, , ,

9 TRUQUES ESSENCIAIS PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

O Excesso de Peso e Obesidade é um tema atual e de grande pertinência, uma preocupação constante e que se deve ser tida em conta. Por isso mesmo, é fundamental uma alimentação saudável diária, desde o pequeno-almoço até ao jantar e/ou ceia. Por vezes pode parecer difícil, mas na verdade, o que é necessário, na realidade, são algumas alterações no nosso dia-a-dia, que nos podem levar tanto a melhorar a nossa alimentação, como a prevenir e/ou combater a obesidade e excesso de peso. Sendo Maio o mês do coração, e sendo a obesidade um fator de risco para as doenças Cardiovasculares, é fundamental começar desde já a agir.

Apenas tem de fazer alterações e adaptações na sua alimentação, consoante o seu dia-a-dia e as suas preferências. Uma alimentação saudável sugere hábitos alimentares saudáveis, e não, passar fome ou comer apenas peixe cozido/bife de peru grelhado, como se ouve diversas vezes. É importante a consciencialização dos erros alimentares que muitas vezes cometemos, no sentido de podermos mudar comportamentos, adquirindo o hábito de comer de tudo, mas de forma saudável e equilibrada, sem exageros. Por isso mesmo, e de forma a conseguir ajudar, aqui ficam alguns truques fundamentais para uma alimentação saudável:

 

  1. Organização: Comece por organizar as suas refeições, fazer uma ementa e fazer uma lista de compras para o ajudar. Organize o seu frigorífico, congelador e despensa. Assim vai ficar a saber onde estão os alimentos e será muito mais fácil e prático para preparar as suas refeições com antecedência. Até pode elaborar uma lista com os alimentos que existem, de forma a planear a semana. É fundamental para que comece a ter uma alimentação saudável e equilibrada. Se tiver os alimentos que gosta disponíveis em casa é muito mais fácil organizar-se e preparar as suas refeições diárias.
  2. Não saia de casa sem tomar o pequeno-almoço: Se de manhã quase não tem tempo para comer, ou se prefere ficar a dormir até ao último minuto, pode sempre deixar o pequeno-almoço preparado. Vai dar-lhe energia para começar o seu dia da melhor maneira, controlando a sua ingestão ao longo do dia. De certeza que se não o fizer, a probabilidade de ir ao café ou ao café comer alimentos ricos em açúcar e em gordura, é maior. Ovos mexidos, pão escuro ou papas de aveia são exemplos.
  3. Realize lanches a meio da manhã e o meio da tarde: Não deve ficar mais de 3h30m sem comer! Pode crer que, se o fizer, a fome ao longo do dia será muito maior. Além disso, assim que chegar a casa depois de um dia de trabalho, aliado ao cansaço, vai acabar por comer o que não deve. Faça um esforço e ande com lanches práticos e que consiga comer quando não é possível fazer um intervalo no trabalho, como frutos secos, peça de fruta, queijo triângulo ou fresco. Tente evitar bolos de pastelaria, sobremesas, bolachas com chocolate, empadas e sumos ou refrigerantes.
  4. Almoce bem: O preferível é levar o almoço de casa, pois consegue controlar as quantidades de comida e sabe o que realmente está a comer. Pode preparar as refeições ao fim-de-semana, pois assim torna tudo mais fácil. Algumas ideias de ementa são: Carne de peru, arroz e brócolos | Bife de frango com batata doce e salada | Peixe no forno com batata assada e legumes estufados | Frango grelhado com arroz integral e salada | Salada de massa espiral com atum ao natural e legumes. Se almoçar fora, tente começar a refeição por uma sopa de legumes, evitar as entradas, os fritos e os molhos.
  5. Inclua sempre vegetais em todas as refeições: Tenha sempre em casa legumes congelados para nos dias em que não tiver tempo de preparar os legumes frescos. Além disso, tente variar os legumes e vegetais para não se fartar.
  6. Beba água: É essencial para o hidratar. Se não gosta do sabor da água simples pode aromatizá-la com fruta ou legumes.
  7. Não pode faltar em casa:Sopa, legumes, verduras e fruta. Tenha sempre no frigorífico este tipo de alimentos! Agora que já estão dias mais frios, começa a apetecer ainda mais a sopa e por isso mesmo não há razão para ser o início das suas refeições. Ajuda bastante na saciedade e a diminuir o que consome a seguir. Além disso, prepare refeições para congelar, são fundamentais para os dias em que não tem tempo de cozinhar. Legumes frescos ou congelados (para os dias mais apressados) sempre em casa.
  8. Retire os inimigos de sua casa: Se adora um tipo alimento e este não se encontra incluído no seu plano alimentar, não o tenha em casa. Principalmente nos dias em que está mais chateado ou ansioso, pode acabar por os ir buscar. Não arranje a desculpa “E se vier alguém cá a casa?” … Sirva um chá e acompanhe com umas torradas e queijo fresco, por exemplo. Não há razão nenhuma para ter em sua casa batatas fritas, bolos, gelados, sobremesas ou bolachas.
  9. Cozinhe de forma saudável: Prefira os grelhados, assados, estufados, guisados mas com pouca quantidade de gordura. Quanto aos legumes, pode optar pelos cozidos, estufados ou ao vapor.

Espero que tenham gostado e que comentem!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

 

 

 

 

1 responder

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *