6 hábitos alimentares a incluir no dia-a-dia da mãe no pós-parto

sexybodyfitness-easy-and-healthy-tips-for-losing-w

Após o parto, a mãe dedica muito tempo à amamentação. É importante que nesta fase exista, tal como sempre, uma alimentação equilibrada, variada e completa. Por vezes existe a preocupação da mãe em perder o peso que ganhou durante a gravidez, mas esta perda de peso tem de ser sustentada e devagar.

    • Exagere nos legumes da refeição, não custa nada e torna as suas refeições muito mais saudáveis. Não falo de legumes cozidos, mas sim de legumes estufados, na wok ou até salteados (com pouco azeite)
    • Prefira cereais integrais: Deixe o pão branco na prateleira do supermercado. Não pense em trazer “apenas um”, que está mesmo quentinho, para aquele dia. Opte por pão de sementes, integral ou escuro. Além disso, deixe o pão de lado às refeições principais.
    • Tem de comer fruta durante o dia. Pode optar por 2 peças de fruta entre as refeições, deixando-as de lado à refeição. Se está farta de fruta fresca, porque não cozer umas maçãs ou assar umas peras? A canela como topping dá-lhe um aroma e um sabor ótimo, colmatando também a vontade do doce muitas vezes presente.
    • Integre gorduras `boas`no seu dia-a-dia: Nozes, amêndoas, cajus são alguns exemplos. Pode comer por exemplo no lanche da manhã ou da tarde.
    • Beba água. Se não lhe apetece porque os dias têm estado frios, opte por chás ou Infusões (mas claro, sem açúcar). Tem mesmo de fazer um esforço para beber líquidos. Se se esquece, comece por beber um copo de água/chá sempre antes e depois de cada refeição.
    • Não logo após, mas assim que estiver recuperada, organize-se e pense numa atividade física que gostasse de fazer. Não gosta de ginásio? Vá dar uma caminhada todos os dias. Não gosta de caminhada? Inscreva-se na natação. Não gosta de natação? Compre uma bicicleta e aproveite para dar umas pedaladas enquanto vê televisão. Há sempre opções.

A alimentação da mãe é fundamental também para a nutrição do bébé, pelo que se quiser perder peso, o importante é comer alimentos que lhe façam bem, e deixar de lado alimentos altamente calóricos e que não fazem bem a ninguém.

Não se esqueça que, ter uma alimentação saudável é:

    • Comer bem!!!
    • Comer todos os alimentos de forma adequada e equilibrada: Dependendo dos nossos gostos e de alguma patologia que possamos ter, podemos comer pão, cereais, lacticíneos, fruta, arroz/massa/batata, peixe/carne assada/guisada/estufada/cozida/grelhada, legumes ou saladas, frutos secos, ovos…
    • Comer frequentemente, de acordo com o nosso dia-a-dia (pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, lanche, jantar e se necessário, ceia);
      Incluir sopa ao almoço e ao jantar (o que é que custa? Não arranjem desculpas para não comer este alimento, ou é porque está calor ou é porque ficam cheios e já não conseguem comer o segundo prato…). Irá ajudar-nos a manter a saciedade ao longo do dia. Mas, se um dia não lhe apetecer, não tem de comer!
    • Deixar de lado alimentos processados, como bolos de pastelaria, bolachas, donuts, bolicaos etc…Podem crer que isso sim, pode ficar de lado, e para sempre! Pois não faz falta nenhuma! Não comer pão e depois comer bolos?!? Não!
    • Reduzir a quantidade de gordura que utilizamos para fazer as nossas refeições;
    • Não comer pão à refeição. E porquê? Porque já comemos ou arroz, ou massa, ou batata-doce, ou grão ou feijão… Que tal deixarmos para os intervalos das refeições?

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

LOGO_HORZ_P&V.png