organização e o planeamento são fundamentais para que isso seja possível.

Com o nascimento do V. irão existir muitas adaptações (de certeza), falta de tempo, gestão de horários… MAS, mesmo assim, eu não quero deixar de ter a minha alimentação saudável como sempre. Até porque se estiver muito cansada (que espero que não), sou bem capaz de deixar de comer, o que não quero que aconteça, pois preciso é de força e de energia para este novo momento da nossa vida! Por isso, tivemos de arranjar uma solução que nos permita fazer ambas as coisas, e que nos facilite a vida neste início! Vai ser só descongelar a comida, colocar a aquecer no microondas e voiláááá… comer! Desse lado, alguém que tenha feito o mesmo?! Como é que se organizaram? Quais os vossos truques?!

E para os curiosos, fizemos as seguintes refeições:

  • Bacalhau com legumes
  • Carne à bolonhesa
  • Strogonoff de frango com lentilhas e legumes
  • Frango com legumes
  • Almôndegas
  • Frango guisado
  • Pastéis de bacalhau (receita aqui)
  • Lentilhas estufadas com legumes e arroz
  • Rolo de carne
  • Bacalhau com grão
  • Frango com aveia
  • Empadão de peixe
  • Arroz de pato (sobrou de uma festa)
  • Bacalhau espiritual (sobrou de uma festa)
  • Sopa de legumes

Este slideshow necessita de JavaScript.

O nosso truque foi sempre que fazíamos almoço ou jantar, confeccionávamos em maior quantidade para conseguirmos congelar. Ou seja, não deu mais trabalho do que já íamos ter… porque íamos fazer à mesma!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

3 respostas
  1. Margarida Lobo says:

    Fez muito bem ,assim é menos uma preocupação. Não comparando o motivo ,fiz isso em janeiro quando fui operada a um pé e tive de ficar imobilizada.Resultou muito bem.
    E, no caso da dra,vai poder apreciar melhor esta nova e maravilhosa etapa .Tudo de BOM para a nova família.

    Responder

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *