, , ,

MUFFINS DE ABÓBORA

Os muffins que safam as nossas manhãs 🤗 A alvorada aqui em casa é numa tentativa de não fazer barulho, de comer sentados à mesa e de não ter muito que fazer 😅 Pegar, aquecer e comer… É mais ou menos isso 👌

Primeiro, porque está frio e apetece um pequeno-almoço reconfortante e quentinho. Segundo, porque abrir o frigorífico e ter tudo pronto dá um jeitão! Terceiro, porque adoro começar a manhã com muffins, queques ou panquecas 😅 Sua gulosa, Maria Gama 😅

Mais uma receita que não tem nada que saber e que fazem num instante. Guardem lá a receita e quem sabe, experimentem este fim-de-semana ✌

– 130g de abóbora crua

– 100g de farinha de aveia

– 2 ovos

– Sumo de 1 laranja

– Framboesas

– 1 colher de sobremesa de manteiga de amendoim (uso a da prozis, esta)

– 1 colher de café de fermento

– Misturar tudo no processador de alimentos (exceto as framboesas) e triturar. Quem não tiver pode utilizar varinha mágica.

– Colocar em formas de silicone e cobrir com framboesas.

– Levar ao forno pré-aquecido a 180⁰C cerca de 25 minutos.

Pronto a comer! Normalmente faço vários, guardo numa marmita de vidro no frigorífico e vamos comendo durante a semana. Ora ao pequeno-almoço ora aos lanches 👌

Que vos parece esta receita?! Juntavam mais alguma coisa?! ✌

Até dia 19 há campanha nova na prozis, em que, com o cupão POETENALINHA, além dos 10% de desconto, têm a oferta de uma balança de cozinha na compra de 50€, e na compra de 70€ a oferta da balança de cozinha e pack de frutos secos de 30g (amendoins, nozes, cajus, amêndoas, avelãs). Podem fazer as vossas compras aqui.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

Vem daí e agarra este desafio

Vem daí e agarra este desafio 💪 Ao partilhar a minha corrida de 7km (finalmente, depois de mais de um ano), recebi imensas mensagens com os vossos treinos e adorei 🤗

Às vezes somos tão exigentes connosco que achamos que para fazer alguma coisa temos de ir puxar ferro para o ginásio, temos de ir 7x por semana e já agora 2 horas, no mínimo 😅 Malta, o importante É FAZER!
Comecei a praticar exercício APENAS há 5 anos e como devem imaginar, comecei por correr 100m, 200m…1Km…2Km…3Km… não foi de um dia para o outro que fui aos 10km ou aos 20km. Depois disso, quando engravidei tive de deixar a corrida de lado e dedicar-me às caminhadas… O que para mim foi um sacrifício! Podia ter optado pelo caminho mais fácil, render-me à tristeza e ter deixado o exercício de lado, já que pelo que se ouve por aí é ‘caminhar não serve de nada’! Mas não… porque para mim o mais importante é fazer alguma coisa!
Definam na vossa agenda os treinos, as caminhadas, ou as corridas. Definam o que conseguem fazer: subir escadas, saltar à corda, caminhar à volta do quarteirão, nadar, fazer agachamentos… Definam o que para VOCÊS é viável e fazivel, consoante o vosso dia-a-dia. Se para vocês for uma motivação, partilhem comigo o que vão conseguindo fazer. Isto porque para mim, quando tenho alguém do outro lado a acompanhar-me ou a treinar comigo, a motivação aumenta 💪

Apesar disso, o compromisso não é comigo, mas sim com vocês mesmos! O meu objetivo semanal é treinar 4x semana… Mas isto é o MEU objetivo, porque é o que consigo fazer hoje em dia. Antes treinava todos os dias, mas agora devido a toda a logística é impensável. Não me tenham como exemplo! Cada um faz o que faz e o que conseguir fazer!
Alinham?! Partilhem os treinos com o #treinopoetenalinha, identifiquem @poetenalinha ou se não quiserem partilhar, enviem-me por mensagem privada ✌✌

, ,

5 truques para uma alimentação saudável em casal

Mas porque é que muitas vezes oiço que não é possível ter uma alimentação saudável quando o(a) seu(sua) parceiro(a) não a tem? Acho que temos de perceber que TODOS temos de ter uma alimentação saudável e não é apenas para um membro da família. 

No início da relação há vários jantares fora (com direito a entradas, prato, sobremesas e bebidas) e quando vão morar juntos, existe a adaptação à mudança e há partilha de refeições.  Claro que as coisas não mudam de um dia para o outro, mas se existir um esforço tudo se consegue!

De certeza que já pensou que a perda de peso, ou até mesmo, o controlo de peso é muito mais fácil quando existe uma ajuda mútua. É importante que tanto um, como outro, percebam a importância de ambos praticarem uma alimentação saudável. Mas claro que isto não significa que de vez em quando não se pise o risco. Tal como todos, se estiverem ao pé de nós a consumir um alimento que adoramos e que não devemos consumir diariamente, é bem mais difícil resistir. Além disso, e não falando apenas de peso, TODOS nós temos de ter uma alimentação saudável.

Não gosto quando muitas vezes me dizem ´mas então vou ter que fazer refeições diferentes para mim´…CLARO QUE NÃO! Era só o que mais faltava! A comida é igual para todos, com algumas diferenças mas nas quantidades… Porque não é porque queremos perder peso, que temos de fazer batatas-fritas, rissóis, croquetes, bacalhau com natas para os que vivem connosco… e porque não? Porque eles também não precisam e só lhes faz mal!

No entanto, nunca se esqueçam que o plano alimentar de cada um tem de ser individualizado, uma vez que as necessidades energéticas variam. Mas, é  importante que partilhem as refeições que realizam em conjunto, ou seja, as refeições são iguais para os dois. E ainda mais importante, perceber que se alguém do casal quer perder peso, o(a) companheiro(a) é fundamental para que esse objetivo seja cumprido e para que exista motivação.

  • Planeiem em conjunto: Falem entre os dois e definam as refeições para durante a semana. É importante que tanto um como outro façam refeições que lhes agrade, ou seja, um de vocês cede hoje, o outro, amanhã. Claro que não é para existiram refeições diferentes na família, pois se tal acontecer, não é sustentável ao longo do tempo.
  • Partilhem a cozinha: Aproveitem para cozinhar em conjunto. Além de ser uma ótima estratégia para partilhar a confeção das refeições, podem aproveitar para conversar e contar como correu o vosso dia. Preparem logo as marmitas e as lancheiras para o dia seguinte enquanto fazem o jantar.
  • Conversem: Se alguém do casal está a tentar perder peso, é fundamental que tal seja explicado ao parceiro.  Pode crer que é muito mais fácil para que este o ajude e incentive ao longo dos dias. Além disso, também pode ser uma boa estratégias para que todos em casa comecem a ter uma alimentação mais saudável. Pode ser que comece a receber mensagens durante o dia a dizer “Já bebeste água?” 🙂
  • Objetivos: Estabeleça objetivos com o(a) seu (sua) companheiro. Se ambos tiverem um objetivo comum, vão ambos querer cumpri-lo. Por exemplo, podem combinar tomar o pequeno-almoço juntos (caso o horário seja coincidente); prepará-lo de véspera ou até enviar fotografias do almoço um ao outro. Além disso, que tal combinarem 3x por semana caminhar a seguir ao jantar? Não façam da chuva o vosso problema, é só arranjarem um impermeável 🙂
  • Jantar fora: É possível! Cada vez mais existem restaurantes com menus saudáveis e que permitem ter uma refeição fora de casa igualmente saudável e saborosa, e além disso, romântica 🙂 Sentem-se e escolham o restaurante em conjunto, de acordo com os vossos gostos e de acordo com o menu. Se um membro do casal quiser uma sobremesa, é importante que exista um incentivo do outro lado para que não seja um doce ou um bolo, mas sim uma peça de fruta ou uma salada de fruta. Se for mesmo impossível, que tal partilharem? Até é mais romântico 🙂

Concordam? Vamos lá incentivar uma alimentação saudável para toda a gente aí em casa 🙂 O mesmo para o exercício! Sou a favor de que o casal pratique exercício físico e que se motiva mutuamente!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

7 truques ESSENCIAS para o ajudar reduzir a quantidade de comida no prato

Quantas vezes comemos demasiado às refeições? Já pensaram nisso? Eu já, e refletindo sobre isso, existem vários truques que nos podem ajudar a diminuir a quantidade de comida no nosso prato. E que, muitas vezes, nem nos apercebemos… Quando falo em reduzir a quantidade de comida no nosso prato, não falo em comer pouco, mas sim, não comer em exagero!

Então vamos lá ver:

Não salte refeições: Se passar o dia a saltar refeições, irá ter muito mais fome às refeições principais e de certeza que irá comer mais quantidade de comida. Além disso, e passado o dia de trabalho, quando chega a casa e “relaxa”, a fome aperta.. o que pode resultar no consumo de diversos alimentos calóricos, ricos em açúcar e em gordura. E não diga que não, porque acontece!

Sopa: Antes das refeições tente comer sempre uma sopa de legumes, isso irá fazer com que diminua a quantidade de comida no prato principal. Além de ser estar cheia de vitaminas e minerais, ajuda a aumentar a saciedade. Já sei que me podem dizer que se comerem sopa antes da refeição não conseguem comer o prato principal, mas não é bem assim! Comem é menos… ! Agora que vos apeteça comer mais do prato principal do que sopa, isso já é outra conversa… 🙂

Nada de pão: Antes de mais, ninguém precisa de pão à refeição. E não vale a pena dizer que é para o marido ou para os filhos, porque se estiver uma refeição apetitosa em cima da mesa, já sei que acaba por ´roubar ´um bocadinho de pão e ir molhar no molho.

Pare e pense: Depois de comer espere um pouco até repetir a refeição. Muitas vezes acabamos por repetir a refeição mais por “vontade de comer” do que por fome. Atenção a isso, faça escolhas conscientes.

Evite os buffets: Se for almoçar fora (como muitas vezes acontece nos dias de trabalho), tente ir a um restaurante com pratos definidos. Se for a um buffet é mais provável que acabe por comer mais, uma vez que lhe apetece provar “quase tudo”. Apesar de também existir buffet de saladas e legumes, acaba por exagerar nos restantes alimentos.

Não deixe os tachos na mesa: Quando as panelas estão mesmo à nossa frente na mesa é muito mais fácil que comamos mais quantidade de comida mesmo sem fome. É sempre o “só mais um bocadinho”.

Legumes e hortícolas: Meio prato! Não há desculpas para não incluir legumes no seu prato. Se no restaurante não vem a acompanhar a refeição, peça à parte. Se vier em pouca quantidade, peça para colocarem mais. Se não comer legumes e/ou hortícolas vai comer mais do resto, e não vale a pena dizer que não.

 

Além disto tudo, eu costumo colocar as refeições em pratos, tigelas ou travessas ditas ´bonitas´ porque fica logo com outro efeito visual… que dá muito mais prazer! Aqui ficam alguns exemplos que escolhi para vocês verem.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , ,

Pudim de aveia e maçã

Olha olha, um pudim de aveia e maçã bem fácil de fazer e que pode servir para todos aí de casa. Ora para o pequeno-almoço, lanche ou até sobremesa! Que tal? Vamos experimentar! Fácil de fazer, como eu gosto e bem saboroso 🙂

Ingredientes:

  • 4 colheres de sopa de flocos de aveia;
  • 1 colher de sopa de farelo de trigo;
  • 2 maçãs cozidas;
  • 3 colheres de sopa do sumo de maçã cozida;
  • 1 colher de café de mel;
  • 2 ovos inteiros;
  • Canela em pó q.b.

Modo de Preparação e Confeção:

  • Pré-aqueça o forno a 180ºC;
  • Junte todos os ingredientes descritos anteriormente num recipiente e triture com a varinha mágica ou num liquificador;
  • Coloque o preparado anterior nos recipientes (próprios para ir ao forno) e leve ao forno cerca de 20minutos;
  • Se gostar, coloque canela por cima de cada pudim.

Como sabem, sou fã de loiças e tento sempre que o empratamento fique de ´comer e chorar e por mais´.

Pronto a servir!

Comentem e partilhem, vamos lá! 🙂

Aproveito para dizer que há nova campanha da prozis. Além dos 10% de desconto com o cupão POETENALINHA, em compras de 50€ têm a oferta de uma balança de cozinha. Em compras de 70€ têm a oferta de uma balança de cozinha e pack de 30g de amêndoas, avelãs, nozes, cajus e amendoins 👉 Podem fazer as vossas compras aqui: prozis.com/2rQk

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

9 estratégias para controlar a TPM

A TPM, pelo menos para mim, descontrola-me toda. E fico tão irritada com isso ahah 🙂 Mas é que é mesmo verdade, sei perfeitamente quando estou nessa fase porque fico com imenso apetite e parece que nunca estou satisfeita! Já para não falar de que só me apetecem doces.

Síndrome pré-menstrual é muitas vezes uma fase complicada para a maioria das mulheres. Por acaso eu não fico irritada (talvez um pouco mais sensível), mas a maioria das mulheres tem vários sintomas como irritação, ansiedade, tristeza… ? Como eu costumo dizer, temos de aceitar isso porque somos assim, ou seja, começar as ´limitações´do nosso corpo e nada mais que isso! Ou seja, perceber de que forma é que podemos lidar com isso e arranjar estratégias para controlar todos os sintomas que temos. E se for preciso um dia fazer a ´tal asneira´façam-na… é a vida! Só têm de saber é que depois ´fecha a loja´!

 

Neste período existe a diminuição do níveis de algumas hormonas, como a seretonina, a qual é responsável por exemplo pelo humor e apetite. Desta forma, é importante ingerir alimentos que contribuam para a sua síntese. Por isso mesmo, pode amenizar os sintomas da TPM através da alimentação, por exemplo através de:

  • Alimentos ricos em magnésio, como sementes, frutos secos (amêndoas e pinhões) e leguminosas  (feijão, lentilhas, ervilhas)
  • Ingerir alimentos ricos em zinco, como por exemplo cavala, sardinha, camarão, carne de vaca, frango e de peixe, fígado, gérmen de trigo, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes.
  • Consumir alimentos ricos em cálcio, como lacticínios e derivados, bem como, brócolos, couve galega e rúcula.
  • Vitamina C: laranja, kiwi, couve portuguesa, couve-lombarda, brócolos, couve de bruxelas.

Não consuma alimentos ricos em sal, uma vez que potencia a retenção de líquidos, tão frequente nesta época. Além disso, e como sempre, pode optar por substituir o sal na sua alimentação por ervas aromáticas e especiarias.

Além disso, é fundamental que para que, para controlar a sua fome ao longo do dia:

  • Faça várias refeições, não passando muitas horas sem comer;
  • Realize lanches que contribuam para a sua saciedade, e não apenas uma peça de fruta ou um ´iogurtinho´;
  • Andar sempre com a marmita atrás para levar vários alimentos que podem servir para os lanches;
  • Comer sempre sopa ao almoço e ao jantar,  seguido de prato principal (Senão a fome ao fim-da-tarde aperta);

Sendo frequente a vontade de doces nesta altura, é importante que o consigamos fazer mas sem qualquer “peso na consciência” de estarmos a fugir à nossa alimentação saudável. Claro que pode sempre tentar fazer opções mais saudáveis, e por isso mesmo veja alguns exemplos:

  • Frutos secos + 1 quadrado de chocolate derretido por cima
  • Panqueca de alfarroba + 1 colher de chá de mel
  • Banana aquecida com canela
  • Bolo de pera (Receita aqui), e pode acompanhar por exemplo com chocolate preto derretido

Além disso, não se esqueça das regras principais de uma alimentação saudável, fundamentais a que consiga controlar o seu dia alimentar. Além disso, a prática de exercício ajuda imenso também, tanto na sua energia ao longo do dia, como a controlar a irritação que muitas vezes é comum… ou seja, ao seu bem-estar! Nem que seja uma pequena caminhada.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

,

Puré de batata-doce

Ora pois bem… estava a fazer o jantar e tinha batata-doce cozida na marmita. Pensei ´vamos la fazer alguma coisa de diferente´ para acompanhar o salmão e para ter uma receita nova para vocês. É mesmo mesmo fácil de fazer e garanto-vos que dá logo um sabor diferente à vossa refeição! É destas coisas que um estilo de vida saudável precisa, de forma a não se cansarem das refeições. Vejam como é fácil.

Ingredientes:

  • Batata-doce cozida sem casca (330g)
  • Bebida vegetal (50ml)

Modo de preparação e confeção:

  • Coloque a batata-doce no processador de alimentos (para quem não tem, pode fazê-lo com a varinha mágica) e triture até obter uma mistura homogénea. Eu adicionei um pouco de bebida vegetal para ajudar a ficar mais cremoso, e ficou ótimo!

Já viram como não tem ciência nenhuma? 🙂 Depois já sabem, é só acompanhar as vossas refeições com esta maravilha!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

3 TRUQUES PARA FACILITAR A VIDA NA COZINHA

Esta é a nossa cozinha, o sítio onde organizo e preparo as nossas refeições. Reparem no pormenor, à esquerda, das folhas coladas na pedra para ir escrevendo as minhas receitas 😅 mesmo à desenrasca 😁

Ora começa o dia arrumada, ora passa a desarrumada depois das refeições e sem tempo para pôr a loiça na máquina, ora acaba arrumada ao fim do dia 😅 É tudo uma incógnita ahah

Hoje partilho com vocês alguns truques que uso para me ajudar nas refeições cá de casa! E estas dicas não é só para mães, são para TODOS!

✔FACILITAR: Se calhar facilito de mais, mas sou mesmo assim. É mesmo, descomplicar. E dou-vos dois exemplos:
– Para fazer arroz, coloco cebola cortada, alho picado e azeite… ou seja, a receita típica. Mas também já tive de fazer arroz assim que acordei, para ficar para o almoço, porque depois ia sair. Como o pequenino estava a acordar e não havia muito tempo, pus água a ferver, sal e o arroz lá para dentro… mais nada!
– Os legumes normalmente salteio. Mas quando não há tempo, meto água a ferver, sal e os legumes. Ou seja, cozo-os para ser mais rápido. Mas é o que é, e mais uma vez, apesar de salteados serem bem mais saborosos, prefiro ter legumes do que não os ter.

✔SNACKS PRONTOS: Não sou uma pessoa que goste de comer pão com manteiga ou cereais com leite ao pequeno-almoço, isto todos os dias claro (pão quentinho com manteiga sabe sempre bem ahah mas depende da ocasião). Se andamos sempre numa correria, quase não temos tempo para preparar alguma coisa para nós ou para comer… por isso mesmo, se tivermos coisas no frigorífico já preparadas, é só abrir e voilá… Por isso faço questão de ter sempre pronto de antecedência panquecas, muffins, queques… 🥞

✔APROVEITAR TODOS OS BOCADINHOS:
– Sopa às prestações, já aconteceu ahah Ou seja, o baby a dormir e eu pus os legumes todos na panela de pressão e ficou a cozinhar. O baby acorda, tenho de dar maminha (desculpem, mas maminha faz parte do meu vocabulário), depois ginástica, ou seja, a sopa ficou a meio. Depois, à tarde tratei do resto. Não ia deixar de ir à ginástica para acabar a sopa.

QUAL O TEU MAIOR DESAFIO NA MATERNIDADE?

Em jeito de desabafo, partilhei um dia menos bom. Um dia em que não consegui fazer nada, em que o Vasco dormiu pouco, e em que tive de estar com ele ao colo para garantir a sua última sesta. Mas malta, lá porque eu partilhei isto, não significa que esteja tudo mal. Até porque o Vasco encarrega-se de o fazer ver e para compensar o dia de ontem, tivemos uma noite ótima e hoje um dia muito bom! Acordei às 06h30, tirei leite, tomei o pequeno-almoço, fui dar consultas, o Vasco dormiu, fomos até ao parque brincar e aproveitar o lindo dia de sol ☀️ que esteve hoje, adormeci-o quando chegámos, fiz uma tarte de espinafres, tirei fotografias e fui correr! 💪

Ao partilhar o que se passou ontem não foi com o intuito de me queixar, como se a maternidade tivesse a ser um bicho de 7 cabeças! Eu sei que amanhã posso ter outro dia mau, mas keep calm, não é o normal, não é o fim do mundo e, apesar de tudo, sei que isso não muda a minha atitude nesta fantástica fase pela qual estou a passar ✌✌ Estou a adorar este desafio, composto de desafios diferentes dia após dia… Mas na minha opinião, concluídos, até agora, com sucesso! O sono do Vasco é talvez o mais desafiante, pois fazemos tudo de tudo para que corra bem… senão, em vez de o pôr a dormir ao colo para garantir a sua sesta, ele não teria dormido e pronto.
Ao referir que penso sempre em fazer 1001 coisas, não é porque quero ser a super mulher… Não! Até porque fico feliz com pouco. Se consigo fazer panquecas, fico contente. Se consigo estender a roupa fico contente. Se consigo treinar, fico contente. E a exceção de ontem foi, felizmente, só isso mesmo, uma exceção 😅

Resumindo… adoro tudo isto, amo o Vasco e entretanto é começar a pensar nos irmãos ahah 😅 Não é fácil, não. Mas ninguém disse que era. É como tudo na vida, como qualquer desafio novo que agarramos! Concordam?! Qual o desafio por que andam a passar desse lado?! 👇

, , ,

3 truques para fazer as MELHORES panquecas

São uma ótima forma de começarmos o nosso dia, de fazermos um lanche diferente, ou quem sabe, apresentar aos nossos convidados num brunch…?! Super fáceis de fazer, não demora tempo nenhum e o importante é saberem que todas as receitas são versáteis.

Normalmente utilizo sempre farinha de aveia ou flocos de aveia para a base, podendo claro, alterar consoante o seu gosto. Há imensas farinhas no mercado pelo que podem sempre variar: farinha de aveia, de coco, de amêndoa.. é só escolher!
  • Consistência cremosa: É importante que a consistência não fique líquida, senão as panquecas vão colar à frigideira e não vai dar para virar. Normalmente digo, e por comparação, que o preparado tem de ficar como se fosse um iogurte depois de mexido.
  • Com sabor: Se juntar apenas os flocos ou farinha de aveia com água e ovo, o sabor das próprias panquecas não são nada de especial. Quando opto por fazer assim, acompanho normalmente com um iogurte e uma peça de fruta. E claro, polvilho com canela 🙂 Se pelo contrário, quero dar um sabor mais adocicado às panquecas, costumo colocar 1/2 banana, laranja ou maçã no próprio preparado. Podem juntar coco ralado, frutos secos partidos grosseiramente, frutos vermelhos, cacau ou alfarroba.
  • Textura das próprias panquecas: Por vezes utilizo fermento para ficar com panquecas mais fofas, as quais aguentam mais tempo no frigorífico sem ficarem duras. No entanto, se não utilizar coloco um pouco mais da massa para ficarem mais altas.
Façam panquecas em grande quantidade, que dá para imensos dias. O objetivo não será andarem a fazer panquecas todos os dias (têm mais que fazer:)), mas podem ficar no frigorífico e depois podem até aquecer no microondas e irem comendo ao longo da semana. Além disso, uma boa hipótese também para os pequenos-almoços e lanches das crianças.

Se quiserem ter acesso a várias receitas de panquecas, vejam aqui.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!