4 estratégias para comeres hidratos de carbono e emagreceres

Os vilões (ou não) da perda de peso… Se estás a tentar perder peso aproveita e descarrega este e-book gratuito com 10 passos essenciais para te ajudar neste processo

 

  • Começa pelos legumes: A maioria das vezes, temos mais olhos que barriga e ao começar pelo arroz, massa ou batata, a probabilidade de ainda querermos mais pode ser maior. Se, no entanto, começarmos pelos legumes, preenchendo logo uma parte do estômago, a quantidade de massa, arroz ou batata que ingerirmos já pode ser menor. Pelo menos comigo é uma coisa que costuma funcionar. Por isso, é muito importante nunca esquecer os hortícolas no prato, que muitas vezes não são incluídos e, isso sim, é um erro. Normalmente encontramos sempre forma de ter a carne/peixe/ovos, a acompanhar o arroz, batata ou massa e acabamos por pensar que já não temos tempo para fazer os legumes. Na verdade, se tivermos pouco tempo e tivermos legumes congelados, cozem até mais rápido do que fazer um arroz.

 

  • Escolhe os alimentos certos: Comeres arroz, batata ou massa simples é diferente do que optares por umas batatas-fritas ou por uma carbonara com natas (ATENÇÃO: há espaço para este tipo de refeições num estilo de vida saudável. Só é importante que seja feito de forma equilibrada). É importante perceberes que é possível comer hidratos de carbono, sem aumentar de peso, desde que tenhamos em atenção determinadas escolhas. Optar por uma massa com natas, bacon ou chouriço é bem diferente do que consumir um arroz branco ou de cenoura, por exemplo. Prefere, por exemplo, o arroz, o esparguete ou a batata-doce sem molhos de adição. Como costumo dizer, o que engorda não é comer uma batata, são as 10 batatas que comemos ou o pãozinho no molho. 

 

  • Valoriza o que comes: Não sou uma pessoa que inclua frequentemente bolachas e bolachinhas, pois na realidade acho que não nos acrescentam muito em termos nutricionais. A maioria das bolachas acabam por ter na sua composição nutricional uma elevada quantidade de gordura e de açúcar. Se comer, normalmente, opto pelas bolachas de arroz. É frequente termos ´receio´ de comer arroz ou massa ao almoço ou ao jantar e depois terminamos o nosso dia a comer umas bolachas antes de ir dormir. Pois bem, mais vale comermos o arroz ou a massa na refeição principal.

 

  • Não te esqueças do acompanhamento fundamental: Uma refeição completa deve ser constituída por uma sopa de legumes, proteína, hidratos de carbono e legumes (na generalidade, pois deve ser tudo adaptado à pessoa em questão). Ao deixarmos de lado a sopa ou os legumes, podemos exagerar na quantidade do prato principal. Se eu não começar a minha refeição com sopa ou não acompanhar o prato principal com legumes tenho plena noção de que exagero no prato. Além disso, sendo o arroz ou as batatas alimentos saborosos e que nos sabem bem, é muito fácil exagerar, mesmo não querendo ou não nos apercebendo.

 

Passei muito anos sem comer hidratos de carbono e tinha mais peso.. hoje em dia como em todas as refeições e tenho menos peso.

O QUE MUDOU? Tudo o resto: bolachas, bolachinhas, snacks, não comer sopa, não comer legumes, beber refrigerantes, passar horas sem comer…

Contem-me lá nos comentários qual é o vosso preferido…?! Eu admito, gosto muito de um bom arroz, mas um esparguete com almôndegas também vai muito bem. 

Que estratégias já aplicas? Deixa em comentário. 

Para vos conseguir ajudar a começar e ter uma alimentação mais saudável, preparei um Guia Prático para uma Alimentação Saudável onde são abordados vários temas como: 

  • Noções base da alimentação Saudável (Base para uma alimentação saudável, Pequenos pormenores fazem a diferença)
  • Alimentação Saudável (Alimentação saudável: é fazer dieta?, Prato principal: como deve ser constituído?)
  • Planeamento Alimentar (Planear e organizar: importância, Ir ao supermercado: trocas inteligentes)
  • Mitos alimentares (A batata doce é mais saudável que a batata branca?, O pão promove o aumento de peso?)

Além disso, preparámos também três planners para ajudar a controlar a ingestão de água e registo do sono, bem como de atividade física). Tudo isto por APENAS 19€.

Subscreva o Blog via Email

Introduza o seu email para subscrever o blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *