, ,

OMELETE RECHEADA COM QUEIJO

MALTAAAAA….Quem é que é fã de queijo como eu?!  É mesmo o meu calcanhar de aquiles ahah E por isso mesmo, esta semana apeteceu-se um jantar com mais ´gordice´e para me aconchegar a alma 🙂 Ovos já é um alimento que adoro, então com queijo…. minha nossa!

Então e de que forma é que fizemos? Não há nada mais simples!

Ingredientes:

  • Ovos (5)
  • Queijo Terra Nostra Gourmet (2 fatias) – é este

Modo de preparação e confeção:

  • Bater bem os ovos e colocar numa frigideira anti-aderente (não adicionei gordura)
  • Deixar fazer de um lado e depois virar do outro
  • Depois de virar, colocar as fatias de queijo num dos lados da omelete e depois fechar
  • Deixar cozinhar até derreter o queijo e voilá, pronto!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Espero que experimentem e se deliciem 🙂 Acompanhámos com arroz, brócolos e cenoura cozidos ao vapor.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

,

Workshop ´Marmitas saudáveis para o trabalho´ | 13 de abril das 10h00 – 13h00

Quantas vezes se pergunta o que é que pode levar para o seu almoço? Que combinações é que deve fazer? Muitas vezes acabamos por não ter ideias do que levar na nossa marmita para o trabalho, e por isso mesmo, fazer refeições desequilibradas. Além disso, refeições que não nos dão qualquer prazer, o que muitas vezes resulta em erros alimentares à tarde ou ao fim-da-tarde/noite. Por isso mesmo, no dia 23 de março vou estar a dar um workshop sobre marmitas saudáveis para o trabalho, em que vou partilhar com vocês várias ideias, várias combinações, todas elas saborosas. Além disso, marmitas tanto quentes como frias, uma vez que por vezes, não existe forma de aquecer o nosso almoço no trabalho. Escrevam todas as vossas dúvidas e venham preparados para pôr mãos ao trabalho, porque vamos terminar o workshop com a confeção de diversas receitas e culminar com a sua degustação.

O valor do workshop é de 40€ e inclui todo o material necessário para a realização do workshop, livro de receitas e degustação!

Em caso de desistência, o valor será reembolsado caso o cancelamento do workshop pelos participantes seja feito com 7 dias de antecedência da data do workshop a realizar. Caso não existam o número mínimo de inscrições, poderá existir a anulação do mesmo, com a devolução do valor pago na inscrição.

Para informações e inscrições façam-no através de mariagama@poetenalinha.pt ou através do envio de mensagem em baixo, e posteriormente será enviada toda a informação para a realização da inscrição. Uma vez que existe limite de inscrições e várias solicitações, a inscrição fica apenas confirmada mediante o envio do comprovativo de pagamento.

, , ,

FAZER DIETA É DIFÍCIL ?! EU EXPLICO PORQUÊ!

Perder peso… fazer dieta… ter um estilo de vida saudávelPor mais que em consulta vos queira ajudar a atingir os vossos objetivos, vocês, desse lado têm de querer. É o que digo muitas vezes… eu ponho tudo de mim, de forma a conseguir ajudar, motivar e tentar explicar o porquê de determinadas opções alimentares. Ou seja, fazer perceber o porquê de x ou de y… Mas antes disso tudo, é importante que percebam que tudo começa em vocês, porque por mais que esteja disponível para falar, motivar ou tirar dúvidas, se não forem vocês próprios a querer mudar, nada feito!

Eu sei que às vezes já queriam sair com menos peso da consulta, mas isso não é possível! O importante perceber é que o que combinamos em consulta tem de vos fazer sentido e têm de querer manter isso para a vida toda. Ou acham que depois de atingirem os vossos objetivos faz sentido começar novamente a comer bolachas, doces, bolos e pão todos os dias e a todas as refeições…?!? Não vos pode fazer sentido, senão voltam novamente tudo atrás… não há milagres! Além da questão do peso e uma coisa que me faz confusão é a nossa saúde, a vossa saúde! Cada vez mais temos de estar atentos às opções que fazemos e às escolhas que tomamos, pois garanto que têm imensa influência na nossa saúde e nas doenças que por vezes se desenvolvem.

Por vezes sentem-se cansados? Dormem mal? Sentem-se pesados? Sem energia? Já pensaram que pode estar relacionado com a vossa alimentação? Pensem nisso…

Fazer a dieta da alface, a dieta da fruta, a dieta do limão ou o que quer que seja, tem de ser uma dieta que seja possível manterem sempre, ou seja, sustentável ao longo do tempo e ao longo da vossa vida! Acho que por vezes escrever o que sinto se torna difícil e não consigo passar a mensagem da melhor maneira, mas eu tentooo 🙂

Ter uma alimentação saudável não é:

  • Comer só cozidos e grelhados;
  • Deixar de comer arroz, massa, batata, ervilhas, grão, feijão;
  • Deixar de comer pão ou cereais;
  • Deixar de comer fruta, nomeadamente banana, dióspiro, manga, papaia;
  • Comer apenas um iogurte ou 1 peça de fruta ao lanche;
  • Comer apenas uma saladinha ao almoço;

E acima de tudo, não é passar fome! Pelo contrário, ter uma alimentação saudável é:

  • Comer bem!!!
  • Comer todos os alimentos de forma adequada e equilibrada: Dependendo dos nossos gostos e de alguma patologia que possamos ter, podemos comer pão, cereais, lacticínios, fruta, arroz/massa/batata, peixe/carne assada/guisada/estufada/cozida/grelhada, legumes ou saladas, frutos secos, ovos…
  • Comer frequentemente, de acordo com o nosso dia-a-dia (pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, lanche, jantar e se necessário, ceia);
  • Incluir sopa ao almoço e ao jantar (o que é que custa? Não arranjem desculpas para não comer este alimento, ou é porque está calor ou é porque ficam cheios e já não conseguem comer o segundo prato…). Irá ajudar-nos a manter a saciedade ao longo do dia. Mas, se um dia não lhe apetecer, não tem de comer!
  • Deixar de lado alimentos processados, como bolos de pastelaria, bolachas, donuts, bolicaos etc…Podem crer que isso sim, pode ficar de lado, e para sempre! Pois não faz falta nenhuma! Não comer pão e depois comer bolos?!? Não!
  • Reduzir a quantidade de gordura que utilizamos para fazer as nossas refeições;
  • Não comer pão à refeição. E porquê? Porque já comemos ou arroz, ou massa, ou batata-doce, ou grão ou feijão… Que tal deixarmos para os intervalos das refeições?

Quando queremos perder peso (ou ter um estilo de vida saudável), temos de querer MUDAR! MUDAR PARA SEMPRE! Porque é assim… perder peso toda a gente perde! Mas manter por vezes é que é difícil! E porquê? Porque na realidade não existe uma MUDANÇA DE HÁBITOS ALIMENTARES! Desculpem o desabafo, mas não faz sentido questionar se a cenoura engorda… porque vos garanto que se o problema disto tudo fosse a cenoura, não havia pessoas que precisassem de ir a consultas de nutrição…

Agora e importante, uma alimentação saudável inclui por vezes fazer um erro alimentar. Não é por ter um aniversário ou um casamento e comer uma fatia de bolo que vão deixar de ter uma alimentação saudável! O importante é saber que no dia seguinte não irá fazer novamente nenhum erro alimentar e até pode ir dar uma caminhada. Tudo com conta, peso e medida. Como eu costumo dizer, como é óbvio, não vou para um casamento comer alface! ÓBVIO QUE NÃO, porque nem faz sentido! Faz sentido sim, fazer escolhas alimentares conscientes!!

Além disso, e para terminar, ter um estilo de vida saudável e entenda-se disso praticar exercício físico, não é ir 3h para o ginásio. É sim, praticar exercício físico consoante as suas necessidades e de acordo com o que gosta. 30 minutos de caminhada 4x por semana é assim tanto? Claro que, é fundamental que seja acompanhado por um profissional de desporto que defina o que deve fazer.

Quais são as vossas maiores dificuldades? O que torna para vocês difícil, uma alimentação saudável? Partilhem comigo! Deixo-vos aqui mais algumas publicações que vos podem interessar:

Os meus contactos para marcar consulta são: mariagama@poetenalinha.pt ou 927508410. Caso ainda não estejam preparados para uma consulta de nutrição, mas querem perceber de que forma podem fazer alterações alimentares mais saudáveis, participem nos meus workshops (esta semana vou lançar as próximas datas, fiquem atentos).

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

, , ,

PANQUECAS DE FORNO

Isto é que é uma fartura de receitas para vocês!! Ando a fazer várias experiências na cozinha para vos conseguir ajudar no dia-a-dia a terem refeições e snacks saudáveis, mas ao mesmo tempo saborosas e que vos dêem prazer. Uma delas foi esta experiência, panquecas no forno!

É super fácil de fazer uma vez que a forma de fazer é igual, só que dá menos trabalho! Então para quem não tem tempo para cozinhar e quer ´despachar trabalho´dá imenso jeito fazê-lo assim! Vou colocar a base das panquecas, mas normalmente faço em muito maior quantidade para dar para mais tempo!

Ingredientes:

Temos nova campanha até dia 24 de março (é só colocarem o cupão poetenalinha no final da encomenda para terem acesso a estes produtos, além de 10% de desconto):

  • Em compras de 30€ – Escolhe entre: – Flocos de aveia (tamanho grande) – Pepitas de Cacau Orgânico – Manteiga de Amendoim orgânca – Flocos de côco
  • Em compras de 60€ – Flocos de aveia + Flocos de côco + Organic Peanut Butter
  • Em compras de 90€ – Flocos de aveia + Flocos de côco + Organic Peanut Butter + Pepitas de Cacau Orgânico

 

Modo de preparação e confecção:

  • Pré-aquecer o forno a 200ºC;
  • Junte todos os ingredientes num liquidificador e triture até ficar com uma mistura homogénea (pode fazê-lo com a varinha mágica);
  • Colocar uma folha de papel vegetal num pirex de forno e deitar o preparado anterior, espalhando até cobrir todo o pirex;
  • Levar ao forno cerca de 20 a 30 minutos (pode ir espetando um palito de forma a verificar se já está cozinhado).
  • Como vêem é super fácil de fazer e não tem ciência nenhuma! Depois é só cortarem ao vosso gosto, guardarem numa marmita e no frigorífico. Vão-se servindo durante a semana, ou ao pequeno-almoço como snacks ou lanches para o trabalho.
  • Espero que tenham gostado, que experimentem e que partilhem!
  • Não se esqueçam que se quiserem estar sempre atentos ao que publico é só subscreverem as notificações do site, na campainha que encontram em baixo do lado direito. Para receberem por email, no final da publicação comentem e coloquem uma cruz em ´notificar-me por email´ 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

3 motivos que estragam a sua dieta

Ora bem, vamos lá falar de alguns factos reais que fazem com que saia da sua alimentação saudável! Não acha que acontece muitas vezes? Deixar de ter uma alimentação saudável e de por isso, aumentar de peso, sem saber porquê? Então veja bem se estes pontos que falo em baixo não influenciam!

´Ah, hoje não tenho legumes e não vou fazer que dá muito trabalho´: Não! É meio caminho andado para os deixar de fazer, e mais grave, deixar de os comer diariamente! Tenha sempre em casa legumes congelados ou frescos prontos para ser um instante a preparar. Além disso, começar a introduzir este tipo de alimentos ao pequeno-almoço ou nos lanches da manhã/tarde, como cenouras ou tomate cherry. Sem falar da sopa, que como já sabem, não pode faltar. Se o problema for a sua confeção, porque está farto de legumes cozidos, opte por estufados, salteados ou no forno. Há sempre forma de inovar e de fazer legumes simples. Eu costumo utilizar as embalagens já preparadas frescas que é só colocar na wok ou então fazer uma salada.

 

´Não tenho tempo para ir ao ginásio e/ou caminhar´: Gente, como eu digo sempre, realmente só temos tempo para praticar exercício físico se realmente for uma prioridade para nós e quisermos mesmo fazê-lo (claro que, não estou a falar daqueles dias em que acontecem contratempos e que os nossos planos saem furados). Logo de manhã, hora de almoço, fim da tarde ou à noite, são sempre opções, consoante o vosso dia-a-dia. Agora claro, o resto do dia tem de ficar organizado se forem ao ginásio à hora de almoço, ou seja, têm de levar o almoço já preparado e pronto a comer. Além disso, nem que seja ir correr ao ginásio 20 minutos e depois aproveitam os restantes 40 minutos para um banho rápido e irem almoçar.

´Tenho um trabalho para entregar, não vou almoçar não tenho tempo´: Pois é, não almoçar não ajuda nada. E porquê? Porque depois a fome vai apertar (e não digam que não), e vão optar por comer ´qualquer coisa´, ou seja, ou uma sandes, ou um folhado, ou o que for mais fácil e estiver mais acessível. Se sabem que o vosso trabalho tem desses dias, optem por se organizar e planear, de forma a levarem uma marmita com um almoço que vos permita estar a trabalhar. Claro que o objetivo seria fazerem uma pausa para almoçar, mas se às vezes não dá, a marmita é a solução. Há imensas ideias possíveis e simples que podem ver aqui. 

Eu sei que por vezes não é fácil termos um dia alimentar como gostávamos, muito associado ao trabalho, ao stress, à pressão ou às horas tardias que chegamos a casa e com o que depois ainda temos de fazer. No entanto, acho que é importante não esquecer que não podemos desistir de nós, da nossa saúde. E qualquer alteração que consigamos fazer já é muito bom. O caminho faz-se caminhando e não de um dia para o outro, por mais que às vezes queiramos tudo para ´ontem´. E como já disse variadas vezes, a organização é mesmo, o essencial. E na minha opinião, começar a praticar exercício físico é meio caminho andando: ajuda-nos a relaxar, a abstrair do dia-a-dia, a ´não pensar em nada´ e também pensar no que queremos fazer, mudar e alterar a nossa vida… pelo menos é o que me acontece a mim… parece que quando vou correr, renasço 🙂

Uma dica para a prática de exercício físico é roupa que vos faça sentir bem: Podemos utilizar qualquer tipo de roupa para praticar desporto, qualquer coisa que esteja lá por casa serve. Mas na realidade, ora para rapaz ora para rapariga, se tivermos uma calças confortáveis, ténis adequados ao exercício, camisolas e top´s (no caso das raparigas) de uma cor gira e que nos sintamos bem, faz diferença. Apesar de achar que temos de nos sentir bem de qualquer maneira, gosto de ter uma roupa que goste para correr.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, , , ,

5 ideias de jantares para a sua semana

Mais ideias para as refeições aí de casa. Quantas vezes a questão ´jantar´ é uma preocupação?! Ou porque não temos ideias, ou porque não temos tempo ou apenas porque não temos cabeça para pensar nisso. No entanto, e apesar de saber que muitas vezes a vida é uma correria, é fundamental que esta refeição esteja sempre presente e que seja nutricionalmente adequada, não optanto (NUNCA), por uma sandes ou salgados. Por isso mesmo, deixo aqui algumas ideias de jantares que são fáceis de preparar e de fazer 🙂

Frango no forno com legumes estufados e batata-doce

[Cortei os bifes de frango e as batatas-doces aos pedaços e coloquei num tabuleiro para ir ao forno, em cima de papel de alumínio.

Os legumes estufados são os do Lidl, que já vêm prontos a utilizar]

PoeteNaLinha_Julho2_2017-24.jpg

Salmão grelhado com legumes na wok. 

[Os legumes são à mesma os do Lidl, mas acrescentei abóbora aos cubos para me render para mais refeições.

Costumo grelhar o salmão na grelha do forno]

IMG_5850.JPG

Strogonoff de frango com abóbora

[Foi só partir os bifes de frango e colocar na frigideira com azeite, alho e água. Adicionei abóbora e deixei cozinhar.

A acompanhar salada de tomate e cebola. Podem juntar batata-doce, arroz, um acompanhamento ao vosso gosto]

IMG_5727.JPG

Ovos mexidos simples, ou em omelete com legumes a gosto

[É só uma questão de variar. Acompanhar sempre com um prato de sopa]

IMG_5792.JPG

IMG_1051.JPG

Esparguete de courgette e cenoura com carne à bolonhesa

(Podem ver a receita aqui)

IMG_7677.JPGIMG_7651.JPG

Dica: Façam a mais para ficar para mais dias!

Se quiserem ter acesso a todas as receitas que tenho de refeições principais, é só carregarem aqui. Além disso, se subscreveram as notificações do site (campainha vermelha do lado direito), sempre que eu fizer uma publicação, recebem uma notificação e ficam a par de todas as novidades.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

BOLO DE AMÊNDOA NA TIGELA (SEM GLÚTEN)

Bom dia, bom diaaaa 🤗 E sai um bolo na tigela SEM GLÚTEN para começar esta manhã de sol ☀️ E não é que demora menos de 5 minutos a fazer?! 🤔 Guardem a receita 👇

Juntar 2 colheres de farinha de amêndoa,1 ovo e 2 colheres de sopa de bebida vegetal e mexer bem. Cortar 1/4 de maçã aos bocadinhos lá para dentro e voltar a mexer. Levar ao microondas cerca de 2 a 3 minutos 👌 Servir a gosto e deliciar este pequeno-almoço 😋 A acompanhar com kiwi, mirtilos e manteiga de amendoim @prozis (com o código poetenalinha têm 10%de desconto em compras no site, podem fazê-lo aqui).

Um bom dia malta ❤

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

6 truques que aplico quando me apetece um doce

Olá a todos! Se há publicações de que gosto de escrever é sobre os meus truques diários, e também sobre a pessoa ´normal´ que sou! Quantas vezes é que vos apetece trincar quando chegam a casa? Quantas vezes é que vos apetece um doce à noite? Quantas vezes é que depois do jantar, nos sentados no sofá e parece que a fome volta novamente? E só nos apetece comer? Sabem que também tenho dias assim? Já partilhei algumas vezes que sou muito mais de doces do que de salgados, e por isso mesmo, são esse tipo de coisas que às vezes me apetecem…

Para quem estiver interessado, no dia 9 de março vai haver um workshop com o tema ´Pequenos-almoços e snacks saudáveis´, e podem ver a informação toda aqui, e no dia 23 de março vou dinamizar um workshop com o tema ´Marmitas saudáveis para o trabalho´das 10h00 às 13h00, e todas as informações estão aqui.

Acho que é importante percebermos as situações diferentes em que tais vontades nos apetecem… ou pelo menos, eu tento fazer isso para comigo mesma!

Só por que sim:

– Muitas vezes este tipo de vontade é só mesmo porque sim. Porque chegamos a casa (ao sítio onde queremos estar), com a nossa família, e queremos desfrutar do momento… ou então, porque depois de jantar queremos descansar em frente ao sofá, e ficamos ainda melhor acompanhados a comer alguma coisa que nos satisfaça. Nestes dias faço uma reflexão sobre se tenho mesmo fome ou não, e caso queira mesmo comer, optar por alguma coisa mais saudável. Iogurte natural com framboesas, fruta com manteiga de amendoim, panqueca com queijo fresco… são algumas opções do que eu costumo fazer.

Sabem que quando passo a tarde quase toda sem comer (sim, sei que não devia), fico completamente esganada de fomeeeee! E só me apetece este mundo e o outro…. mesmo! E o que é que eu faço? Se o meu namorado estiver em casa ligo-lhe logo e digo ´aquece tudo o que temos em casa´ … ahahah ele já sabe que é para aquecer um pratalhão de sopa (3 a 4 conchas de sopa), e aquecer o jantar 🙂 Eu tenho a plena noção de que não posso ficar muitas horas sem comer, mas quando estou em consultas seguidas às vezes acaba por acontecer… E depois quando saio do consultório, vou para o carro, até posso pensar no que é que me apetecia comer, mas faço um trabalho psicológico no sentido de pensar ´vai ser sopa, sopa, sopa´… 🙂

Hoje é o dia:

– Temos de assumir que por vezes, hoje é o dia! Ou seja, que não vale a pena irmos contra nós, porque na minha opinião, toda essa ansiedade até nos faz mal… porque na verdade, se for um dia, não é por isso que nos faz mal. O problema é quando é um dia, mais o dia seguinte e por aí em diante… Ou seja, eu tenho a plena noção que há dias e dias… e que se há um dia em que me apetece um gelado, eu saio de casa para ir comer o meu sunday, ou para ir jantar fora e ir comer uma pizza… qual é o problema? Nenhum, desde que eu saiba que É AQUELE DIA! Principalmente quando estou com a TPM, acontece-me muito… parece que estou sempre com fome e que só me apetecem doces.. ahah mas também sei que é só aquele dia… !

Por isto tudo que escrevi, quais são os meus truques para conseguir resistir aos doces (Assumindo que hoje não é o dia…, ou seja, que não faz sentido comer doces daqueles a sério… 🙂 )

  • Comer bem durante o dia:  Malta, parece que não, mas faz imensa diferença! Quando passamos o dia todo a fingir que comemos… um iogurte aqui, uma fruta acolá, uma sopinha ao almoço e uma bolacha ao lanche… não há corpo que resista, e nada que consigamos fazer para resistir (importante será dizer que tudo o que eu escrevo é a minha opinião, e que cada um de vocês aceita caso concorde). Por isso mesmo, temos de ter um dia alimentar equilibrado, sem fome e com saciedade, para não chegar o momento em que não aguentam mais e que vão ter de pisar o risco… Nas minhas consultas as pessoas que sigo acabam por me dizer que não é difícil cumprir o plano alimentar, e que não lhes dá vontade de comer, porque não passam fome… para mim é fundamental!
  • Imaginação:  Assumir que vamos comer um doce, mas que podemos é optar por um mais saudável… Banana com manteiga de amendoim, Panquecas (receitas aqui) com queijo fresco e manteiga de amendoim… são alguns snacks que eu utilizo para mim! Claro que não é suposto andar a comer banana com manteiga de amendoim em barda antes de ir para a cama, mas é bem melhor do que ir comer um geladinho ou um pastel de nata…
  • Sopa:  Lá vem a Maria com a história da sopa sopa sopa…. ahah e venho mesmo! Porque se consigo resistir a muitas das coisas ao fim-da-tarde, é por causa da sopa! Comer 3 conchas de sopa acalma-me logo e tem um efeito super saciante, que me acalma e que me deixa esperar até ao almoço.. ou até ao jantar… Ter sempre sopa feita em casa é fundamental tanto para esta questão dos doces, como para um estilo de vida saudável. Se fazem sopa, façam em grande quantidade, congelem e assim garantem todas as semanas a sua presença na mesa (depois de descongelarem, fervam para ficar boa).
  • Fruta:  Se estou naqueles dias, faço questão de comer sopa, prato (proteína, hidratos e legumes) e terminar com uma peça de fruta. Tenho a plena noção de que fico cheia, mas também estou a prevenir o que pode vir a seguir. Uma vez que a fruta é doce, pode ajudar-nos então a não ter de ir picar nada quando vamos para o sofá… Maçã cozida/assada com canela, marmelo cozido/assado, banana, pêra… frutas assim mais doces que nos ajudem então a controlar a vontade de doce.
  • Dizer que não:  A nossa alteração de hábitos alimentares tem de ser para sempre! Todo o nosso trabalho psicológico tem de ser feito para sempre… quero dizer com isto que, em eventos sociais, onde é mais provável a existência de doces (e eu sou muito de doces), temos de ter bem presente o que queremos, ou não, para nós e para a nossa vida. Ou seja, se vou jantar com amigos só porque quero estar com eles, não há razão para ter de comer um doce a uma terça-feira só porque sim. Até porque sei que, normalmente ao fim-de-semana dá mais aso há existência de almoços, jantares, petiscos… e vontade de coisas diferentes… porque estamos relaxados, a ver um filme, e com quem queremos estar… e aí sim, prefiro então comer o meu doce. Por isso mesmo, não é pelos outros comerem que nós temos de o fazer… nós temos de o fazer quando NÓS QUISERMOS, e quando nos fizer sentido… porque vos garanto, quando EU QUISER comer um doce, eu como um doce sozinha, só para mim e o que mais gostar!
  • Alternativas:  Manteiga de amendoim ou amêndoa (para mim é mesmo uma gulodice), tâmaras, fruta fresca, cozida ou assada, pepitas de cacau cru para juntar com frutos secos… são alguns exemplos do que podem ter em casa para vos ajudar. A manteiga de amendoim (e outros tipos e sabores), compro na loja online da prozis e se utilizarem o código poetenalinha têm 10% de desconto em todas as compras, pelo que fica mais barato do que comprar em loja física (6,99€ vs 6,30€).

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

, ,

6 dicas para fazer a combinação certa no seu prato

Quantas vezes nos perguntamos de que forma é que devemos comer? O que é que devemos, ou não, incluir no nosso prato? É sempre uma dúvida de muitas pessoas e então vamos lá falar sobre isso. Na minha opinião, se deve só comer uma sopa?! Não! Se deve comer um bife grelhado com salada?! Não! Se deve comer uma empadinha? Não!

Antes de mais é importante referir que falo na generalidade, pois as especificidades de cada prato devem ser avaliadas e definidas em consulta, consoante os objetivos de cada um e de acordo com as suas necessidades energéticas.

As nossas refeições devem sim, ser constituídas por sopa, prato principal e uma peça de fruta, caso tenham vontade de uma sobremesa.

  • SOPA: Acho que devemos começar o nosso prato com uma sopa de legumes porque na verdade, nos ajuda também, a diminuir a quantidade no prato principal. Além disso, ajuda-nos a manter a saciedade ao longo do dia e ´acalma-nos´ no que diz respeito a certas vontades que por vezes existem. Se me perguntarem se devem, ou não, comer sopa em restaurante porque tem batata, podem ver a minha opinião sobre isso, aqui. Agora, quando não é sopa de legumes e é canja, por exemplo, acabo por não pedir porque é arroz e carne, ou seja, como se fosse uma refeição. MAS, isto não significa que não possamos comer canja, estou só a referir que antes de um prato principal deve ser uma sopa de legumes.
  • PRATO PRINCIPAL:

-Pois bem,  carne ou peixe, hidratos de carbono (arroz, massa, batata, quinoa, feijão, grão, ervilhas, lentilhas) e legumes (todos eles, os que estiverem disponíveis consoante o local onde está). Caso não inclua na sua alimentação carne/peixe, terá de existir então uma adaptação das quantidades e das combinações a fazer.

-Normalmente temos a ideia de que não podemos comer arroz/massa/batata às refeições (porque muitas vezes é o que nos dizem), mas na verdade não é bem assim. Muitas das pessoas que acompanho, entram na consulta sem comerem este tipo de alimentos, e saem da consulta a comer… sempre com medo de não emagrecer! E é como eu digo sempre, o que engorda não é o arroz ou a massa ou a batata (desde que consumidos nas quantidades certas) mas sim todos os outros alimentos que consumimos, e que não nos fazem falta nenhuma (folhados, folhadinhos, bolachas, bolachinhas…). Tenho um artigo em que falo sobre isso, sobre a ideia de que os hidratos de carbono são os vilões, e podem ler aqui.

– Carne/peixe grande parte de nós inclui no seu prato, até porque é sempre servido em restaurante ou então levamos de casa. Quanto a esta parte, não sugiro andar sempre a comer cozidos e/ou grelhados. Eu gosto de peixe cozido ou bife grelhado, mas todos os dias ninguém aguenta. Guisados, assados, estufados… também podem ser incluídos na nossa alimentação, desde que depois não vamos lá molhar o pãozinho ou comer a pele 🙂

-Legumes ou salada: 3 folhas de alface e uma rodela de tomate não conta, que normalmente é o que é servido no restaurante. Levar de casa torna mais fácil controlar a quantidade que levamos, mas mesmo assim, normalmente é o que levamos em menor quantidade. Por isso, acho que devem investir neste acompanhamento e que devem sempre levar uma boa quantidade. Além disso, nos restaurantes, podemos sempre pedir à parte… que é o que eu faço. Ou então, pedir para diminuir na dose de arroz ou batata, por exemplo, e pedir legumes. Ou sou eu que tenho muita sorte, ou a mim trazem-me sempre (só mesmo se não tiverem).

  • FRUTA: Ah e tal porque a fruta não pode ser comida no final da refeição... sinceramente, isso são conversas! Pode sim, e não tem problema nenhum. Se nos apetece terminar com algo mais doce, se sentimos que nos ´falta alguma coisa´ ou que não estamos satisfeitos, acho que devemos comer a fruta no final da refeição. E porquê? Porque já estamos a prevenir a possibilidade de ´erro´que pode vir depois. Muitas pessoas não ficam satisfeitas, depois vão ao café e pronto… lá vai de pastel de nata. MAS, normalmente também aconselho o consumo de fruta entre as refeições para servir como snack, e por isso, se consumirem também às refeições, convém ter atenção às quantidades consumidas… só isso. Sabe-me tão bem uma laranja depois do almoço/jantar 🙂

Quais são as vossas maiores dúvidas quanto aos almoços e jantares? No próximo dia 23 de março vai haver um workshop com o tema ´Marmitas saudáveis para o trabalho´, e podem ver todas as informações aqui.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , , ,

Legumes estufados

Quando vão às compras aproveitem para perder algum tempo na zona dos frescos. Comprem uma grande variedade de legumes para que possam ter em casa a contar com toda a semana.  Aproveitem para fazer legumes estufados em grande quantidade para não haver desculpas como “não tive tempo de fazer”. Comprem os legumes que mais gostam e vão experimentando junções diferentes. Aqui fica uma das receitas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vamos ver então a receita caso queiram experimentar.

Legumes Estufados:

  • Comecem por cortar todos os legumes aos pedaços (brócolos, couve coração, cebola, 2 courgettes, alho) e colocá-los nas panelas;
  • Coloquem a água a ferver por cima de todos os legumes (sem cobrir os legumes, só até meio);
  • Reguem com uma colher de sopa de azeite, uma pitada de sal e louro;
  • Cozinhem durante cerca de 20 a 30 minutos e fica pronto. Arrumem em marmitas, deixem arrefecer e congelem. Dá para imensas refeições e não há razão para não acompanharmos as nossas refeições com legumes ou saladas.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!