4 dicas para resistir a fast-food

São diversas as questões relacionadas com este tema: “Chego ao final do dia e só me apetece comer fast-food” ou “Como consigo resistir a fast-food ao fim de semana?”.

Antes de mais, deverá fazer algumas questões a si própria:

  • O que como ao longo do dia?
  • Salto refeições?
  • Levo comida suficiente na lancheira para o trabalho?
  • Quando saio ao fim de semana, costumo andar com snacks na mala?

É muito importante que consiga perceber o que poderá estar a falhar para lhe apetecer este tipo de alimentos. Se sente dificuldade em reeducar os seus hábitos alimentares ou em perder peso, não se preocupe. A nossa missão, como equipa, é mesmo ajudar a atingir os seus objetivos sem recorrer a dietas restritivas e para isso pode marcar a sua consulta de nutrição.  

Por vezes, achamos que apenas não conseguimos controlar estes impulsos e sentimo-nos frustradas por esse motivo, mas a forma de os ultrapassar é mais fácil do que parece. E, para isso:

1. Organize-se a nível das refeições: por exemplo, enquanto prepara o jantar, coloque em cima da mesa as diversas refeições para deixar na lancheira para o dia seguinte. Pode preparar pelo menos dois lanches. Deixo como sugestão:

    • Fruta + queijo fresco/queijinho triângulo/babybel
    • Iogurte natural + fruta + canela
    • Pão de mistura + ovo mexido
    • Tortitas de arroz ou milho + ovo cozido

2. Planeie as suas saídas ao fim de semana: coloque na mala alguns snacks para que consiga ter sempre alimentos disponíveis durante o dia. Assim, consegue controlar a fome, o que resultará numa menor vontade de comer este tipo de refeições. Os snacks já prontos que se encontram disponíveis nos supermercados podem ajudar, como por exemplo, palitos com queijinho vaca que ri, fruta desidratada ou mix de frutos gordos.

Será que isto significa que não pode ir um dia a um restaurante fast-food? Claro que não, dias não são dias. Se definir um dia para ir comer este tipo de refeições está tudo bem, desde que não seja frequente. Além disso, pode tentar arranjar estratégias para que, mesmo comendo fast-food, a refeição seja mais equilibrada, como por exemplo, iniciar a sua refeição com um prato de sopa.

3. Escolha bem o restaurante: é uma grande ajuda ter tudo planeado para que à última da hora a decisão não seja ir a restaurantes de cadeias de fast-food. Os restaurantes mais tradicionais acabam por ser melhores opções, e porquê? Estes restaurantes conseguem garantir o essencial, ou seja, a sopa, o prato principal e a fruta. Assim, acaba por garantir que mesmo indo almoçar ou jantar fora consegue manter os seus hábitos alimentares.

Em centros comerciais, temos sempre opções que podem ser mais interessantes em alternativa às cadeias de fast-food, como por exemplo:

  1. Restaurante Chimarrão
  2. Portugália
  3. H3
  4. Vitaminas


Nota:
apesar destes restaurantes terem disponíveis muitas opções de pratos com batatas fritas, pode optar apenas pelo arroz, hortícolas e/ou salada como acompanhamento. Há sempre forma de dar a volta à questão.

4. Torne as suas escolhas familiares: definam apenas um dia para irem a restaurante de fast-food. Para ir a um destes restaurantes, existem algumas estratégias que o podem ajudar a ter uma refeição mais equilibrada, como:

  • Pedir uma sopa antes de comer o hambúrguer;
  • Se comer um hambúrguer, retire uma das metades do pão;
  • Opte pela água em vez de consumir refrigerantes ou sumos açucarados;
  • Se quiser as batatas fritas, peça para retirar o pão que acompanha o hambúrguer.

 

Já experimentou algumas destas estratégias? Diga-nos nos comentários.

Artigo elaborado por:
Nutricionista Mariana F. Cruz (5238N) | Equipa Põe-te na Linha

Para vos conseguir ajudar a começar e ter uma alimentação mais saudável, preparei um Guia Prático para uma Alimentação Saudável onde são abordados vários temas como: 

  • Noções base da alimentação Saudável (Base para uma alimentação saudável, Pequenos pormenores fazem a diferença)
  • Alimentação Saudável (Alimentação saudável: é fazer dieta?, Prato principal: como deve ser constituído?)
  • Planeamento Alimentar (Planear e organizar: importância, Ir ao supermercado: trocas inteligentes)
  • Mitos alimentares (A batata doce é mais saudável que a batata branca?, O pão promove o aumento de peso?)

Além disso, preparámos também três planners para ajudar a controlar a ingestão de água e registo do sono, bem como de atividade física). Tudo isto por APENAS 19€.

Subscreva o Blog via Email

Introduza o seu email para subscrever o blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *