, ,

5 PASSOS ESSENCIAIS PARA A RECUPERAÇÃO PÓS-PARTO

Já há muito tempo que me pediam esta publicação, e hoje com algum tempo, consegui dedicar-me a ela! Pois bem, se me seguem, sabem que fui mãe há quase 7 meses. Apesar de ainda não estar na minha forma habitual, como estava antes de engravidar, já consegui perder o peso ganho durante a gravidez e já recomecei também o exercício físico. Primeiro que tudo acho importante percebermos que a recuperação não é de um dia para o outro, e que temos de ter calma! Depois de 9 meses de gravidez, é normal que o corpo não volte logo ao ´sítio´… Mas mesmo assim, penso que também é importante termos algumas coisas bem definidas.

  • ACEITAR: Antes de mais, e como primeiro passo, acho que é fundamental percebermos que o nosso corpo está diferente. Que passámos por uma gravidez de 9 meses e que o corpo não volta ao sítio de um dia para o outro. Por isso mesmo, não stressar e ter calma… isto não significa que não devamos ter alguns cuidados para conseguirmos que isso seja possível, claro.
  • ALIMENTAÇÃO: É importante que tenhamos cuidado com a nossa alimentação, mas isto seja para a recuperação pós-parto, como noutra fase qualquer da nossa vida.  No entanto, na minha opinião, é importante não entrar em dietas malucas, principalmente se amamentar. Aliás, dietas malucas para mim, não faz sentido, NUNCA! Temos sim, que ter uma alimentação saudável e equilibrada. Às vezes não é fácil não… no pós-parto, principalmente em dias difíceis e cansativos, pode ser comum apetecer certo tipo de alimentos… mas a minha sugestão é tentarem ter alimentos e refeições que vos saibam bem em casa! Deixo algumas publicações sobre isso que vos podem interessar:
    – Dicas para a organização no pós-parto

    – Como resistir a doces durante o dia 
    – Truques para não passar o dia cheio de fome
  • EXERCÍCIO: Se me seguem, sabem que sou fã de exercício! No entanto, no pós-parto é importante que tal seja bastante controlado ! Ou seja, é essencial que percebam se têm ´autorização´ ou não para o fazer. Eu fiz a avaliação do pavimento pélvico no centro pré e pós-parto com a Fisioterapeuta Inês Valente e gostei imenso dela! Mesmo assim, e quando não há autorização, podemos sempre perguntar se podemos fazer caminhadas! Agora… sei que o tempo é pouco e que é difícil gerir… por isso mesmo vejam o que é possível fazer!
  • FACILITAR: Se calhar facilito de mais, mas sou mesmo assim. É mesmo, descomplicar. E dou-vos dois exemplos:
    – Normalmente para fazer arroz, coloco cebola cortada, alho picado e azeite… ou seja, a receita típica de arroz. Esta semana, fiz arroz assim que acordei (às 7h00), para ficar para o almoço, porque depois ia sair. E como o pequenino estava a acordar e não havia muito tempo, pus água a ferver, sal e o arroz lá para dentro… mais nada! E porquê?! Porque senão tivesse sido assim, não ia ter arroz ao almoço e ia ficar a pensar nisso a manhã toda.
    – Os legumes que referi que cozi em cima, supostamente ia saltear. Mas como não tive tempo durante o dia e já não tínhamos legumes para o jantar, meti água a ferver, sal e os legumes. Ou seja, saíram cozidos. Mais uma vez, salteados são bem mais saborosos, mas é o que é… prefiro ter legumes do que não os ter.
  • PEDIR AJUDA: Estou a adorar a maternidade, mas sou sincera… nunca quis de deixar de fazer o que tanto gosto. Com isto digo, ter uma alimentação saudável, fazer receitas, tirar fotos, escrever para vocês, treinar… Outras coisas, passam-me ao lado sinceramente. Se antes íamos jantar fora, hoje quase não vamos, porque não levamos o Vasco à noite para lado nenhum. Queremos que ele se deite cedo e que faça uma boa noite de sono. Quando falo em pedir ajuda, é ao vosso namorado/marido/pais/babysiter… de forma a conseguirem fazer alguma coisa. Claro que contratar uma babysiter é um investimento, mas pode ser um investimento que não sai caro, comparado com não estarem bem… ou seja, se conseguirem ter ajuda nem que seja 2h por semana (contanto que ao fim-de-semana o pai pode ajudar mais), já podem ter algum tempo para vocês. Isto claro, é a minha opinião. E este ponto acho super importante para a recuperação, porque se estiverem bem, tudo se torna mais fácil!

Que mais temas gostavam que falasse sobre este tópico?! Deixem em comentário 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

, , ,

Bolachas de aveia a maçã

Que tal aproveitarem estes dias para fazerem umas bolachas de aveia e maçã? Podem também experimentar com outros alimentos, como abóbora ou marmelo, alimentos desta época! 🙂

Ingredientes:

    • Maçã cozida (2)
    • Flocos de aveia (10 colheres de sopa)
    • Sementes de sésamo (3 colheres de sopa)
    • Sementes de papoila (2 colheres de sopa)
    • Amêndoa triturada (5 colheres de sopa)
    • Farelo de trigo (5 colheres de sopa)
    • Ovos (2)
    • Azeite (1 colher de sopa)

Modo de Preparação e Confeção:

    • Pré-aqueça o forno a 180ºC;
    • Adicione os flocos de aveia, as sementes, a amêndoa triturada e o farelo de trigo mexa bem até ficar envolvido;
    • Adicione os dois ovos e mexa até ficar uma mistura homogénea;
    • Esmague a maçã cozida num prato e adicione ao preparado anterior:
    • Faça pequenas bolinhas com a ajuda de uma colher e disponha num tabuleiro de forno;
    • Leve ao forno durante cerca de 20/30 minutos

Pronto!!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, ,

7 dicas ESSENCIAIS para EMAGRECER e NUNCA mais engordar

Malta, como costumo dizer… perder peso toda a gente perde… ! Mas manter esse peso… será que toda a gente o faz?! Vamos lá então fazer sobre isso. Começar uma dieta, seja ela a da alface, do repolho ou da cenoura… toda a gente começa! Está motivado, faz tudo tudo tudo o que é sugerido pelo nutricionista (a), e perde peso. Até aí … tudo bem! E depois…? Depois desse peso perdido consegue mantê-lo?! Percebe porque é que deve fazer algumas escolhas em detrimento de outras?! Na minha consulta digo muitas vezes que, antes de fazerem o que eu ´sugiro´, porque sou eu que sugiro, têm de perceber se isso vos faz sentido ou não… ou seja, pensarem sobre isso e se querem realmente manter isso, SEMPRE! E porquê?! Porque depois de perder 10, 20 ou 30kg, se as coisas que falamos em consulta não vos fazem sentido, vão voltar novamente aos hábitos anteriores, e aí não há milagres! Além disso, e não falando apenas da palavra peso (kg), temos de nos preocupar em prevenir, prevenir a doença e contribuir para a nossa saúde! Porque aquela conversa de ´aííííí que sorte, aquele(a) pode comer tudo o que quer porque é magrinho(a)´, já passou de moda.  Lá porque uma pessoa tem o peso adequado, não significa de todo, que seja saudável.

Desculpem este discurso todo, mas acho que só assim é que percebem o que eu quero dizer 🙂

Por isso mesmo, vamos lá a alguns hábitos que vocês têm de manter sempre, seja porque querem perder peso, manter o peso ou apenas ser saudáveis:

  • Tomar o pequeno-almoço, e em casa: Por mim poderiam tomar o pequeno-almoço onde quisessem, desde que existissem as opções corretas, o que muitas vezes não acontece. Se depois dos nossos objetivos estarem cumpridos, começarmos novamente a ir ao café tomar o pequeno-almoço e/ou o lanche, vamos novamente começar com os hábitos menos saudáveis. Até me podem dizer que quase nunca optam por um bolo de pastelaria, mas um dia vai acontecer… Além disso, o típico pão com manteiga e o galão… parece-me que existem escolhas alimentares mais saudáveis e que são muito fáceis de fazer, desde que em casa. Já para não falar no que gastam ao fim do mês… Às vezes em consulta faço as contas do dinheiro que é gasto fora, e muitas vezes ninguém se apercebe do dinheirão que gastam! E que poderia ser gasto noutras coisas: viagens, jantar fora, ir ao cinema… tanta coisa!
  • É só hoje: É só hoje, NADA! Vamos lá ver uma coisa: O ´é só hoje´ faz sentido em festas, aniversários, dias especiais… e não só porque sim! Senão, passa a ser a regra e não a excepção! E este discurso é para todos, e não só para quem tem objetivos de perda de peso.
  • Refrigerantes ou sumos: Nem que seja ´light´ou ´zero´faz sentido andar a beber. E porquê? Porque apesar de não ter açúcar, tem outros ingredientes que nada de bom têm para a nossa saúde. Ou seja, o que devemos beber diariamente é agua e nada mais que isso! Caso, de vez em quando queiram variar, começar o dia de uma forma diferente, podem sempre fazer um sumo de laranja natural, por exemplo.
  • Legumes: Quantas vezes se senta à mesa sem uma porção de legumes no seu prato? Ou é porque não gosta de vários legumes, ou porque não tem tempo, ou porque o resto da família não come… E aqui está a grande questão, toda a gente em casa tem de comer legumes (salvo excepções em que não seja aconselhado o consumo de legumes)! Ou seja, é um hábito familiar e não um hábito que tem de ser adquirido apenas por quem quer perder peso… E se não há tempo, há sempre a opção de ter legumes congelados. E se não há tempo, porque é que há sempre tempo para fazer arroz, batata ou massa?! Se há tempo para uma coisa, há tempo para outra. Agora claro… se começamos a comer legumes porque queremos perder peso e depois deixamos este hábito de lado mais uma vez, é óbvio que irá comer mais dos restantes alimentos (e não vale a pena dizer que não).
  • Sopa: Sim Maria, sopa sopa sopa! Estás sempre a falar nisso. Pois estou! E porquê? Porque acho que é um alimento essencial à alimentação saudável e que nos ajuda imenso a controlar a fome e a saciedade. Chego a casa cheia de fome e como logo uma sopa, aguento-me até ao jantar sem problema nenhum. Se chegar a casa e comer outro alimento, não fico satisfeita e continua a apetecer-me comer mais! Já para não falar de que se comer sopa, come menos da refeição principal e controla muito a sua fome após a refeição. Mais um hábito que deve ser familiar, e não individual. E mesmo que seja em restaurante, é para o fazer! E vocês dizem-me:´Mas a sopa do restaurante tem batata´, e eu respondo… secalhar até tem, mas comparado com as entradas ou com os erros alimentares que fará à tarde ou ao fim-da-tarde, é o mal menor.
  • Bolachas e bolachinhas: Quem é seguido por mim sabe que não sou muito a favor de bolachas, apenas como ´escape´quando não há mais nada, ou seja, ter umas bolachas de arroz ou de milho no porta luvas para alguma situação em que não tem mais nada. Não vá em conversas de ´sem açúcar´, ´light´, ´zero´…. porque até pode não ter açúcar, mas em termos de nutrientes existem alimentos muito melhores. Já para não falar de que não fica satisfeito com uma ou duas bolachas, e acaba por comer 1/2 pacote ou o pacote inteiro! Poderá haver excepções em que será uma estratégia levar este tipo de alimentos, mas não andar com bolachas na mala para o lanche da manhã ou da tarde.
  • Exercício: A prática de exercício físico é fundamental para todos nós. Seja para perda de peso, como para manter o peso, como para ser saudável, ter mais energia e vitalidade. E quando ´não conseguimos´praticar exercício físico (claro que a modalidade terá de ser dependente de cada pessoa), é porque não é uma prioridade na nossa vida, e nada mais que isso!

– A prática de exercício não tem de ser um sacrifício e não tem de ser 3h no ginásio, 7 dias por semana. Ou seja, o exercício é que tem de encaixar na vossa vida e não, mudar a vossa vida toda por causa do exercício! De manhã, hora de almoço, assim que sair do trabalho (e leva a roupa para o trabalho), em casa… há imensas opções, e todas viáveis. Pode até existir um dia em que não consegue ir, ou está triste ou chateado e não lhe apetece.. tudo bem, não vai! Mas tem de perceber que no dia seguinte terá que ir, sem desculpas e com compromisso marcado.

– Pode parecer fútil, mas sentirmo-nos bem a praticar exercício é fundamental. E desde que comecei a praticar desporto que percebi isso. Podemos treinar de qualquer maneira e com t-shirts antigas que temos lá para casa. Mas termos roupa que gostamos, com as nossas cores preferidas, os utensílios necessários para levar o telemóvel, ter auriculares para ouvir música, luvas para o frio etc etc é essencial. E é essencial porquê? Porque se vamos desconfortáveis, é mais uma razão para não querermos voltar a fazê-lo!

Não se esqueçam de me seguir no Facebook e Instagram 🙂 Além disso, para estarem sempre a par de todas as publicações, receitas e workshops, subscrevam as notificações no site, que é só carregar na campainha do lado direito em baixo na página principal do site.

Espero que tenham gostado, que comentem e que partilhem 🙂

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

 

BOM ANO|

Bem que queria uma foto toda xpto da bolha, mas perante uma tentativa falhada de 2h a tentar adormecer o Vasco, foi o que deu 😅 É passagem de ano, deve querer é lareu este rapaz! Malta, é só mesmo para vos desejar um excelente ano 2020 😘 Vamos com tudo!

Obrigada a todos os que estão desse lado diariamente e que me acompanham! Espero que o próximo seja tão bom ou melhor que 2019 ☺️ Bem que queria já ter pensado nos meus objetivos, mas admito que não tive tempo… Mas ainda vou a tempo! Por aí, já os definiram?! Contem-me lá 👇

,

Maria, como é o teu Natal? Comes entradas? Sobremesa?

Pois bem, chegou a altura de vos contar como é que foi o Natal por estes lados e devem estar curiosos… digo eu. E sinceramente gosto de falar deste tema para vos fazer perceber que sou igual de vocês, que na minha casa também há doces no natal, que também os como e que não deixo de ir aos jantares de natal por causa disso!

Durante esta época e muito fácil ´pecar´todos os dias… todos os dias somos confrontados com alguma coisa que nos oferecerem ou que está em cima da mesa. Não é que tenha muitos jantares de natal, mas na verdade, tenho até aniversários que vai dar ao mesmo. Eu não deixo de ir a lado nenhum por isso, tento é equilibrar minimamente as minhas escolhas.

  • Faço todas as refeições do dia: Passar o dia sem comer, a pensar já no que se vai comer no jantar não pode ser uma opção, porque senão, comemos muito mais do que na verdade precisamos. Por isso mesmo, alimento-me como deve ser para ter a fome mais controlada à hora de jantar.
  • Como sopa antes de sair de casa: Tento sempre fazê-lo para não chegar esfomeada aos almoços/jantares. Ou então, sabendo que há sopa, como no próprio local (até porque para começar a jantar normalmente demora imenso tempo).
  • Faço escolhas: Normalmente se sei que quero a sobremesa, não como entradas. Até posso comer, mas na maioria das vezes é isso que faço… opções! E não está relacionado com a questão do aumento de peso, mas sim do meu bem estar, de ficar muito cheia e por vezes demais… que não vale a pena!
  • Exercício físico: Nestes dias estamos mais parados e por isso mesmo, se conseguirmos ir treinar, ir à natação, ir caminhar… já ajuda! Definir na agenda os dias e os horários é a forma mais fácil de o cumprir, porque senão, acabam por ir surgindo outras coisas que nos fazem não ir.

O ano passado foi assim:

No dia 24 e 25, com uma mesa cheia, e sendo eu fã de sobremesas, sabia bem que ia comer! Não vale a pena limitarmo-nos ao ponto de não comer nada, porque na verdade o natal são dois dias, e o grande problema é quando o natal é o mês inteiro. Temos de ter uma relação positiva com a questão de fazermos erros alimentares, porque isso faz parte da vida, e faz parte de um estilo de vida saudável! Além disso, podemos sempre fazer boas escolhas durante o dia, podemos fazer exercício físico…

  • No dia 23 fui à aula de localizada, e no dia 24 treinei em casa… no dia 25 é que não fiz nada! Dia 26 retomei e fui novamente treinar.
  • No dia 24 tive uma alimentação normal e depois comecei o jantar por sopa, passei para o bacalhau com couves e terminei com serradura (a minha sobremesa preferida). Comi também queijo e pão.
  • No dia 25 o pequeno-almoço foi iogurte com granola e fruta, o almoço foi galo e polvo com legumes, tangerina e comi um bocadinho de sobremesa de ananás (neste dia já não queria abusar tanto, porque já tinha comido no dia anterior, mas mesmo assim comi um bocadinho). O jantar foi sopa de legumes com ovo cozido e comi novamente um bocadinho de sobremesa de ananás.
  • No dia 26 retomei a minha alimentação, e já não houve sobremesa nenhuma (apesar de estarem em cima da mesa)

E HÁ ALGUM PROBLEMA EM COMER SOBREMESA? SIM EU COMO, E VOU SEMPRE COMER! Tenho uma alimentação que considero saudável todos os dias, faço exercício físico 4 a 5 vezes por semana… é por comer no natal que há problema? Acham mesmo que sim? Garanto-vos que no dia 26 de Dezembro não me senti nada nada ´intoxicada´e a precisar de fazer um detox, porque na verdade comi com conta peso e medida, apesar de ter feito erros alimentares!

Gente… percebam que tudo isto faz parte de um estilo de vida saudável! Deixem de pensar que o problema é o natal porque não é! Mas também não pensei ´ah.. o Natal é uma vez por ano, por isso agora é comer tudo tudo tudo´… isso realmente não me faz sentido nenhum!! Até porque para a semana ou para o mês que vem há sobremesas que acabam por ser semelhantes num aniversário ou festa, e vocês vão comer novamente! Claro que pode fazer sentido comer as sobremesas típicas desta época, mas não precisam de comer 10 sobremesas… qual é a necessidade? E já agora, podem também ir dar uma caminhada…

Hoje foi longo o texto, mas queria mesmo partilhar com vocês a minha opinião e o meu natal. Adorei estes dias, ao pé dos meus, a ver filmes da disney, com a lareira ao pé de nós.. com sorrisos, gargalhadas.. o melhor! 🙂 Desejo que o vosso tenha sido tão bom!

Tento sempre passar esta mensagem na consulta de nutrição… a mensagem de que estes momentos fazem parte, que não são estes momentos que fazem de nós não saudáveis, mas sim a alimentação diária que temos ao longo do ano. A dica é mesmo mantermos as nossas rotinas, uma alimentação saudável diariamente, praticar exercício físico…

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha

, ,

9 dicas para organizar e aplicar no seu dia de Natal

  • Levantar e… Tomar o pequeno-almoço! Simples ou diferente, já que é Natal? Flocos de aveia, pão escuro, lacticínios magros ou fruta são algumas ideias. Pode ver várias ideias de pequenos-almoços, aqui.

 [Nem pense em ir para a cozinhar começar a preparar tudo para a noite de Natal sem o pequeno-almoço tomado. Resultado: Irá começar a provar tudo o que está a fazer].

  • Costuma beber água durante o dia? Não? Mas tem de ser! Prepare a sua garrafa e coloque ao pé de si para não passar despercebido. Se não aprecia água com o frio que se tem sentido nestes últimos dias, opte por chá. Pode sempre colocar como objetivo: 1 copo de água antes de cada refeição.
  • Não fique mais de 3h sem comer (vai evitar que ande a petiscar o dia todo e a provar todos os pratos e sobremesas que está a fazer. Se for preciso ponha um alarme para se lembrar) -> Não se esqueça de lanchar. Por vezes a família chega cedo a nossa casa e passamos essa refeição, começando logo a comer as entradas.
  • Quando for pôr a mesa, tape as entradas e as sobremesas. Se passar o dia a olhar para elas, a probabilidade de ir “roubar” um bocadinho é bem maior. Antes disso, não se esqueça de fazer algumas alterações quanto aos seus ingredientes, publicação aqui.
  • Sopa tanto ao almoço como ao jantar. Já está pronta? Toda a família deve ter esse hábito. Além disso, temos de dar o exemplo às crianças.
  • Tradição é tradição! Mas tem de haver legumes ou salada para acompanhar as refeições principais. Salada, legumes estufados, couves cozidas são alguns exemplos.
  • Cuidado com os temperos tanto das verduras como das saladas: 1 fio de azeite, vinagre e oregãos. Deixe de lado outro tipo de molhos. Se quiser dar mais sabor, aproveite para utilizar ervas aromáticas ou especiarias.
  • Se quer provar todas as sobremesas, tire apenas um bocadinho de cada uma para o seu prato de sobremesa.
  • Não se esqueça, distribua as sobras pela família toda.

Exercitar-se! Nem que seja com uma caminha de 30 minutos no dia 22,23 e 24 pelo menos 🙂 Ajuda sempre!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

 

, , , ,

7 truques que me ajudam todas as semanas a ser mais SAUDÁVEL

Hoje é sobre mim, sobre os hábitos que me acompanham semana após semana, e por isso mesmo vou partilhar com vocês, para começarem a próxima semana da melhor forma! Se houver uma partilha entre nós, com motivação mútua, é bem mais fácil seguirmos um estilo de vida saudável, não acham? Quem é que deixa em comentários sobre os seus hábitos semanais? As suas dúvidas? As suas refeições?

Exercício físico: Comecei a fazer desporto há três anos. Comecei a correr, mas não gostava nada… de todo! Mas engraçado foi que fui começando a correr mais… comecei a ver alguns resultados e fiquei super motivada. Ainda me lembro de um dia em que consegui dar 17 voltas no mercado de benfica e fiquei toda contente! E se for fazer as contas secalhar foi tão pouquinhoooo 🙂 Como com o tempo comecei a gostar, depois foi tudo evoluindo e habituei-me.

Não quero que agora todos desatem a correr (está na moda não está? :)), mas sim que comecem a pensar no que gostam de fazer e o que é viável para a vossa vida. Uma vez que senti necessidade de complementar a corrida com alguma coisa, e depois de ter experimentado ginásio 100000x, tenho treino personalizado, que é realmente o que gosto e me motiva. O objetivo do meu blog é motivar-vos a conseguir ter um estilo de vida saudável e por isso deixo aqui o meu treino da sexta-feira para verem mais ou menos como é… e como me custa às vezes!! 🙂

Assim, e algumas dicas para vos ajudar:

  • Olho para a minha agenda e defino os dias em que vou correr, pois assim é mais fácil conseguir cumpri-lo. Fazer exercício é das coisas que mais gosto de fazer atualmente e que me deixam super bem-disposta e contente. É tudo uma questão de “querer”! Se às vezes não consigo correr durante o dia, corro ao fim-da-tarde/noite, mais no verão. Agora claro, nem todos os dias são como queremos e há dias em que não consigo ir… depois tento compensar.
  • Se não gostam/podem de correr, podem caminhar. Se não gostam/podem caminhar, podem nadar. Se não gostam/podem nadar, podem saltar à corda. Aconselhem-se e vejam qual o tipo de desporto mais adequado a vocês. Se não têm tempo, podem fazer um mini-ginásio em casa (há imensos utensílios que podem usar, corda para saltar, halter, tapete). Algumas dicas de como começar a praticar exercício físico e que me ajudaram, nesta publicação.
  • Organizem-se, vão às compras e preparem o saco de desporto para andar sempre com vocês no carro 🙂 Para correr comprei uns ténis e calças de desporto… faz a diferença, eu que o diga. Claro que podemos utilizar ´qualquer coisa´ para praticar desporto, mas sentirmo-nos bem e confortáveis faz toda a diferença.

Organizo a semana: Por vezes o tempo é curto, o cansaço é acumulado e pensar nas nossas refeições ou nos nossos lanches/snacks não é tarefa fácil e o que nos  apeteça fazer depois de um dia de trabalho. Mas na realidade, se nos organizarmos é muito mais fácil e não custa assim tanto. Além disso, quando o tempo é muito curto, com o trabalho excessivo, muitas vezes começamos a deixar algumas coisas para trás, e por vezes é a nossa alimentação. Mas, temos de lutar contra isso, ou pelo menos tentar 🙂

  • Vou às compras todas as semanas (ou pelo menos tento), com uma lista preparada para não deixar para para trás (compro imensos legumes (frescos e congelados), iogurtes, queijo fresco, frutos secos, carne/peixe, fruta, aveia, etc). Se já sei que o fim-de-semana vai ser complicado, tento passar no supermercado entre consultas para despachar algumas compras (este fim-de-semana estive num curso e por isso mesmo fui logo às compras na sexta-feira ao fim-da-tarde)
  • As refeições principais são sempre, ou quase sempre, pensadas no dia anterior à noite, e ponho a descongelar o que é preciso. Claro que por vezes têm de ser refeições muito simples porque não há tempo ou porque nem pensei no jantar, mas nesse dia saem bifes de peru, bifes de frango, ovos, atum ao natural, que são alimentos que se preparam num instante! Admito que por estes lados muitas vezes saem ovos … ovos … ovos, como podem ver em baixo. Esta semana cheguei super tarde na quarta-feira, e cheia de fome, então coloquei numa frigideira todos os legumes que tinha, uma lata de atum e um ovo… podem ver a fotografia em baixo 🙂 O que é que me fez aguentar até o jantar estar pronto? UM BALDE DE SOPA ahah 🙂 Se precisam de ideias de refeições podem ver aqui.
  • Os lanches vão sempre na marmita (ovos cozidos, frutos secos, bolachas de arroz…) Ideias de alimentos para andarem sempre connosco, aqui. No entanto, esta semana houve um dia em que fui lanchar ao café e optei por pão escuro e fiambre de aves. É como eu digo, em café ou pastelaria, a opção é sempre pão, e nunca bolos ou salgados.
  • Legumes estufados e/ou cozidos faço em grande quantidade e fica pronto para diversos dias. O mesmo se aplica ao resto, como fazer arroz em maior quantidade, batatas-doce, pernas de frango etc…Como é óbvio que gostava de conseguir cozinhar sempre todos os dias comida acabadinha de fazer que é bem mais saborosa… mas o meu pensamento é ´é a vida e tem de ser´… porque com os horários e a correria do dia-a-dia isso não é possível e não pode ser razão para deixar a alimentação saudável de lado.

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

 

 

, , , , ,

BACALHAU ESPIRITUAL

BACALHAU ESPIRITUAL, o jantar está servido!

Vocês pediram-me receitas de bacalhau, aqui estão elas! Agora, espero que as experimentem e partilhem o resultado final comigo ✌

Bem fácil de fazer, e claro que tive de adaptar a receita original 😅 Em vez de natas ou bechamel, utilizei queijo quark… e… ficou aprovado 🤗 O que vos parece?! Guardem a receita 👇

– 800g de bacalhau cozido desfiado

– 1 cebola grande

– 10 dentes de alho

– 200g de espinafres

– 2 cenouras

– 200g de batata-doce cozida

– 250g de queijo quark

– Pimenta preta

– Tomilho

– Começar por refogar o bacalhau na cebola, alho e azeite.

– Juntar os espinafres e a cenoura ralada e envolver bem. Temperar a gosto (usei tomilho, pimenta preta, pimentão doce)

– Esmagar a batata-doce e juntar ao preparado anterior. Envolver, deixar apurar e retirar do lume.

– Juntar o queijo quark e mexer bem até ficar uma mistura homogênea.

– Colocar num pirex de forno e por fim, polvilhar com queijo mozarela ralado ✌

E voilá… DELICIEM-SE! 🤗🤗🤗

Este slideshow necessita de JavaScript.

, , ,

BOLO RAINHA SAUDÁVEL

Pessoal, a receita do BOLO RAINHA fica aqui para experimentarem! Aqui em casa foi aprovado, e eu também adorei! Não aprecio bolo rei, mas sim bolo rainha, e por isso mesmo se não quiserem comprar é sempre uma solução experimentarem fazer em casa! Acho que vão gostar 🙂 Mas experimentem antes do Natal, para terem a certeza de que todos vão gostar!

Vem aí o Dia de Reis e por isso mesmo, que tal optar por fazer em casa em vez de ir comprar?! Parece-me uma ótima ideia!! 🙂

Ingredientes:

  • Farinha de aveia (100g)
  • Farinha de arroz (200g)
  • Laranja + raspas de laranja (1)
  • Ovos (3)
  • Água quente (50ml)
  • Azeite (2 colheres de sopa)
  • Amêndoas (1 mão)
  • Cajus (1 mão)
  • Avelãs (1)
  • Pasta de tâmaras (6 colheres de sopa)
  • Fermento (1 colher de fermento)
  • Sal q.b

 

Modo de preparação e confeção:

  • Numa tigela junte as farinhas (aveia e arroz), o fermento e o sal (1) ;
  • Devagar vá juntando a água quente até envolver bem;
  • Misture os dois ovos, o sumo de laranja, as raspas de laranjas, o azeite, e a pasta de tâmaras e mexa bem (2);
  • De seguida, envolva o preparado anterior (2) com a primeira mistura (1) e misture bem até ficar tudo homogéneo;
  • Coloque os frutos secos (amêndoas, cajus e avelãs) partidos grosseiramente no interior da massa;
  • Molde uma argola com a massa e coloque num tabuleiro.
  • Por cima, coloque amêndoas e arandos e pincele tudo com um ovo batido
  • Leve ao forno a 180ºC durante 25 a 30 minutos.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!

, , , ,

6 TRUQUES PARA RESISTIR AOS DOCES DE NATAL QUE LEVAM PARA O TRABALHO

Resistir aos doces por vezes é difícil, ainda mais nestes dias frios e com chuva, e ainda mais, nesta época natalícia. Um dia levam rabanadas, outro dia levam filhoses, outro bolachas… etc etc.. Mas a verdade é que, o Natal é dia 24 e 25, e além disso, há vários jantares, vários almoços até lá.. por isso mesmo, temos de conseguir controlar-nos no trabalho. Pelo menos eu penso assim! Eu prefiro comer a sobremesa ao fim-de-semana, do que a uma terça-feira no dia de trabalho… e vocês?! Porque na verdade, temos de fazer escolhas.. não faz sentido andar a comer tudo a torto e a direito ´só porque é natal´ ou ´só porque alguém levou para o trabalho´.

Mas sabem que a vontade de doces pode estar relacionado com o que comem durante o dia? Se comerem pouco durante o dia é bem mais fácil que vos apeteça o docinho que levaram nesse dia para o trabalho… Pois…Sabem que é uma das grandes dúvidas em consulta? E que pode contribuir para o aumento de peso e além disso, contribuir para a nossa não saúde? Só nos faz mal, e temos de perceber isso! Não é só peso, é saúde minha gente! Temos de tentar arranjar estratégias para conseguir controlar a vontade de os comer.

O açúcar é um ingrediente que se consumido em excesso está associado à presença de diversas doenças. O açúcar aumenta a probabilidade de excesso de peso, obesidade, diabetes entre outras doenças. Por isso mesmo, temos de controlar ao máximo a quantidade de açúcar que ingerimos diariamente e termos sempre presente que este ingrediente se encontra na maioria dos produtos que consumimos diariamente, e não apenas nos bolos ou sobremesas.

Além disso, para mim, acho que as coisas têm de valer a pena! Não vale a pena comer só por comer!

Nas épocas festivas (desde que não sejam todos os dias), nas férias ou dias especiais pode ser mais difícil controlar o que consome, uma vez que é provável que tenha sobremesas ou doces à sua frente durante quase todo o dia. Mesmo assim, há sempre forma de o evitar:

 

Dicas:

  • Faça várias refeições ao longo do dia: A sua fome estará mais controlada e será mais fácil que não fique cheio de fome com vontade de “comer tudo”. Se não o fizer é bem mais provável que lhe apeteça um alimento menos saudável, principalmente ao fim da tarde, quando chega a casa. Tente fazer sempre entre a 5 a 6 refeições. Ideias de snacks, aqui.
  • Almoce bem! Se comer apenas uma sopa e uma peça de fruta é provável que comece a ter fome rapidamente e com vontade de um “chocolatinho” ou uma bolachinha! Se precisa de ideias para as suas marmitas, veja aqui. Caso os seus almoços sejam fora, veja aqui algumas dicas de como manter uma alimentação saudável.
  • Arranje estratégias saudáveis para colmatar a vontade do doce: Normalmente tenho maçã sempre cozida ou pera… É só aquecer, juntar canela e já está! Pode fazer o mesmo com banana ou com pêra. Uma banana esmagada com canela é só…ótimo! Quando lhe apetecer um doce, pense e depois aja… Por vezes essa vontade dá mais à tarde, por isso mesmo, lanche logo.
  • Faça sobremesas em casa substituindo alguns ingredientes: Se juntar 1 iogurte natural com manga e triturar fica “mousse de manga”. Pode utilizar alguns temperos que ajude a adocicar as sobremesas, como por exemplo canela. Algumas dicas para fazer sobremesas mais saudáveis, aqui.
  • Se for ao café peça logo um pão para o lanche: Faz com que não caia na tentação de pedir um doce ou um alimento menos saudável. Além disso, tente ficar de costas para a vitrine 🙂 Ir ao café não significa fazer asneiras! Se costuma ir lanchar ao café, veja aqui como fazer escolhas saudáveis.
  • Não tenha doces em casa: Se souber que tem um chocolate na despensa, é muito mais fácil que à noite (quando está relaxado e a descansar de um dia de trabalho), vá lá “roubar” um quadradinho. Se não tiver esse tipo de alimentos em casa acaba por não os comer! Não coloque a hipótese de “se alguém vier cá a casa”, se tal acontecer ofereça umas torradas e um chá.

Pratique exercício físico! Pode crer que ajuda a diminuir a vontade de doces, ajuda a manter a vontade de ser saudável e ajuda na sua energia durante todo o dia 🙂 Como sabem eu faço corrida, e por vezes também não me apetece sair de casa. MAS, depois de ir correr, de saber que me desafiei, é o melhor de sempre! É importante que para a prática de exercício físico tenham roupa/ténis adequados à modalidade. Hoje em dia faço treino em casa e/ou no ginásio, que é o que me é possível!

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! #poetenalinha