4 dicas para levar uma dieta até ao fim

Um tema que interessa a muita gente e um assunto que me dá muito gosto. Primeiro que tudo, quem quer perder peso tem de perceber que tem de alterar hábitos alimentares agora e daqui em diante, porque ´milagres ´não há. E como digo muitas vezes, pense no que é um dia, chegar ao peso que quer e manter… com alguns erros alimentares, desde que equilibrados. E mais importante que tudo, não desista! Porque senão, está a desistir de si própria.

  • Dietas radicais: Sim, perde-se muito peso. Sim, obtém-se resultados extraordinários ao fim de uma ou duas semanas. Mas será que é sustentável ao longo do tempo?! Na minha opinião não, porque acima de tudo e mais importante, é aprender a comer. É perceber que tem de alterar os seus hábitos alimentares que talvez estejam enraizados há muitos anos, ou seja, mudar para sempre. Além disso, e muitas vezes, o resultado depois desse peso todo perdido e uma vez que houve uma redução drástica em termos de alimentos e nutrientes, é querer voltar a comer ´este mundo e o outro´.

 

  • Desistir?! Nunca!:  eu sei que é difícil por vezes não atingir os seus objetivos e não perder o peso que tanto deseja. Um dos grandes problemas é querer tudo para ´ontem´. Mas se pensar, a vontade de desistir não vai ajudar em nada. Aliás, só vai fazer com que esse objetivo não seja cumprido. Falo nisto relativamente ao peso como a outro assunto na nossa vida. Somos nós que estamos em questão, é a nossa saúde que está em jogo. Será que faz sentido, caso não veja resultados na perda de peso, começar a comer novamente salgados e batatas fritas diariamente? Não me parece! Se não consegue cumprir a alimentação a 100%, cumpra a 80%… o que quero dizer com isto é que até pode comer uma sobremesa, mas não é por isso que também precisa de comer as entradas. Ou seja, comece na mesma por uma sopa de legumes, mesmo que no fim termine com um doce. O mesmo relativamente ao exercício. Pode não conseguir fazer exercício diariamente, ou as três vezes que definiu, mas paciência… faça duas então! Cada passo é um passo e o caminho faz-se caminhando. Uma das coisas que sugiro é ter roupa que a faça sentir bem, pois gostar de nós próprias, ajuda imenso na motivação.

 

  • Metas: Pode ser uma ótima estratégia para a motivar e ver que consegue mudar. Mas as metas têm de ser reais, fazíveis e sustentáveis ao longo do tempo. Ou seja, nada de começar a pensar que a partir de agora vamos 7x por semana ao ginásio, caminhar todos os dias e não vai comer nada que não esteja escrito no plano alimentar, mesmo que seja o aniversário do seu pai/filho ou namorado. O mais importante para perder peso é também ser feliz, não perder a vida social e sentirmo-nos bem. Ou seja, pense em metas como: 3x semana vou ao ginásio, vou começar a beber 2L de água, vou comer ovos mexidos ao pequeno-almoço à segunda-feira, vou comer sopa todos os dias ao almoço e ao jantar…

 

  • Ajuda: Quando precisa de apoio é fundamental que fale com as pessoas à sua volta para perceberem a importância e o papel que podem ter. No que diz respeito à perda de peso, ainda mais. É importante que todas as pessoas estejam envolvidas… e nunca pode pensar ´ah mas eles não têm culpa de eu ter de perder peso´ porque sinceramente não percebo. Isso significa o quê? Que podem comer tudo o que quiserem? Que podem beber refrigerantes e comer gelado como sobremesa? Não faz sentido, pois apesar de não terem de perder peso, têm de cuidar da sua saúde e ter uma alimentação saudável! Ou seja, a alimentação tem de ser familiar e para todos, e não apenas para quem quer perder peso. Caso seja um problema para si, conseguir definir objetivos e mudar os seus hábitos alimentares, tenho uma equipa disponível a ajudar e a dar apoio constante e para isso pode marcar a sua consulta de nutrição, através deste link

Para vos conseguir ajudar a começar e ter uma alimentação mais saudável, preparei um Guia Prático para uma Alimentação Saudável onde são abordados vários temas como: 

  • Noções base da alimentação Saudável (Base para uma alimentação saudável, Pequenos pormenores fazem a diferença)
  • Alimentação Saudável (Alimentação saudável: é fazer dieta?, Prato principal: como deve ser constituído?)
  • Planeamento Alimentar (Planear e organizar: importância, Ir ao supermercado: trocas inteligentes)
  • Mitos alimentares (A batata doce é mais saudável que a batata branca?, O pão promove o aumento de peso?)

Além disso, preparámos também três planners para ajudar a controlar a ingestão de água e registo do sono, bem como de atividade física). Tudo isto por APENAS 19€.

Subscreva o Blog via Email

Introduza o seu email para subscrever o blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Comentários

3 Responses

  1. Gosto muito dos seus conselhos. Já comecei com algumas das suas sugestões. Vou continuar a seguir as suas dicas. Muito obrigada. Lucilia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *