4 alimentos a incluir na lancheira do seu filho

E hoje temos mais um dia de Põe-te na linha ´kids´ 🙂 Têm gostado das publicações? Que assuntos é que gostavam que eu falasse? Dão-me ideias?
Agora passando ao assunto de hoje, o que é que nunca pode faltar nas lancheiras dos mais pequenos aí de casa?
  • Cereais: Quando escrevo cereais, não é qualquer um (nem aqueles que dizem que são super mega light). Têm de estar atentos aos rótulos e se precisarem de ajuda, vejam esta publicação. Sou fã de flocos de aveia e bem sei que muitas crianças não gostam… MAS, mais uma vez, há imensas formas de confecionar aveia, ora seja em panquecas e/ou waffles, que são bastante práticos para levar para a escola (ou numa marmita ou dentro de um saco zip). Pode ver várias receitas de aveia, aqui. No entanto, podem também optar por enviar pão escuro na lancheira dos mais pequenos, não me parece que seja difícil… Agora, deixem de lado,
– Cereais com chocolate, com caramelo
– Leite achocolatado ou com sabor
– Iogurtes com pedaços (se quiserem adicionam a fruta em casa)
– Iogurtes com nesquik ou com outro tipo de cereal
– Donuts
– Croassaints
– Pão de Deus
– Pão de leite
– Bolachas maria/torrada ou de chocolate
  • Fruta ou vegetais: Quando falo em fruta, é mesmo fruta e não sumo de fruta. São alimentos distintos! Se existem peças de fruta que os mais pequenos não apreciam, vamos lá por tentativas. Não podemos desistir à primeira. Há frutas bastante práticas para transportar: maçã, banana, pêra, frutos vermelhos… é só escolher. Quanto aos vegetais, acredito que se nem nós estamos habituados a andar com eles, quanto mais as crianças…MAS, porque não experimentar? Não podemos ficar constantemente fechados no que estamos habituados a fazer quando se fala em saúde! Cenouras baby, tomate cherry… comecem por dar a experimentar em casa.
  • Proteína: Ora pode ser queijo fresco ou fiambre de aves para acompanhar o pão, ora pode ser ovo cozido. Mais um dos alimentos que não estamos habituados a enviar na lancheira das nossas crianças, mas porque não? Ou que tal, 1 iogurte natural para acompanhar uns frutos secos?
  • Água: SEMPRE! Nada substitui a água. As crianças têm de ser habituadas desde bebés a beberem água, fundamental ao nosso dia-a-dia. Nada de refrigerantes ou sumos, nem pensar! Mesmo que seja o sumo xpto que no rótulo diga que é mega saudável: Não se esqueçam, água!
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

Para vos conseguir ajudar a começar e ter uma alimentação mais saudável, preparei um Guia Prático para uma Alimentação Saudável onde são abordados vários temas como: 

  • Noções base da alimentação Saudável (Base para uma alimentação saudável, Pequenos pormenores fazem a diferença)
  • Alimentação Saudável (Alimentação saudável: é fazer dieta?, Prato principal: como deve ser constituído?)
  • Planeamento Alimentar (Planear e organizar: importância, Ir ao supermercado: trocas inteligentes)
  • Mitos alimentares (A batata doce é mais saudável que a batata branca?, O pão promove o aumento de peso?)

Além disso, preparámos também três planners para ajudar a controlar a ingestão de água e registo do sono, bem como de atividade física). Tudo isto por APENAS 19€.

Subscreva o Blog via Email

Introduza o seu email para subscrever o blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Comentários

One Response

  1. À pouco tempo no colégio da minha filha (3 anos) fizeram uma palestra sobre lanches saudáveis.
    A bolacha maria claro era uma sugestão (6 ????) e quando questionei sobre aveia (papas de aveia) e o uso de um leite vegetal (amêndoa) a Sra enfermeira (tb estava uma nutricionista presente) disse-me com uma frieza as seguintes palavras… “deixe-se de modas veja lá se não entope a miúda com aveia e depois vai parar as urgências… pelo menos de-lhe água”
    fiquei para morrer mas acredite cada vez q confecciono aveia em casa lembro-me destas palavras! isto não faz grande sentido certo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *