, , ,

JANTAR EM CASA DE AMIGOS… O QUE É QUE A MARIA COME?

Pois bem, vamos lá falar de jantares em casa de amigos e como é que é possível, ou não, manter uma alimentação saudável! Antes de tudo, acho um erro deixar de ir aos eventos sociais só porque queremos perder peso, e se alguém fizer essa recomendação, para mim, não tem sentido nenhum. E porquê? Porque a vida social, os jantares com amigos ou as festas, fazem parte de um estilo de vida saudável… e nunca devem ser associados a um problema! Porque na verdade, nós é que fazemos as nossas escolhas nesses locais. Claro que por vezes é um desafio, porque não somos nós que decidimos o menu que será servido, mas podemos fazer umas opções em vez de outras. A responsabilidade é nossa, e de mais ninguém.

ASSUMIR: Primeiro que tudo, e dependendo do evento em si, pode ser o dia em que achamos que devemos estar à vontade e em que não nos apetecer estar só a pensar no que devemos comer. Pois bem, é assumir isso! Porque se não for todos os dias, está tudo ok. Se optarem por fazer isso a uma terça-feira, não devem é fazê-lo quarta quinta e sexta… a grande questão é essa! É quando fazemos opções menos saudáveis vários dias… e não falo relativamente a aumento de peso, mas também a estilo de vida saudável! Se eu assumir que quero comer, como e pronto! Mas… faço escolhas!

ESCOLHAS: Podemos comer tudo, claro. Ninguém nos impede. E podemos fazer escolhas? Podemos e devemos. Não é por estarmos em casa de amigos que devemos comer ´este mundo e o outro´, podemos sempre ter algum cuidado com a quantidade que ingerimos. E sinceramente, aquela conversa ´tem de ser´, só tem de ser se nós quisermos. Claro que, temos de adaptar o que comemos porque temos de comer o que lá está. Se eu adoro queijo, posso optar por comer queijo em vez de comer rissóis croquete chamuças… ou então, até posso comer também, mas não exagero no queijo. Se eu adoro um cheesecake e sei que o vou comer, será que vale a pena comer as entradas todas, mais as batatas-fritas e o pão de ló? Não! Faço escolhas!

ESTÁ TUDO BEM: Como as pessoas que me são chegadas sabem que tenho alguns cuidados com a alimentação, por vezes perguntam-me se quero que façam alguma coisa ou se estou bem. Eu estou sempre bem e como o que toda a gente come, só faço escolhas consoante o que existe! Claro que agradeço se houver uma salada ou uns legumes para acompanhar a refeição, mas senão houver, ou ficamos assim ou até sugiro ser eu a levar. Já pensaram nisso? Se tiverem confiança com as pessoas, porque não perguntam o que é preciso levar, e sugerem levar uma salada para acompanhar? Se fosse em minha casa eu até agradecia porque era menos uma coisa para fazer… ahah 🙂

HÁ SEMPRE UMA OPÇÃO MELHOR: Normalmente há sempre uma carrada de coisas e por isso torna-se difícil escolher, mas se pensarem, há sempre opções que são melhores que outras. Se há queijo fresco e queijo gordo, posso sempre optar pelo queijo fresco. Se há patés com maionese, posso deixar isso de lado. Se há arroz e batatas-fritas, posso só ficar pelo arroz. Se há fruta e 3 sobremesas, posso comer a fruta e uma sobremesa… pelo menos é sempre esse o meu pensamento. Dentro do que me apetece, ir fazendo escolhas.

Concluindo, e um truque muito importante e que pode influenciar tudo, é a fome com que vamos para o jantar! Nesse dia temos de comer bem, temos de nos alimentar bem e não ir cheios de fome, porque senão, não há quem nos segure… 🙂 Porque aquele pensamento ´vou ter um jantar, então não como nada durante o dia´ não terá bom resultado de certeza!

Não deixo de ir a lado nenhum, e era só o que ma faltava!

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *