, ,

EU TAMBÉM JÁ FUI ASSIM

Por vezes em consulta há que me diga ´Mas a Maria não sabe o que é ter excesso de peso´, ´Não sabe o que é ter de mudar hábitos alimentares´ porque sempre foi magra. Será que sim?! Pela fotografia em cima conseguem ver que não. Já passei por várias fases (complicadas), e por isso vos digo que um dia vos vou contar a minha história, e uma delas foi ter peso a mais. Tenho 1,59 e já cheguei a pesar 65 kg e a vestir um 42 de calças… o que para a minha estatura e para o meu corpo, era bastante.

Não é fácil, NÃO!

É difícil, SIM!

É possível? SIM!

Basta QUERERMOS e ter muita força de vontade!

Claro que ter hábitos alimentares desadequados e mudá-los não é nada fácil, de todo. Ainda me lembro dos pães com chouriço que comia na escola, das merendas ou dos croassaints… Ainda me lembro de quando não comia arroz/massa ou batata com medo de engordar mais… ainda me lembro disso tudo! Sei bem o que é olhar ao espelho e não gostar do que via, de ter medo de comer porque ia engordar, de ir para a praia com uma  t-shirt porque não gostava da minha barriga… sei bem o que é isso tudo!

Se me perguntarem como é que consegui?! Consegui com muito esforço, com muitas alterações a nível psicológico e ainda mais importante… perceber o que é comer, mas de forma SAUDÁVEL!

Hoje em dia como de tudo, de forma equilibrada e saudável. Como sobremesas, como batatas-fritas, como chocolates… mas esporadicamente! Não vou para um casamento comer saladas! Tenho é plena noção de que tem de ser de vez em quando e não diariamente… tenho é plena noção de que não podemos andar a abrir precedentes e excepções todos os dias só porque sim! Porque na verdade, todos os dias é muito fácil pisarmos o risco, todos os dias é possível haver uma razão para fazermos um erro alimentar… Ou é porque vamos jantar fora e temos o ´direito´ de comer uma sobremesa, ou é porque vamos a casa de amigos e não podemos fazer a desfeita de não comermos, ou é porque estamos chateados e queremos um chocolate, ou é porque é fim-de-semana e queremos sair da nossa zona de conforto… mas na verdade, NÃO PODE SER ASSIM! Temos de perceber quando é que faz sentido, ou não, fazermos esses erros alimentares…! Se eu sei que este fim-de-semana vou ter vários almoços, qual é a razão de ir jantar fora durante a semana e comer batatas-fritas? Só porque vou comer fora?

Deixem-se de dietas yo-yo, de dietas rápidas.. disto ou daquilo! A maioria das vezes não se aprende nada, cortamos tudo na alimentação! Perdemos peso, claro! Porque comemos menos do que aquilo de que necessitamos! Depois de perdido o peso, queremos voltar a comer tudo e tudo e tudo e é pior a emenda do que o soneto. Temos de aprender é a comer, e de manter esses hábitos saudáveis para SEMPRE… e não apenas quando queremos perder peso! Temos de saber que temos de comer sopa todos os dias, legumes todos os dias, deixar os alimentos processados de lado, que não podemos comprar bolachas para casa, que lá porque temos um jantar não temos de comer sobremesa… e GARANTO-VOS, que se, todos os dias fizerem um bocadinho melhor que o dia anterior, chegam aos objetivos que tanto querem!

Há um medo constante com os hidratos de carbono, com a batata, o arroz ou a massa… com o pão… mas garanto-vos que não é isso que engorda! É sim a bolachinha antes de ir dormir, do pastel de nata depois de almoço, do croassaint a meio da manhã… são essas coisas todas que nos fazem mal (estou a falar diariamente claro).

Se quiserem saber um pouco mais de mim, deixo-vos estas publicações para lerem:

O que acharam do que escrevi?! Gostavam de saber mais alguma coisa? Deixem tudo em comentário!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

3 respostas
  1. Isabel says:

    Eu sou aqui sou aquilo que se chama de “falsa magra”.
    Aparentemente quem olha para mim eu sou magra, mas a verdade é que tenho muita gordura acumulada principalmente na zona abdominal.
    Duas gravidezes ( com intervalos de 10 anos) e uma alimentação tipicamente portuguesa penso que também não ajuda muito.
    Será posssivel reverter esta situação?! Esta barriguinha io io desaparecer?!

    Beijinho

    Responder
  2. Susana says:

    Uma inspiração!
    Obrigada pela partilha e por mostrar que tudo se consegue com força de vontade.
    É também muito bom saber que alguém que aconselha, sabe exatamente, pela experiência pessoal, as dificuldades no processo de cada um.
    Um beijinho e continuação do excelente trabalho!

    Responder

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *