, , ,

5 receitas saudáveis A MENOS de 3€ + 6 dicas para uma alimentação saudável e BARATA

Pois bem, muitas vezes ouvimos que ter uma alimentação saudável é caro. E por isso mesmo, hoje escrevo para vocês sobre esse assunto. Na minha opinião, não é bem assim e vou tentar mostrar-vos isso! Como é óbvio que a nossa alimentação é uma grande parte do orçamento familiar. E por isso mesmo, nada melhor que tentar poupar nas compras. Por isso mesmo, nada de ir em conversas e começar a pegar em tudo o que está em promoção. Na minha opinião ter uma alimentação saudável não é assim tão caro como muitas vezes pensamos. O objetivo será mesmo seguir os princípios de uma alimentação saudável, nada mais que isso, e verá que não gasta assim tanto dinheiro. Por exemplo, e apesar de puder incluir sementes na sua alimentação, não tem de gastar o seu ordenado em todas as sementes que lhe aparecem à frente, pois garanto-lhe que não é isso que faz de si mais saudável.

Por isso mesmo é fundamental ter presente vários passos:

  • Elaborar uma lista de compras e cumpri-la. Senão, vai acabar por se esquecer de algumas coisas fundamentais e comprar outras que se calhar nem precisa. Além disso, depois durante a semana tem de andar de um lado para o outro de forma a ter tempo para ir comprar o que lhe falta. Eu costumo utilizar o bloco de notas do telefone, ou a aplicação OurGroceries que ajuda nesta tarefa.
  • Planear as refeições antes de ir às compras: Se isso não acontecer é provável que durante a semana faltem alimentos de que precisa e necessite de ir novamente ao supermercado. Não digo que seja preciso fazer todo o planeamento porque percebo que muitas vezes não é possível, mas pelo menos ter várias ideias do que comprar e do que ter em casa de forma a ser possível ter uma alimentação saudável todos os dias.
  • Não vá às compras com fome: Parece que não faz diferença, mas faz mesmo! Se for com fome vai acabar por trazer alimentos que não estão incluídos na lista de compras e que normalmente são ricos em açúcar e/ou gordura. Não sei se já sentiu isso, mas eu já. Ir às compras com fome faz-nos logo pensar em trazer alguma coisa que não devemos e que nos apetece mesmo comer naquele momento.
  • Procurar os preços mais baixos e estar atento às promoções: Pode estar atento aos sites dos supermercados para ver as promoções que existem, pelo menos poupa tempo e trabalho 🙂 Na própria superfície comercial esteja atento às promoções mas com cuidado, e tente fazer as contas por Kg ou por L, uma vez que muitas vezes até pode estar abaixo do preço mas não significa que esteja mais barato que outro alimento semelhante.Analise e leve escrito na sua lista de compras. No entanto, cuidado porque muitas vezes a promoções levam-nos a pensar em comprar outro tipo de coisas.
  • Atento às prateleiras de cima a baixo: Normalmente os produtos mais caros e que as marcas querem vender encontram-se na prateleira ao nível dos olhos. Por isso mesmo, olhe para toda a prateleira para ver os diferentes alimentos e optar pela melhor qualidade-preço.
  • Prefira fruta e hortícolas da época. Passe bastante tempo na parte dos legumes no supermercado. Vá com tempo e compre muita variedade para não lhe faltar durante a semana. Mas, também acho importante ter sempre em casa legumes pré-congelados para que não falte em nenhuma refeição, ou seja, nos dias em que não tem tempo para arranjá-los, optar por isso mesmo.
  • Leguminosas: São uma ótima alternativa à carne, peixe e ovos e são uma opção bastante económica, pelo que até podem definir fazer 2 refeições por semana com este tipo de alimentos por exemplo.
  • Escolha embalagens de tamanho familiar e faça a sua divisão em casa. Se fizer as contas ao Kg muitas vezes compensa. É importante que tenha isso em conta. No entanto, cuidado para não exagerar e deixar estragar em casa. Mas normalmente faço isso, aproveito sempre para comprar no tamanho maior para ficar mais barato. Depois disso, ter em atenção que quando se cozinha em grande quantidade, é importante acondicionar e/ou congelar de forma a não desperdiçar comida.

Estes truques são todos fundamentais para conseguir poupar algum dinheiro nas compras, e se fizer realmente as contas, vai ver que faz a diferença. Por isso mesmo, e para demonstrar que ter uma alimentação saudável não é assim tão caro, peguei em algumas receitas e fiz as contas para vocês, como pode ver em baixo. Não entrei em conta com a electricidade e com a água, mas parece-me que não seria isso que faria grande diferença.

Ou seja, uma alimentação saudável será cara se realmente não for uma prioridade para nós e se nos ´der jeito´pensar assim.

No entanto, e claro, existem alguns alimentos mais caros e que podem então aumentar o valor da alimentação saudável. Por exemplo, os alimentos biológicos seriam claro, os que deveríamos comprar, e estes têm um valor mais elevado. Considerando isso, podemos referir que a alimentação seria cara. MAS, a maioria das vezes não é isso que sucede…. porquê? Porque muitas vezes o que dá jeito é dizer que os alimentos biológicos são caros, e não, deixar de comprar bolachas, doces, sobremesa, batatas-fritas…Ou seja, isso sim é dinheiro mal gasto e que poderia ser utilizado para outras compras. Faço sempre uma comparação que mostra realmente o que se passa:

  • 1kg de arroz: 0,79€
  • 1kg de batatas-fritas: 5,27€ (0,79€ a unidade)

Ou seja, um alimento bem mais saudável, o arroz, é bem mais barato que as batatas-fritas. AGORA, claro que cozinhar o arroz ´dá trabalho´, que a mim me parece que não custa nada fazer um arroz branco, e abrir apenas um pacote de batatas-fritas não custa nada. Por isso mesmo é o que eu digo, tudo depende das PRIORIDADES. Até porque 1kg de arroz dá para imensas vezes, enquanto que as batatas-fritas atrevo-me a dizer que se comem todas num instante e secalhar um pacote de uma vez.

No entanto, posso concordar que no centro comercial, acaba por sair mais caro optar por uma refeição saudável do que por fast food, mas sinceramente, eu prefiro pagar por essa refeição, uma vez que estou a cuidar de mim e da minha saúde.

Para concluir, esta publicação refere-se ao nosso dia-a-dia e não a dias especiais, porque nesses dias,  claro que existem erros alimentares, pois eles fazem parte!

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

WORKSHOP ´COMO PLANEAR UMA SEMANA SAUDÁVEL´ | 1 DE DEZEMBRO

Dia 1 de dezembro venham ter comigo para mais um workshop! Será a 6ª Edição do Workshop ´ Como planear uma semana saudável, de segunda-feira a sexta-feira, do pequeno-almoço ao jantar ´, das 15h30 às 19h00, na Cru Kitchen, Lisboa. Gosto muito deste tipo de workshops uma vez que nos permite partilhar experiências, tirar dúvidas, falar do nosso dia-a-dia e de que forma é que é possível termos uma alimentação saudável sem ser complicado.

Uma das grandes dificuldades é o planeamento semanal das nossas refeições e por isso mesmo, nada melhor que um workshop onde irei falar sobre esse tema. De que forma é que podemos facilitar esta tarefa? Será que é possível, com a correria do dia-a-dia, mantermos uma alimentação saudável diariamente? Se passamos o dia todo fora, será que é possível levarmos a lancheira com todas as refeições? Depois de um dia de trabalho, e stressante, de que forma é que conseguimos chegar a casa e preparar um jantar saudável? É sobre tudo isto que vamos falar!

Irei partilhar convosco diversas dicas para que consigam levar um dia completo de refeições para o trabalho, bem como conseguirem ter o jantar pronto quando chegam a casa. Além disso, truques para que isso aconteça sem passarem horas a fio dentro da cozinha. Este workshop tem como objetivo ajudar-vos a planear e organizar a vossa semana, para toda a família aí de casa.

Assim, durante o workshop iremos colocar as ´mãos na massa´, elaborando diversas receitas para todo o dia, desde o Pequeno-almoço, aos Lanches, Almoço e Jantar. Além disso, ajudar-vos a perceber que ingredientes e alimentos são fundamentais ter sempre em casa para conseguirmos, facilmente, ter uma semana saudável.

No workshop está incluído todo o material necessário para a realização do workshop, livro de receitas e degustação!

O valor do workshop é de 40€ e inclui todo o material necessário para a realização do workshop, livro de receitas e degustação!

Em caso de desistência, o valor será reembolsado caso o cancelamento do workshop pelos participantes seja feito com 48 horas de antecedência. Caso não existam o número mínimo de inscrições, poderá existir a anulação do mesmo, com a devolução do valor pago na inscrição.

Para informações e inscrições façam-no através de  mariagama@poetenalinha.pt ou através do envio de mensagem em baixo.

PASSATEMPO COM 100€ em compras

❗ALERTA PASSATEMPO COM 100€ em compras❗

 

E porque sou fã de desporto e do bem que nos faz, em parceria com a @oito.um, tenho para vos oferecer um vale de 100€ em compras!! Na minha opinião, sentirmo-nos bem a praticar exercício, com roupa que nos enche os ‘olhos’ , ainda dá mais vontade e prazer de o fazer! 😍

Para se habilitarem a ganhar, só têm de seguir as páginas de instagram @poete.na.linha e @oito.um e identificar 3 amigos como comentário na publicação respetiva.

Podem participar as vezes que quiserem, desde que com amigos diferentes. O passatempo é válido até às 23:59 de dia 11 de novembro 👈 Vamos nessa, toca a participar! 😍 Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

6 truques que aplico quando me apetece um doce

Olá a todos! Se há publicações de que gosto de escrever é sobre os meus truques diários, e também sobre a pessoa ´normal´ que sou! Quantas vezes é que vos apetece trincar quando chegam a casa? Quantas vezes é que vos apetece um doce à noite? Quantas vezes é que depois do jantar, nos sentados no sofá e parece que a fome volta novamente? E só nos apetece comer? Sabem que também tenho dias assim? Já partilhei algumas vezes que sou muito mais de doces do que de salgados, e por isso mesmo, são esse tipo de coisas que às vezes me apetecem…

Acho que é importante percebermos as situações diferentes em que tais vontades nos apetecem… ou pelo menos, eu tento fazer isso para comigo mesma!

Só por que sim:

– Muitas vezes este tipo de vontade é só mesmo porque sim. Porque chegamos a casa (ao sítio onde queremos estar), com a nossa família, e queremos desfrutar do momento… ou então, porque depois de jantar queremos descansar em frente ao sofá, e ficamos ainda melhor acompanhados a comer alguma coisa que nos satisfaça. Nestes dias faço uma reflexão sobre se tenho mesmo fome ou não, e caso queira mesmo comer, optar por alguma coisa mais saudável. Iogurte natural com framboesas, fruta com manteiga de amendoim, panqueca com queijo fresco… são algumas opções do que eu costumo fazer.

Sabem que quando passo a tarde quase toda sem comer (sim, sei que não devia), fico completamente esganada de fomeeeee! E só me apetece este mundo e o outro…. mesmo! E o que é que eu faço? Se o meu namorado estiver em casa ligo-lhe logo e digo ´aquece tudo o que temos em casa´ … ahahah ele já sabe que é para aquecer um pratalhão de sopa (3 a 4 conchas de sopa), e aquecer o jantar 🙂 Eu tenho a plena noção de que não posso ficar muitas horas sem comer, mas quando estou em consultas seguidas às vezes acaba por acontecer… E depois quando saio do consultório, vou para o carro, até posso pensar no que é que me apetecia comer, mas faço um trabalho psicológico no sentido de pensar ´vai ser sopa, sopa, sopa´… 🙂

Hoje é o dia:

– Temos de assumir que por vezes, hoje é o dia! Ou seja, que não vale a pena irmos contra nós, porque na minha opinião, toda essa ansiedade até nos faz mal… porque na verdade, se for um dia, não é por isso que nos faz mal. O problema é quando é um dia, mais o dia seguinte e por aí em diante… Ou seja, eu tenho a plena noção que há dias e dias… e que se há um dia em que me apetece um gelado, eu saio de casa para ir comer o meu sunday, ou para ir jantar fora e ir comer uma pizza… qual é o problema? Nenhum, desde que eu saiba que É AQUELE DIA! Principalmente quando estou com a TPM, acontece-me muito… parece que estou sempre com fome e que só me apetecem doces.. ahah mas também sei que é só aquele dia… !

Por isto tudo que escrevi, quais são os meus truques para conseguir resistir aos doces (Assumindo que hoje não é o dia…, ou seja, que não faz sentido comer doces daqueles a sério… 🙂 )

  • Comer bem durante o dia:  Malta, parece que não, mas faz imensa diferença! Quando passamos o dia todo a fingir que comemos… um iogurte aqui, uma fruta acolá, uma sopinha ao almoço e uma bolacha ao lanche… não há corpo que resista, e nada que consigamos fazer para resistir (importante será dizer que tudo o que eu escrevo é a minha opinião, e que cada um de vocês aceita caso concorde). Por isso mesmo, temos de ter um dia alimentar equilibrado, sem fome e com saciedade, para não chegar o momento em que não aguentam mais e que vão ter de pisar o risco… Nas minhas consultas as pessoas que sigo acabam por me dizer que não é difícil cumprir o plano alimentar, e que não lhes dá vontade de comer, porque não passam fome… para mim é fundamental!
  • Imaginação:  Assumir que vamos comer um doce, mas que podemos é optar por um mais saudável… Banana com manteiga de amendoim, Panquecas (receitas aqui) com queijo fresco e manteiga de amendoim… são alguns snacks que eu utilizo para mim! Claro que não é suposto andar a comer banana com manteiga de amendoim em barda antes de ir para a cama, mas é bem melhor do que ir comer um geladinho ou um pastel de nata…
  • Sopa:  Lá vem a Maria com a história da sopa sopa sopa…. ahah e venho mesmo! Porque se consigo resistir a muitas das coisas ao fim-da-tarde, é por causa da sopa! Comer 3 conchas de sopa acalma-me logo e tem um efeito super saciante, que me acalma e que me deixa esperar até ao almoço.. ou até ao jantar… Ter sempre sopa feita em casa é fundamental tanto para esta questão dos doces, como para um estilo de vida saudável. Se fazem sopa, façam em grande quantidade, congelem e assim garantem todas as semanas a sua presença na mesa (depois de descongelarem, fervam para ficar boa).
  • Fruta:  Se estou naqueles dias, faço questão de comer sopa, prato (proteína, hidratos e legumes) e terminar com uma peça de fruta. Tenho a plena noção de que fico cheia, mas também estou a prevenir o que pode vir a seguir. Uma vez que a fruta é doce, pode ajudar-nos então a não ter de ir picar nada quando vamos para o sofá… Maçã cozida/assada com canela, marmelo cozido/assado, banana, pêra… frutas assim mais doces que nos ajudem então a controlar a vontade de doce.
  • Dizer que não:  A nossa alteração de hábitos alimentares tem de ser para sempre! Todo o nosso trabalho psicológico tem de ser feito para sempre… quero dizer com isto que, em eventos sociais, onde é mais provável a existência de doces (e eu sou muito de doces), temos de ter bem presente o que queremos, ou não, para nós e para a nossa vida. Ou seja, se vou jantar com amigos só porque quero estar com eles, não há razão para ter de comer um doce a uma terça-feira só porque sim. Até porque sei que, normalmente ao fim-de-semana dá mais aso há existência de almoços, jantares, petiscos… e vontade de coisas diferentes… porque estamos relaxados, a ver um filme, e com quem queremos estar… e aí sim, prefiro então comer o meu doce. Por isso mesmo, não é pelos outros comerem que nós temos de o fazer… nós temos de o fazer quando NÓS QUISERMOS, e quando nos fizer sentido… porque vos garanto, quando EU QUISER comer um doce, eu como um doce sozinha, só para mim e o que mais gostar!
  • Alternativas:  Manteiga de amendoim ou amêndoa (para mim é mesmo uma gulodice), tâmaras, fruta fresca, cozida ou assada, pepitas de cacau cru para juntar com frutos secos… são alguns exemplos do que podem ter em casa para vos ajudar. A manteiga de amendoim (e outros tipos e sabores), compro na loja online da prozis e se utilizarem o código poetenalinha têm 10% de desconto em todas as compras, pelo que fica mais barato do que comprar em loja física (6,99€ vs 6,30€).

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

,

Ementa para sábado e domingo

Sem ideias para o que comer no fim-de-semana? Fim-de-semana não tem de ser sinónimo de comer mal. Até podemos variar e sair um pouco da rotina, mas isso não significa sair totalmente da ´linha´ 🙂
SÁBADO

Pequeno-almoço: Pense em variar. Por vezes há muita resistência a experimentar novos alimentos. Que tal ovos mexidos/cozidos + 1 fatia de pão integral (para quem gostar, pode retirar o pão e acompanhar com algum tipo de legumes ou 1 peça de fruta)

Almoço: Sopa de legumes (SEMPRE :))| Almôndegas de peru + Arroz basmati + Legumes estufados 

Lanche: Flocos de aveia + 1 iogurte natural + 1 peça de fruta (pode ser em papas de aveia por exemplo)

Jantar: Salmão no forno + Batata-doce + Mistura de legumes no forno (Ex: Abóbora, cenoura, courgete, alho francês, pimento. É só colocar um pouco de azeite por cima e colocar no forno)



DOMINGO

Pequeno-almoço: Panquecas (receita aqui) + Queijo fresco + 1 peça de fruta (já experimentaram panquecas? Aproveitem para experimentar e para fazer em grandes quantidades para durante a semana)

Almoço: Sopa de legumes | Lasanha de vegetais (Ou seja, em vez de colocarem a massa típica da lasanha, porque não fazer com camada de legumes? Por exemplo, camadas de beringela e carne picada. Se quiserem colocar algum tipo de milho, podem experimentar bater requeijão ou queijo fresco)

Lanche: Bolo de microondas (receita aqui)?!? Que me dizem?!? Quantas vezes apetece uma coisa diferente ao fim-de-semana? Têm sempre de pensar ´se me apetece algo doce, ou diferente, vou fazê-lo. Mas, de forma mais saudável possível´.

Jantar: Não tem paciência para fazer jantar porque é domingo? A minha dica: Vá buscar um frango de churrasco. Só precisa de fazer arroz ou batata-doce e ter legumes em cima da mesa. Ou então, se tiver alguns restos em casa, aproveite para os terminar. Por exemplo, se sobrou salmão, pode optar por fazer uma omelete com salmão desfiado. O mesmo para qualquer tipo de carne ou peixe que tenha em casa. Agora, passar o domingo sem jantar não é opção!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , , ,

8 HÁBITOS QUE TEM DE MANTER PARA SEMPRE

Vamos lá ver… tudo tem haver com mudança de hábitos alimentares! Tudo deve ser alterado devagar, sem pressas, para que seja uma mudança sustentável ao longo do tempo. Se quiser fazer tudo de uma vez, pode não correr bem! Até pode querer fazer tudo de uma vez e ver resultados rapidamente… mas depois se sentir falta de determinados alimentos, é muito mais fácil voltar atrás e aos hábitos anteriores.

Porque não, fazer uma alteração todos os dias… por mais pequena que seja, é super importante. Não podemos é desistir de nós, da nossa melhora de qualidade de vida… Sabem o que é que eu penso para mim?! Se um dia estou muito cansada e não consigo ir correr, vou andar…. Se por vezes faço um erro alimentar, como por exemplo, comer batatas-fritas, como a sopa no início da refeição! Ou seja, em vez de comer uma travessa inteira, já só como metade… entendem a logística? 🙂

  • Agenda: É muito importante que consiga organizar a sua agenda no sentido de conseguir fazer as coisas a que se propõe. Definir os dias em que vai praticar atividade física, o dia em que vai às compras, o dia em que tem de cozinhar em maior quantidade… Feche mesmo as horas e os dias como se fosse um compromisso… pois é um compromisso consigo mesmo!
  • Inimigos: Retire os inimigos de sua casa: bolachas, bolachinhas, gelados, batatas-frita, bolachas com chocolate… Não vale a pena pensar que não irá comer, pois num dia em que esteja mais triste ou que o dia tenha corrido pior, vai… não vale a pena dizer que não! Estes alimentos não podem fazer parte do nosso dia-a-dia. Se um dia lhe apetecer um gelado, tudo bem, mas saia de casa e vá comer! Não abra o precedente de ter esses alimentos em casa,  porque senão a probabilidade de ir comer é muito maior.
  • Sopa: Comece sempre as suas refeições todas com um prato de sopa de legumes! Faz toda a diferença. Como referi atrás, se vai fazer um erro alimentar, pelo menos come a sopa antes e não faz em tanta quantidade. A sopa tem de fazer parte do nosso dia-a-dia, tem de ser um hábito diário. Vai ver, que com apenas esta mudança, vê resultados no seu corpo!
  • Sem rótulo ou com a menor lista de ingredientes possível: O melhor é optar pela versão mais natural possível: iogurte natural (sem sabores e sem pedaços), leite simples, tortilhas de arroz simples… e por aí em diante. Fruta, legumes… destes alimentos nem se fala, devem fazer parte da nossa alimentação diária.
  • Exercício: Não precisamos todos de fazer o mesmo, não precisamos todos de andar a correr a maratona… o importante é mexermo-nos e desafiarmo-nos! Defina quantos dias consegue ir dar uma caminhada… o fim-de-semana também conta! Nem que comece por ir ao sábado e ao domingo e a mais um dia de semana, para se habituar e conseguir gerir os seus horários. Se por vezes não paciência e se sente cansado, não há problema… o importante é continuar a fazer alguma coisa, não desistir de si. Além disso, há imensas estratégias para aumentarmos a nossa atividade física, como apenas estacionar o carro mais longe, subir as escadas do trabalho ou de casa…
  • Jantar fora: Não tem de ser um problema, não tem de ser um desafio, não tem de ser uma preocupação. O importante é perceberem na realidade como tudo isto funciona. É possível comer bem em restaurantes, é! Depende do que queremos… eu prefiro fazer um erro alimentar  na tranquilidade do fim-de-semana, do que durante a semana só porque sim. Não me custa nada ir jantar fora e comer uma sopa, polvo à lagareiro com batatas e legumes… sem pão, sem entradas e sem sobremesa! Porque irei escolher outro dia para o fazer. Não é por termos um jantar com amigos que temos de fazer asneiras obrigatoriamente, porque todas as escolhas são nossas e de mais ninguém.
  • Água: Fundamental beber água todos os dias para nos hidratarmos. Não é por querermos perder peso ou não que o devemos fazer… isto porque quando alguém pensa em perder peso, lembra-se que tem de beber água… e depois, muitas vezes, deixa de o fazer no dia-a-dia. Todos precisamos de beber água, e nada mais que isso!
  • Legumes: Sempre e para sempre, seja que situação for. Independentemente dos vossos objetivos (claro que, tudo isto depende se existe alguma patologia associada), é fundamental a ingestão de legumes às refeições. Tal como existe carne/peixe e arroz/batata… tem de existir legumes! E não podemos dar a desculpa de ´ah mas dá trabalho.. ´… será que não demora o mesmo tempo do que fazer um arroz? Ah… mas o arroz já estava feito… então deixem os legumes feitos também!

Como sabem, cada vez sou mais fã de exercício… e acho que termos roupa que nos faça sentir bem é fundamental! Por vezes até pode parecer futilidade, mas não é! Porque nos ajuda a gostar mais de nós, a sentirmo-nos bem, a aumentar a nossa auto-estima…e por isso mesmo deixo aqui alguns artigos em desconto, que são a minha cara, e que podem gostar também (é só carregar).

 

 

Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Instagram, Youtube 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site. Para saberem informações sobre as consultas de nutrição ou marcações, é só enviar email para mariagama@poetenalinha.pt.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, , ,

5 dicas para não desistir da dieta

Façam uma reflexão e pensem: Quantas dietas já experimentei? Há quantos anos ando de dieta? Há quanto tempo ando a tentar perder peso?!

Começar uma dieta muitas vezes é bastante fácil, basta estarmos motivados e querermos! No entanto, mantê-la é que é a  maior dificuldade muitas vezes, concordam? Por isso mesmo é que nem gosto de chamar dieta, mas sim estilo de vida saudável! Começamos super motivados, mas se depois alguma coisa surge na nossa vida, lá vem o discurso de ´agora não estou preparado´, ´tenho uma vida complicada e não tempo para estas coisas´, ´trabalho muito e não tenho tempo´… são tudo verdades. Mas é por isso que vão começar a comer bolos a torto e a direito?! Que vão começar a beber sumos?! Na minha opinião é apenas uma desculpa.. e porquê? Porque há opções que podem fazer parte do nosso dia-a-dia e que nada têm haver com ter tempo ou não…

Assim sendo, e algumas dicas para não desistir da dita ´dieta´ (Estilo de vida saudável):

NÃO PASSE FOME: Pessoal, passar fome não é a solução para perder peso! Se por vezes a perda de peso já é uma dificuldade em termos psicológicos, quanto mais passar fome. Não queira perder peso a todo o custo, porque mesmo que perca bastante peso num curto espaço de tempo, pode não ser sustentável a longo prazo.

OBJETIVOS: É uma forma de nos levar a pensar no que queremos manter, alterar ou melhorar. A definição destes objetivos pode ajudar, e bastante, desde que realistas e sustentáveis ao longo do tempo. Por exemplo, não queiram perder 10 Kg num mês ou começar a ir ao ginásio 7x semana. E porquê? Eu sei que isso é possível, sim! Mas muitas vezes é possível à motivação que nos move e depois o resultado, quando acontece alguma coisa que não estávamos à espera, desistimos de tudo! E por isso mesmo, vejam aqui alguns exemplos:

  • Fazer atividade física 3x semana
  • Beber pelo menos 5 copos de água por dia (beber um copo de água antes ou em cada refeição)
  • Tomar o pequeno-almoço sentado à mesa 3x por semana
  • Realizar uma refeição sem sal (adicione especiarias e ervas aromáticas)
  • Não comer manteiga pelo menos 1 dia na semana
  • Ir almoçar fora só 2x semana (levar a marmita nos restantes dias)
  • Comer mais devagar e demorar pelo menos 15 a 20 minutos a almoçar
  • Comer 2 peças de fruta por dia

ALIMENTAÇÃO IDEAL: O plano alimentar que é definido para vocês tem de vos fazer sentido, é o que digo sempre em consulta! Digo sempre que ´antes de cumprirem o plano alimentar que definimos porque eu digo, têm de o cumprir porque tudo o que combinamos vos faz sentido´, pois se tal não for assim, é mais difícil que tudo corra bem.

TENHA CONSULTA MARCADA: Por vezes tenho vários clientes que tentam fazer dieta sozinhos… que procuram na internet ´como fazer dieta´e assim o fazem. Claro que é sempre importante estar alerta para opções mais saudáveis, mais conscientes, mas por vezes as opções que fazemos não são as mais corretas… e qual é a solução? O que é que vocês pensam? ´Ando aqui eu a excluir imensa coisa da minha alimentação e não consigo perder peso, então não vale a pena´! É fundamental que seja acompanhados por um profissional da área de nutrição, que vos defina objetivos e faça um plano alimentar consoante as vossas preferências alimentares.

DIÁRIO ALIMENTAR: Talvez a melhor forma de se aperceber dos erros alimentares que comete, ou então das combinações alimentares que poderiam ser interessantes alterar. Muitas vezes não nos apercebemos do que fazemos diariamente, e muitas vezes em consulta é um dos métodos interessantes a aplicar.

NÃO DESMARQUE A CONSULTA DE NUTRIÇÃO: ´Este mês não fiz nada, então não vale a pensa ir à consulta´, ´Não perdi peso, o que é que vou fazer à consulta de nutrição?´… Ora pois bem, é meio caminho andado para que as coisas não corram bem. A consulta de nutrição é um momento super importante para exista uma conversa, para que exista motivação, para que exista um compromisso e a definição de objetivos.

RETIRE OS INIMIGOS DE CASA: Quanto mais estiver à vista determinado alimento que nós gostamos muito, pior é! E falo por mim… Adoro queijo, adoro mesmo. Qual é a solução para não o atacar quando chego a casa? Não o tenho! Tenho apenas queijo fresco. É uma estratégia ótima para nos ajudar. Além disso, ter no entanto alimentos que nos satisfaçam em casa, de forma a termos prazer com a nossa alimentação dessa forma.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

, , ,

3 truques para pensar positivo quando começa a praticar exercício físico

Para muitos de nós a prática de exercício é uma barreira/limitação no nosso dia-a-dia. Ou porque não temos tempo, ou porque não gostamos, ou porque não nos sentimos bem em ir para o ginásio ou apenas porque não queremos. É uma verdade. Em consulta tento sempre transmitir a importância de praticar exercício físico, tanto para a perda de peso, como para nos sentirmos mais ativos e mais enérgicos. Falo por mim…

Quando queremos perder peso, ou sermos mais saudáveis, temos de perceber que alguma coisa tem de mudar, que temos (NÓS) de mudar, e que não há ´milagres´. Praticar exercício físico não significa ir 2h para o ginásio, ´puxar ferro´ e apanhar a maior seca da vida. Praticar exercício físico significa que precisa de se exercitar, de acordo com os seus gostos e de acordo com o que o profissional de desporto definir para si (nem todos podemos fazer o mesmo).

Para quem me segue, sabem que comecei a correr há dois anos. Como devem imaginar, comecei por correr 1Km…2Km…3Km… não foi de um dia para o outro. Além disso, muitas vezes me apeteceu ficar em casa e não ir correr, mas não! Obrigo-me, porque realmente depois sinto-me muito melhor. Vocês têm de fazer o mesmo e colocar o exercício como uma prioridade na vossa vida, ou seja, se é fim-de-semana, mais uma razão para darem uma caminhada (que temos mais tempo porque não estamos a trabalhar).

Por isso mesmo, pense positivo:

Eu, sou eu: Lá porque existem pessoas que conseguem levantar muito peso, que conseguem correr imenso na passadeira ou fazem três aulas seguidas, não tem de fazer o mesmo. Primeiro que tudo, não tem de pensar nisso. Só ter começado a praticar exercício físico já é um passo, que o/a levará à mudança. Também gostava de correr muito rápido, mas não consigo… Qual é a solução? Trabalhar para isso.

Não queira fazer tudo de uma vez: Começar a ir 7x semana ao ginásio ou a fazer outro desporto quando não se fazia nada não me parece o mais adequado. Comece devagar para que seja um hábito para ficar na sua vida e no seu dia-a-dia. Por vezes queremos tudo ´para ontem´e começamos a exagerar em certas coisas. Depois resulta em quê? Acontece um imprevisto, como é normal, deixa de ir e já não vai mais.

Insista e persista: Não é de um dia para o outro que começa a ver resultados. Tem de continuar para começar a ver as diferenças no seu corpo, e assim sim, até ganha mais motivação. É também importante que tenha um plano de treino adaptado a si e aos objetivos que quer alcançar (ir para o ginásio fazer o que nos apetece parece-me que não é o mais adequado). Quando comecei a correr, odiava, mesmo! E pronto… as coisas foram mudando, porque realmente a energia e o bem estar com que me sentia depois de correr era demais! 🙂

Mais uma dica, roupa que vos faça sentir bem: Claro que podemos utilizar qualquer tipo de roupa para praticar desporto, qualquer coisa que esteja lá por casa serve. Mas na realidade, ora para rapaz ora para rapariga, se tivermos uma calças confortáveis, ténis adequados ao exercício, camisolas e top´s (no caso das raparigas) de uma cor gira e que nos sintamos bem, faz diferença. Apesar de achar que temos de nos sentir bem de qualquer maneira, gosto de ter uma roupa que goste para correr. Deixo aqui algumas ideias que são a minha cara, e caso queiram ver mais, é só carregarem nas imagens em baixo.


Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha
, , ,

Serão os hidratos de carbono os vilões?! 4 dicas para conseguir perder peso a comer HIDRATOS DE CARBONO

Normalmente quem quer perder peso começa logo a pensar ´aííí agora não posso comer mais pão, arroz, massa….´… ´agora acabaram-se os hidratos…´Só de pensar nisto muitos de vocês já começam a sofrer e a pensar que não são capazes. Ou então, são capazes, mas durante um curto período de tempo. Antes de mais, têm de começar a perceber o que é realmente necessário fazer para perder peso, e que não são os hidratos de carbono que não vos deixam perder peso, desde que sejam consumidos equilibradamente… como é ÓBVIO!

Sinceramente, faz-me confusão pensar como é que antes de pensarem em cortar hidratos de carbono, não consideram que o primeiro passo é deixar de lado bolachas, bolachinhas, merendas, folhados, croquetes, rissóis, pastéis de nata, cereais açucarados, refrigerantes e sumos… ! Isto sim, é fundamental para se perder peso, e acima de tudo, para sermos saudáveis! AGORA, pode ser necessário um ajuste na quantidade de hidratos de carbono consumidos, mas não é de TODO, necessário um corte radical na vossa alimentação! Porque muitas vezes oiço o seguintes ´já não como arroz nem massa às refeições´, mas o meu lanche são umas bolachinhas… qual é o sentido de isso faz? Não faz! ´Não como arroz ao jantar´… ´Só janto uma sopa´… mas depois antes de ir para a cama, lá vai de torradas ou de bolachas… Mais valia jantar, e bem!

Por isso mesmo, se para vos mostrar que não é necessário esse corte, aqui ficam algumas dicas/truques de como podemos manter a ingestão de hidratos de carbono, e sim, ser possível perder peso!

COMECE PELOS LEGUMES: Ora pois bem, porque é que eu sugiro começarem por este alimento? A maioria das vezes, temos  mais olhos que barriga e começando logo pelo arroz/massa ou batata, ainda nos apetece mais. Se, no entanto, começarmos pelos legumes, parece que nos acalma e que depois, a quantidade que ingerirmos já é diferente. Além disso, nunca esquecer os legumes no prato, que muitas vezes não existem, e aí é que está o erro! Normalmente temos sempre a carne/peixe, arroz/batata ou massa e pensamos… já não tenho tempo para fazer legumes… por isso, é importante que comecem a pensar de forma diferente!

ESCOLHA OS CERTOS: Comer arroz, batata ou massa normal, ou seja, sem adições, é bem diferente do que optar por batata-frita ou por uma carbonara cheia de natas! Por isso mesmo, têm de perceber que é possível comer hidratos de carbono, mas que o mais simples é sempre o melhor. Não é comer arroz que o engorda, desde que seja consumido de forma equilibrada! Agora, optar por uma massa que está cheia de natas, bacon ou chouriço, já é bem diferente! Por isso mesmo, prefira arroz, esparguete, batata-doce, quinoa… sem molhos e sem essas adições! É como costumo dizer, o que engorda não é a batata, são as 10 batatas que comemos, e o pãozinho no molho!

VALORIZE O QUE COME: Como sabem, não sou muito a favor de bolachas, porque na realidade acho que não nos acrescentam muito em termos nutricionais. Além disso, é totalmente diferente comer hidratos de carbono vindos de bolachas ou vindo de arroz ou massa por exemplo. Isto porque, a maioria das bolachas acabam por ter na sua composição nutricional uma elevada quantidade de gordura e de açúcar. Ou seja, não faz sentido substituir um alimento por outro. 

NÃO SE ESQUEÇA DO ACOMPANHAMENTO FUNDAMENTAL: Uma refeição tem de ser constituída, além dos hidratos de carbono, por sopa de legumes, proteína e legumes! Ou seja, se consumirmos estes alimentos juntamente com os hidratos de carbono (Desde que na quantidade certa), não é necessário retirá-los da nossa alimentação! No entanto, se por outro lado, deixarmos de lado a sopa e os legumes, vamos comer mais arroz ou batata,e aí sim, consumir mais do que necessitamos! E sinceramente, é o que acontece na maioria das casas… e por isso mesmo, um consumo exagerado e depois muitas vezes, associam isso ao aumento de peso! Mas na realidade o que acontece é que a refeição não é adequada! E não vale a pena dizerem que não comem mais arroz ou batata quando não comem legumes porque é mesmo isso que acontece! Tenho a perfeita noção de que, quando não como sopa e/ou legumes, como mais do resto!

Deixem de querer as ditas dietas milagrosas e foquem-se em querer mudar os vossos hábitos alimentares! Não é uma pequena porção de hidratos de carbono que engorda, desde que equilibrada, claro! O que engorda é sim, as bolachinhas, o pão nos molho, os folhados …

E mais um hábito que é fundamental perceberem que faz parte de um estilo de vida saudável, é a prática de exercício físico!

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem! Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Põe-te na linha! Alimenta a tua sáude! #poetenalinha