, , ,

MUFFINS DE ABÓBORA

Os muffins que safam as nossas manhãs 🤗 A alvorada aqui em casa é numa tentativa de não fazer barulho, de comer sentados à mesa e de não ter muito que fazer 😅 Pegar, aquecer e comer… É mais ou menos isso 👌

Primeiro, porque está frio e apetece um pequeno-almoço reconfortante e quentinho. Segundo, porque abrir o frigorífico e ter tudo pronto dá um jeitão! Terceiro, porque adoro começar a manhã com muffins, queques ou panquecas 😅 Sua gulosa, Maria Gama 😅

Mais uma receita que não tem nada que saber e que fazem num instante. Guardem lá a receita e quem sabe, experimentem este fim-de-semana ✌

– 130g de abóbora crua

– 100g de farinha de aveia

– 2 ovos

– Sumo de 1 laranja

– Framboesas

– 1 colher de sobremesa de manteiga de amendoim (uso a da prozis, esta)

– 1 colher de café de fermento

– Misturar tudo no processador de alimentos (exceto as framboesas) e triturar. Quem não tiver pode utilizar varinha mágica.

– Colocar em formas de silicone e cobrir com framboesas.

– Levar ao forno pré-aquecido a 180⁰C cerca de 25 minutos.

Pronto a comer! Normalmente faço vários, guardo numa marmita de vidro no frigorífico e vamos comendo durante a semana. Ora ao pequeno-almoço ora aos lanches 👌

Que vos parece esta receita?! Juntavam mais alguma coisa?! ✌

Até dia 19 há campanha nova na prozis, em que, com o cupão POETENALINHA, além dos 10% de desconto, têm a oferta de uma balança de cozinha na compra de 50€, e na compra de 70€ a oferta da balança de cozinha e pack de frutos secos de 30g (amendoins, nozes, cajus, amêndoas, avelãs). Podem fazer as vossas compras aqui.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

5 truques para uma alimentação saudável em casal

Mas porque é que muitas vezes oiço que não é possível ter uma alimentação saudável quando o(a) seu(sua) parceiro(a) não a tem? Acho que temos de perceber que TODOS temos de ter uma alimentação saudável e não é apenas para um membro da família. 

No início da relação há vários jantares fora (com direito a entradas, prato, sobremesas e bebidas) e quando vão morar juntos, existe a adaptação à mudança e há partilha de refeições.  Claro que as coisas não mudam de um dia para o outro, mas se existir um esforço tudo se consegue!

De certeza que já pensou que a perda de peso, ou até mesmo, o controlo de peso é muito mais fácil quando existe uma ajuda mútua. É importante que tanto um, como outro, percebam a importância de ambos praticarem uma alimentação saudável. Mas claro que isto não significa que de vez em quando não se pise o risco. Tal como todos, se estiverem ao pé de nós a consumir um alimento que adoramos e que não devemos consumir diariamente, é bem mais difícil resistir. Além disso, e não falando apenas de peso, TODOS nós temos de ter uma alimentação saudável.

Não gosto quando muitas vezes me dizem ´mas então vou ter que fazer refeições diferentes para mim´…CLARO QUE NÃO! Era só o que mais faltava! A comida é igual para todos, com algumas diferenças mas nas quantidades… Porque não é porque queremos perder peso, que temos de fazer batatas-fritas, rissóis, croquetes, bacalhau com natas para os que vivem connosco… e porque não? Porque eles também não precisam e só lhes faz mal!

No entanto, nunca se esqueçam que o plano alimentar de cada um tem de ser individualizado, uma vez que as necessidades energéticas variam. Mas, é  importante que partilhem as refeições que realizam em conjunto, ou seja, as refeições são iguais para os dois. E ainda mais importante, perceber que se alguém do casal quer perder peso, o(a) companheiro(a) é fundamental para que esse objetivo seja cumprido e para que exista motivação.

  • Planeiem em conjunto: Falem entre os dois e definam as refeições para durante a semana. É importante que tanto um como outro façam refeições que lhes agrade, ou seja, um de vocês cede hoje, o outro, amanhã. Claro que não é para existiram refeições diferentes na família, pois se tal acontecer, não é sustentável ao longo do tempo.
  • Partilhem a cozinha: Aproveitem para cozinhar em conjunto. Além de ser uma ótima estratégia para partilhar a confeção das refeições, podem aproveitar para conversar e contar como correu o vosso dia. Preparem logo as marmitas e as lancheiras para o dia seguinte enquanto fazem o jantar.
  • Conversem: Se alguém do casal está a tentar perder peso, é fundamental que tal seja explicado ao parceiro.  Pode crer que é muito mais fácil para que este o ajude e incentive ao longo dos dias. Além disso, também pode ser uma boa estratégias para que todos em casa comecem a ter uma alimentação mais saudável. Pode ser que comece a receber mensagens durante o dia a dizer “Já bebeste água?” 🙂
  • Objetivos: Estabeleça objetivos com o(a) seu (sua) companheiro. Se ambos tiverem um objetivo comum, vão ambos querer cumpri-lo. Por exemplo, podem combinar tomar o pequeno-almoço juntos (caso o horário seja coincidente); prepará-lo de véspera ou até enviar fotografias do almoço um ao outro. Além disso, que tal combinarem 3x por semana caminhar a seguir ao jantar? Não façam da chuva o vosso problema, é só arranjarem um impermeável 🙂
  • Jantar fora: É possível! Cada vez mais existem restaurantes com menus saudáveis e que permitem ter uma refeição fora de casa igualmente saudável e saborosa, e além disso, romântica 🙂 Sentem-se e escolham o restaurante em conjunto, de acordo com os vossos gostos e de acordo com o menu. Se um membro do casal quiser uma sobremesa, é importante que exista um incentivo do outro lado para que não seja um doce ou um bolo, mas sim uma peça de fruta ou uma salada de fruta. Se for mesmo impossível, que tal partilharem? Até é mais romântico 🙂

Concordam? Vamos lá incentivar uma alimentação saudável para toda a gente aí em casa 🙂 O mesmo para o exercício! Sou a favor de que o casal pratique exercício físico e que se motiva mutuamente!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

7 truques ESSENCIAS para o ajudar reduzir a quantidade de comida no prato

Quantas vezes comemos demasiado às refeições? Já pensaram nisso? Eu já, e refletindo sobre isso, existem vários truques que nos podem ajudar a diminuir a quantidade de comida no nosso prato. E que, muitas vezes, nem nos apercebemos… Quando falo em reduzir a quantidade de comida no nosso prato, não falo em comer pouco, mas sim, não comer em exagero!

Então vamos lá ver:

Não salte refeições: Se passar o dia a saltar refeições, irá ter muito mais fome às refeições principais e de certeza que irá comer mais quantidade de comida. Além disso, e passado o dia de trabalho, quando chega a casa e “relaxa”, a fome aperta.. o que pode resultar no consumo de diversos alimentos calóricos, ricos em açúcar e em gordura. E não diga que não, porque acontece!

Sopa: Antes das refeições tente comer sempre uma sopa de legumes, isso irá fazer com que diminua a quantidade de comida no prato principal. Além de ser estar cheia de vitaminas e minerais, ajuda a aumentar a saciedade. Já sei que me podem dizer que se comerem sopa antes da refeição não conseguem comer o prato principal, mas não é bem assim! Comem é menos… ! Agora que vos apeteça comer mais do prato principal do que sopa, isso já é outra conversa… 🙂

Nada de pão: Antes de mais, ninguém precisa de pão à refeição. E não vale a pena dizer que é para o marido ou para os filhos, porque se estiver uma refeição apetitosa em cima da mesa, já sei que acaba por ´roubar ´um bocadinho de pão e ir molhar no molho.

Pare e pense: Depois de comer espere um pouco até repetir a refeição. Muitas vezes acabamos por repetir a refeição mais por “vontade de comer” do que por fome. Atenção a isso, faça escolhas conscientes.

Evite os buffets: Se for almoçar fora (como muitas vezes acontece nos dias de trabalho), tente ir a um restaurante com pratos definidos. Se for a um buffet é mais provável que acabe por comer mais, uma vez que lhe apetece provar “quase tudo”. Apesar de também existir buffet de saladas e legumes, acaba por exagerar nos restantes alimentos.

Não deixe os tachos na mesa: Quando as panelas estão mesmo à nossa frente na mesa é muito mais fácil que comamos mais quantidade de comida mesmo sem fome. É sempre o “só mais um bocadinho”.

Legumes e hortícolas: Meio prato! Não há desculpas para não incluir legumes no seu prato. Se no restaurante não vem a acompanhar a refeição, peça à parte. Se vier em pouca quantidade, peça para colocarem mais. Se não comer legumes e/ou hortícolas vai comer mais do resto, e não vale a pena dizer que não.

 

Além disto tudo, eu costumo colocar as refeições em pratos, tigelas ou travessas ditas ´bonitas´ porque fica logo com outro efeito visual… que dá muito mais prazer! Aqui ficam alguns exemplos que escolhi para vocês verem.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

9 estratégias para controlar a TPM

A TPM, pelo menos para mim, descontrola-me toda. E fico tão irritada com isso ahah 🙂 Mas é que é mesmo verdade, sei perfeitamente quando estou nessa fase porque fico com imenso apetite e parece que nunca estou satisfeita! Já para não falar de que só me apetecem doces.

Síndrome pré-menstrual é muitas vezes uma fase complicada para a maioria das mulheres. Por acaso eu não fico irritada (talvez um pouco mais sensível), mas a maioria das mulheres tem vários sintomas como irritação, ansiedade, tristeza… ? Como eu costumo dizer, temos de aceitar isso porque somos assim, ou seja, começar as ´limitações´do nosso corpo e nada mais que isso! Ou seja, perceber de que forma é que podemos lidar com isso e arranjar estratégias para controlar todos os sintomas que temos. E se for preciso um dia fazer a ´tal asneira´façam-na… é a vida! Só têm de saber é que depois ´fecha a loja´!

 

Neste período existe a diminuição do níveis de algumas hormonas, como a seretonina, a qual é responsável por exemplo pelo humor e apetite. Desta forma, é importante ingerir alimentos que contribuam para a sua síntese. Por isso mesmo, pode amenizar os sintomas da TPM através da alimentação, por exemplo através de:

  • Alimentos ricos em magnésio, como sementes, frutos secos (amêndoas e pinhões) e leguminosas  (feijão, lentilhas, ervilhas)
  • Ingerir alimentos ricos em zinco, como por exemplo cavala, sardinha, camarão, carne de vaca, frango e de peixe, fígado, gérmen de trigo, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes.
  • Consumir alimentos ricos em cálcio, como lacticínios e derivados, bem como, brócolos, couve galega e rúcula.
  • Vitamina C: laranja, kiwi, couve portuguesa, couve-lombarda, brócolos, couve de bruxelas.

Não consuma alimentos ricos em sal, uma vez que potencia a retenção de líquidos, tão frequente nesta época. Além disso, e como sempre, pode optar por substituir o sal na sua alimentação por ervas aromáticas e especiarias.

Além disso, é fundamental que para que, para controlar a sua fome ao longo do dia:

  • Faça várias refeições, não passando muitas horas sem comer;
  • Realize lanches que contribuam para a sua saciedade, e não apenas uma peça de fruta ou um ´iogurtinho´;
  • Andar sempre com a marmita atrás para levar vários alimentos que podem servir para os lanches;
  • Comer sempre sopa ao almoço e ao jantar,  seguido de prato principal (Senão a fome ao fim-da-tarde aperta);

Sendo frequente a vontade de doces nesta altura, é importante que o consigamos fazer mas sem qualquer “peso na consciência” de estarmos a fugir à nossa alimentação saudável. Claro que pode sempre tentar fazer opções mais saudáveis, e por isso mesmo veja alguns exemplos:

  • Frutos secos + 1 quadrado de chocolate derretido por cima
  • Panqueca de alfarroba + 1 colher de chá de mel
  • Banana aquecida com canela
  • Bolo de pera (Receita aqui), e pode acompanhar por exemplo com chocolate preto derretido

Além disso, não se esqueça das regras principais de uma alimentação saudável, fundamentais a que consiga controlar o seu dia alimentar. Além disso, a prática de exercício ajuda imenso também, tanto na sua energia ao longo do dia, como a controlar a irritação que muitas vezes é comum… ou seja, ao seu bem-estar! Nem que seja uma pequena caminhada.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

10 ideias de jantares para a sua semana

Pois bem… uma das grandes dificuldades da maioria das pessoas passa pelo jantar. Ora porque não tem nada preparado, ora porque não tem tempo, ou apenas não tem paciência. E eu compreendo perfeitamente, pois com a correria do dia-a-dia e com os horários que muitas vezes tempos, é difícil. No entanto, quando queremos ter uma alimentação saudável é fundamental fazê-lo para que o jantar não passe despercebido e se acabe por comer um ´paozinho´ou uns ´ cereais´, que não são de todo os alimentos adequados! Por isso mesmo, e para vos ajudar, aqui ficam várias ideias para porem em prática.

Como podem ver pelas imagens em baixo, são sempre coisas muito simples de fazer, garanto. O mais importante é mesmo terem os ingredientes em casa porque depois é só ter imaginação para fazer as refeições. Além disso, quando faço uma receita, faço sempre em grande quantidade para me dar para mais dias. Pelo menos para dar para o jantar e o almoço do dia seguinte, mas normalmente até dá para vários almoços. O mesmo se passa com os legumes: quando faço, faço mesmo muito para sobrar! Só assim é que consigo manter a alimentação que quero ao longo dos dias, pois os horários por vezes não são fáceis. Já fiz uma publicação sobre como ter um jantar saudável quando chegamos tarde a casa, e podem ver aqui várias dicas para vos ajudar.

Além disso, o importante é também terem os recipientes para guardarem as refeições, e também para as levarem para o trabalho. Parece que não, mas ter um recipiente de vidro que seja bem vedado faz diferença para ir na lancheira.

 

Espetadas de peru com legumes estufados e salada de abacate, tomate, pimento e beterraba

 

Salmão grelhado com couves salteadas e tomate seco

(foi cortar as couves em pedaços pequenos e como fazemos tomate seco em casa, foi adicionar com azeite e deixar saltear. Fica uma maravilha)

 

 

Bifes de peru grelhados com brócolos cozidos, pimento e abacate temperado com vinagre balsâmico

 

 

Quiche Low Carb de peru (receita aqui)

 

Frittata de batata-doce e espinafres (receita aqui)

 

Hambúrguer de espinafres e cenoura (receita aqui), com batata-doce no forno (receita aqui) e legumes salteados

 

Ovo escalfado com legumes 

(Juntar cebola, alho, espinafres, coentros, azeite e pimento.

Deixar refogar e juntar por fim batata-doce e brócolos que já estavam cozidos de ontem… Por fim, um ovo)

 

Frango guisado com legumes na wok (receita aquie batata-doce cozida

(Normalmente coloco cebola, alho e um bocadinho de vinho ou de água e o frango no tacho e deixo cozinhar)

 

Pescada (tipo caldeirada) com arroz de tomate e legumes na wok (receita aqui)

(Foi só colocar pimento, tomate, azeite e água e deixar refogar. Colocar a pescada e deixar cozinhar)

 

Pargo assado no forno (receita aqui)

 

Espero que tenham gostado, que vos tenha ajudado, que partilhem e que comentem!!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

, , ,

Ano Novo, Vida Nova… SERÁ?!

Quem é que de vocês nunca pensou “Ano Novo, Vida Nova”? Quem é não começa logo a pensar em novos projetos, em novos objetivos, em mudanças tanto a nível pessoal como profissional?

Não começam a pensar que vão ter mais cuidado com a alimentação? Que vão começar a ir ao ginásio ou a fazer desporto? Que vão poupar dinheiro? Que vão viajar? Acho ótimo! Eu também costumo escrever os meus objetivos, tanto a nível profissional como pessoal e colo com fita-cola na parede do escritório para olhar todos os dias para eles. E sabem, muitas vezes olho e vejo que alguns foram ficando esquecidos, mas o que importa é que outros foram cumpridos!

Para quem quer começar a ter uma alimentação mais saudável em 2019, no dia 19 de janeiro vou estar a dar um workshop com o tema ´Guia para uma alimentação saudável´. Neste workshop irei falar sobre como deve ser o nosso dia-a-dia, que escolhas devemos fazer diariamente, que opções devemos tomar perante uma panóplia de produtos, que cuidados devemos ter ao analisar rótulos alimentares e vamos terminar com a confeção de diversas receitas. No fim, temos a degustação de tudo o que preparámos! Para quem muitas vezes tem dúvidas sobre como começar a ter uma alimentação saudável, quais os primeiros passos, quais as primeiras trocas a fazer no dia-a-dia, quais as escolhas corretas no supermercado e de que forma devemos cozinhar… é sobre isso tudo que vamos falar no workshop! Podem ver todas as informações aqui.

A grande questão é quando o ano vai passando e os objetivos vão ficando esquecidos… E aqui, na minha opinião, tem de existir um comprometimento da vossa parte com vocês mesmos! Não faz sentido estarmos super motivados em janeiro de 2020 e depois esquecer isso tudo! Porque se realmente quisermos e tivermos motivação conseguimos! Eu comecei a correr em Janeiro de 2015 (um dos objetivos definidos para esse ano era começar a fazer desporto, e como vêem agora, ainda continuo) 🙂

No caso da perda de peso, isto acontece muito! É um dos objetivos de muitas pessoas no início do ano, mas depois com o passar do tempo, lá se vai…E sabem porque é que isso acontece? Porque na realidade vocês têm de perceber que têm de mudar! Que têm realmente de querer mudar, para sempre! E com isto não quero dizer que tem de ser um sacrifício e que têm de passar fome, como na maioria das vezes se ouve por aí. Apenas têm de fazer alterações e adaptações na sua alimentação, consoante o seu dia-a-dia e as suas preferências. Por isso mesmo, esqueça a palavra dieta e lembre-se do real obejtivo… começar a ter uma ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL que o levará a perder peso, para SEMPRE!

GENTE, não há milagres! Mesmo que percam 10kg com a dieta xpto, se voltarem aos hábitos antigos, se voltarem a ingerir uma maior quantidade de energia durante o dia do que a que gastam, vão aumentar novamente de peso.

Além disso, o que me faz sentido é que todos tenhamos uma alimentação saudável, todos sem excepção. Todos temos a mania de dizer “há tanta gente magrinha que pode comer o que quiser, que inveja”! ERRADO! Ser magrinho não significa ser saudável, e aí está a diferença.

Se quer perder peso, não tente fazê-lo sozinho, mas sim com a ajuda de um profissional de nutrição. É importante que tenha um plano alimentar de acordo com as suas preferências, um profissional de nutrição disponível e que esteja pronto para o ajudar e motivar… que estejam juntos no percurso que é a mudança e alteração de comportamentos alimentares… Não perca peso de qualquer forma, não faça dietas malucas! O mesmo se diz para se quiser começar a ser mais saudável, se quiser começar a comer melhor ou se tiver alguma doença em que faça sentido fazer alterações alimentares para a sua melhoria.

Se quer começar no ginásio, não comece 7 dias por semana! Isso vai ser sol de pouca dura…! Comece por definir na agenda que vai 3 dias por semana, escreva a vermelho para não passar despercebido! Compre roupa com que se sinta bem! Coloque músicas no seu telefone, e avance! Não me digam que está frio e que está a chover.. é verdade que está, mas eu também já fui comprar calças e uma camisola térmica por causa disso mesmo!

Quando se sentir desmotivado passe pelo Põe-te na linha, veja as dicas e ideias que temos para partilhar consigo. Envie mensagens ou deixe comentários, tire dúvidas e peça ideias 🙂

Mas…Acredite em si! Porque consegue!

E já sabe, se precisar de ajuda quanto à sua alimentação e quiser marcar uma consulta de nutrição, pode enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

AS NOSSAS COMPRAS SEMANAIS

COMPRAS SEMANAIS: Já tínhamos definido que fazíamos as nossas compras durante a semana para não perder nem o sábado nem o domingo 🤦‍♀️ Com as festividades todas ficámos meio desorganizados, o que resultou numa ida ao @lidlportugal hoje 🤨

Verduras e legumes gostamos de comprar aqui na mercearia do pé de casa. O peixe compramos na peixaria Celas&Fernandes em Alvalade e recomendo vivamente. A carne, já arranjámos um talho em que encomendamos e entregam em casa 👌 Os restantes, nas minhas voltinhas diárias com o Vasco, aproveito para comprar 🛒

Cá em casa não podem faltar flocos de aveia, iogurtes naturais sólidos e magros líquidos, queijo fresco, ovos, legumes congelados, frescos e prontos a usar, atum, bifes de frango/peru, salmão, fruta e frutos secos ✌ Por aí, o que é que não vos pode faltar?! E como a vida de pais é assim… o Vasco adormeceu na ida às compras, então andámos a caminhar de um lado para o outro para ele fazer a sua sesta! Ou seja, foram 1h10 de caminhada ahah 😅 sempre dá para pôr a conversa em dia e para namorar um bocadinho, já que agora o tempo a dois é mais reduzido ❤

Tudo pronto para mais uma semana?! Eu admito que estou cansada ahah mas nada que umas horas de sono não resolva 😘

Se quiserem ver publicações sobre este assunto, deixo-as aqui:

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

6 dicas para compensar os excessos alimentares de final do ano

No Natal e na passagem de ano os excessos alimentares são frequentes. E muitas vezes com a chegada do ano novo, associado às resoluções para o próximo ano, queremos recuperar os excessos alimentares e ser mais saudáveis. Por isso mesmo… Muitas vezes pensamos: “Agora tenho de compensar durante a semana”, pensamento este errado! O que tem de fazer é começar e manter a sua alimentação saudável!

No dia 19 de janeiro vai haver um workshop com o tema ´Guia para uma alimentação saudável´e estou à vossa espera! Podem ver todas as informações aqui e inscrever-se através de mariagama@poetenalinha.pt.

  • Fraccione as refeições: Planeie as suas refeições: Deixe as refeições principais pensadas de véspera e leve sempre os seus lanches para o trabalho. Não passe mais de 3h sem comer. Tem dúvidas do que pode fazer ao pequeno-almoço? Veja aqui. Nos lanches da manhã e da tarde? Veja aqui. Cereais integrais, lactícineos, frutas, frutos secos, gelatina, ovo cozido são alguns exemplos.
  • Não tenha um défice energético, através de uma redução repentina de calorias (ou seja, não passe o dia a comer sopa ou a comer saladas). Faça refeições completas, equilibradas e variadas. Precisa de ideias de refeições para levar para o trabalho? Pode ver aqui. Se passar o dia todo sem comer chega ao fim da tarde/noite cheio de fome e acaba por fazer vários erros alimentares, se calhar sem se aperceber.
  • Não elimine os hidratos de carbono, pois muitas vezes acaba o dia cheio de fome e aí sim, acaba por comer o que não deve (se tem dúvidas quanto às quantidades, consulte um profissional de nutrição). Pode apenas fazer uma redução, desde que controlado. Pode optar por um jantar mais leve, como por exemplo: sopa de legumes + carne/peixe acompanhado com uma grande variedade de vegetais.
  • Faça uma seleção dos alimentos que deve consumir (deixe de lado alimentos com elevado teor em gordura e açúcares). Prefira carnes brancas, peixe, pão ou cereais integrais, iogurtes magros ou naturais, fruta, legumes, verduras. Massa, arroz ou batata doce para acompanhar as refeições. E leguminosas? Gosta? Feijão, grão, ervilhas, também são uma boa ideia.
  • Aposte na hidratação: É importante que potencie o consumo de água no dia a dia. Se não aprecia água pode aromatizar a água com fruta ou então optar por chás frios. Se é daquelas pessoas que se esquece de beber água, coloque alarmes para o relembrar.
  • Exercício físico: Não há desculpas para não o fazer. Nem que sejam 30 minutos a caminhar já é um bom começo. Organize a sua semana no sentido de conseguir fazê-lo, antes ou depois do trabalho. Na semana passada definir fazer 3x por semana exercício e fiz, é o importante: definirem os vossos objetivos e colocarem na agenda. Como costumo dizer, e para quem ainda não tem esse hábito, acho importante terem a roupa adequada para isso, uma vez que faz a diferença para que se sintam bem.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, ,

7 PRIMEIROS PASSOS PARA TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL EM 2020

Ano Novo, Hábitos novos! Vamos lá tornar o ano de 2020 … o ANO! O ano das mudanças para sermos mais saudáveis! No dia 19 de janeiro vai haver um workshop com o tema ´Guia para uma alimentação saudável´e estou à vossa espera! Podem ver todas as informações aqui e inscrever-se através de mariagama@poetenalinha.pt.

Para muitas pessoas a ideia de ter uma alimentação saudável  é um sacrifício! Mas pelo contrário, ter uma alimentação saudável é muito simples, basta perceber como fazer escolhas acertadas. Basta começar a fazer alterações na sua rotina diária, por mais pequenas que sejam, e vai ver que é mais fácil do que imagina. Ter uma alimentação saudável não é difícil, tudo depende de si e do sentido que um estilo de vida saudável faz na sua vida!

A maioria das vezes, quem quer perder peso começa por diminuir drasticamente as calorias que consome, em vez de começar por perceber que tipo de calorias consome. A nossa alimentação tem de ser equilibrada e por isso mesmo, ter presente diariamente: hidratos de carbono, proteínas e gordura… Mas sim, com conta, peso e medida.

  • Cuidado com as promoções. Lá porque alguns produtos estão em promoção não tem de os comprar. E por isso mesmo, não se esqueça de levar uma lista de compras, e se ajudar ainda mais, o dinheiro contado. Batatas fritas, bolachas, bolos, croassaints, donuts, todos estes alimentos têm de ficar no supermercado! Por vezes eu até refiro ´se não comprar o que está em promoção, ainda gasta menos dinheiro´… 🙂
  • Exagere nas frutas e legumes que compra (certifique-se que chegam pelo menos para a semana inteira). Prefira os frescos. No entanto, pode ter sempre em casa alguns legumes congelados para as emergências, pois não há desculpas para não existir legumes a acompanhar as suas refeições. Faça cozidos ou estufados e encha bem o prato ao almoço e ao jantar. Podem ver várias receitas para cozinhar legumes, aqui. 
  • Deixe o pão branco na prateleira. Não pense em trazer “apenas um”, que está mesmo quentinho, para aquele dia. Opte por pão de sementes, integral ou escuro. Além disso, deixe o pão de lado às refeições principais. Já experimentou flocos de aveia? Uma ótima opção para o pequeno-almoço e snacks: Coloque já na lista de compras da próxima semana.
  • Lacticínios naturais ou magros: Perca tempo a ler os rótulos e claro, a ver que tipo de produto mais gosta. Quanto aos iogurtes, deixe os de pedaços de lado. Exemplos: iogurtes magros naturais ou de aromas; vaca que ri light; leite magro; philadelphia light; queijo fresco.
  • Utilize azeite para os temperos e para cozinhar (se ajudar, compre um pulverizador para controlar a quantidade). Dicas para cozinhar com menos gordura, aqui.
  • Bolachas? Bolachas de arroz, milho, marinheiras ou sésamo. Acha que não têm sabor? Acompanhe com queijo fresco ou 1 fatia de fiambre de peru ou 1 peça de fruta. Se precisa de ideias para lanches, pode ver aqui. 
  • Beba água. Se não lhe apetece porque os dias têm estado frios, opte por chás ou Infusões (mas claro, sem açúcar). Tem mesmo de fazer um esforço para beber líquidos. Se se esquece, comece por beber um copo de água/chá sempre antes e depois de cada refeição.

Além disso, a prática de exercício físico é fundamental. Para quem não gosta, podem ver algumas dicas aqui para se motivarem. A minha roupa de exercício é maioritariamente da prozis, e podem vê-la aqui. Com o cupão POETENALINHA têm 10% de desconto. Para mim, ter roupa de exercício bonita e confortável não é ser fútil… é sim, sentir-me bem !

Claro que é importante que tenha atenção às quantidades e por isso mesmo, se tiver dúvidas consulte o seu Nutricionista. Varie a sua alimentação: As suas escolhas alimentares influenciam a sua disposição, o seu peso e ainda mais importante, a sua saúde! Em consulta tento sempre ajudar as pessoas a fazerem as escolhas alimentares mais corretas, de forma a atingirem o seu objetivo.

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, , ,

5 truques para controlar a vontade de comer sobremesas na Passagem de Ano

Pois bem, a minha maior dificuldade (sim, eu também as tenho), são as sobremesas. Eu sou mais de doces do que de salgados e acaba por ser um desafio quando as tenho à minha frente e tento resistir. No entanto, já há algum tempo que tenho vindo a fazer um trabalho nesse sentido, e o mais engraçado, é que tem resultado. Eu sei bem o que é estar com imensas sobremesas ao nosso lado e apetecer comer uma grande quantidade. Então agora vamos lá falar de alguns truques que vou aplicando:

 

FRACCIONAR REFEIÇÕES: Podem achar que não, mas estar bem ´comido´faz toda a diferença. Ou seja, fazer as refeições todas desde manhã até à hora de almoço/jantar faz toda a diferença. Porquê? Porque não chegamos esfomeados!! Se eu for cheia de fome para um jantar em que vai haver sobremesa é bem mais fácil que queira a sobremesa do que se estiver controlada. Por isso mesmo tentem fazer isso!! No dia 30 e 31 têm de fazer todas as refeições, não saltando nenhuma!

 

COMER BEM: Quem gosta muito de sobremesas de certeza que deve saber isto: Ah… vou comer pouco à refeição para depois tirar a barriga da miséria nas sobremesas! Adivinhei ou não? Hoje em dia eu faço questão de comer muito bem na refeição que está à minha frente de forma a que depois não consiga mesmo comer muitas sobremesas e em quantidades exageradas. Tentem fazer o mesmo, pois mesmo que queiram, não vão conseguir comer, ou seja, já vos vai estar a ajudar 🙂

 

LEVANTAR-SE: Podem rir-se de mim, mas é verdade! Por vezes levanto-me e vou arrumar a loiça por exemplo. Desta forma consigo não ficar a olhar para todas as sobremesas que estão em cima da mesa. Além disso, há imensas vezes que nós só comemos a sobremesa porque está mesmo a olhar para nós e não porque gostamos, é só mesmo porque sim. E essas não valem mesmo nada a pena.

 

PILOTO AUTOMÁTICO: Se não é para ser, não é! Ou seja, defino muito bem na minha cabeça como é que vai ser a minha semana e se há jantares pelo meio e ´quando´ é que me faz sentido optar por este tipo de alimentos. E digo-vos já, dá-me muito mais prazer ao fim-de-semana, ao pé da minha família e/ou amigos, do que durante a semana só porque sim. No entanto, não é só porque é fim-de-semana que o faço! Por isso mesmo, nestes dias de natal, pensem o que é que vos faz sentido comer e não comam só porque sim. Valorizem esse momento, desfrutem e saboreiem.

 

EXERCÍCIO: E vocês perguntam, o que é que isso tem a ver? Tem, e não é pouco! Quando vou fazer exercício fico com mais energia, mais bem disposta e com menos vontade das tais asneiras. Só nos faz bem e na minha opinião não há desculpas para não fazerem nem que seja uma caminhada no dia 30 e/ou 31… não há tempo?!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!