, , ,

7 dicas para diminuir a utilização de sal nas suas receitas

A confeção de receitas com um teor de sal reduzido é muitas vezes um desafio: ou porque pensamos que sem este ingredientes as refeições ficam sem sabor, ou porque simplesmente, não sabemos cozinhar sem o utilizar. A utilização de sal na preparação e confeção das nossas refeições deve ser mínima, quer em pessoas que sofram de alguma patologia, quer em pessoas saudáveis.

Por isso mesmo, nada como colocar em prática vários truques:

  • Diminuir gradualmente a quantidade de sal que adiciona durante a confeção dos alimentos. No primeiro dia diminua para metade, e assim por diante;
  • Substituir o sal por ervas aromáticas, especiarias, alimentos coloridos (tomate, cenoura, pimento verde, amarelo, vermelho ou laranja, brócolos, couve roxa, entre outros) ou outros condimentos. Pode ver aqui, um vídeo que mostra como fazer cubos de azeite aromatizado.
  • Deixe os molhos de lado: Apesar de considerar que o melhor é fazermos a nossa polpa de tomate em casa, e porque nem sempre temos disponibilidade, têm aqui uma sugestão com baixo teor em sódio.
  • Não colocar o saleiro na mesa, é mais fácil não adicionar às refeições se não estiver perto dele.
  • Utilize uma colher de chá para medir a quantidade de sal, de forma a conseguir ter a noção da quantidade utilizada. Tenha em mente que uma colher de chá rasa equivale a 5g de sal, o máximo recomendado pela Organização Mundial de Saúde.
  • Comprar produtos que na sua composição tenham reduzida percentagem de sal (leia sempre os rótulos ou as listas de ingredientes, evitando ingredientes que acrescentam aos alimentos quantidades significativas de sódio). Compare produtos e prefira os que indicam que tem menor quantidade de sódio. Alem disso tente escolher alimentos que digam “teor reduzido”, “baixo teor” ou “sem adição”. Pode ver este exemplo, queijo com baixo teor em sal.
  • Deixar a carne e o peixe a marinar, por exemplo em vinha de alho ou com outros temperos, mas sem sal. Deste modo, o sabor e aroma dos temperos adicionados ficarão mais intensos e o resultado final mais saboroso. Pode temperar à noite para fazer no dia seguinte.
  • Quando for comer fora: Peça para não adicionarem sal na salada que pediu para acompanhar o seu almoço. Em vez disso, peça para lhe trazerem ervas aromáticas ou especiarias para adicionar ao tempero;

Evitar levar do supermercado alimentos com elevado teor em sal:

  • Produtos de salsicharia, charcutaria e alimentos fumados, enlatados;
  • Sopas instantâneas, ketchup, maionese, mostarda, molho de soja e tomate, caldos concentrados;
  • Margarinas, manteiga e outras gorduras para barrar, determinados tipos de queijo;
  • Rissóis, croquetes, chamuças, bolinhos de bacalhau, folhados, refeições congeladas, batatas fritas de pacote e outros aperitivos;
  • Águas minerais gaseificadas.

Para quem não sabe, tenho vários e-books, que podem adquirir aqui

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

– 70 receitas de panquecas (3,0€)

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube ? Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

10 lanches para comer ao ar livre

O bom tempo parece que chegou, e nada  melhor do que ter opções saudáveis para levar connosco para um picnic, para a praia ou para um passeio no jardim. Há sempre opções que podem andar connosco, e sair de casa o dia todo, não tem de ser uma desculpa para não comer bem, porque podemos levar o cesto ou  lancheira com tudo lá!  Dias quentes, dias com um tempo maravilhoso para se sair de casa ao fim-de-semana e fazer um programa diferente, fora da confusão do trânsito. Um picnic é, por muitos, uma maneira de passar o dia com a família e/ou amigos e, ir almoçar “fora” sem gastar muito dinheiro. Mas, agora vem a dúvida, o que levar para comer? Pois muitas vezes a existência de pic-nic está associado a levar alimentos nutricionalmente pobres, ricos em açúcar ou em gordura. Deixem de lado batatas fritas, rissóis, croquetes, bolos de pastelaria etc.

Além disso, pense na quantidade de horas que vai passar fora, levando comida a contar para o dia todo, ou seja, almoço e lanche, se assim for o caso.

Aqui ficam algumas ideias:

  • Ovos cozidos (podem até, se preferir, juntar a uma salada fria: massa espiral, ovo, frango desfiado, alface, tomate, couve-coração), ovos mexidos
  • Atum ao natural (podem até, se preferirem, juntar a uma salada fria)
  • Tomate cherry (ao qual podem juntar queijo fresco)
  • Frutos vermelhos (para quando vos apetecer petiscar)
  • Panquecas (pode ser para o lanche, ao qual juntam um iogurte. Receita aqui)
  • Batata-doce (para acompanhar a refeição. Deixe de lado as batatas fritas)
  • Queijo fresco ou requeijão (se quiserem dar um toque mais doce, podem levar doce sem adição de açúcar)
  • Fruta fresca cortada (o jumbo tem já tem este tipo de snacks, que é só pegar e levar, dá muito jeito: Papaia, melancia, melão, Pêssego)
  • Pão de centeio, de sementes (nas sandes que fizer aproveite para colocar alface ou tomate por exemplo)
  • Frutos secos (caju, avelãs, nozes, amêndoas)
  • Salada fria (alface, beterraba, cebola, couve-coração, tomate, pepino, espinafres)
  • Água ou sumo natural

Para quem não sabe, tenho vários e-books, que podem adquirir aqui.

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

– 70 receitas de panquecas (3,0€)

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

5 DICAS PARA SE MANTER FOCADO NO SUPERMERCADO

Vem aí o fim-de-semana e as compras são fundamentais! E porquê?! Porque convém organizar minimamente e nossa próxima semana, de forma a termos todos os ingredientes em casa para uma semana saudável. No entanto, a ida às compras, por vezes, pode resultar em algumas compras que supostamente não fariam parte da lista de compras… E porque é que isso acontece?! Ou porque é fim-de-semana e gostamos de nos ´mimar´, ou porque vamos cheios de fome, ou porque passamos pelos corredores errados… ou até porque consideramos sempre ´ah… e se for alguém lá a casa…?´… Concordam?!

Por isso mesmo, hoje vou falar sobre algumas dicas que são importantes aplicarem quando vão ao supermercado, de forma a conseguirem manter o foco! É tão mais fácil terem uma alimentação saudável… acho é que complicamos, porque não tem dificuldade nenhuma! É só perceberem os princípios fundamentais a isso e começar a aplicar diariamente.

 

SEM FOME: Parece brincadeira, mas é mesmo verdade! Até a mim já me aconteceu… ir cheia de fome às compras e apetecer-me comprar tudo o que não devia! Porquê? Porque nessa altura só nos apetece esse tipo de alimentos, normalmente ricos em açúcar e em gordura. Se vão às compras às vezes num ´escape´, nem que tenham frutos secos ou uma peça de fruta com vocês para conseguirem comer alguma coisa antes de entrarem no supermercado.

É ASSIM E ACABOU: É um bocadinho o meu lema… É A VIDA, É ASSIM E ACABOU! 🙂 É uma forma de nos ´protegermos´de tudo o que está à nossa volta. Ou seja, não darmos as ditas ´abébias´, porque dando a primeira, vêm muitas mais de seguida. Temos de perceber se faz ou não sentido, e em que momento é que faz sentido! Não vale a pena considerar em levar umas bolachas de chocolate para casa só porque elas estão em promoção! Estão em promoção, E ENTÃO?! Não faz sentido arranjarmos desculpas para levar esse tipo de alimentos para casa, porque estando ou não em promoção, devem ficar no supermercado. Aliás, e mesmo estando em promoção, poupam mais dinheiro se deixarem esse tipo de alimentos nas prateleiras 🙂

NÃO PASSE NOS CORREDORES ERRADOS: Se tem dificuldade em passar em determinados corredores e não comprar nada, não passe por eles! Por exemplo, eu nunca passo nos corremos dos refrigerantes/sumos e bolachas… porque não compro nada disso para minha casa. Aliás, acho que nenhum de nós precisava de passar por estes corredores! Qual é a razão de passar por lá, se sabemos que esse tipo de alimentos nada têm de bom para a nossa saúde?!

NADA DE ´COITADINHO´: Esta dica é mais para quem vai com crianças ao supermercado. Antes de mais, é importante que as crianças também vão às compras de forma a se habituarem e a saberem o que devem ou não comprar. Ou seja, voltamos à dica anterior…é assim e acabou! Se o menino pede, não temos de comprar só porque pensamos ´coitadinho do menino´… porque tem de haver regras e é fundamental que os mais pequenos, principalmente eles, percebam o que devemos ou não comprar no supermercado em termos de alimentação. Se querem comprar alguma coisa, comprem um livro pedagógico, uma corda de saltar à corda…mudem o foco do que vão comprar, e alguma coisa que na realidade os torne mais saudáveis! Volto a dizer… estou a falar de dias normais, e não de excepções!

NÃO VÁ EM CONVERSAS: Por exemplo, devemos consumir preferencialmente iogurtes naturais. Mas vamos supor que hoje lançam um iogurte todo xpto que está em promoção e que diz na embalagem que é super ´light´. Vocês acham que é por isso que devemos comprar? Se os mais saudável são os naturais, qual é a razão para experimentar o iogurte que saiu com sabor a framboesas? Porque tem framboesa? Então comprem framboesas e misturem nos iogurtes naturais! Oiço muitas vezes… ´como o iogurte grego com sabor a maracujá… mas é iogurte grego….´. E ENTÃO?! O que eu quero dizer com isto é que não é porque sai um iogurte novo, umas bolachas novas, umas batatas-fritas light…que temos de experimentar. Porque vos garanto, se experimentarem e gostarem, é muito mais fácil voltarem a comprar da próxima vez que forem às compras.

Aqui ficam algumas publicações que vos podem ajudar para se organizarem este fim de semana, é só carregarem no link.

Para quem não sabe, tenho vários e-books, que podem adquirir aqui

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

– 70 receitas de panquecas (3,0€)

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

5 dicas para uma alimentação familiar mais saudável

Sal: Se a comida tem pouco sabor, não adicione sal. Tente que fique mais saborosa com ervas aromáticas ou especiarias. Se tal não acontecer o seu filho vai habituar-se ao sabor salgado e não será um bom hábito para o seu dia-a-dia.

Nada de bolachas ou barrinhas: Se o seu filho saí das atividades extra curriculares ou tem fome antes do jantar, nada de lhe dar bolachinhas ou biscoitos. Esses alimentos estão cheios de açúcar e de gordura. Se estiverem em casa, opte por lhe dar logo uma sopa por exemplo. Caso esteja fora de casa, ode optar por lhe levar um iogurte, uma peça de fruta ou quem sabe algum tipo de legumes como cenoura palitada.

Bolos, doces ou sobremesas: Nada disso, é preciso regras. Este tipo de alimentos não podem existir no dia-a-dia de uma criança (nem de um adulto). Entenda-se por estes alimentos, leite com chocolate, donuts, bolachas recheadas, bolicaos, chocolates ou sumos. Estes alimentos ficam na prateleira do supermercado. Em vez de pensar ´mas ele gosta´, pense ´faz-lhe mal´.

Legumes ou hortícolas, sempre! Não há desculpas para estes alimentos não existirem nas nossas refeições. Agora claro, se a criança tem de os incluir nas suas refeições, os exemplos são os pais. Por isso mesmo, toda a família come. Se precisam de ideias para facilitar as crianças a comerem este tipo de alimentos, vejam esta publicação.

Tem de existir regras quando comem fora: Quando vão almoçar/jantar fora em família, tem de haver regras. Não é começar por todas as entradas e terminar com uma bela de uma sobremesa, com um ice-tea pelo meio. Se por vezes é ´normal´que existam erros alimentares, isso não significa que seja de manhã à noite ou que seja obrigatório comer mal quando se come fora. Podem sempre combinar que cada pode escolher alguma coisa ´fora do habitual´, uma vez que não faz sentido proibir alguns alimentos às crianças se nós, adultos, os comemos.

Para quem não sabe, tenho vários e-books, que podem adquirir aqui

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

– 70 receitas de panquecas (3,0€)

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube ? Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, , ,

5 ALIMENTOS QUE DEVE EVITAR

Uma das grandes dificuldades relacionadas com um estilo de vida saudável passa por conseguirmos organizar o nosso dia em termos de lanches, saudáveis. No entanto, não é assim tão difícil se percebermos na realidade que opções é que devemos fazer.

 

  • Bolachas, bolachinhas: Antes de mais, ninguém precisa de bolachas. Se quiser comprar algumas bolachas, aconselho as bolachas de arroz, de sésamo ou marinheiras. Bolachas maria, torrada, de chocolate ou o que quer que seja tem de ficar no supermercado! Ou seja, quando vamos às compras não passamos por este corredor, é o mais fácil.
  • Donuts, bolicaos, croassaints: Antes de mais respondam-me à questão…Qual é a razão para levarem estes alimentos para casa?!?! Este tipo de alimentos não pode fazer parte das nossas compras nem da nossa alimentação diária. São ricos em gordura e açúcar, tendo um valor calórico muito elevado. Não pode servir de lanches! Diariamente não temos noção do que este tipo de alimentos faz à nossa saúde.
  • Barras: É importante que tenham atenção ao tipo de barras que consomem. Grande parte delas tem uma grande quantidade de açúcar adicionado, não devendo por isso fazer parte do nosso dia alimentar. Analise a lista de ingredientes e deixe de lado as que têm adição de açúcar. Além disso, temos alimentos portáteis e fáceis de consumir e bem mais saudáveis. Apesar de não consumir muito este tipo de alimentos, as que tenho em casa para quando vou de férias ou para um dia em que não tenha nada são estas.
  • Granola de supermercado: Desta não estava à espera…? É um alimento tão falado e tão consumido, mas não é por isso que significa que seja saudável. Se quiser consumir granola, aconselho a fazer em casa (ideias de receita aqui), ou então ter bastante atenção na hora da compra. Porque na maioria das vezes, está carregadinha de açúcar, e por isso mesmo, além de não fazer um grande bem, em termos de perda de peso não ajuda, e nada!
  • Iogurtes com sabores: Vamos começar a tentar optar por iogurtes naturais? E todas as adições que quisermos fazer, fazemos em casa? Quando optamos por iogurtes de sabores ou com adição de fruta, o valor nutricional do iogurte varia, e bastante. Já para não falar dos iogurtes que têm adição de pepitas de chocolate etc..

Espero que tenham gostado!

Para quem não sabe, tenho vários e-books:

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

 

 

, , ,

TOPPINGS PARA PANQUECAS: SAUDÁVEL OU BOMBA CALÓRICA?

PANQUECAS, PANQUECAS, PANQUECAS… Quem não adora? Um dos meus pequenos-almoços preferidos, e que servem também de lanche da manhã ou da tarde! Mas, estando as panquecas tanto na moda, será que por vezes serão saudáveis? Acho que é uma ótima forma de começarmos o dia, de variarmos a nossa alimentação e de termos prazer com o que comemos, mas muitas vezes, as combinações que fazemos é que podem não ser as mais corretas. E digo isto porquê? Porque carregar as panquecas com meio quilo de manteiga de amendoim ou com meio pote de mel não é de todo saudável… Ou seja, aquela conversa de ´ah… mas comi panquecas ao pequeno-almoço, saudáveis ainda por cima´… e o resto?! Fica onde? 🙂

Por isso mesmo, resolvi fazer uma tabela para nos ajudar a perceber a composição nutricional de alguns toppings que costumamos colocar nas nossas panquecas (e que não tem mal nenhum, desde que consumido em equilíbrio):

Porque imaginemos o seguinte… se carregarmos as panquecas com todos estes toppings, e apesar de serem mais saudáveis que as panquecas tradicionais, não significa que não tenham calorias, gordura açúcar… hoje em dia o conceito saudável acaba por ser relativo. Apesar de utilizarmos alimentos saudáveis, se exagerarmos na quantidade, não fica igualmente interessante a nível nutricional.

Para a minha base de panquecas costumo sempre utilizar uma farinha a gosto (aveia, coco, amêndoa, arroz), ovos ou claras e depois posso colocar fruta para adoçar. Mas mesmo assim, prefiro até colocar fruta depois por cima do que na massa… ou seja, prefiro apostar mas no acompanhamento para me dar prazer! Claro que isto, fazem consoante o vosso gosto!

Agora… juntar açúcar de coco nas panquecas (que é açúcar!), depois colocam manteiga de amendoim nas panquecas, mais pepitas de cacau, mais fruta e mais um pouco de mel para adoçar… acaba por ficar uma bomba calórica, e é isso que é importante ter em atenção.

E vocês, quais são as vossas panquecas preferidas? De que forma é que gostam de as comer? Contem-me tudo!

Não se esqueçam de subscrever as notificações, na campainha do lado direito em baixo para ficarem a par de todas as publicações novas 🙂

Antes de mais, para quem não sabe, tenho vários e-books:

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

,

Muito obrigada por tudo o que está a trazer de tão bom à minha vida

‘ Muito obrigada por tudo o que está a trazer de tão bom à minha vida’, foi a mensagem que recebi e que quero partilhar com vocês… e porquê?!

Porque esta frase ilustra muito bem o que tenho vindo a falar e que defendo com unhas e dentes…

– Uma alimentação saudável não deve ser encarado como uma dieta, não deve ser encarado como uma fase passageira para perder uns quilos a mais…

– Uma alimentação saudável não deve ser, dentro de uma dada família, de uma forma para um e diferente outro…. deve ser sim, um padrão, seguido todos os dias, por todos os membros da mesma família (excepto alguns casos específicos de patologias, claro)

Primeiro, porque só assim vai dar certo e só assim se conseguem adotar e manter hábitos alimentares saudáveis agora e, de preferência, para sempre, mesmo que seja com objetivos a curto ou médio prazo de gestão do peso ✌

Hoje, durante a consulta, a J estava a explicar-me como correu o seu mês e acabámos por falar na sua mãe, que tem diabetes tipo I. Desde que a J começou a mudança de hábitos alimentares, todos lá em casa começaram também… ora o marido, ora os filhos, ora a mãe (avó)… qual a minha surpresa quando a J me referiu que a mãe reduziu de 18 doses de insulina injectável para 12 e que as suas glicemias estavam muito mais controladas… ! E engraçado é, que a mãe refere que agora come mais… 😅 Atenção que a mãe não é seguida por mim…! Mas a mudança da J favoreceu a mudança da mãe e de todos, que, de certeza, permitirá que todos mantenham os novos hábitos por algum tempo e de forma sustentável ✌

Vocês podem não acreditar, mas quase que fiquei com a lágrima no canto do olho 😅 Porquê?! Porque É ISTO! É isto que eu promovo e que vou continuar a promover… e vou sempre dizer alto e bem alto… que não precisamos de andar a comer alface todos os dias e peixe cozido!

Isto sim… faz-me sentido! Já viram a importância que a alimentação saudável tem? Mas voltando ao mesmo tema de ontem… ALIMENTAÇÃO FAMILIAR 😘

E antes de mais, para quem não sabe, tenho vários e-books:

– 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)

– 50 receitas de refeições principais (3,50€)

– Ementa mensal de refeições principais, com receitas (3,0€)

– Ementa mensal de pequenos-almoços e snacks, com receitas (3,0€)

Quem quiser, é só enviar-me mensagem privada ou comprar aqui.

, ,

4 truques para começar a sua semana de forma saudável

Começa uma nova semana e por vezes poderíamos facilitar a nossa alimentação com pequenos truques, que por vezes nem nos lembramos. Por isso mesmo, deixo-vos aqui uma ajuda para descomplicar, e vos ajudar a ter uma semana mais saudável, sem muito esforço.

Antes de mais quero-vos dizer que tenho 4 ebooks, que se pode adquirir aqui.

  • 50 receitas de pequenos-almoços e snacks (2,50€)
  • 50 receitas de refeições principais (3,50€)
  • 12 receitas exclusivas de pequeno-almoço (2,5€)
  • Ementa mensal com receitas (3,0€)

E agora vamos às minhas dicas:

  • Se já sabe que a sua manhã vai ser a correr, deixe os seus pequenos-almoços já preparados. Papas de aveia (receita aqui), panquecas (receita aqui) ou waffles (receita aqui) são algumas ideias. Pode fazer em grande quantidade, guardar no frigorífico e ir comendo durante toda a semana. Se gosta de um topping saboroso nesta refeição, pode optar por manteiga de amendoim ou amêndoa (as que uso são as da prozis, e com o cupão poetenalinha têm 10% de desconto em compras online, podem ver aqui), lascas de coco, pepitas de cacau, fruta, mel … imensas hipóteses 🙂
  • Organiza-se! Pegue já em 10 marmitas e prepare já os seus lanches para durante a próxima semana (Ideias? aqui), contando com um lanche para de manhã e outro para a tarde. Assim não vai ao café ou à pastelaria se estiver cheio de fome à tarde. É só abrir a gaveta ou o frigorífico do seu trabalho e “voilá”.
  • Coloque já na agenda em que dias vai fazer exercício físico, como um compromisso! Decida hoje os dias que vai ao ginásio, caminhar, à hidroginástica ou fazer outro tipo de atividade física. Organize a sua semana tendo isso em consideração.
  • Durma bem: Não comece a semana com poucas horas de sono. Se tal acontecer, acorda cansado logo no primeiro dia da semana, o que pode aumentar o seu apetite ao longo do dia.
Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube ? Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!
, , ,

O MEU LEMA…. AMIGOS, É A VIDA!

Vamos lá então falar um bocadinho do meu lema…. É A VIDA! Falo muito nisto, tanto em consultas como nos workshops que tenho feito, e por isso mesmo, acho importante partilhar com vocês o que é que isto significa e o porquê deste lema 🙂

Fiz um ebook com 50 receitas de pequenos-almoços e snacks e outro com 50 receitas de refeições principais que já me andavam a pedir à imenso tempo. Assim, ficam com uma compilação de várias receitas para vos ajudar na cozinha 🙂 Já consegui fazer com que possam pagar por MbWay ou Referência multibanco, e por isso, podem fazer a vossa compra aqui. Mesmo assim, também podem fazer através de transferência bancária para PT50 0010 0000 5674 6740 0016 1 e depois enviar o comprovativo para mariagama@poetenalinha.pt.

Ter um estilo de vida saudável, incluindo pelo menos a alimentação saudável e exercício, não é de todo fácil. Ou pelo menos, muitas vezes, é um desafio e é o que referem ser mais complicado. Quando refiro alimentação saudável e exercício, é porque na maioria das vezes, abdicamos destes dois pontos, para conseguir fazer o restante. Não concordam? O que quero dizer com isto é que muitas vezes deixamos a alimentação saudável e o exercício para limpar a casa, arrumar a casa, passa a ferro, trabalhar horas e horas a fio…. etc… ou seja, o que na realidade nos faz bem, e nos ajuda a termos mais energia, mais vitalidade, mais auto-estima… começa a ficar para trás dias e dias seguidos.

Percebo perfeitamente que seja difícil, porque como devem compreender, eu também chego tarde a casa, também trabalho muitas horas, entre outras coisas… e mesmo assim, quero, e tenho de conseguir ter uma alimentação saudável no meu dia-a-dia! É neste sentido que digo que o meu lema é ´É A VIDA´. E porquê?

  • Tenho de comer arroz de há três dias? Bem que me apetecia um arroz acabadinho de fazer, mas não tenho quem mo faça… É A VIDA!
  • Tenho de jantar e almoçar a mesma coisa? E às vezes repetir na mesma semana? Sim! É A VIDA!
  • Tenho de deixar de ir para o sofá quando chego a casa para ir fazer legumes? Sim! É A VIDA!
  • Tenho de ir às compras todas as semanas? Sim! Ninguém vai por mim, É A VIDA!

O que quero dizer com isto é que nós arranjamos as desculpas que nós quisermos para não fazer as coisas! Sabem o que é que penso ´contra mim´?! Maria, se quiseres hoje não vais correr… consegues arranjar mil e uma desculpas para não o fazer. Ou te dói a cabeça, ou tens de trabalhar, ou tens um jantar, ou estás cansada… Por isso, não vais arranjar nenhuma desculpa, e vais correr, É A VIDA! Se é este o estilo de vida que tu escolheste, tens de fazer por isso! Porque se ficares sentada à espera, ninguém faz nada por ti! Claro que, há dias em que não vou porque estou cansada ou simplesmente porque não consigo… assumo para mim mesma que não vou, mas sei que no dia seguinte vou ter de ir! Além disso, e como muitas vezes, de forma a conseguir ir fazer exercício, se tiver um jantar, digo então para ficar marcado para um bocadinho mais tarde, de forma a conseguir ir dar uma corridinha de 30 minutos…

O mesmo para a alimentação minha gente! Ou é porque andamos sempre em eventos sociais, ou porque temos muitos jantares, ou porque não temos tempo, ou porque não temos os alimentos em casa, ou porque a família não gosta, ou porque….ou porque… há sempre uma razão qualquer para não termos a tal alimentação que tanto queremos (ou então, para quem quer perder peso, uma razão para que isso não aconteça). Sou-vos sincera, ter muitos eventos sociais não facilita, mas se nós quisermos, DENTRO DE UM ERRO ALIMENTAR, HÁ SEMPRE UMA MELHOR ESCOLHA! Ou seja, se temos um jantar, porque é que temos de começar nos rissóis, passar pelas batatas-fritas e terminar na baba de camelo? Não podemos simplesmente começar por uma sopa, passar pelo arroz e terminar então na baba de camelo? Garanto-vos que dia após dia, escolha após escolha, começam a ver resultados (para quem os quiser), e começam também a perceber as alterações no vosso dia-a-dia, na vossa energia e boa disposição.

Há jantares a que vou e sou a única a comer a sopa. E então? É por isso que deixo de pedir? Não! Tenho de comer as chamuças só porque toda a gente o faz? Eu hei-de comer as chamuças quando eu achar que tenho de o fazer, quando eu quiser, e nada mais! Sabem quando é que aproveito para comer os ditos rissóis ou croquetes? Em casamentos e baptizados… ahah é uma coisa que eu gosto? Sim! Ou seja, deixo para quando eu achar que os deva comer e não apenas porque toda a gente me vem com a conversa de ´Oh Maria… mas é só hoje´… o que vale é que é só hoje todos os dias, ou quase todos!

Que fique claro, que eu estou a falar do dia-a-dia e não de um dia de festa ou de um dia diferente. Como já partilhei aqui, ou para quem me conhece ou é seguido por mim, eu também gosto de muitas coisas ´menos boas´, e também as como (era só o que faltava não o fazer), só tento é fazer escolhas, e fazê-lo quando eu acho que faz sentido! Dá-me muito mais prazer fazê-lo ao fim-de-semana, em que estou relaxada, com família e amigos, do que durante a semana, só porque sim…

Desculpem o meu desabafo, mas o objetivo é fazer-vos perceber como é que eu penso, como é que eu me motivo, e tentar-vos motivar desse lado. Nós só não fazemos o que queremos, temos é de acreditar em nós e fazer por nós… porque vos garanto, ninguém o vai fazer por vocês!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram ? Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha