Posts

, ,

6 dicas para fazer a combinação certa no seu prato

Quantas vezes nos perguntamos de que forma é que devemos comer? O que é que devemos, ou não, incluir no nosso prato? É sempre uma dúvida de muitas pessoas e então vamos lá falar sobre isso. Na minha opinião, se deve só comer uma sopa?! Não! Se deve comer um bife grelhado com salada?! Não! Se deve comer uma empadinha? Não!

Antes de mais é importante referir que falo na generalidade, pois as especificidades de cada prato devem ser avaliadas e definidas em consulta, consoante os objetivos de cada um e de acordo com as suas necessidades energéticas.

As nossas refeições devem sim, ser constituídas por sopa, prato principal e uma peça de fruta, caso tenham vontade de uma sobremesa.

  • SOPA: Acho que devemos começar o nosso prato com uma sopa de legumes porque na verdade, nos ajuda também, a diminuir a quantidade no prato principal. Além disso, ajuda-nos a manter a saciedade ao longo do dia e ´acalma-nos´ no que diz respeito a certas vontades que por vezes existem. Se me perguntarem se devem, ou não, comer sopa em restaurante porque tem batata, podem ver a minha opinião sobre isso, aqui. Agora, quando não é sopa de legumes e é canja, por exemplo, acabo por não pedir porque é arroz e carne, ou seja, como se fosse uma refeição. MAS, isto não significa que não possamos comer canja, estou só a referir que antes de um prato principal deve ser uma sopa de legumes.
  • PRATO PRINCIPAL:

-Pois bem,  carne ou peixe, hidratos de carbono (arroz, massa, batata, quinoa, feijão, grão, ervilhas, lentilhas) e legumes (todos eles, os que estiverem disponíveis consoante o local onde está). Caso não inclua na sua alimentação carne/peixe, terá de existir então uma adaptação das quantidades e das combinações a fazer.

-Normalmente temos a ideia de que não podemos comer arroz/massa/batata às refeições (porque muitas vezes é o que nos dizem), mas na verdade não é bem assim. Muitas das pessoas que acompanho, entram na consulta sem comerem este tipo de alimentos, e saem da consulta a comer… sempre com medo de não emagrecer! E é como eu digo sempre, o que engorda não é o arroz ou a massa ou a batata (desde que consumidos nas quantidades certas) mas sim todos os outros alimentos que consumimos, e que não nos fazem falta nenhuma (folhados, folhadinhos, bolachas, bolachinhas…). Tenho um artigo em que falo sobre isso, sobre a ideia de que os hidratos de carbono são os vilões, e podem ler aqui.

– Carne/peixe grande parte de nós inclui no seu prato, até porque é sempre servido em restaurante ou então levamos de casa. Quanto a esta parte, não sugiro andar sempre a comer cozidos e/ou grelhados. Eu gosto de peixe cozido ou bife grelhado, mas todos os dias ninguém aguenta. Guisados, assados, estufados… também podem ser incluídos na nossa alimentação, desde que depois não vamos lá molhar o pãozinho ou comer a pele 🙂

-Legumes ou salada: 3 folhas de alface e uma rodela de tomate não conta, que normalmente é o que é servido no restaurante. Levar de casa torna mais fácil controlar a quantidade que levamos, mas mesmo assim, normalmente é o que levamos em menor quantidade. Por isso, acho que devem investir neste acompanhamento e que devem sempre levar uma boa quantidade. Além disso, nos restaurantes, podemos sempre pedir à parte… que é o que eu faço. Ou então, pedir para diminuir na dose de arroz ou batata, por exemplo, e pedir legumes. Ou sou eu que tenho muita sorte, ou a mim trazem-me sempre (só mesmo se não tiverem).

  • FRUTA: Ah e tal porque a fruta não pode ser comida no final da refeição... sinceramente, isso são conversas! Pode sim, e não tem problema nenhum. Se nos apetece terminar com algo mais doce, se sentimos que nos ´falta alguma coisa´ ou que não estamos satisfeitos, acho que devemos comer a fruta no final da refeição. E porquê? Porque já estamos a prevenir a possibilidade de ´erro´que pode vir depois. Muitas pessoas não ficam satisfeitas, depois vão ao café e pronto… lá vai de pastel de nata. MAS, normalmente também aconselho o consumo de fruta entre as refeições para servir como snack, e por isso, se consumirem também às refeições, convém ter atenção às quantidades consumidas… só isso. Sabe-me tão bem uma laranja depois do almoço/jantar 🙂

Quais são as vossas maiores dúvidas quanto aos almoços e jantares? No próximo dia 23 de março vai haver um workshop com o tema ´Marmitas saudáveis para o trabalho´, e podem ver todas as informações aqui.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

4 regras para perder os primeiros quilos

Mude a forma de pensar e de agir, o mais importante é mesmo querer alterar o seu estilo de vida e não ser uma fase passageira. Não veja uma alimentação saudável e a prática de exercício físico como um sacrifico, mas sim, como uma parte integrante da sua vida.

Assim, e para ajudar no início de perda de peso, algumas dicas fundamentais:

Retire os inimigos de sua casa: Se adora um tipo alimento e este não se encontra incluído no seu plano alimentar, não o tenha em casa. Principalmente nos dias em que está mais chateado ou ansioso, pode acabar por os ir buscar. Não arranje a desculpa “E se vier alguém a minha casa?” … Sirva um chá e acompanhe com umas torradas e queijo fresco, por exemplo. Não há razão nenhuma para ter em sua casa batatas fritas, bolos, gelados, sobremesas ou bolachas.

Não pode faltar: Sopa, legumes, verduras e fruta. Tenha sempre no frigorífico este tipo de alimentos! A sopa tem de fazer parte  do início das suas refeições. Ajuda bastante na saciedade e a diminuir o que consome a seguir. Além disso, prepare refeições para congelar, são fundamentais para os dias em que não tem tempo de cozinhar. Legumes frescos ou congelados (para os dias mais apressados) sempre em casa.

Ande a pé: Não tem tempo? Deixe o carro longe do trabalho e pelo menos esses 10 minutos são obrigatórios andar a pé. O mesmo se diz quanto a subir as escadas do seu prédio. Há sempre tempo para o que queremos, dependendo da prioridade que lhe damos.

Vai almoçar fora? Fale com o senhor do restaurante e combine com antecedência o tipo de comida que quer. Assim não cai em tentações. Se encomenda comida para o trabalho, opte por locais saudáveis e tenha atenção à ementa. Pode sempre pedir ajuda a quem o acompanha para o auxiliar na escolha dos pratos. Algumas dicas para ter um almoço saudável, aqui.

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

PANQUECAS DE ABÓBORA

Quem é que estava ansioso que chegasse sexta-feira?! 🙋‍♀️ E hoje é o dia de acabar com o que há no frigorífico para voltar a fazer nova fornada 👌 PANQUECAS DE ABÓBORA, que fiz da seguinte forma:

🥞500g de abóbora cozida
🥞150g de farinha de arroz
🥞3 ovos inteiros
🥞1 colher de café de fermento 🥞Triturar a abóbora até ficar em puré (eu tenho o processador de alimentos da @kenwoodportugal)

🥞Numa tigela juntar a farinha de arroz, o puré de abóbora, os ovos e o fermento. Mexer bem ate ficar uma mistura cremosa;
🥞 Numa frigideira anti-aderente colocar a quantidade de preparado consoante o tamanho da panqueca que querem 👌

Normalmente opto por fazer panquecas simples para depois apostar mais no recheio. Por isso, caso apreciem panquecas doces, podem optar por colocar mel, agáve, manteiga de frutos secos… para ter mais sabor 😋

Hoje acompanhámos com iogurte grego ligeiro @lidlportugal, frutos vermelhos e banana 👌

Para mais receitas de panquecas, vejam aqui. São uma carrada delas 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

PANQUECAS DE CACAU

Queres umas panquecas para o pequeno-almoço?! SIMMMMM 😋

Um pequeno-almoço que preparas em cinco minutos, fazes o empratamento, tiras foto e delicias-te! Ficaram bem redondinhas e fofinhas como se quer, e para experimentarem desse lado:

Ingredientes:

  • 5 colheres de sopa rasas de farinha de arroz
  • 1 colher de sopa de cacau puro
  • 1 colher de sopa de farinha de linhaça
  • 1 ovo inteiro
  • 50ml de claras

Modo de preparação e confeção:

  • Juntas todos os ingredientes numa tigela e envolves bem até ficar uma mistura homogénea e bem cremosa. Numa frigideira antiaderente bem quente, colocas uma colher de sopa cheia (e baixas o lume para minimo).
  • Deixas cozinhar e quando formar bolhinhas à superfície viras para fazer do outro lado 👌

Não tem nada que saber!

Recheias a gosto, sentas-te à mesa e delicias-te 👌 Comemos com manteiga de amendoim (uso a prozis, e têm 10% de desconto se usarem o código poetenalinha para fazer as vossas compras online, aqui), lascas de côco, framboesas e banana 😆 Receita aprovada?! Combinações maravilhosas desse lado?! 🤔

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

LEGUMES ASSADOS NO FORNO

A receita de legumes que adorámos! Que facilita muito a nossa semana, porque fazemos em grande quantidade, e que vos pode ajudar também!! E aqui fica a receita para experimentarem, quem sabe já este fim-de-semana! No dia 23 de março vou dinamizar um workshop com o tema ´Marmitas saudáveis para o trabalho´das 10h00 às 13h00. Podem ver todas as informações aqui.

Ingredientes:

  • Courgette (2)
  • Abóbora crua (200g)
  • Beterraba (2)
  • Cogumelos (150g)

Modo de preparação e confeção: 

  • Cortar todos os legumes aos bocadinhos e colocar num tabuleiro de forno (temperado com sal, ervas provence e paprika)
  • Levar ao forno cerca de 20 minutos e está pronto!

Ao mesmo tempo que fiz estes legumes, fiz também sopa de abóbora e coentros (receita aqui), que ficou aprovada por todos 😋
Esta combinação de legumes ficou mesmo saborosa, e deu um toque especial aos bifes de peru e ao arroz! Que combinações costumam fazer? Quero mais ideias!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações do site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

Serão os hidratos de carbono os vilões?! 4 dicas para conseguir perder peso a comer HIDRATOS DE CARBONO

Normalmente quem quer perder peso começa logo a pensar ´aííí agora não posso comer mais pão, arroz, massa….´… ´agora acabaram-se os hidratos…´Só de pensar nisto muitos de vocês já começam a sofrer e a pensar que não são capazes. Ou então, são capazes, mas durante um curto período de tempo. Antes de mais, têm de começar a perceber o que é realmente necessário fazer para perder peso, e que não são os hidratos de carbono que não vos deixam perder peso, desde que sejam consumidos equilibradamente… como é ÓBVIO!

Sinceramente, faz-me confusão pensar como é que antes de pensarem em cortar hidratos de carbono, não consideram que o primeiro passo é deixar de lado bolachas, bolachinhas, merendas, folhados, croquetes, rissóis, pastéis de nata, cereais açucarados, refrigerantes e sumos… ! Isto sim, é fundamental para se perder peso, e acima de tudo, para sermos saudáveis! AGORA, pode ser necessário um ajuste na quantidade de hidratos de carbono consumidos, mas não é de TODO, necessário um corte radical na vossa alimentação! Porque muitas vezes oiço o seguintes ´já não como arroz nem massa às refeições´, mas o meu lanche são umas bolachinhas… qual é o sentido de isso faz? Não faz! ´Não como arroz ao jantar´… ´Só janto uma sopa´… mas depois antes de ir para a cama, lá vai de torradas ou de bolachas… Mais valia jantar, e bem!

Por isso mesmo, se para vos mostrar que não é necessário esse corte, aqui ficam algumas dicas/truques de como podemos manter a ingestão de hidratos de carbono, e sim, ser possível perder peso!

COMECE PELOS LEGUMES: Ora pois bem, porque é que eu sugiro começarem por este alimento? A maioria das vezes, temos  mais olhos que barriga e começando logo pelo arroz/massa ou batata, ainda nos apetece mais. Se, no entanto, começarmos pelos legumes, parece que nos acalma e que depois, a quantidade que ingerirmos já é diferente. Além disso, nunca esquecer os legumes no prato, que muitas vezes não existem, e aí é que está o erro! Normalmente temos sempre a carne/peixe, arroz/batata ou massa e pensamos… já não tenho tempo para fazer legumes… por isso, é importante que comecem a pensar de forma diferente!

ESCOLHA OS CERTOS: Comer arroz, batata ou massa normal, ou seja, sem adições, é bem diferente do que optar por batata-frita ou por uma carbonara cheia de natas! Por isso mesmo, têm de perceber que é possível comer hidratos de carbono, mas que o mais simples é sempre o melhor. Não é comer arroz que o engorda, desde que seja consumido de forma equilibrada! Agora, optar por uma massa que está cheia de natas, bacon ou chouriço, já é bem diferente! Por isso mesmo, prefira arroz, esparguete, batata-doce, quinoa… sem molhos e sem essas adições! É como costumo dizer, o que engorda não é a batata, são as 10 batatas que comemos, e o pãozinho no molho!

VALORIZE O QUE COME: Como sabem, não sou muito a favor de bolachas, porque na realidade acho que não nos acrescentam muito em termos nutricionais. Além disso, é totalmente diferente comer hidratos de carbono vindos de bolachas ou vindo de arroz ou massa por exemplo. Isto porque, a maioria das bolachas acabam por ter na sua composição nutricional uma elevada quantidade de gordura e de açúcar. Ou seja, não faz sentido substituir um alimento por outro. 

NÃO SE ESQUEÇA DO ACOMPANHAMENTO FUNDAMENTAL: Uma refeição tem de ser constituída, além dos hidratos de carbono, por sopa de legumes, proteína e legumes! Ou seja, se consumirmos estes alimentos juntamente com os hidratos de carbono (Desde que na quantidade certa), não é necessário retirá-los da nossa alimentação! No entanto, se por outro lado, deixarmos de lado a sopa e os legumes, vamos comer mais arroz ou batata,e aí sim, consumir mais do que necessitamos! E sinceramente, é o que acontece na maioria das casas… e por isso mesmo, um consumo exagerado e depois muitas vezes, associam isso ao aumento de peso! Mas na realidade o que acontece é que a refeição não é adequada! E não vale a pena dizerem que não comem mais arroz ou batata quando não comem legumes porque é mesmo isso que acontece! Tenho a perfeita noção de que, quando não como sopa e/ou legumes, como mais do resto!

Deixem de querer as ditas dietas milagrosas e foquem-se em querer mudar os vossos hábitos alimentares! Não é uma pequena porção de hidratos de carbono que engorda, desde que equilibrada, claro! O que engorda é sim, as bolachinhas, o pão nos molho, os folhados …

E mais um hábito que é fundamental perceberem que faz parte de um estilo de vida saudável, é a prática de exercício físico!

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem! Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua sáude! #poetenalinha

, , ,

BOLO DE LARANJA

BOLO DE LARANJA, a receita prometida ♥️ Ficou mesmo mesmo bom, fofinho, e deu para imensos snacks entre consultas 🙂 E não tem essência nenhuma, foi mesmo fácil de fazer 👌

Ingredientes:

-1 laranja inteira (sumo e raspas)
-2 maçãs raladas
-2 ovos inteiros
-2 colheres de sopa de mel
-Frutos secos a gosto
-1 chávena de farinha de centeio integral (230g)
-1 colher de café de fermento
-2 colheres de sopa de azeite
-100 ml de claras
-20g de arandos

Modo de preparação e confeção:

-Comece por triturar a laranja juntamente com as maçãs. Junte o mel e volte a triturar. Numa tigela, bata os ovos e envolva o azeite, juntando o purê de fruta feito anteriormente.
-Numa tigela coloque todos os ingredientes secos (farinha de centeio, fermento, bicarbonato e os frutos secos partidos grosseiramente). Junte o preparado anterior e envolva bem até ficar uma mistura homogénea.
-Bata as claras em castelo e junte, envolvendo bem.
-Por fim, envolva os arandos e disponha o preparado numa forma de silicone, colocando meias luas de maçã por cima.
-Leve ao forno pré-aquecido cerca de 40 minutos (verifique com um palito se já está pronto). Deliciem-se 😋

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

, ,

BATATA NA SOPA…?! E AGORA?! VOU ENGORDAR?!

Vamos lá falar de um tema que já estou para escrever há imenso tempo… A bela da batata na sopa e a ´problemática toda´ à sua volta. Aconselho comer sopa todos os dias?! SIM! Aconselho comer sopa fora?! SIM! Aconselho comer sopa em restaurantes?! SIM! Mas oh Maria… a sopa nos restaurantes tem batata e isso engorda, é o que eu oiço muitas vezes nas consultas de nutrição… E sinceramente, acho que este assunto devia ser desmitificado e não deveria haver este medo, que para mim, não faz sentido nenhum!

 

Pois bem, antes de mais, e penso que concordam comigo… Antes de pensarmos na batata que a sopa tem, temos sim de pensar na manteiga, nas azeitonas, no pão, nas chamuças e nos rissóis, que vêm para a mesa como entrada quando comemos fora. E mesmo que tenhamos na cabeça que não vamos comer entrada, caso venham para a mesa, tenho quase a certeza que difícil resistir (dependendo da motivação) e que muitas vezes vamos ´picar qualquer coisa´. Se pedirmos uma sopa e as restantes pessoas que nos acompanham estiverem a comer as entradas, torna-se muito mais fácil não as comermos porque acabamos por estar entretidos e não estamos só a ´olhar´.

Além disso, a maioria de nós, quando come as entradas, muitas vezes deixa metade do prato principal e não consegue acabar tudo. No entanto, se comermos apenas a sopa, secalhar já não deixamos a comida no prato. Isso já me aconteceu a mim, e passo a explicar: Está tudo a comer entradas e eu não como, ou como uma sopa. Vem um prato (bem cheio), com carne, arroz e legumes… a Maria come tudo e referem ´Maria, estavas com fome´ e eu penso para mim ´a diferença foi que eu não comi as entradas (que não fazem falta nenhuma), e então comi a comida´. É essa a diferença! E na verdade, na minha opinião, é muito mais importante comer a comida no prato do que todas as coisas que nos põem à frente como entradas e que a nível nutricional não têm interesse (que fique claro que estou a falar do nosso dia-a-dia e não de excepções, porque eu também como rissóis ou croquetes em dias especiais, como casamentos, batizados… e quando digo dias especiais, é porque considero que ir jantar fora é para estar com os amigos e não é propriamente uma razão para estar constantemente a comer mal).

Outra razão para dizer para comermos sopa no restaurante prende-se com as ´vontades´ que muitas vezes nos dão. Ou seja, se comermos sopa, até podemos comer batatas-fritas a seguir, mas secalhar em vez de uma travessa, comemos só metade! Além disso, se comermos sopa, a vontade de comer a sobremesa no fim também diminui porque acabamos por ficar mais cheios. MAS ATENÇÃO, eu estou a falar do nosso quotidiano e não de um dia em que faça sentido comer a sobremesa! Ou seja, para mim, a sopa é nossa amiga seja onde for!

Ou sou eu que tenho muita sorte, ou na maioria das vezes que vou comer fora a sopa NÃO É EMBATATADA! Normalmente é uma sopa de legumes, que até pode ter alguma batata, mas que não será o seu maior constituinte! E digo-vos já que vou a todo o tipo de restaurantes/tascas, por isso a probabilidade de ter mais batata até poderia ser elevada.

Sabem o que é que eu costumo dizer muitas vezes?! Ter uma alimentação saudável é bem mais fácil do que a maioria de nós pensa! Porque se colocássemos em prática pequenos truques todos os dias, depois não tínhamos de andar todos aí a pensar que ter uma alimentação saudável é passar fome, é deixar de comer doces, é andar a comer cozidos e grelhados… PORQUE NÃO É!

Se todo o problema fosse a batata que a sopa tem, estávamos nós todos muito bem! Para mim, todos nós deveríamos comer sempre sopa, estejamos a tentar perder peso ou não, desde crianças a idosos, ao almoço e ao jantar.

Espero que tenham gostado, que comentem, que deixem a vossa opinião! Se quiserem algumas receitas de sopa, é só verem aqui.

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

, ,

BARRAS DE CEREAIS

Um ideia diferente para os vossos lanches e que podem fazer em casa, em vez de comprarem em hipermercados: Barras de aveia. Normalmente utilizo flocos de aveia no meu dia-a-dia, mas há formas diferentes de a consumir para quem se farta e gosta de variar 🙂

Ingredientes:

  • Flocos de aveia (8 colheres de sopa)
  • Ovos (2)
  • Banana (2)
  • Sementes de chia (1 colher de sopa)
  • Sementes de abóbora (2 colheres de sopa)
  • Nozes (6)
  • Canela (a gosto)

(Para os mais gulosos, podem colocar stevia ou manteiga de amendoim ou amêndoa para adoçar as barras)

barras de aveia1.jpg

Modo de Preparação e Confeção

  • Pré-aqueça o forno a 180ºC;
  • Esmague a banana num prato;
  • Numa tigela junte os flocos de aveia, as sementes de chia, as nozes e a canela. Junte a banana e mexa bem até ficar envolvido;
  • Espalhe o preparado anterior num tabuleiro. Utlizei um tabuleiro de silicone para ser mais fácil desenformar;
  • Bata os ovos e coloque por cima;
  • Leve ao forno durante cerca de 30/45 minutos

Pronto!! Uma boa ideia para colocar na marmita do trabalho! Pode acompanhar com 1 iogurte magro ou queijo fresco por exemplo 🙂 Podem mandar também para os mais pequenos aí de casa, que acho que vão gostar!

Na prozis, com o cupão poetenalinha têm 10% de desconto em compras online, até dia 03/03/2019, há uma campanha em que em compras de 60€ têm a oferta de sachet organic vegetable protein, amêndoas, nozes, caju, avelãs, café HondurasNano Shaker, além dos 10% de desconto. Podem fazer as vossas compras aqui.

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram e subscrever o canal Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

,

5 receitas saudáveis para quando lhe apetece um doce

Quantas vezes é que nos apetece um docinho durante a semana?! Ora porque dormimos mal, ora porque estamos mais stressados, ora porque estamos naqueles dias, ora só porque sim… 🙂 Apesar de muitas vezes tentarmos deixar esses docinhos para o fim-de-semana, durante a semana pode haver um dia em que nos apetece mesmo, e lá vamos nós…! Por isso mesmo, vou-vos deixar aqui algumas ideias para que, quando vos apetece um doce, em vez de ir a uma tablete de chocolate ou comprar bolos na pastelaria, opte por alguma coisa melhor 🙂

Uma das grandes dificuldades é o planeamento semanal das nossas refeições e por isso mesmo, nada melhor que um workshop onde irei falar sobre esse tema. De que forma é que podemos facilitar esta tarefa? Será que é possível, com a correria do dia-a-dia, mantermos uma alimentação saudável diariamente? Se passamos o dia todo fora, será que é possível levarmos a lancheira com todas as refeições? Depois de um dia de trabalho, e stressante, de que forma é que conseguimos chegar a casa e preparar um jantar saudável? É sobre tudo isto que vamos falar! Irei partilhar convosco diversas dicas para que consigam levar um dia completo de refeições para o trabalho, bem como conseguirem ter o jantar pronto quando chegam a casa. Além disso, truques para que isso aconteça sem passarem horas a fio dentro da cozinha. No dia 23 de fevereiro, das 14h30 às 18h00 vou ajudar-vos a planear e organizar a vossa semana, para toda a família aí de casa. Podem ver mais informações aqui

 

BOLO DE MAÇÃ (receita aqui)

Claro que aqui o objetivo seria fazer o bolo ao fim-de-semana e ficarem com ele guardado para durante a semana, pois não será para fazer no próprio momento. Fica um bolo docinho, fofinho e que ajuda nestes momentos 🙂

 

 

MAÇÃ ÀS FATIAS RECHEADA

Aqui dou a ideia da maçã, mas que pode ser uma fruta ao vosso gosto! Se cortarem as maçãs às fatias, depois podem rechear consoante o que gostarem. Manteiga de amendoim ou amêndoa (uso a da prozis, e com o cupão poetenalinha têm 10% de desconto), lascas de coco, pepitas de cacau cru, iogurte natural com canela, mel… há imensas opções e que fazem com que fique um snack muito docinho. 

 

 

QUEQUES (receitas aqui)

Deixo-vos aqui várias várias receitas de queques ou muffins, que podem também fazer em grande quantidade e guardar no frigorífico para o resto da semana. O meu truque é mesmo esse, para facilitar 🙂 Se acharem que fica pouco doce, podem sempre colocar um fio de mel por cima!

 

 

MAÇA RECHEADA COM QUEIJO FRESCO E MANTEIGA DE AMENDOIM

   

 

Agora vou-vos deixar várias receitas ainda mais fáceis, que podem fazer logo no momento:

  • Iogurte natural + Manteiga de amendoim/amêndoa ou canela
  • Banana com manteiga de amendoim (até podem aquecer a banana no microondas)
  • Bolacha de arroz com manteiga de amêndoa e uma banana ou maçã
  • Bolo no microondas (receita aqui) com mel

O que costumam fazer por aí? Há mais ideias? Partilhem comigo!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!