, , ,

8 DICAS PARA A ORGANIZAÇÃO NO PÓS-PARTO

Tanto me pediram esta publicação, que cá está ela! Apesar de no título referir ´no pós-parto´, acho que algumas destas dicas dão para toda a gente que têm dificuldade em organizar-se. Pois bem, não é fácil, admito! É um desafio conseguir uma mínima organização quando temos um bebé, mas é possível… ou pelo pelos, minimamente possível. Acho que tenho um ponto a meu favor, que é não gostar de dormir durante o dia nem ficar de sofá a ver filmes… ou seja, e apesar de toda a gente me dizer que tenho de descansar durante o dia, acabo por aproveitar o tempo para fazer outras coisas (neste caso, cozinhar, escrever publicações, estender a roupa, pôr a máquina a lavar etc etc…). Isto não significa claro, que um dia não sinta necessidade de dormir e não o faça… porque é fundamental.

  • COMPRAS ONLINE: Meio caminho andado para conseguir manter a nossa alimentação. Eu sei que se pagam taxas e que muitas vezes nos faz pensar se vale a pena ou não, mas sinceramente, vale a pena. Primeiro porque se não for assim, não há compras para ninguém. Eu não vou ao centro comercial com o pequenino e prefiro que o R. venha para casa depois do trabalho para estar connosco do que ir para as compras. Além disso, as taxas que se pagam, na minha opinião, compensam em termos de trânsito, horas e parque… até porque me entregam à porta de casa. Uso as compras online para as coisas maiores, e a carne tenho também encomendado no talho do uruguai e o peixe a mesma coisa, no celas e fernandes, que tem peixe ótimo.
  • ACORDAR ANTES: Tento sempre acordar antes do baby. Porquê? Para tomar o pequeno-almoço e me despachar antes que ele acorde com fome. Além disso, porque assim também consigo despachar algumas coisas, como responder a emails, estender a roupa ou fazer alguma comida (como na segunda, em que comecei logo a fazer uma sopa de legumes de manhã e a cortar legumes). Claro que há coisas que acabam por ficar a meio se ele acorda, mas termino depois. Há dias em que ele me troca as voltas e acorda antes ou ao mesmo tempo, e aí adapto… ou dou logo maminha (desculpem mas agora esta palavra faz parte do meu dia-a-dia), ou então como num instante (pequeno-almoço já preparado) para depois tratar dele. Não é fácil porque nem todas as noites correm bem, mas eu prefiro assim. Pelo menos quero acordar às 7h00. Já houve dias em que quis ficar a dormir, mas depois ia ficar irritada de não conseguir, pelo menos, tomar o pequeno-almoço.
  • PEQUENO-ALMOÇO/SNACKS PRONTOS: Não sou uma pessoa que goste de comer pão com manteiga ou cereais com leite ao pequeno-almoço (isto, todos os dias claro). Um pão quentinho com manteiga sabe sempre bem ahah mas depende da ocasião. Neste caso, estou a falar do dia-a-dia. Se andamos sempre numa correria o dia todo, com o bebé ao colo, a mudar fraldas, a dar de mamar, quase não temos tempo para preparar alguma coisa para nós ou para comer… por isso mesmo, se tivermos coisas no frigorífico já preparadas, é só abrir e voilá… Podem ver por exemplo o que fiz no fim-de-semana passado na galeria de fotografias em baixo. Tive panquecas, muffins, quiche… é só mesmo abrir a marmita e comer! 
  • PANO: Nas primeiras semanas não tinha forma de colocar o pequenino ao colo e ficar com mãos livres… desde que tenho o pano é bem diferente, porque consigo fazer coisas com ele ao colo. Senão, era muito difícil. Acho mesmo que é essencial porque nos permite ser mais organizados e fazer coisas em casa, apesar de demorarmos o dobro ou o triplo do tempo… ahah
  • QUANTIDADES: Se antes já fazíamos grandes quantidades, hoje nem se fala. E tem mesmo de ser, pelo menos para nós. Mais uma vez, facilita muito pegar e aquecer. No fim-de-semana fizemos 30 almôndegas, 1kg de frango com caril, 1 frango no forno e uma quiche. Ou seja, ficámos com refeições para toda a semana, não falando dos dias em que até cozinhamos alguma coisa. Na segunda-feira, fiz uma wok cheia de legumes (courgette, nabo, alho francês) e cozi uma panela cheia com outros legumes (couve, alho francês, nabo). Cozemos 1/2 pacote de massa também, e fiz uma chávena de arroz que deu um tacho cheio. Como já referi várias vezes, claro que comer a comida acabadinha de fazer é ótimo, mas nos dias de hoje tem sido muito difícil (se antes o era, imaginem agora) e o nosso objetivo é comer bem, manter os nossos hábitos saudáveis e não acabar a encomendar comida a torto e a direito ou a deixar passar as refeições porque não há tempo para as fazer. 
  • FACILITAR: Se calhar facilito de mais, mas sou mesmo assim. É mesmo, descomplicar. E dou-vos dois exemplos:
    – Normalmente para fazer arroz, coloco cebola cortada, alho picado e azeite… ou seja, a receita típica de arroz. Esta semana, fiz arroz assim que acordei (às 7h00), para ficar para o almoço, porque depois ia sair. E como o pequenino estava a acordar e não havia muito tempo, pus água a ferver, sal e o arroz lá para dentro… mais nada! E porquê?! Porque senão tivesse sido assim, não ia ter arroz ao almoço e ia ficar a pensar nisso a manhã toda.
    – Os legumes que referi que cozi em cima, supostamente ia saltear. Mas como não tive tempo durante o dia e já não tínhamos legumes para o jantar, meti água a ferver, sal e os legumes. Ou seja, saíram cozidos. Mais uma vez, salteados são bem mais saborosos, mas é o que é… prefiro ter legumes do que não os ter.
  • APROVEITAR TODOS OS BOCADINHOS:
    – Na segunda-feira fiz a sopa às prestações ahah e já não é a primeira vez. Ou seja, o baby estava a dormir e eu pús os legumes todos na panela de pressão com sal e água e ficou a cozinhar. Depois o baby acordar, tive de dar maminha (desculpem, mas agora maminha faz parte do meu vocabulário diário) e depois fui para a ginástica, ou seja, a sopa ficou a meio porque não a triturei. Depois, à tarde tratei do resto. É o que é, não ia deixar de ir à ginástica para acabar a sopa. 

    – Já estendi roupa às prestações também. Porque isto é tudo uma incógnita. Mas não faz mal, a roupa fica mais amachucada depois passasse a ferro, tem de ser esse o espírito. Ou pelo menos, é esse o meu espírito ahah
  • NAMORADO/MARIDO: Para quem tem um companheiro, acho fundamental que repartam funções. Aqui em casa fazemos os dois questão de ter hábitos saudáveis, mas caso não fosse assim, considero que é essencial dividir tarefas. No domingo, por exemplo, eu é que fiz os snacks todos mas depois não tive tempo de lavar e arrumar a loiça antes de almoço (tive de dar maminha), por isso foi o R. que tratou da cozinha. No sábado, ele é que fez as refeições todas (almôndegas, frango com caril…). 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Espero que tenham gostado e que deixem a vossa opinião! Mais dicas?!

Temos nova campanha na prozis que começa hoje (podem fazer as vossas compras aqui). Além dos 10% de desconto nas compras online, têm:

✔Em compras de 30€ – Oferta de Pack com frutos secos: amêndoas, avelãs, nozes, amendoins, cajus
✔Em compras de 50€ – Oferta de Pack de Frutos secos + Manteiga de amendoim
✔Em compras de 70€ – Oferta de Pack de Frutos secos + Manteiga de amendoim + 2x Proteina vegetal em saquetas + Nano Shaker com compartimentos (cor à tua escolha)

As minhas compras favoritas e que encomendo sempre são: manteiga de amendoim e de amêndoa, lascas de coco, aveia instantânea sem sabor e com sabor a chocolate, cajus, nozes, barras 0% (para quando vou de viagem) e claras de ovo.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

2 respostas
  1. Maria Lima says:

    Bom dia.
    Sigo o seu Facebook,identifico- me muito pois fui mãe á dois meses 😊
    Reparo que come normal… não faz restrição nos alimentos… nos legumes que se diz fazer cólicas ….
    Eu também como um pouco de tudo…mas as vezes com receio.
    Obrigado
    Maria Lima

    Responder

Deixe uma resposta

Deixe o seu comentário ou partilhe as suas ideias ou experiências.
Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *