5 dicas para organizar a marmita do almoço

Preparar o almoço na marmita é muitas vezes um desafio. Como combinar os alimentos, de que forma é que os podemos confecionar para conseguirmos ter um almoço saudável e saboroso, mesmo vindo de casa. Assim, é importante orientar a nossa lancheira para que o almoço não fique de lado, e para que não haja razão para comermos uma sandes ou um folhado no café porque “não temos tempo para almoçar”. O necessário é, primeiro que tudo, ter os alimentos em casa, para nos facilitar essa tarefa e não darmos por nós sem saber o que preparar.

Para te ajudar a planear as tuas refeições para o trabalho, temos um programa de ementas semanais, em que todas as semanas tens acesso a uma ementa diferente, com a respetivas receitas e lista de compras. Vê AQUI

  • Marmitas: Antes de mais é importante terem recipientes de vidro, que ajudem a conservar as refeições e que não deixem verter o líquido que muitas vezes se forma, seja pelos legumes ou pelo tempero que utilizam. Até para levar a sopa de legumes, que deve iniciar todas as nossas refeições (ou então colocar por exemplo numa garrafa de vidro). 

 

  • Fonte de proteína: Cozinhar salmão, dourada, perna de peru ou frango, no dia anterior à noite e em maior quantidade pode ser uma estratégia para conseguires tê-los na lancheira. Uma vez que este tipo de alimentos consumidos inteiros e frios não dão prazer, torna-se tudo diferente quando desfiamos. Ou seja, um truque pode ser levares a fonte de proteína desfiada para fazer uma salada que até podes servir fria e fica na mesma saborosa. Atum ao natural ou ovos cozidos por exemplo, são alimentos que se comem bem frios e juntos com os restantes alimentos, ficam uma ótima combinação. Por isso, a minha dica é que tenham sempre esse tipo de alimentos desfiados para vos ajudar. Normalmente quando faço salmão grelhado ou no forno, faço sempre a mais e depois o que sobra, desfio, e faço uma salada no dia seguinte.

 

  • Hortícolas: Seguindo o mesmo raciocínio da fonte de proteína, podemos juntar, por exemplo, salmão desfiado com brócolos partidos aos bocadinhos e na altura, temperar a gosto. Por exemplo, com azeite, vinagre e orégãos (que podem levar num frasco à parte). Legumes salteados ou assados também ficam muito bem para esta altura em que o frio começa a aparecer. Além disso, e se quiseres optar por alimentos crus, o pimento, cenoura, cebola roxa, agrião…são alguns exemplos que criam uma salada ótima para acompanhamento.

 

  • Base: Massa cotovelinhos, quinoa, couscous, batata-doce, arroz… são alimentos que podem e devem fazer parte de um almoço completo na marmita. O importante é que a combinação esteja ao vosso gosto e que depois o tempero dê o toque final. Batata-doce cortada com salmão desfiado e brócolos; massa cotovelinhos com atum e legumes salteados; frango desfiado com couscous, tomate e agrião… são algumas ideias!

 

  • Tempero: Azeite, limão ou vinagre, ervas aromáticas a gosto (orégãos, pimenta preta, tomilho….).

 

E tu, és team marmitas? Deixa nos comentários. 

Para vos conseguir ajudar a começar e ter uma alimentação mais saudável, preparei um Guia Prático para uma Alimentação Saudável onde são abordados vários temas como: 

  • Noções base da alimentação Saudável (Base para uma alimentação saudável, Pequenos pormenores fazem a diferença)
  • Alimentação Saudável (Alimentação saudável: é fazer dieta?, Prato principal: como deve ser constituído?)
  • Planeamento Alimentar (Planear e organizar: importância, Ir ao supermercado: trocas inteligentes)
  • Mitos alimentares (A batata doce é mais saudável que a batata branca?, O pão promove o aumento de peso?)

Além disso, preparámos também três planners para ajudar a controlar a ingestão de água e registo do sono, bem como de atividade física). Tudo isto por APENAS 19€.

Subscreva o Blog via Email

Introduza o seu email para subscrever o blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *